Mas alguém se perguntou sobre os fiéis?

Santa Missa no Rito Carmelitano antigo celebrada ontem, domingo, 25 de novembro.

Santa Missa no Rito Carmelitano antigo celebrada ontem, domingo, 25.

Para além da disputa entre o bispo de Bragança Paulista e Frei Tiago de São José, há uma questão até agora ignorada: o que será dos fiéis que assistem à Santa Missa no mosteiro carmelita de Atibaia? Confissões, casamentos, batizados no rito tradicional serão também expulsos sumariamente do cotidiano dos fiéis?

A diocese de Bragança Paulista demonstrará a solicitude pastoral para com estas suas ovelhas ligadas à liturgia dita “extraordinária”, abertura pedida já por João Paulo II e manifestada sobretudo por Bento XVI?

Como, quando e onde a vida sacramental exatamente como a proporcionada pelos carmelitas — dos fiéis da zona rural do bairro do Portão, e de muitos outros de toda a diocese que para lá afluíam, será continuada?

Domingo, 25 de novembro de 2012: atendimento aos fiéis pelo sacerdote após a Santa Missa.

Domingo, 25 de novembro de 2012: fila para atendimento aos fiéis pelo sacerdote após a Santa Missa.

Se Dom Sérgio Aparecido Colombo, ordinário local, não deseja que a opinião pública julgue sua medida como uma afronta ao Magistério da Igreja, em particular ao motu proprio Summorum Pontificum, é extremamente necessário que a vida católica dos fiéis, tal como desenvolvida através do Mosteiro Carmelita, seja preservada.

Domingo, 25 de novembro de 2012: a capela abarrotada para a Santa Missa.

A capela abarrotada para a Santa Missa de ontem.

Qualquer tentativa de subverter a prática da religião católica por parte do povo deixaria claro qual era o intento da diocese ao expulsar uma comunidade religiosa pujante e amada pela população da região.

Os fiéis estão feridos e clamam; ainda esperam que a comunidade religiosa permaneça em Atibaia e, para isso, fizeram um abaixo-assinado online que já conta com mais de 150 assinaturas.

É importante que as autoridades eclesiásticas acompanhem o desfecho dessa triste novela. De nossa parte, faremos questão de recordá-las de seu dever.

37 Comentários to “Mas alguém se perguntou sobre os fiéis?”

  1. e eu refaço a pergunta: o que será dos fiéis que assistem à Santa Missa no mosteiro carmelita de Atibaia? QUEM VAI NOS RESPONDER?

  2. A Missa é o verdadeiro e próprio sacrifício do Corpo e do Sangue de Jesus Cristo oferecido sobre nossos altares em memória do sacrifício da Cruz. Queremos sim pelo direito que temos e assegurado pelo Papa Bento VXI a Missa no Rito Solene Carmelitano – Segundo o Antigo Costume da Igreja de Jerusalém Papa Bento XVI MOTU PROPRIO SUMMORUM PONTIFICIUM (14-09-2007).
    Confraria Nossa Senhora do Carmo

  3. Fiéis? que fiéis? isso é secundário na Igreja atualmente. A não ser pra falar em dízimo!!!

  4. Perguntei em outro comentário, que por algum motivo não foi publicado, por que o Dom F. Rifan não foi procurado pelos carmelitas, inclusive quanto à possibilidade de se mudarem para a Administração Apostólica. Pergunto agora também porque a congregação não recorre à Pontifícia Comissão Ecclesia Dei, que é quem pode resolver esses diferendos. Hora de o padre ir pessoalmente a Roma procurar a Comissão, inclusive o padre brasileiro mostrado aqui há poucos dias, e tentar explicar a situação.

  5. Alguém me explique essa história, no post diz que o Padre Cristian foi expulso da diocese, a reportagem saiu neste site na quinta-feira no começo da noite; agora é postado fotos da Missa na mesma comunidade ontem dia 25. O Padre e os religiosos carmelitas sairam ou não da comunidade?

