O carismático cabo eleitoral da eleição paulistana.

Padre Marcelo Rossi diz que ‘confia’ em Celso Russomano

Por Mônica Bergamo

O padre Marcelo Rossi procurou Celso Russomanno (PRB-SP) há alguns dias para convidá-lo para a missa que celebra em seu santuário, em SP. Na cerimônia, abraçou o candidato, disse que padre não pode fazer campanha eleitoral — mas rasgou elogios. Lembrou que celebrou o casamento de Russomanno e também o batizado de seu filho, Celsinho, e disse que “confia” nele.

VER PARA CRER

No fim, padre Marcelo deu a Russomanno a fita em que a cerimônia foi gravada. “Ele nos liberou para usar as imagens na campanha”, diz Campos Machado (PTB-SP), coordenador da equipe eleitoral de Russomanno.

PADRINHO DE SOBRA

As imagens de padre Marcelo podem servir de “vacina” às informações, já exploradas por adversários, de que o padrinho político de Russomanno é o bispo Edir Macedo, líder da Igreja Universal do Reino de Deus e dono da TV Record, onde o candidato tinha um programa.

CHORA, SERRA

O religioso tomou a iniciativa de telefonar para Russomanno depois da divulgação das imagens em que José Serra (PSDB-SP) aparece chorando em missa com ele.

9 Comentários to “O carismático cabo eleitoral da eleição paulistana.”

  1. ele não estava [Pe. Marcelo] até esses dias atrás se dizendo amicíssimo do Serra? qualé? hahahah

  2. Esse clero que vemos metidos com apoio político a x ou y deveria usar óleo de peróba na cara…

  3. Pra mim, Padre Marcelo, está tentando consertar a besteira que fez ao colocar o tucano lá em cima e elogiá-lo.

    O que o padre diria à Chalita, por exemplo, de ele não o apoiá-lo em sua campanha?

  4. FRATRES;
    O que vale é acender várias velas, algumas para Deus, outras para o Diabo…
    Afinal…
    Mas o que importa mesmo é “aparecer”, e claro, “construir o mega-híper-ultra, o moderno, o vitaminado ‘santuário’ da Theotokós”…
    E claro, aparecer… sempre sob os holofotes, sempre na mídia…
    Ah, que exemplo de sacerdote conciliar!
    Modéstia, piedade, discrição…
    Ah, isso é coisa das “ratazanas” pré-conciliares, aquela gente cheirando a mofo…
    E, como dizia um amigo, cada vez que via este senhor “Padre” Marcelo Rossi:
    “Saúde é o que interessa, o resto não tem pressa!!! Içaaaaaaaaaaaaaaa!!!

  5. Esqueci-me de sugerir:
    Já que o reverendo “Padre” Marcelo tanto aprecia a televisão, a mídia, os holofotes, poderia participar do quadro “Medida Certa”, no Fantástico.
    Tenho certeza que ele ia aparecer muito mais que o “Fashion de Mel”…
    Nooooooooooooooooooooooooossaaaaaaaaaaaaaaaa…

  6. É tudo lixo! Lixo imundo; e não sei como se pode chamar o galpão de Marcelo Rossi de “santuário”. O diabo frequenta aquele lugar e ainda assim é um “santuário”?… Vade Retro…

  7. Padre fura olho eleitoreiro… Lamentável. rsss

  8. Padre não pode fazer campanha eleitoral…. E isso é o que?
    Se o Edir Macedo é ” bispo”, qualquer dia desses o padre Marcelo poderia convidá-lo para celebrar uma “culmissa”,

    Culto da seita do Edir Macedo + missa do padre Marcelo = culmissa

    Assim os dois podem apoiar com mais ênfase a candidatura do Russomanno e do Serra!!!!

  9. Russomanno está na frente das pesquisas, é isso!