Mais uma visita do Arcebispo de Porto Alegre a uma loja maçônica.

“Esse é o exemplo que a gente dá, de reunir todas as crenças e religiões e trabalhar juntos, naquilo que temos em comum para a paz e a acolhida”. Assista à matéria da última quarta-feira da rede Globo.

35 Comentários to “Mais uma visita do Arcebispo de Porto Alegre a uma loja maçônica.”

  1. A igreja de Deus Vivo e Verdadeiro, tres vezes Santo, tem alguma coisa em comum com a maçonaria?

    Essa é de chorar de dor, ver um Bispo da igreja dizer que a Esposa de Cristo tem algo em comum com a sinagoga de satanás.

    Perdoa-nos Senhor pela cnbb.

  2. Qual o problema deste bispo visitar a maçonaria? Ele está em “plena comunhão” com a igreja post-conciliar! Os errados somos nós que procuramos ser católicos. Errados somos nós que aderimos à Igreja de Sempre. Errados somos nós que ficamos com os Papas que condenaram a maçonaria.

    São duas religiões opostas e a religião deste bispo não é a católica.

  3. Um soco no estômago de todos nós católicos, incluindo todos os papas, bispos e sacerdotes que condenaram e sofreram as penas da maçonaria. A invasão de Roma pelas tropas italianas, a proclamação da republica no Brasil e tantos outros fatos criados pela maçonaria contra Deus e a Igreja. Mas, JPII visitou sinagoga, templo luterano, forte apache, mesquita, dançou com aborígenes e pagãos de todo tipo… O exemplo vem de cima, não?

  4. Novidade,esse e o naipe dos bispos do Brasil. “Acende uma vela pra Deus e outra pro diabo”

  5. Temos que rezar a Deus para que corte esses ramos ruins de sua igreja e jogue logo ao fogo.
    O que adianta a gente preparar uma boa catequese ao povo, sendo que vem um bispo, digno sucessor de apóstolos, e faz uma barbaridade dessas?

    Com essa filmagem será que ele não vai ser chamado a Roma? Lembro do arcebispo daqui de Brasília só ao falar uma besteira foi chamado a Roma, imagina com uma filmagem entrando numa loja maçônica?

  6. Crucificar o bispo por visitar uma Instituição não é, no mínimo, um ato cristão.

  7. EIS AÍ A SEITA ANTI CRISTO, A “SINAGOGA DE SATANÁS”
    A maçonaria pertence às sociedades secretas de origens antiquíssimas, dos tempos do Egito, Babilônia e da cabalística judaica etc., particularmente de judeus, de práticas ocultistas, idéias materialistas e atéias, portanto arquiinimiga da Igreja. A constituição atual data de 1723, promulgada pelo protestante presbiteriano James Anderson; pretendia derrubar nos tempos da Revolução Francesa a monarquia e a Igreja, instaurando um reino igual à Nova (Des) Ordem Mundial-Nova Era-NWO, senão ela mesma, em que o homem se ilumina e transcende-se, possuindo condenação formal do S Padre Clemente XII já em 1738, sequencial e unanimente, inclusive pelo S Padre Bento XVI, ratificada em 17/02/81 pela CDF, impondo sobre os católicos exclusão automática da Igreja sob qualquer associação ou participação em suas assembléias e cultos – cânon n° 2335 – por haver incompatibilidades doutrinárias contrastantes.
    É sabido que coligam-se maçonaria e outras seitas secretas, protestantismo e partidos comunistas a se infiltrarem na Igreja, tornando-se aparentes membros da mesma com intuito de a implodirem, similar à esquerdista Teologia da Libertação que é a disseminadora do “Marxismo Cultural” por meio de rebeldes sacerdotes à Igreja e, talvez sejam os maiores responsaveis pela ascensão e mantenimento da comunização do país pelo PTe mais idem partidos, junto a leigos simpatizantes e influentes.
    A maçonaria insinua um exacerbado panteísmo e um deísmo subjetivista. É uma doutrina ultra relativista e racionalista, admitindo apenas proposições aceitas pelo empirismo científico e explicita muitos ainda liames com o protestantismo, socialismo-comunismo; paradoxo com a fé católica transcendente que crê em nova vida, ressurreição da carne, futuro novo aos que morrerem em Cristo para a eternidade; aliás, muitos pastores influentes são maçons.
    Inadmite a Verdade Única, Deus, mas um outro – Grande Arquiteto do Universo – G.A.D.U., de modo vago, subjetivo, e há desacertos quanto à cosmologia: a visão do mundo deles não é unitária, idem relativista e subjetivista.
    Também aqui sua doutrina diverge com a Igreja por admissão de crenças secretas anexas à Nova Era-NWO – self service de religiões ocultistas à escolha do cliente – por se incluir na diversidade espiritista, umbandista, candomblecista, mediúnica e em suas extensas ramificações esoteristas. Em Mt 6,24: Ninguém pode servir a dois senhores: com efeito ou odiará um e amará o outro. Em Rs 17,16…Abandonaram todos os preceitos do Senhor, seu Deus…serviram a Baal.
    Por outro lado, correlaciona-se com seitas e religiões orientais holísticas de meditações transcendentais como a Yoga, Seicho-no-ie etc., em que se configuram panteísmo e deísmo subjetivistas exacerbados que, por meio de práticas meditacionais transcendentais apropriadas, as pessoas auto realizam-se plenamente, incompatibilizando-as idem.
    Convém notar que as práticas religiosas acima admitem que o homem auto liberta, embora se pautem em itinerários, cultos e doutrinas com suas peculiaridades, sem exceção, desembocam todas ao final num mesmo local: nas extensas ramificações esotéricas em suas diversidades, constituindo-as por isso todas vinculadas ao satanismo.
    Agregar-se à maçonaria formalmente definida pela Igreja como “Sinagoga de Satanás”, é tornar-se maçon que se diz católico, o qual por aderir sob qualquer pretexto apostasia-se, exclui-se da Igreja no ato, é associar-se para a eternidade ao corpo místico de Satanás.
    A maçonaria se enquadra sob os parâmetros do satanista Marx: “nada há de absoluto, definitivo e sagrado

