Foto da semana.

Salvador, 12 de setembro de 2012, festa do Santíssimo Nome de Maria: Monsenhor Nicola Bux — Consultor de diversos dicastérios romanos e autor do livro ‘Como ir à missa e não perder a Fé‘ — celebra Santa Missa solene na Basílica Santuário do Senhor Bom Jesus do Bonfim, por ocasião do III encontro Summorum Pontificum. Mais fotos aqui.

14 Comentários to “Foto da semana.”

  1. Fico feliz por tudo, mas o Summorum Pontificum continua sendo uma utopia em minha diocese. Até quando? Até quando eu terei de participar de um Sacrifício profanado? Até quando?

  2. Apesar de todas as calúnias, apesar de todos os ódios, apesar de toda a incompreensão, apesar de toda a indiferença, apesar de todas as atribulações, apesar de todas as fadigas, apesar de tanto suor e tantas noites perdidas, apesar da torcida do contra por parte dos modernistas e, digo isto com um tom amargo, de uma parte de nossos próprios irmãos que amam a Tradição, apesar de toda a fúria do Maligno… QUANDO DEUS QUER, NÃO HÁ QUEM POSSA DETÊ-LO! OBRIGADO D. MURILO KRIEGER, NOSSO MUITO AMADO PASTOR! OBRIGADO D. GREGÓRIO DA PAIXÃO! OBRIGADO D. GILSON ANDRADE! Beijamos vossas mãos! Padre Gilson Magno, Deus o abençoe e guarde sempre!

    Ferreti: Desculpe as letras em caps lock, mas não pude conter a emoção! Foi um momento histórico ver D. Nicola Bux celebrar a Missa Tridentina naquela que é a basílica mais famosa do Brasil depois de Aparecida! Espero que todas as dioceses do Brasil um dia possam ter a Missa de Sempre pois é um DIREITO de qualquer fiel!

    Deus abençoe a toda a equipe do Fratres in Unum, que tanta força nos deu nos dias terríveis de batalha encarniçada em que a Missa, embora lícita e válida, estava proscrita nesta Cidade de São Salvador, Arquidiocese Primaz do Brasil, onde voltou a ser celebrada com o aval de nosso amado D. Murilo para a Maior Glória de Deus!

    • Caro Dionísio, nós não fizemos mais que nossa obrigação de católicos. Podem sempre contar conosco! Nossos parabéns a você, tão dedicado apóstolo da Santa Missa, ao Padre Gilson e a todos os fiéis de Salvador.

  3. Aqui tem fotos da Missa Pontifical: http://ht.ly/dKD4F

  4. Ainda estou dando meus primeiros passos na Missa Tridentina (tendo muita dificuldade com latim). Assisti apenas 4 missas, mas é inegável o quanto ela nos torna mais próximos de Deus. É uma pena ela ainda continuar sendo tão rejeitada pelos bispos e pelos padres. Será que seria pedir muito que pelos uma das missas celebradas nas paróquias ao domingos fosse uma Tridentina? Sei que a questão é ampla, pois envolve toda uma discussão sobre CV II, mas pelo menos não poderiam nos dar essas migalhas? Enquanto esse dia não chega, continuarei me deslocando 30 km ( 1h30m de condução). Mas o pior é encarar na minha paróquia a NOM ou as celebrações da palavra feita por leigos…

  5. Caro Dionísio, você poderia nos dizer se alguém filmou as palestras? Qual ou quais palestras você mais gostou e porquê? Quantos padres e quantos leigos participaram do evento mais ou menos?

  6. Que bela foto!!!!

  7. D. Murilo … D. Murilo….o que um possível cardinalato não faz não é mesmo…? quem é da famigerada Arquidiocese Umbadista Jonckiana de Florianópolis sabe(…) que na época do reinado do pequeno príncipe brusquense dehonista nada foi feito aqui nestas terras austrais. O mesmo dizia que não havia motivos pastorais para “essas coisas” na arquidiocese de Fpolis etc… Agora vendo as fotos…bom rever alguns dos que fizeram parte de minha formação: pe. Claudiomar (diácono) , pe. Anderson( subdiacono) e pe. sidnei (cerimonário).

