Parlamento da Moldávia proíbe foice e martelo de comunistas.

“É nosso dever moral condenar os crimes do regime totalitário comunista”, disse Mihai Ghimpu, presidente do Partido Liberal.

EFE | Moscou – O Parlamento da Moldávia condenou nesta quinta-feira (12/07) os crimes do regime que governou o país na época em que o território fazia parte da União Soviética e proibiu o uso de símbolos do comunismo, ainda usados pelo principal partido da oposição.

Os dois projetos de lei foram aprovados por 56 deputados da situação, que apoiam a Aliança para a Integração Europeia (AIE), enquanto os comunistas, que somam 39 dos 101 parlamentares que compõem o Parlamento moldávio, abandonaram o plenário durante a votação.

“É nosso dever moral condenar os crimes do regime totalitário comunista. Desta maneira, honramos a memória de nossos familiares que sofreram com o regime”, disse Mihai Ghimpu, presidente do Partido Liberal, que faz parte da Aliança.

O Partido Comunista da Moldávia (PCM) é apoiado por quase metade da população moldávia. Nas últimas eleições legislativas, o partido conquistou 42 cadeiras, embora mais tarde três de seus deputados formaram o Grupo Socialista.

Com a nova lei, os comunistas deverão deixar de usar sua histórica identidade, a foice e o martelo, símbolos herdados do Partido Comunista da União Soviética.

“Proibiremos o uso da simbologia comunista, a foice e o martelo, no território da Moldávia”, disse Ghimpu.

O líder do PCM, Vladimir Voronin, lamentou os projetos de lei promovidos pela Aliança e disse que eles são “uma tentativa de tirar a oposição do âmbito constitucional”.

Voronin lembrou que “muitos cidadãos apreciam a simbologia comunista, sob a qual lutaram” na Segunda Guerra Mundial. “Ninguém tem direito a reescrever a história e menosprezá-la. Quem a menospreza depois sofre as consequências. A história tem o costume de se vingar. E essa vingança será muito dolorosa para alguns. Isto já não é Parlamento, é um hospital psiquiátrico”, manifestou Voronin.

O principal partido opositor da antiga república soviética recorrerá da decisão “porque contradiz a lei dos partidos, a Constituição e outras leis”, comentou o líder do PCM.

Tags:

5 Comentários to “Parlamento da Moldávia proíbe foice e martelo de comunistas.”

  1. Lá do céu, tenho certeza que Jesus aplaudiu.
    Esses comunas tinham que ser proibidos de propagarem sua doutrina maligna.
    Mais uma vitória do povo de Deus!

  2. Há de ser lembrado que a Constituição Brasileira de 1946 fechou o partido comunista no Brasil por ele não ser democrático. Pois é senhores, num passado em que o Brasil ainda tinha algo de catolicismo nas leis, um partido político que pregava a ditadura do proletariado foi proibido de funcionar.

    O que dizer do PT – partido dos trabalhadores que foi fundado e apoiado pela esquerda católica, o responsável pelo perecimento moral do povo brasileiro que quer a liberalização do aborto e sem o qual o casamento homossexual jamais teria sido aprovado no Brasil. E agora esta mesma foice e martelo que utiliza da estrutura da igreja católica quer a liberalização das drogas e a criminalização da homofobia e da liberdade de expressão.

    Dia chegará em que o Brasil voltará a ser uma monarquia com um sistema judiciário melhor do que a antiga inquisição em que nada que provem da esquerda católica terá chance de existir.

    Mas a batalha dos brasileiros agora está em combater a nova lei penal da qual peço que os católicos se informem e mandem seu protesto:

    http://novocodigopenal.blogspot.com.br

  3. Pior do que os simbolos comunistas são as idéias comunistas, que pelo que se ve não são combatidas.No CVII foi apresentada uma petição com centenas de assinaturas pedindo a condenação do comunismo. Aonde esta a resposta? Antes do CVII fizeram um acordo de não haver uma condenação do comunismo pelo CVII.!!!!!

    Inicialmente pretendiam um consilio pastoral, mas com a falta de condenação comunisno , o CVII nem pastoral foi !!!!

  4. A Moldávia está melhor que nós. Lá, são minoria. Aqui, governam.
    Os nossos são mais “evoluídos”: abandonaram a foice e o martelo , usam
    estrela. E não são mais camaradas, agora são “cumpanheiros”.

  5. Já que um plena posta aqui que é efeito da ‘consagração da Rússia’. Por falar em comunismo, alguns partidos comuna no Brasilsilsil lançaram 110 canditaduras de homoafetivos no Vale do Paraíba.