  6. É triste ver um rebanho sem pastor, as ovelhas estão perdida, visto a foto acima, a quantidade de fiéis que com o anuncio da saida deles estão acorrendo para ter uma palavra de conforto, de esperança ou simplesmente o fato de poder assistir à uma verdadeira missa. Mais triste ainda é ver que nosso bispo não se digna a sair de seu trono e nos dar uma explicação, pelo menos para um consolo pois as ovelhas serão enviadas ao matadouro caso o pastor deixe o seu rebanho, e quem vai resgatá-las, certamente não o bispo……

  7. Para complementar Ferreti as missas irão acontecer até o natal, triste natal não é mesmo para TODA população da diocese bem como de várias outras que vem em buca de nosso querido frei.

  8. É ilusão de ótica ou os fiéis que estão do lado de fora estão ajoelhados? Se estiverem aí está a explicação para a expulsão: É muito respeito ao que é Santo para as mentes modernistas que dominam nosso clero.

  9. “E quando Eu for levantado da terra, atrairei todos os homens a mim”. O que vocês acham que acontece nesta capela?

  10. Fieís da zona rural! Zona rural!!! Mas, oras, eles não sabem latim! Precisa saber latim! Ninguém mais se interessa pelo latim! Missa de costas? Ninguém quer mais isso! Missa em uma língua morta? Que coisa não é? Justamente os mais simples são aqueles que buscam com mais fervor a realeza do rito de sempre! Alguém comunique a Santa Sé!

  11. Eu já assinei! O amor lança fora o temor!

  12. É um absurdo ignorar a Missa Tridentina só porque não atrai multidões. Os abusos de Pe. Marcelo Rossi ficam impunes só por causa dos milhares de fieis que dão dinheiro.

  13. Mas Deus está do lado dos Carmelitas!
    os modernistas serão derrotados assim como Nossa Senhora pisou na cabeça da serpente!

  14. Eremita n fica na solidão? Santo Antão deve estar de queixo caído!
    A exemplo do que o ‘eremita’ disse ao padre Holtz: obedeça ao bispo.

    Mas, alguém esqueceu que: Roma locuta, causa finita est!

  15. FRATRES;
    Desculpem-me a sinceridade, mas isso é que dá se aproximar e confiar nessa gente apóstata!
    Afinal, ele que recorra ao Núncio ou quem sabe, até mesmo ao Papa…
    E alguém aqui acha que eles vão atendê-lo?
    Hummm…
    Podem até fazer um sermãozinho lindo, ou até mesmo um beicinho…
    Mas atitudes…
    Hummm…
    Não.
    Afinal, tem-se que ser fiel não a Deus, nem àquilo que Ele ensinou, mas sim ao grande, ao mega, ao hiper “concílio das maravilhas”…
    E dá-lhe plena comunhão!

  16. o sr bispo de bragança paulista tinha que se preocupar com padres que fumam,bebem, homossexuais,não com aqueles que falam de santidade,castidade e pobreza pois estes nao dao lucro para dom sergio

  17. José: Os fiéis estão ajoelhado fora da Capela SIM, pois a capela é pequena pra tantos fiéis; e o que se houve dizer é que lá só encontram meia duzia de fanáticos!

  18. Como disse em outro post, é simples:

    O terreno, com capela e outros prédios, será doado à Comunidade Fala Senhor, uma misteriosa e estranha “comunidade” que atualmente possui sede em Mairiporã….

    Quanto aos fiéis, ou que aceitem as invencionices desta comunidade (rejeitada até mesmo pela própria RCC diocesana!) ou que procurem outras paróquia pela região (que por sinal, tem sido difícil…).

    Missas do rito extraordinário na diocese de Bragança Paulista, só mesmo nos Arautos do Evangelho – em Caieiras -, que como possuem $$$$ não serão expulsos tão fácil….

  19. Sobre os fieis, eles estarão na mesma situação de centenas de pessoas que não podem assistir à Missa Tridentina todas as semanas estando longe das capitais, e em melhor condição do que muitos outros visto que são de Atibaia, região bem próxima a Sao Paulo onde a “oferta” é grande.

    A cada acontecimento destes com os redutos de Missa Tridentina mais podemos ver que não há muitos caminhos, não existe caminho florido junto às autoridades modernistas…não existe “experiência da Tradição” com aceitação velada do modernismo…não há, ou, quase não há sinceridade nas autoridades modernistas. O próprio Papa que liberou a Missa exige que algumas condições sejam satisfeitas…justamente condições contrárias aos motivos que levam e levaram a maioria dos tradicionalistas a recorrerem à Tradição.

