Cardeal Cipriani proíbe ensino de teologia em universidade rebelde.

O Cardeal de Lima, Juan Luis Cipriani, proibiu os sacerdotes que pertencem à ex-PUCP (antiga Pontifícia Universidade Católica do Peru) de dar cursos de teologia. Através de um comunicado, o Centro Federado de Estudios Generales Letras da universidade confirmou que o cardeal proibiu que sacerdotes dêem o curso de teologia, bem como ocupem qualquer cargo em tal casa de estudos.

Cardeal Cipriani.

Por Perú21 | Tradução: Fratres in Unum.com – Esta informação, que começou a circular nas redes sociais, foi confirmada a Perú21 por um professor da casa de estudos, que preferiu o anonimato.

O catedrático contou que a medida foi comunicada aos religiosos através de uma carta assinada pelo próprio prelado, que chegou na sexta-feira, 21 de dezembro, ao campus universitário.

Segundo a fonte citada, a carta, que é de cumprimento obrigatório, sobretudo aos padres diocesanos, enfatiza também que estes padres não podem ocupar cargos administrativos nem realizar assessorias na PUCP.

“É um tipo de demissão para sacerdotes que têm 20 ou 25 anos na universidade”, observou o professor.

Comunicado de la Mesa Directiva Centro Federado EEGGLL

* * *

Atenção: blog em recesso até a segunda semana de janeiro.

4 Comentários to “Cardeal Cipriani proíbe ensino de teologia em universidade rebelde.”

  1. É de homens assim que precisamos na Igreja.
    De pulso firme, sem concessões, sem o “medo” de muitos que amolecem para não serem chamados de medievais.
    É o mesmo Cardeal que é contra a comunhão na mão.
    O Cardeal Salazar da Colômbia bem que poderia aprender algumas coisas com o Cardeal Cipriani.

  2. Não é que os padres da PUCP estão parecidos com o pessoal que segue as pegadas do Leonardo Boff e outros parecidos que são comunistas que pregam um evangelho comunista, disfarçado de religioso e que anda com as mesmas ideias tapeando os outros?
    Eles hoje se acaso padres ou professores leigos são nada mais nada menos padres ou leigos comunistas ensinando comunismo de forma para enganar os outros. Não é isso o que fazem os falsarios religiosos, comunistas da Teologia da Libertação?

  3. É de bispos assim que precisamos para os dias de hoje:os que não tenha medo de lutar contra as heresias.

  4. Ai de vós os que ao mal chamais bem, e ao bem, mal, que tomais as trevas por luz e e a luz por trevas, que tende o amargo por doce, e o doce por amargo…
    O homem de hoje em geral, a começar de pessoal do nível da PUCP, em grande parte tem agido assim: a Igreja precisa adaptar-se à modernidade, a rigidez era coisa da era medieval, o mundo hoje progrediu muito e daí por diante.
    É a defesa da famosa “ditadura do relativismo”.
    Por outro lado, nada de sacrificios, adaptarem eles ao Evangelho de sempre, de forma alguma; tudo hoje em dia tende ser o inverso. lembrando o profeta Isaías no título do comentario; a Igreja católica de hoje deveria amenizar, permitindo 2º casamento, sacerdotizas e daí por diante.
    Prá que mais seitas se as milhares por aí atendem todos os gostos e tendencias? Agregue-se a uma dessas e deixa a Igreja católica, como dizem alguns frequentadores dessas igrejas: agora encontrei uma igreja “boa”.
    As ideologias, a mesma do padres e leigos acima da PUCP, pretendiam doutrinar o cristianismo da Teologia da Libertação ou similar, bem do paladar das ideologias socialistas.
    Deveriam, quem sabe, pertencer a algum PT peruano, não é?