O comunismo é o ópio do povo.

Arcebispo Fulton Sheen

Arcebispo Fulton Sheen

O Comunismo é o ópio do povo porque adormece os pobres prometendo-lhes algo que nunca lhes pode dar, ou seja, um paraíso terrestre. Mudando apenas uma palavra numa sentença de Lenine: “O Comunismo ensina aqueles que labutam toda a sua vida em pobreza a serem resignados e pacientes neste mundo, e consola-os pelo pensamento de um paraíso terrestre”.

Singular espécie de paraíso esse, que é inaugurado pelo morticínio, pelo exílio e pelo confisco; estranha espécie de paraíso esse, que espera estabelecer a fraternidade pregando a luta de classes, e estabelecer a paz praticando a violência. Estranha espécie de paraíso esse que tem de recorrer ao temor e à tirania para impedir que alguém “escape” dele.

Da obra Comunismo: o ópio do povo, do Venerável Arcebispo Fulton Sheen (créditos ao leitor José Tiago Fernandes Monteiro).

4 Comentários to “O comunismo é o ópio do povo.”

  1. Os petralhas fizeram isso na região que mais votou neles!

  2. Dom Fulton Sheen reúne duas características primorosas: era um gênio e era um santo. Suas palavras instruem a fé a e inteligência dos homens.

  3. Excelente texto! Só um detalhe: Dom Fulton Sheen não chegou a ser elevado à dignidade cardinalícia.

  4. Excelelente achado de de Fulton Sheen. Mas eu não sabia que ele era cardeal.