  8. Seus hereges, seus excomungados. Vocês não estão em comunhão com a igreja. Por acaso vocês aceitam a nostra aetate, que na parte em que trata sobre os muçulmanos – e que no espírito do concílio podemos aplicar também aos membros da maçonaria – diz para esquecermos o passado e exercitarmo-nos na compreensão mutua e JUNTOS DEFENDERMOS E PROMOVERMOS a “justiça social, os bens morais e a paz e liberdade para todos os homens.”

    Por que ficar confiando em documentos do passado de condenações e censuras quando a igreja já não mais os leva em consideração e nos deu novos ditames para relacionarmos com membros de outras religiões?

    Por acaso vocês ignoram o passado recente da igreja em que dois papas por três vezes se reuniram em ASSIS com membros de diversas religiões, inclusive pagãs, para juntos rezarem pela paz?

    Ora, a igreja continua reconhecendo a Jesus como senhor, mas ela já reconhece que quem não está dentro dela, também pode adorar verdadeiramente a Deus, como os mulçumanos.

    Essa exclusividade ela já bandonou.

    Por favor, meus caros, abandonem o passado arcaico e venham para o presente.

    Vamos todos juntos participar de uma religião democrática, tolerante, pacifista, onde não há mais inimizades entre nós e os que rejeitam a Cristo. Abandonemos, por favor, os anátemas e juntos construiremos a civilização do amor.

  9. Devemos matar todos os maçons ou tentar viver em harmonia buscando o bem comum?

    Pela maneira que vejo nos vários comentários aqui, só existe a salvação à aqueles que são da Igreja tradicional.

    Se a Santa Igreja é guiada pelo Divino Espirito Santo, devemos verificar melhor o que está acontecendo e se isso não é a vontade de Deus, pois se assim não fosse, não iria acontecer.

    Como já escrevia o Cardeal Eugênio Sales “O respeito mútuo e a fidelidade aos ensinamentos da Igreja nos possibilitam uma convivência pacífica com os irmãos maçons.”

    Penso que é isso que o Arcebispo de Porto Alegre busca.

  10. Isto não é tão incomum de ocorrer mundo afora. Centenas de bispos apostataram, apesar de se manterem no cargo.

  11. Os ímpios, os malfeitores, os inimigos da Santa Cruz, estão em plena comunhão. Dá um preâmbulo pra ele assinar, oh Roma! Dá um preâmbulo pra ele!

