O nome do Rosa: CNBB indica candidato ao Supremo.

Por Felipe Patury – Época

O presidente da Confederação [sic] Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), Raymundo Damasceno, tenta convencer a presidente Dilma Rousseff a indicar o presidente do Tribunal de Justiça do Espírito Santo, Feu Rosa, ao Supremo Tribunal Federal. O cardeal entregou pessoalmente a Dilma o currículo do capixaba e uma carta de recomendação. Nos anos 90, Feu Rosa deflagrou uma guerra contra os corruptos de seu estado. Vinculado a movimentos de direitos humanos, ele conta também com o lobby do governador Renato Casagrande (PMDB) e dos senadores capixabas. Próximo da Igreja, o secretário-geral da Presidência da República, Gilberto Carvalho, endossou o pleito. Não é a primeira vez que a CNBB se movimenta dessa forma. Em 2009, apoiou com sucesso a indicação de José Dias Toffoli [nota do Fratres: antigo advogado do PT e sub-chefe de Assuntos Jurídicos da Casa Civil na gestão José Dirceu. Em 2009, sua indicação foi defendida publicamente pelo então secretário da CNBB, Dom Dimas Lara Barbosa; o irmão do ministro, Padre José Carlos Toffoli, foi secretário da CNBB]. Feu Rosa não se pronunciou.

18 Comentários to “O nome do Rosa: CNBB indica candidato ao Supremo.”

  1. Amigos, amigos, Evangelho à parte.

  2. A CNBB apoiou a indicação do Min. Carlos Alberto Menezes Direito (este, sim, católico de verdade)?

  3. DE fato, em p´rincípio, ao menos, não há nada que o desabone. A atuação dele no ES,no tocante à corrupção, merece parabéns.

    Mas, será que a opinião da CNBB tem algum peso? A presidente levará em consideração? Parece difícil.

  4. eu queria ver a CNBB INDICANDO algo para eu mudar de vida, jejuar, buscar a santidade, romper com o pecado, buscar a pátria celeste, ser virtuoso, amar a Igreja, obedecer ao Papa, morrer para mim mesmo, ter Jesus como meu único Senhor e Salvador !

    Mas é difícil emmmmmmmm

    Ooooo comissão episcopal boa essa do Brasil em !

  5. Eu queria ver a CNBdoB apoiando o Frei Tiago de São José…
    Vai lá CNBdoB!!

  6. E ainda há quem duvide que a CNBB é uma instituição política, e não religiosa.

  7. “Eu queria ver a CNBdoB apoiando o Frei Tiago de São José…
    Vai lá CNBdoB!!”

    Nem Roma apoiou, quanto mais a CNBdoB.

  8. Poxa, dia 24 de Novembro alguns amigos se confessaram com o cardeal. Me pergunto o pq isso n acontece comigo!!!

  9. Eu acho justo a Fé se misturar com a Política (mas, assim mesmo: com F e P maiúsculas). O perigo é a indicação sair pela culatra, como foi a do ministro Dias Toffoli que, com o Lewandowski formou o dueto que advogava em favor dos corruptos JD “et caterva”. Agora, a CNBB sempre foi uma entidade mais política do que religiosa.,..

  10. Como é que é? A CNBB indicou o Dias Toffoli?

    O que eu tenho para dizer é impublicável!!!

  11. Vocês que chamam Dom Marcel de tudo quanto é nome, pergunto: – o que têm para dizer desse Cardeal?

  12. FRATRES;
    E o “Estado Laico”?
    Onde fica?
    A cãoferrância não é tão a favor da laicidade do Estado, e agora está a meter o bedelho em assuntos dessa ordem?
    Ao menos deveriam ser coerentes com o que pregam… Ao menos no campo político!!!
    “Que é isso, cãopanheiros?”
    Hummm…
    O que me espanta é que essa gente faz tanto discursinho demoniocrático, digo, democrático, porém, ainda ficam “usando desse arcaico expediente” de “influenciar” alguém… Nada democrático.
    Bem, esse “poder de influência”, em breve já inexistirá, uma vez que a própria CNB do B faz campanha pelo Estado laico e, ademais, com a debandada de “católicos” para as “igrejas evangélicas”(“”irmãos separados””) e os mais recentes escândalos … Vai ficar difícil exercer esse “arcaico direito de influenciar”…
    Eles falam tão mal da “Igreja Pré Conciliar”, mas estão fazendo algo parecido…
    Quanto à sugestão de nomear Frei João, ou Frei José, hummm, poderão num futuro, já que o Frei em questão está no grupico dos “plena”, portanto, faz parte do “Novo Israel”, afinal, aceitam o mega evento, o “cinquentão vitaminado”…
    Prefiro ser do “pequeno resto”, como dizia o Santo Profeta Jeremias… Afinal, Deus não muda!
    Melhor seria a cãoferrância refletir sobre a Mensagem de Nosso Senhor Jesus Cristo, contida nos Santos Evangelhos, tocando fundo nos corações, buscando a conversão e a santificação.
    Mas isso, muito certamente, não acontecerá.
    Acredito que em nome do Estado Laico, os governantes NÃO deveriam sequer receber o nome do “indicado”.
    Afinal, como diz o Grande São Bento: “bebe serpente do teu próprio veneno!”
    Em tempo, nas tais “Reflexões do Natal” uma cartilhas comunistas com a aprovação da graaaaaandeeeeeee cãoferrância episcaopau, essa gente deverá incluir orações pelo pronto restabelecimento do cumpanheiro ditador.
    Afinal, simila similibus…
    Numa “tradução livre”:
    Um gambá cheira o outro.

  13. Não conheço o tal Feu Rosa. Mas vimos o monumento intelectual, moral e ético que é o petista Toffoli no STF defendendo os mensaleiros e como se comporta fora da côrte (http://oglobo.globo.com/pais/noblat/posts/2012/08/11/dias-toffoli-ministro-do-stf-me-agride-com-palavroes-baixarias-459803.asp).
    Chegou lá com o prestimoso apoio desse sindicato de marxistas que infelicita a Igreja.
    Como conhecemos os gostos e afinidades dessa turma que pariu o PT, é prudente ficar com OS DOIS pés atrás.

  14. Quem é esse sujeito de terno na foto que abre o post?
    Se é um bispo, não está vestido como deveria. Parece um desses pastores evangélicos…

  15. Faço das minahs palavras as mesmas do caro Marcelo r acima.

    O problema é que a CNBB é ocmposta por “pastorem” que não ligam muito paraas ovelhas.
    Eles tem receios de magoarem os lobos.

  16. comparar a cnbb com outras conferencias ex a americana,da vergonha!!!!!!!!!

  17. A CNB do B sempre preocupada com as coisas ligadas a politica.

  18. Então, o Gilberto carvalho, me corrijam se estiver errado, foi o mesmo que articulou o programa do abortista e revolucionario homossexual Edinho Silva na Canção Nova?

    Então o Dias tofolli tem um irmão padre?

    Então o Feu Rosa é destes juristas laicistas pro aborto e casamento homossexual.

    Porque então a CNBB não indica um Jurista como o Ives gandra ou o Príncipe Dom Bertrand???

    Interessante o poder que tem a CNBB – da qual o PT, Lula e Dilma são suas crias. Se quisessem lutar pela implantação do Reinado de Cristo na Terra conseguiriam, mas não, fazem o contrário.