  8. *Umbandista

    *Cerimoniário

  9. Que igreja lindíssima, um retábulo maravilhoso. O belo nos atrai e nos eleva espiritualmente e a beleza da arquitetura religiosa também possui o poder de ajudar a nossa conversão. As igrejas modernosas são apenas caixotes vazios. Para a glória de Deus? Não! Para a fama de arquitetos (incluindo alguns dinossauros comunistas como o Niemayer). Prefiro uma pobre capela cheia de cupins do início do século 20 que um caixotão frio e marmorizado do século 21. Igreja pra mim tem que ter cara de Igreja e não um prédio público.

  10. “D. Murilo … D. Murilo….o que um possível cardinalato não faz não é mesmo…?”…

    Estava disposto a não comentar esse encontro, mas, pegando o gancho do Jacobus, acrescento algo tbm…
    O que intriga é ver tantos bispos na mesma linha carreirista, nem que seja preciso agradar a quem quer que seja…
    Radicalismos não fazem bem a ninguém, mas, ser “maria vai com as outras” é horrível, especialmente em se tratando de membros da hierarquia. Em Belém vimos D. Taveira celebrar um pontifical tridentino e dias depois participar de uma “para liturgia” ao lado do seu auxiliar, adepto da tl, com coisas parecidas ao lixo da tal “missa” afro. Dias depois participar na Canção nova de uma Missa onde um tal pe. Roger faz misérias no tal falar línguas estranhas, levando os bobos quase ao delírio, e D. Taveira “presidindo” a Missa como se aquilo fosse normal.
    O bispo de Rubiataba, D. Adair, quando era pároco da Catedral em Uruaçu, fazia misérias carismáticas nas Missas, era só xalalallallalarietsbtsuido, et ccccccccc, xalallallavbgbebrbrtm….depois da comunhão…e o povo delirando; agora quer dá uma de admirador do Rito antigo, coisa que ele não sabe nem celebrar, pois antes dos carismáticos a diocese de Uruaçu era infestada pela tl asquerosa, por isso D. José Chaves “apoiou” os carismáticos…
    Por favor….
    Que miscelânea maluca…
    D. Fernando Guimarães sempre foi dessa linha, não é estranho a ninguém vê-lo promover e participar desses atos em comemoração ao S. Pontifcum. Foi ele, quando ainda padre, que ajudou na criação da AASJMV em Campos.
    Numa Missa celebrada estritamente segundo o Novo rito, usando-se somente uma das 4 orações eucarísticas propostas na primeira edição do Missal novo, não vejo nada de ofensivo a Deus, com o mesmo valor de uma Missa no Rito antigo, mas, aceitar e participar das loucuras carismáticas e das torpezas da tl, e depois participar de uma Missa Pontifical antiga como se tudo fosse do mesmo nível, é loucura, ouso dizer, é hipocrisia…
    Nessa salada de mal gosto que está acontecendo na Igreja neste tempo, é bom lembrar as palavras do Apocalipse: “antes fosses quente ou frio, mas, porque és morno, nem quente nem frio, estou para vomitar-te”…

  11. Corrigindo: “salada de mau gosto”…

  12. “Caro Dionísio, você poderia nos dizer se alguém filmou as palestras?”

    R – Todas as palestras foram filmadas por padres que pariticiparam delas, eu, infelizmente, só tirei fotos!

    “Qual ou quais palestras você mais gostou e porquê?”

    R – Todas as palestras foram excelentes, mas eu, sendo leigo, participei apenas da palestra dada pelo bispo auxiliar de Aracaju, D. Henrique, que falou sobre a questão da Missa como sacrifício e que esta é a mais atacada faceta do Mistério Eucarístico e também a ministrada pelo Pe. Mateo e por D. Nicola Bux também foram muito boas… A palestra realizada por D. Gregório da Paixão, bispo auxiliar de Salvador sobre Canto Gregoriano foi exclente, tendo ele tratado do tema desde suas origens até os dias de hoje, com os documentos de S. Pio X até os mais recentes! Não dá para descrever, tudo muito bom, ortodoxo e edificante!

    “Quantos padres e quantos leigos participaram do evento mais ou menos?”

    R – Soube que participaram entre 60 a 70 bispos, padres e leigos de várias partes do Brasil! Só de bispos participaram sete!