Igreja Militante, eis o que somos!

Parabéns aos bravos jovens do IPCO que, com sua fortaleza e civilidade, escancararam ao Brasil a verdadeira face do movimento gay. E que isso sirva aos católicos de lição: é hora de despertar! Não, não somos meramente “igreja peregrina”, ou “povo de Deus a caminho” seja lá do que… Somos católicos, somos Igreja Militante!

Nossa solidariedade e orações ao Sr. Coutinho, alvo da pedrada covarde.

43 Responses to “Igreja Militante, eis o que somos!”

  1. Tentei assistir o primeiro video postado no “Deus lo Vult”. Não consegui passar do primeiro minuto. Ao ver aquelas moças fazendo gestos de lesbianismo para câmera, senti-me mal. Não tenho coragem de ver. Aqueles jovens tentando a todo custo provocar um briga só para dizer: – viu, eles são reacionários, briguentos, agressores!

    Não, não dá!

  2. Mas então é só a “militância” nojenta que pode se manifestar?
    Independentemente de qualquer outra consideração, ONDE ESTÁ A POLÍCIA?

  3. E a tradição nada faz!

  4. Ok, mas se as devidas providências não forem tomadas e esses agressores não forem devidamente punidos – vídeo está aí para isso – será o mesmo que dizer para eles que os cristãos são sacos de pancada, que eles podem agredir, xingar, provocar o quanto quiserem, que absolutamente nada acontecerá a eles.

  5. Pois é, fiz dois anos de catecismo e um de crisma e nunca me foi ensinado que exite uma igreja triunfante que são os que se salvaram e estão no céu, a igreja padecente que são as almas que “padecem” do purgatório e a militante que aparece aí no video e, tem os que estão no inferno que estão realmente fora da igreja. E o catecismo São Pio X vai além, estão fora da igreja os hereges, os cismáticos e os apostatas. Mas isso ninguém sabe.

    Mas não a maioria dos católicos vão tocar violão e ouvir as musicas de um sacerdote como o Fábio de Melo que defende o casamento civil de homossexuais. Ou de um marcelo Rossi que se silencia sobre o pecado da sodomia, escreve livro onde figura o Gabriel Chalita e cujo santuário já deu comunhão ao Prefeito fernando Haddad, autor do Kit homossexual para crianças quando ministro da educação – cargo hoje ocupado pela Marta Suplicy que já foi recebida na CNBB por ocasião da vulgar lei de “homofobia”.

    Quanto a pedrada que o sr. Coutinho levou me solidarizo com ele, mas data venia e com conhecimento de causa pois já tive que dar ponto na cabeça por causa de uma pedrada, é muito pior ser atacado com batom e purpurina, como também aquele beijo lésbico que parafrasenado Santa Fautina Kowalska é uma baita flagelada em Nosso Senhor Jesus Cristo.

  6. O sr. Coutinho levou pedrada e o sr. Guilherme teve o demônio dançando na frente dele. Fora o outro que levou cusparada. Que honra sofrer por Cristo!

    Espero que ninguém venha falar nada da TFP, pq querendo ou n, eles são os ÚNICOS que fazem alguma coisa pela Fé neste país publicamente.

  7. Concordo plenamente coma Sra. Ana Maria Nunes.
    Sãos os únicos que fazem alguma coisa pela Fé nesta país publicamente.
    Parabéns aos bravos jovens católicos do IPCO!

  8. Se fosse um católico jogar pedra em algum dos gays, o twitter, o facebook, uol, globo, record, e tudo mais, estariam estampando o crime. A comissão de direitos humanos federal, promotoria, polícia federal estariam disputando a tapa uma oportunidade para aparecem em cima da situação.

    Ah, mas é um católico que levou a pedrada, a cusparada. Foi um daqueles porcos, nojentos, foi um católico e mereceu! Católico bom é católico morto!