    A Missa Tridentina parece ter sido reavivada com o intuito de ser mais uma pastoral nas paroquias. A “Pastoral da Missa Antiga”…uma pastoral forçada e que por mais que tenhamos ótimas intenções e conheçamos a força da Missa Tridentina, uma pastoral que não terá vida longa caso queria conviver com o modernismo que é seu inimigo. Quem convive com o inimigo, ou o elimina ou acaba eliminado.

  20. Olá,
    eu concordo com todos que se mostram preocupados com o destino dos fieis que se achegaram ao mosteiro. Gostaria, no entanto, de ressaltar que existe, de fato, um problema de ordem canônica com relação ao frei Tiago. Ele foi formado e ordenado no Rito Greco-Melquita. Parece-me que está incardinado na Eparquia. Se dom Farés não o “libera” para o rito latino, de fato, ele está canonicamente impedido de continuar exercendo seu ministério no rito Latino. Ele precisa resolver esse problema. Não podemos fechar os olhos para isso, se quisermos ser católicos coerentes. Querendo ou não, se esse for realmente o problema e o bispo de Atibaia tenha tentado resolvê-lo junto ao frei e este não tenha se decidido a resolver mesmo, ele acabou dando todo o ensejo para acontecer o que agora está acontecendo. A Igreja reje-se pelo Código de Direito Canônico. Por mais boa vontade que alguém tenha, se estiver objetivamente contrariando o Código, pode sofrer os embargos inerentes a isso. Sei que existem bilhões de irregularidades que ferem o CDC e os bispos não se importam com isso, mas, justamente pelo fato de frei Tiago estar contrariando todo o “mundão”, ele não pode dar esse tipo de “bola fora” para seus opositores fazerem a festa. Quem conhecer frei Tiago, ajude-o a resolver isso e, aí sim, ele poderá lutar para valer.

  21. Ai dos pastores que perdem e dispersam as ovelhas do meu rebanho oraculo de Iahweh! Jr 23,1

  22. Gostei dos comentários do Vladimir Sesar.

    De uma forma ou de outra todos nós que temos a missa tradicional sob os auspícios das dioceses sofremos de uma bipolaridade constante, pois temos a missa, mas não podemos expressar o que pensamos sobre assuntos correlatos.

    Só há uma frase com a qual não concordei de todo

    “A Missa Tridentina parece ter sido reavivada com o intuito de ser mais uma pastoral nas paroquias”.

    Creio que se a Missa Tridentina fosse efetivamente uma ‘pastoral’ NAS PARÓQUIAS, estaríamos em uma situação bem melhor. O grande problema, Vladimir é que a ESMAGADORA MAIORIA de todos nós que temos a missa tradicional nas capitais é que estamos FORA das paróquias ativas, estamos em capelas afastadas e sem movimento. Somos empurrados para essas capelinhas e igrejas não frequentadas pelos “fiéis normais” para não conteminá-los e não impulsionarmos uma demanda.

    • Estou de pleno acordo, Maria, os padres e bispos estão muito preocupados se vamos ou não contaminar os paroquianos deles, visto o que estamos sofrendo em Atibaia, enquanto a missa era para meia dúzia de pessoas, se vocês quiserem confirmar procure no google que tem várias fotos da missa celebrada lá no começo, ninguem mexia com eles, agora que tem tantas pessoas indo participar da missa celebrada no mosteiro é que o bispo começou a se sentir incomodado e fazer restrições absurdas a ponto de expulsá-los de lá sem pensar nos fiéis, ou nas vocações suscitadas lá ou nas irmãs e irmãos que não terão para onde ir.

    • Marias, por favor, usem outro nome para se distinguirem aqui na caixa de comentários. Acrescentei o (2) no último comentário para diferenciá-las.