    É a iniquidade no lugar Santo!

  12. Toleramos o que no fundo não é boa coisa, mas toleramos pelo sacrifício de um bem comum. Que os maçons fiquem em sua toca e nós sejamos mais fieis à nossa Casa, a Santa Mãe Igreja. Rezemos e façamos penitência pela concersão do dito bispo, afinal o inferno é terrível e até o fim, ele ( o bispo) ainda pode se converter à Igreja e a fé de sempre. Reclamações de blog não convertem ninguém. Mas o fato em si é de chorar de dor.

  13. Eu adoraria que o Rui e o Pedro Henrique defendessem a Cristo com metade do fervor que eles defendem a atitude do bispo para com a maçonaria… Incrível, nestas horas os lobos mostram sua face escondendo na moita e berrando como ovelha. Para que um Cristo que faz um chicote, diz ai de voz e grita quando preciso com seu apóstoldo: “Para longe Satanás…”? Pra que isso…. não condiz com os Novos Tempos. Paz e Amor, bicho!

    Do pecado da indolência, livrai-nos Senhor!

  14. … deixa eu ver se eu entendi: católico que adere à maçonaria está excomungado… o alto clero visitando loja maçônica tudo bem? Em que planeta estamos, por favor alguém me informe! Alguém aí já ouviu falar que o exemplo arrasta?
    Santa Mãe de Deus…

  15. Tremo só em pensar que este senhor participa da Comissão Episcopal para os Textos Litúrgicos (Cetel), da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), ou seja, ele está trabalhando na revisão da 3º edição do missal romano, tomara que Roma barre eventuais erros.

  16. Ainda bem que este senhor já completou 75 e em breve irá se aposentar, oremos para que Porto Alegre ganhe um bom bispo, seria uma benção Dom Antônio Carlos Rossi Keller ser nomeado arcebispo de Porto Alegre nada mais do que justo, mas … do jeito que funciona as coisas aqui no Brasil tá quase impossível isso acontecer.

  17. Convivência pacífica com quem sempre quis destruir a Igreja????????????
    Eu li isso??????????

  18. Não acredito que li um post tão infantil quanto o do Sr. Pedro Henrique.
    Quer dizer que agora, devemos jogar mais de 1900 anos de história da Igreja no lixo?
    Quer dizer que devemos passar uma borracha em tudo aquilo que a maçonaria causou (e ainda causa) de ruim à Igreja de Cristo, em prol de uma “civilização do amor”?
    Que piada!

  19. Enquanto a maçonaria se encarrega de destruir a Igreja, o bispo se encarrega de “celebrar a paz” com a maçonaria. O Encardido agradece.

  20. Rui leia os documentos da Igreja que condena a maçonaria e depois você comenta algo a respeito.

  21. São Maximiliano Maria Kolbe, ora pro nobis!

  22. Rui,
    uma coisa é respeito. Respeito as religiões, respeito ao diferente.
    Outra é propaganda dentro da casa do inimigo.
    Deus ama o maçon, a pessoa, não a instituição maçonaria.
    Você conhece a Maçonaria a fundo ? Você conhece como funciona seus “ritos” internamente ? Seus graus ?
    Você confundiu tudo.
    A Igreja sempre condenou a Maçonaria e do nada um bispo se diz no direito de pregar uma nova religião ? ? ?
    Existe uma instrução da Sagrada Congregação da Doutrina da Fé sobre a Maçonaria (segue abaixo)
    Que os Maçons se convertam, se tornem Católicos e creiam que Jesus Cristo é Senhor.
    A Salvação é um dom gratuito de Deus, porém Jesus pagou um preço muito alto por isso e muitos não querem aceitar em suas vidas Nosso Senhor e Salvador!

    Agora, pergunte para um maçon, quem é Jesus Cristo.

  23. Sinto vergonha de ser gaúcho.
    Não tem explicação um sucessor dos Apóstolos, brincar com o sangue de inúmeros cristãos que perderam suas vidas por professarem sua fé, a fé de sempre.
    Rezemos por esses homens impregnados pela fumaça de satanás.

  24. A iniquidade já adentrou os portões da Igreja Católica agora só falta mesmo o diabo sentar-se no trono de São Pedro… ainda temos um bom Papa que segue cambaleante mas ainda é um bom Papa mas futuramente só Deus mesmo pra saber o que nos aguarda..