  9. Ah! Os Cristeros! Ah! Os Cristeros!

  10. Na prática é a briga entre os candidatos ao INFERNO e o CÉU.

  11. Realmente tem que ter um estomago de avestruz pra ver isso. Deus abençoe os caravanistas pelo sangue frio, pois se fosse comigo iria ter sodomita na UTI…

  12. Esses caras encolheram a pior cidade do Brasil para a manifestação, e o pior lugar, o centro de Curitiba.
    Curitiba é uma cidade endiabrada, nos shoppings, nas praças, nas ruas, bares e restaurantes; é comum ver ao lado garotas se beijando e homens passeando de mãos dadas. O satanismo corre solto, nunca vi tanta gente tatuada na minha vida e a cidade já faz parte das turnês das grandes bandas de heavy metal.
    Qualquer ação ou palavra pode ser perigosa.
    O centro da cidade já tem domínio, notem no vídeo que o movimento começa sem resistência, rapidamente os opositores se comunicam e se juntam a mobilização é quase que instantânea.
    Certa vez eu e minha família fomos visitar uma antiga igreja no centro, nos deparamos com um grupo de satanistas, sentado nas escadas na entrada, recitando em voz alta orações ao demônio, reprimi violentamente (verbalmente) aquilo, o que revelou ser imprudente, rapidamente outros chegaram, entramos em uma disputa ideológica, ficou feio, e debaixo de xingamentos e gestos obscenos, conseguimos desbaratar o local, dizendo que a polícia já estava vindo.

    Os rapazes do IPCO têm coragem e muito sangue frio, mas cometeram um erro grave e perigoso, jamais deixem alguém sozinho e sem proteção numa ação dessas.

    “Isso não é o mundo, é só um canto do mundo”.
    Frase que eu vi em um filme do Tarzan, quando ele era levado para a civilização e teve que parar em um prostíbulo para passar a noite.
    Pobre Curitiba…

    P.S. Creio que a organização não pertença a TFP, propriamente dita, mas sim aos Fundadores.

  13. Só eu notei que as portas da Catedral Basílica foram fechadas? Elas nunca estão fechadas nesse horário. Provavelmente para “deixar claro” que a Igreja “não tem nada a ver” com os Caravanistas.

    Pois é. Está explicado o motivo do centro de Curitiba estar na situação que relatou o Sr. Roberto Santana: a Igreja local se faz cega, surda e muda e, como já corre “à boca pequena” pelo meio eclesiástico arquidiocesano, “no grande vazio que está a arquidiocese de Curitiba, o Arcebispo é o principal saco de nada.”

    Parabéns aos bravos do IPCO! Minhas orações e apoio!

  14. Não é mais TFP… Esta sigla (e o patrimônio da TFP) foi surrupiada pelos “Arautos do Evangelho” (que nada faz pela família a não ser arrecadar fundos com suas “campanhas” mirabolantes para aumentar o prestígio de seu “monsenhor”). Na verdade é o IPCO, que corresponde aos Fundadores da TFP, que faz este formidável trabalho e que, devido a isto, detém minha simpatia e respeito. Muito oportuno o questionamento da Ana Maria quando faz referência ao nosso catolicismo virtual e se pergunta onde está a Tradição Católica…

  15. No final do video aparece uma mensagem dizendo o seguinte: “As medidas legais necessárias foram tomadas para que os agressores sejam levados à justiça.”

    Será importante saber dos desdobramentos desta ação judicial contra os agressores covardes.

    Fiquem com Deus.

    Flavio

  16. Enquanto isso os católicos liberais rasgam as vestes: http://www.adhominem.com.br/2013/01/briga-no-circo.html

  17. A estratégia do pessoal do IPCO foi brilhante: quietinhos, na defensiva. Não deve ter sido fácil. Com isso, mostraram a “qualidade” dos manifestantes contrários. Está na hora de fazermos como eles: “vestir a armadura”, e combater em nome de Nosso Senhor. Mas fico desanimado, quando vejo os “catoliquinhos” perplexos com aquilo que acontece em nosso país e em todo o mundo cristão. E começam a falar em “fim dos tempos”, “Apocalipse”, etc… Nada disso, vamos à luta! Conscientes, e sem violência!