  23. Ferretti, fui sensurado no meu ultimo comentário?

  24. Olá Maria(s)! :-)
    SM!

    Eu entendi perfeitamente a aflição de não se ver os fieis tradicionais nas paroquias normais.
    Eu particularmente já vi e vivi os dois mundos, o da Missa Antiga numa paroquia normal e numa paroquia totalmente tradicional. Não sei qual é a melhor coisa a se fazer, se soubesse acho que alguém muito mais capacitado que eu já saberia a resposta e já teria feito algo a respeito para amenizar esta crise na Igreja. De qualquer forma não vejo problema nos fieis tradicionais não estarem em paroquias normais e falo por questoes simples. É muito mais fácil voce convencer alguém da Tradição Católica quando ele não é envolvido com as paroquias modernistas do que se fossem. Imagine você explicando os motivos da volta à Tradição a uma pessoa que vai na Missa duas vezes por ano e para uma pessoa que fica 4 dias por semana numa paroquia se dedicando à pastoral do casais, ou pastoral dos jovens. É quase impossível convencer estes ultimos dois tipos que eu citei. Eu particularmente acho até bom que as coisas sejam bem separadas pois aquele jovem carismático, quando ele ver as belezas da Tradição, ele não vai pensar “puxa, é so mais uma forma de sentir Nosso Senhor!”, ou “Nossa, mais uma bela pastoral de nossa rica Igreja!”….quando na verdade ele precisa perceber que estamos falando de coisas opostas. A Missa Nova é oposta à Missa Tridentina, oposta! Não se pode achar que o tradicionalismo é “só mais um doce carisma da Igreja”…..não! Ele é o único caminho…..antigamente a MIssa Romana havia apenas uma forma de celebração e tudo girava em torno dela. Claro, havia grupos de jovens, disso e daquilo…..mas a doutrina era a mesma….

    Hoje tem o grupo dos carismaticos, o grupo mariano, o grupo dos casais, o grupo dos neo catecumenato etc e etc…..não há unidade….eles brigam como loucos uns com os outros…e isso qualquer um pode presenciar em qualquer paroquia! É um divisão quase semelhante a que vemos no meio das igrejinhas protestantes por aí…..nem a missa é comum….a missa carismatica é totalmente diferente da missa dos pobres, missa dos marianinhos etc e etc…e o pior, a teologia, o que se ensina sobre fé nos grupos carismaticos é diferente dos grupos marianos que é diferente do grupo do neo catecumenato….não tem unidade de doutrina na prática…

    E tambem acho, de novo é um achismo pessoal que nao vale muito, mas acho que tentar “contaminar” os modernistas com a Tradição católica, de forma sorrateira, tipo se instalando sorrateiramente em paroquias, é usar o mesmo método utilizado pelos modernistas de outrora para justamente tirar a Tradição de seu devido lugar…

    Quando algumas pessoas chegam em seu sítio e começam a te ludibriar e acabam ganhando terreno e te expulsam de lá, é no mínimo estranho que você volte e tente ludibria-los para retomar aquilo que já lhe é de direito…basicamente, quero dizer, a Tradição Católica é Católica, sim, parece ate estranho mas a Tradição Católica é Católica! rsrs… ela é por excelência aquilo que é a Vida da Igreja…ela não pode ser somente mais uma opção….ela não pode ser somente mais um modo….ela é A OPÇÃO, A ÚNICA…..Ela não pode mendigar lugar na Igreja da qual é parte da alma!!!!!!

    É tudo bem complicado, resolver esta questão é na verdade acabar com a crise da Igreja…mas parece estranho que a contaminação de 5 ou 10 fieis por paróquia ira resolver a crise. Parece um consenso comum que a crise se resolverá a partir do Papa…

    E é perigoso, eu noto até entre tradicionalistas, principalmente os Ecclesia Dei, que a vontade é justamente de se apresentar a Tradição nas paroquias como sendo somente mais uma opção…como um novo carisma…como uma pastoral, e que você terá as mesma condições de salvação de alma não importa onde esteja, o importante é voce encontrar o seu carisma!

    Se uma pessoa doente tem as mesma chances de salvação tomando o remédio certo e amargo e o remedio errado e doce…para que o amargor?

