Manifestação Cristã Atacada por Ativistas Homossexuais.

Intolerance against Christians – Junho de 2012: Cerca de 70 cristãos que faziam uma caminhada pacífica e orante em manifestação contra a “Parada do orgulho gay”, em Viena, no dia 16 de junho, foram atacados em represália por ativistas da agenda homossexual.

Um cartaz dos cristãos foi destruído no ataque por um membro da parada gay. Vários cânticos usando uma variedade de slogans anticristãos eram gritados ou cantados, incluindo: “Jesus Cristo era homossexual e tinha 12 parceiros sexuais”. Eles gritaram também: “O papa é um porco”. Um cartaz dos ativistas homossexuais dizia: “Catolicismo é curável”. A rota registrada [nos órgãos competentes] da manifestação cristã foi bloqueada por um grupo não registrado de ativistas homossexuais. Somente uma quantidade extraordinária de policiais, incluindo unidades especiais, pôde proteger o grupo cristão da violência física.

Um vídeo sobre o ocorrido pode ser visto aqui (com algumas cenas inapropriadas).

14 Responses to “Manifestação Cristã Atacada por Ativistas Homossexuais.”

  1. São os aiatolás do pluralismo de um lado só!

  2. interessante é que podemos ver a tão defendida bandeira da paz que aparece no VII Encontro Mundial das Famílias, aqui pode-se ver com os homossexuais no video.

  3. Em nome da liberdade de expressão pode-se fazer obras blasfemas de Nosso Senhor, mas quando se protesta inclusive contra a adoção de crianças por casais homossexuais – como era o caso de um dos cartazes do protesto em Viena, os sodomitas nos atacam. Mas nós é que somos intolerantes, ou como denunciou o frates da acusação do Chalita que disse nós somos “intolerantes e fundamentalistas”.

    Nos referendos feitos nos EUA a favor ou contra o casamento homossexual o pessoal da TFP foram atacados de diversas maneiras como agressões que vão desde a destruição de material como banners e garrafas sendo lançadas dos veículos, passando por blasfêmias em que um jovem bradava – depois que os voluntários começaram a rezar o rosário, que Jesus Cristo havia morrido pelos seus pecados e, outro ativista homossexual que rasgava raivosamente a Bíblia Sagrada, mas a mídia é claro nunca publicou nada:

    http://devotosdamisericordiadivina.blogspot.com.br/2012/05/agredidos-pela-tolerancia-dos-ativistas.html

    Mas se por acaso nós atacassemos a manifestação deles como eles nos atacam a mídia, tendo a Marta Suplicy que é a “papisa da CNBB” (aliás ela foi recebida pelos bispos quando da votação do projeto que criminalizaria a chamada “homofobia”, se lembram?)viriam a publico utilizando os argumento do “catolico” Chalita.

    Agora, pergunto ao Dom Keller, cade a condenação dos Bispos e padres brasileiros aos ativistas homossexuais. Por que na igreja católica só se fala do pobre e está vazia e nas evangélicas que condenam a sodomia está crescendo o numero de fieis? Cristo deu todo o sangue dele para que mesmo?

    Cade a condenação do Padre Fabio de Mello que ainda não virou estrela cadente da Canção Nova que defende o casamento civil de homossexuais? cade a condenação do clero ao Geraldo Alckimim picolé de chuchu católico que foi prestigiar a parada homossexual?

  4. O Cardeal Patriarca de Lisboa diz que a Igreja não tem que andar ao ritmo do mundo. D. Policarpo ataca “modernices” como a adopção por gays:

    “Há um pressuposto de que a Igreja tem que mudar ao ritmo das mudanças do mundo e não. A Igreja tem uma mensagem perene, acredita nela, e tem valores perenes, e acredita neles”,

    “O Concílio e a doutrina da Igreja têm uma mensagem que ajuda a corrigir e a denunciar os exageros antropológicos, como as modernices de pessoas do mesmo sexo puderem constituir família”, sublinhando que a civilização ocidental “acabará por ser vítima dessas mudanças que fez”.

    http://www.cmjornal.xl.pt/detalhe/noticias/nacional/sociedade/d-policarpo-ataca-modernices-como-a-adopcao-por-gays