  18. Subscrevo o comentário da Ana Maria Nunes, nada a tirar ou acrescentar…

  19. Dionisio.. você vacilou e feio dizendo que os Arautos não fazem nada pela família.. menos, por favor. Menos, rapaz.

  20. Sei que os meninos são do IPCO, mas ao vê-los, vamos ser sinceros? Quem n fala ou lembra da TFP? Mas, se de qualquer forma causei algum mal estar foi sem intenção e peço perdão.

  21. Amigos, não se trata aqui de emitir juízos favoráveis ou não à TFP/IPCO. Já houve outros posts que abordavam posições desses grupos em que os leitores puderam se manifestar livremente.

    Neste post, limitemo-nos ao fato: jovens católicos atacados por gayzistas.

  22. Meu primeiro comentário no Fratres. Quanta ousadia!

    O que tenho a oferecer, é uma passagem do livro The Napoleon of Notting Hill, de G. K. Chesterton, em que Adam wayne, o protagonista que defende seu bairro contra o gabinete do Rei que quer desmantelar aquela região em prol do progresso, enfim desiste de argumentar e desabafa diante do soberano:

    “”Oh, you kings, you kings,” cried out Adam, in a burst of scorn.
    “How humane you are, how tender, how considerate. You will make war
    for a frontier, or the imports of a foreign harbour; you will shed
    blood for the precise duty on lace, or the salute to an admiral.
    But for the things that make life itself worthy or miserable…how
    humane you are. I say here, and I know well what I speak of,
    there were never any necessary wars but the religious wars.
    There were never any just wars but the religious wars.
    There were never any humane wars but the religious wars.
    For these men were fighting for something that claimed, at least,
    to be the happiness of a man, the virtue of a man.”

    A obra completa está neste link: http://www.cse.dmu.ac.uk/~mward/gkc/books/Napoleon_of_Notting_Hill.txt

    Fraternalmente, N.

  23. Caro Sr. Ferretti
    Muitíssimo obrigado pelo post. Mas é indudável que o que salta à vista é o ódio dos maus contra uma atuação que deveria de fazer muitos católicos. Minha ação atual é fazer apostolado da beleza Litúrgica (www.pluriarte.com), porém valoro imensamente o apostolado militante. Até quando Deus tolerará a ousadia descarada dos inimigos da Igreja e da Civilização Cristã?

  24. Vemos todos os dias os homossexuais atacando tudo e todos (sobretudo atacando a Igreja) e nenhuma autoridade faz absolutamente nada para impedir isto…… Este vídeo que vimos acima é só um grão de areia em meio ao deserto que é a intolerância homossexual. Vemos também que, cada vez mais, o governo (corrupto, hipócrita, sem valores e sem moral) dá direitos à esses movimentos homossexuais e……tira o direitos dos cristãos…..deixa de defender os cristãos (construtores da civilização ocidental) para defender os homossexuais.

    Uma vez ouvi dizer (sinceramente não me lembro onde) que o grande problema do homossexualismo não é o comportamento homossexual em si mas sim, o homossexualismo como força política (que cresce cada vez mais)…..

    Que Deus nos ajude, que Nossa Senhora interceda pelos cristãos verdadeiros que ainda existem nesse mundo.

    PAX VOBIS

  25. … Pois que há casta de demônios que não se expulsa, senão pela oração e pelo jejum ! ( Mt 17,20 )

  26. Os católicos do IPCO são ótimos militantes. Com muita fé e muito bem treinados para essas situações. Que Nossa Senhora os proteja sempre!