  25. Cara Ana Maria,
    Salve Maria!

    Os Carmelitas eremitas permanecem a maioria do tempo retirados, não têm vida comunitária como as outros institutos e ordens religiosas. O frei procura reservar um tempo para os fiéis, devido a necessidades dos nossos tempos. O único momento comunitário é o recreio que acontece uma vez por semana e no almoço de domingo (As outras refeições são feitas nas celas, sempre com muita sobriedade).
    Quanto a questão padre Holtz, o frei só alertou para uma idealização da fraternidade, não pediu “obediência”, como você afirmou. Penso que essa questão pertence ao passado; não deveríamos fomentar revanchismo. Só quem está por detrás dos bastidores sabe realmente o que aconteceu. Se quiser posso esclarecer alguns pontos privadamente. É tempo de sermos solidários, principalmente com nossas orações, pois é de conhecimento geral o belíssimo trabalho realizado pelo Revmo Frei Tiago de São José OCarm.

    Caríssimos,
    Disse e repito, a questão é a perseguição a missa de sempre. Que Deus dê forças a esses religiosos e religiosas que resolveram doar suas vidas. Salve Maria!

  26. Caro Lucas Lima, salve Maria Santíssima!

    Sabendo que está com situação irregular, resolve ser eremita moderno, se ocupar com o que n é sua função. Aliás, se meter no que n é chamado parece ser prática normal para ele, o caso do padre Holtz é um exemplo.

    N posso ser solidária com situação irregular e com eremita que n fica como tem que ficar um eremita. E outra, é o cúmulo ele ir pra made in Paraguai ao invés de regularizar a situação!

    E como ficam os fiéis? Os fiéis que cobrem dele a regularização da sua situação e ponto final.

  27. Sei dizer que tudo é pretexto para impedirem a celebração da Missa de Sempre. Se tem capelas e igrejas afastadas na zona rural, ainda está melhor que nós que temos as Santas MIssas em casas e apartamentos, porque não liberam nem uma capela sequer e pode ser aquela capela que teríamos de enfrentar uma rodovia e mais estrada de terra. Nem assim é permitido. E não mandam padres para lá não, preferem deixá-las fechadas jogadas ao pó mas a Santa Missa no Rito Extraordinário, essa não pode de jeito nenhum.
    Os fiéis ( de verdade ) clamam por misericórida, as igrejinhas na zona rural só ficam fechadas e por outro lado, protestantes e a tal “igreja católica brasileira” está trabalhando a todo vapor, dando a assistência que a população implora para a Santa Igreja católica e não é atendida. É tempo de desolação total. Só rezando muito e pedindo pela misericórdia de Deus.

  28. Olha o que está acontecendo nas Igrejas moooodernas e ninguém fala nada por medo ou até mesmo preguiça; a preguiça agussa a falta de capacidade do povo católico em se informar das atitudes do Santo Padre o Papa Bento XVI, – está acontecendo julgamentos populares em diversas mentalidades católicas que acham que estão corretas em proibir a Santa Missa no Rito Antigo e os Bispos aplaudem tudo isto,achando que está tudo bem que é uma manisfestação popular e faz parte da Igreja.
    – Não não é; precisamos, dos Bispos para nos guiarem.
    Sou um ignorante em matéria de Rito Eucarístico mas qualquer Bispo que por mais que seja da linha moderna vai ter que ser contra, ou até mesmo à força – o que está acontecendo nas Igrejas ? celebram missa-afro, missa-sertaneja, missa-show, missa-balada, missa-neocatecumenato, missa-reggae, missa-maçonica, missa-negra, missa-boate, missa no chão, é com o corpo de Cristo no chão…tem mais só não me veem a cabeça agora.
    Senhores Bispos, vocês sabem o que é uma missa tridentina,olha a diferença para as missas atuais,totalmente sem respeito; a população católica perdeu o respeito com o Corpo de Cristo.
    Precisamos da Missa Tridentina para curar este câncer na Igreja Católica Apostólica Romana,sob o domínio de sua Santidade o Papa Bento XVI.
    Vou citar um exemplo o porque não podemos receber a Eucaristia nas mãos.(1 exemplo!)
    Olha o erro católico que tanto aflige o coração de DEUS PAI.
    Na minha adoslecencia fiz um curso de enfermagem, e a Enfermeira chefe nos explicou que quando um médico vai fazer uma cirurgia no corpo de uma pessoa tem que desinfetar bein as mãos,resumindo,o médico ele fica lavando as mãos uns 10 minutos com degermante (sabão forte) se o médico usar o sanitário para fazer suas nescessidades fisiológicas; – sair do banheiro, lavando as mãos com degermante por 10 minhutos,pode-se coletar bactérias fecais que ficaram nele ainda.
    Por tudo que eu já vi,as mãos dos padres,são lavadas e abençoadas pelos anjos de DEUS,pois são mãos ungidas com o óleo santo na sua admissão como pastor das ovelhas católicas.
    Precisou da Virgem Maria pedir está proibição a Santa Igreja Católica,mas não entendia o porque.
    Fiz este curso de enfermagem a 20 anos atrás,refleti e cheguei nesta conclusão.
    Pois as pessoas saem durante a missa para ir no banheiro (nada contra ir no banheiro) mas tudo contra receber a comunhão nas mãos.
    Entende o porque senhores Bispos que temos que mudar para o melhor e não continuarmos entrando como se estivessemos num campo de futebol torcendo por um time e xingando a mãe do outro por pertencer a times rivais.
    Senhores Bispos – somos um time só,somos do mesmo grupo,somos todos católicos,chega de burrice.

