O secretário do Papa, novo Prefeito da Casa Pontifícia

Mons. Georg Gaenswein.

Mons. Georg Gaenswein.

Por Korazym.org | Tradução: Fratres in Unum.com – Georg Gaenswein é o novo Prefeito da Casa Pontifícia. O secretário particular de Bento XVI toma, assim, completamente as rédeas do apartamento papal. E terá, pelo seu encargo, a dignidade de arcebispo na sede titular de Urbisaglia. Será ordenado bispo em 6 de janeiro por Bento XVI, em uma celebração em que também pode ser ordenado bispo Fortunatus Nwachukwu, chefe do protocolo da Secretaria de Estado enviado como Núncio Apostólico para a Nicaragua. E foi, de alguma forma, eloquente o fato de que Gaenswein e Nwachukwu chegaram juntos às visitas de cortesia aos cardeais criados no consistório passado, e foram juntos cumprimentar o neo-purpurado Harvey, o antecessor de Gaenswein como prefeito da Casa Pontifícia, agora Arcipreste da Basílica de São Paulo Fora dos Muros.

Após o escândalo dos Vatileaks, o nome de Georg Gaenswein foi objeto de repetidos ataques na mídia. Bento XVI, porém, havia manifestado publicamente confiança em seu secretário particular, assim como em seu Secretário de Estado, Bertone, no final de uma audiência geral logo após a prisão do infiel mordomo Paolo Gabriele. Enquanto progrediam as averiguações dos Vatileaks, começou a remodelação da máquina da Casa Pontifícia. Nisto Gaenswein desempenhou um papel fundamental. Particularmente abalado por descobrir, pessoalmente, que era Paolo Gabriele quem tinha vazado os documentos confidenciais do apartamento Papa, ele havia trabalhado muito para tentar cobrir as lacunas, atuando em contato próximo com o Papa Bento XVI.

A nomeação de Leonardo Sapienza como Regente da Casa Pontifícia começou a mudar o “puzzle” do apartamento papal. Como regente, Sapienza foi, todavia, pego várias vezes exercendo funções que eram próprias do Prefeito da Casa Pontifícia, assumindo sempre mais o controle das operações. Em seguida, o anúncio de que James Michael Harvey, prefeito da Casa Pontifícia, fora criado cardeal havia ajudado a desencadear as conjecturas sobre o futuro da Gaenswein. Tornaria-se bispo, fora do Vaticano? Ingressaria oficialmente nas fileiras da Casa Pontifícia? E, sendo esse o caso, significaria um afastamento da secretaria particular de Bento XVI?

À primeira vista, Gaenswein se torna prefeito não para sair, mas para ficar. Pode continuar o seu trabalho ao lado do Papa com o título de arcebispo, o que lhe confere maior autoridade, seja dentro do apartamento como fora. E ao mesmo tempo – deixando boa parte da “máquina” da Casa Pontifícia ao experto Sapienza —  pode continuar a realizar a tarefa que até agora tem feito com atenção, e que tem atraído várias antipatias por seu papel de filtro para a figura do Pontífice. Um papel pouco estimado, depois de anos em que os assuntos foram, muitas vezes,  resolvidos em favor de amizades pessoais.

One Comment to “O secretário do Papa, novo Prefeito da Casa Pontifícia”

  1. A página da Rádio Vaticano no Facebook publicou uma bonita (e engraçada) foto do Papa Bento XVI com Mons. George Gänswein. (Os dois estão rindo na foto.) :-)