  27. De facto, a ideia de “Igreja peregrina” arrefece a ideia de “Igreja militante”. Ora, se todo aquele que se intitula católico conhecesse bem a fundo esse ponto da doutrina, certamente não estaríamos colhendo amargos frutos da má formação sacerdotal, dos abusos litúrgicos, das excessiva promoção do laicato, da desobediência ao Papa… do aumento de seitas anti-católicas, da feroz perseguição que minorias movem contra a fé popular. Observe-se, contudo, que tanto homossexuais, quanto muçulmanos e até socialistas sempre se passam de pobrezinhos, perseguidos pela Igreja Católica, querem apenas a liberdade de expressão, mas isso em localidades onde costumam ser minorias. Por isso , aqui no Brasil, se difunde a ideia de que o Islã é a religião da paz, ah tá – conversa para boi dormir. Por outro lado, esses mesmos grupos, onde são maioria, são implacáveis, perseguem até não poderem mais ou se cansarem, torturam, oprimem, julgam indevidamente, punem e matam… Lembrem-se meus amigos, cuidado, quanto mais agremiações como a dos gays crescerem, tanto mais feroz será a perseguição contra Deus e o magistério da Sua Igreja. Pois então, que venha o Reino de Maria, suspirava São Luís Grignon Montfort, para que venha o reino de Jesus.

  28. Belíssimo exemplo de caridade ao próximo, amor à civilização cristã e à Igreja…

    É de admirar estes homens, colocando-se na frente da guerra para combater face à face com o mal..

    Fazendo algo aparentemente tão simples – pedindo para as pessoas businarem – demonstram como a imensa maioria das pessoas desse Brasil têm valores tradicionais no âmago de suas almas, valores pró-família, anti-aborto, devido a quantidade de businas que se ouve.
    O problema é que temos um povo mudo e atado, e uma classe falante que só sabe falar porcaria. A grande parte da população foi insuflada de termos sem sentido algum com a realidade. Fala-se em homofobia como isso fosse uma epidemia no Brasil e o povo acredita assim. Como se o casamento e a constituição de uma família fosse algo de direito aos gays, passando a imagem de que o estado tem total poder sobre isso. Fizeram com que o simples fato de sentir aversão ao homossexualismo, seja um sentimento homofóbico. Isso tudo está se transformando numa palhaçada. As pessoas são contrárias ao homossexualismo, mas quando questionadas a isso, têm te inventar toda uma trama de palavras e argumentos para – no ver delas – não dar nenhuma aparência de aversão ao homossexualismo. A pessoa não gosta do homossexualismo, sente uma aversão interior automática a isso – e é óbvio porque, basta ver o vídeo – mas o governo quer que todos nós estampemos em nossas faces um sorriso hipócrita enquanto toda essa comédia circense se passa perante nosso olhos e escandaliza nossa crianças, Querem controlar o que há de mais livre no homem: a liberdade interior de cada um de rejeitar o erro. Logo isso vira totalitarismo. Na Europa, há lei para a proibição de imagens públicas da família natural e tradicional – (http://www.dailymail.co.uk/news/article-2229022/Now-Brussels-takes-aim-Famous-Five-Books-portraying-traditional-families-barred.html). É triste..