  5. Ah, diferente é quando o catolicismo é ensinado de maneira correta como na Polonia, pois ao contrário da Austria que estão na defensiva, os polacos estão na ataque (PS – o Brasil é pior que Austria pois ao menos lá ainda há algum tradicionalismo e muitos católicos depois de verem as cenas horrendas irão defender a fé cristã):

  6. Perdoem a expressão, mas são uns desgraçados.
    São cenas horríveis e que precisam ser divulgadas. Aqui no Brasil existe uma cultura imposta principalmente pela Rede Globo que defende o homossexualismo como inofensivo, lindo e maravilhoso.
    Isso ilude à muitos. Acredito que muitos “simpatizantes” desse movimento demoníaco não sabem quem é seu verdadeiro pai. Devemos desmascará-los. O que fizeram foi um absurdo. Fico pensando como educarei meus filhos num futuro próximo? Como tapar-lhe os ouvidos (tal qual o policial no vídeo) para essa gritaria infernal?
    Senhor, protegei-nos.

  7. Deus nos livre do mal… e que estejamos prontos a morrer por Cristo e pela Igreja, pois isso, isso é um grande bem.

  8. Alguém sabe se alguma medida judicial será tomada contra esses agressores?

    Imagino que na Áustria existam leis contra isso. Se alguém tiver alguma informação sobre essas consequências e puder partilha-las, serei muito grato.

    Que Deus nos abençoe e permita que esses agentes demoníacos sejam punidos ainda em vida.

  9. É interessante como o ocidente está cada vez mais subserviente a essas modernidades, principalmente a ideologia gay, em detrimento dos tesouros obtidos na Cristandade.
    Queria ver esses pervertidos fazerem “parada gay” em Teerã, no Irã; ou na Indonésia, onde a “sucessora da Madonna”, e igualmente pervetida “Lady Gaga”, teve ser show cancelado por ameaças.

  10. É muito interessante ver que lá fora os católicos são incentivados pela Hierarquia a manifestarem-se contra essas sodomias. Mais interessante ainda é saber que o Brasil é um país católico, mas raríssimos, para não dizer nenhum, padres e bispos tomam a frente e condenam de forma clara os erros da modernidade. Ora, se nenhum clérigo levantou-se para condenar Frei Betto – que defende abertamente o casamento gay – e aquele frei carmelita que parabenizou o STF pela decisão a favor da união homossexual – qual deles vai fazer o mesmo com uma multidão de gays e lésbicas?

  11. Eles são o grupo social mais intolerante que existe. Eles podem conduzir qualquer manifestção a seu favor, mas os que não pensam como eles não podem.

  12. A Igreja no Brasil precisa ser totalmente reestruturada, pois a estrutura eclesial simplesmente está podre de tanta heresia modernista saída das bocas e das mentes dos prelados.Simplesmente não há posicionamento público de prelados brasileiros contra o casamento gay simplesmente pq eles não vêem mais mal algum nessa união espúria. Não é a toa que, dentre todas as Igrejas da América Latina, a Igreja Católica do Brasil foi a que mais sofreu com uma evasão sem precedentes de fiéis. O que aconteceu e ainda acontece aqui, não aconteceu no México, não aconteceu na Argentina, nem na Colômbia, nem no Peru, só para citar as quatro maiores nações hispano-americanas e católicas. Nesses países, o percentual de católicos ainda gira em torno de 80% da população ou mais, enquanto no Brasil já estamos abaixo dos 70%. Por que será? E olha que nesses países o que não faltam são bispos vermelhos. Mas, em compensação, há ainda muitos que são fieis à Deus e a Igreja e contrabalanceiam a vocação à heresia da porção do clero “voltada à esquerda”.

    Mais cedo ou mais tarde, o Vaticano terá que colocar sob intervenção a Igreja do Brasil, assim como pôs a Igreja da Irlanda. O horror da pedofilia é tão grave quanto o horror da heresia disseminada. Não se pode titubear na hora de escolher os bispos, deve-se silenciar os vocacionados à propagação de doutrinas heréticas, como foi feito com Leonardo Boff e deveria já ter sido feito com Frei Betto e toda a súcia de dominicanos comunistas que se espalharam pelo Brasil. Isso só para começar.

Trackbacks