  29. Devemos lembrar que a perseguição dos “modernistas” aos carmelitas reformados, os descalços, vem desde os primórdios da Ordem. Santa Teresa sofreu muita contestação, São João da Cruz chegou a ser encarcerado e torturado por eles. Que Deus conceda aos frades de hoje, também perseguidos, a santidade, a determinação, a sabedoria e a paciência dos pais fundadores.

  30. Depois de ver todas as matérias e comentários em relação ao Frei Thiago, e de até colocar meu ponto de vista, não consegui ficar somente lendo, fui buscar saber mais sobre os acontecimentos e fiquei assustado com o que descobri!
    Eu estava totalmente ao lado do Frei Thiago quando tudo aconteceu, por gostar dele e de todo trabalho realizado, eu também pensava que o motivo da saída ou como esta sendo divulgado (Expulsão) dele seria pelas Santas Missas Trinitinas. Fui procurar saber a verdade, para meu espanto e TOTAL decepção, NÃO tem relação nenhuma com o que esta sendo divulgado. Ele esta usando do fato divulgado para FUGIR dos verdadeiros motivos.
    Porque ele não conta para o povo à verdade sobre a sua saída? Diga para o povo o que a Santa Sé (Vaticano), diz sobre o senhor e o mosteiro? Diga para o povo que o mosteiro nunca foi mosteiro e o senhor nunca foi frei, conte-os?
    Conte também que que Dom Bruno e Dom José nunca reconheceu seu mosteiro como Associação Privada de Fiéis e Religiosa….conta também que a carta de Dom José que estão divulgando não tem valor canonico, ou seja não comprova nada…
    Porque o senhor não fala a verdade ao invés de colocar o povo contra o Sr. Bispo da Diocese de
    Bragança Paulista, dividindo a Igreja e os fiéis com mentiras e calunias, uma coisa é certa, a verdade vai aparecer!.

    Povo de Deus, posso afirmar que o conteúdo que esta sendo colocado nas cartas divulgadas pelo Frei NÃO é o verdadeiro motivo, e pelo que percebi é uma manobra para esconder a verdade. Só que pela repercussão que esta tomando e por todos estarem tomando partido errado como eu tomei também, a decepção virá a todos…como veio a mim!

  31. Caro Pietro,

    Calma lá com suas palavras!!! Esse “posso afirmar”, só pode ser dito por aqueles que viveram toda a história que não começou agora meu caro. O conteúdo da carta só pode ser avaliado se você ler meu amigo. Calma lá! Não seja precipitado! Manobras, meu amigo, são realizadas pelo demônio.
    Confraria Nossa Senhora do Carmo

  32. Marina Salgueiro Santos , somente pra lhe esclarecer, o Frei Tiago foi ordenado na Diocese de Aparecida-SP, pelo então falecido Dom Aloísio Lorscheider , Arcebispo Diocesano. O rito da ordenação foi o Romano. Estive presente.