  25. Sim, e daí? Ele está em plena comunhão e aceita o Vaticano II e a Missa Nova. Afinal, isso é o que importa. Com as palavras os “plena”.

  26. O que o Pedro Henrique comentou foi ironia? Quase ouvi Paulo VI falar.

  27. Isso acontece há anos e n é novidade para ninguém. Mas, o mais importante nesta questão das idas do bispo pra lá é o seguinte: ELE TEEEEEEEEEMMMM AUTORIZAÇÃO DA CNBB PARA AGIR EM NOME DELA !

    O foco n é o dadeus (que n dá nada a Deus, grande ironia!) mas sim a cnbb.
    Todo o mundo descendo a lenha no representante, mas, n falam nada de quem mandou? E assim a cnbb passa ilesa e o bispo leva a culpa.

    Acorda, povo!

    Outra coisa que lembrei: os defesnores do CVII gostam de apresentar dislexia nestas horas e figem n saber das declarações da maçonaria sobre o CVII, e foram várias. Pq afinal, eles ‘acham’ que venceram ao controlar o CVII. Eles podem estar ganhando batalhas.

    Gabriel García Moreno, não morreu em vão!

    Nós ganharemos a guerra, pq temos Maria Santíssima!

    DEUS NÃO MORRE!!!!!!!!!!!

  28. Gabriel, que bom que você percebeu que foi ironia.

    Mas eu não culpo os que não perceberam… aquilo foi um claro deboche para os neo-conservadores, aonde eu tentei mostrar que os escândalos atuais se sustentam sim pelo concílio e pós concílio e não são resultado de uma interpretação da ruptura.

  29. “Crucificar o bispo por visitar uma Instituição não é, no mínimo, um ato cristão”.

    Errado, meu caro, é um dever cristão!

    Nenhuma paz com que procura destruir a Igreja e a civilização ocidental , a Sinagoga de Satanás!

  30. Os católicos brasileiros são débeis, sem energia moral, especialmente os clérigos. Estes nem católicos propriamente ditos são. São traidores que de católicos só têm os paramentos. Os católicos brasileiros, enfim, exibem em comum a característica do derrotismo moral. São católicos moles, tíbios e fracos de uma Igreja que deveria ser militante.

  31. (…) “O Grande Oriente da França condena energicamente as declarações da Igreja Católica acerca do projeto de lei sobre a abertura do matrimônio civil a todos os parceiros, que será apresentado na quarta ao Conselho de Ministros.” (…)”A referência feita pelo cardeal André Vingt-Trois de que ‘as profundas mudanças legislativas poderiam transformar radicalmente as relações que sustentam nossa sociedade’ refletem posturas obscurantistas completamente descompassadas das necessárias evoluções sociais e políticas de nosso tempo.” (…) “Em nome da laicidade, o Grande Oriente da França recorda que as igrejas devem estar restritas unicamente à esfera espiritual, e não devem interferir, com imprecações e declarações violentas e detestáveis, no legítimo debate público e democrático (…).”
    (Projet de loi sur le mariage pour tous,
    disponível em francês no site do Grande Oriente da França)

    Isso é para aqueles que acreditam não haver nenhum problema no fato de um bispo católico (?) fazer visitas de cortesia aos adoradores de Baphomet.

    Márcio (Goiânia – GO)

  32. Eugeniomsl,

    “Enquanto a maçonaria se encarrega de destruir a Igreja, o bispo se encarrega de “celebrar a paz” com a maçonaria. O Encardido agradece.”

    Na verdade, enquanto a maçonaria se encarrega da destruição da Igreja o bispo se encarrega do mesmo ofício!

  33. Marco Antônio Felício disse tudo:

    os católicos brasileiros são débeis, passivos, inativos,

    gostam de conversar fiado e especular sobre teses estratosféricas e

    não fazer absolutamente nada!

    Não sabem que pequenas iniciativas óbvias fazem toda a diferença porque

    o brasileiro não é objetivo e não crê em simplicidade,

    tornou-se arrogante e presunçoso (preguiçoso já o era) e

    covarde metido a moderninho, liberal e “tolerante”.

  34. é lamentável, uma vergonha de evento acompanhada de infelizes palavras.