    Rezemos por eles, pela Igreja e pela nossa civilização…

  29. Em 2010 escrevi uma Carta ao Povo Católico em que ressaltava “a hora grave, gravíssima, em que estamos, em que “triunfa soberba a improbidade, insolente a ciência, licencioso o descaramento”1. Neste momento, poucas e corajosas vozes se levantam contra o mal que se avizinha (dos que estão contra Cristo, porque não estão com Cristo” – Lc 11,23), mal este que vai se agigantando, agindo de forma cada vez mais intensa contra a sacralidade da vida humana, a dignidade da pessoa, a família e, principalmente, os mais caros valores da civilização cristã em nosso País. “Chora e se desfaz a terra… contaminada pelos seus habitantes, porque esses transgrediram as leis, mudaram o direito e romperam a aliança eterna” (Is 24, 5). A carta na íntegra está no link: http://www.deuslovult.org/2010/09/04/carta-ao-povo-catolico-paulista-prof-hermes-rodrigues-nery/
    E ainda dizia: “A hora exige de nós, cristãos e cidadãos, o discernimento. As nossas decisões têm conseqüências. Não podemos nos omitir nem nos acovardar, ou nos acomodar no indiferentismo.”
    O fato é que o PNDH3 está sendo executado, passo a passo. Em países lá fora, o pessoal fica bobo de ver como está tão fácil sovietizar o Brasil, como tem sido fácil implantar a ditadura anticristã. Não há oposição. Não há posicionamento. Muitos dormem em berços esplêndidos, etc.
    Mas o vídeo mostra um roteiro conhecido: começou assim na Alemanha de Hitler. Depois, veio Nuremberg e todos quiseram se desculpar dizendo que não sabiam de tudo aquilo, etc. O PNDH3 está na íntegra no site do Palácio do Planalto. É só ler lá e ver o que pretendem. Depois vem o cinismo, as queixas, etc.
    Estamos hoje com o grave risco iminente – continuava na carta, de sermos submetidos a uma nova forma de totalitarismo (muito mais sutil), um Leviatã implacável a comprometer a liberdade, e a escravizar cada vez mais as multidões aflitas. O povo brasileiro, seduzido pela medusa midiática, não tem consciência de tais grilhões, uma multidão manipulada, que requer o olhar compassivo de Cristo.(…) Ao contrário do que se pensa, a Igreja “agora será salva, porque a cruz reaparece”6. Daí o apelo a todo cristão, católicos paulistas, a se prepararem para os tempos difíceis, porque vão nos exigir a coerência de vida, a fidelidade ao Evangelho e, especialmente, o amor que tudo salva.

  30. Assisti ao vídeo, completamente enojado com a reação contrária aos jovens.
    Esses jovens do IPCO são um exemplo aos demais católicos.
    Fiquei admirado com a postura firme e a dedicação dos mesmos, ao sofrerem agressões diversas e se manterem impassíveis, continuando a sua manifestação, orando pela Santíssima Virgem.
    Ao mesmo tempo os tomo como exemplo, pois creio que eu, infelizmente, não teria o mesmo sangue frio dos rapazes. É uma virtude que tenho de buscar e orar sempre.

    O possível impulso de reagir seria tudo o que os outros gostariam. Tudo o que lhes serviriam de pretexto para continuar no velho papel vitimista, de oprimidos por “fanáticos”.
    O que aliás, nos mostra de modo claro no vídeo, acusam todo católico de defender sua fé de fundamentalista, de radical e fanático. Pois eu pergunto, quem é o fanático nesse vídeo? Quem, sem argumentos algum, age de maneira desequilibrada? Quem tem o ódio em seus atos e palavras?

    Isso não foi muito divulgado na mídia, como dito acima: Ah, se fosse o contrário.
    Pois é, acompanhemos as medidas legais tomadas, e se acontecerá alguma providência das leis do homem. Porque das leis de Deus, já temos humildemente, alguma idéia do desfecho. Oremos pelas almas cegas a razão.

  31. Só espero que alguma coisa seja feita contra esses agressores, senão ficará implícito que contra os católicos qualquer um pode fazer o que quiser e nada acontece.

  32. Qualquer um que duvide de possessões diabólicas pode ver esse vídeo e observar o ódio nos rostos desses malucos para deixar de ter dúvidas. Parabéns aos jovens do IPCO.

  33. Os jovens catolicos estao de parabens por nao esbocarem a reacao que os imundos esperavam para aparecer em todos os jornais do Brasil, quica do mundo. Como isso nao aconteceu apesar dos atos indignos aos quais foram submetidos, nenhum jornal importante mostrou a aberracao como eles foram tratados. Esses jovens sao o que de melhor nos temos e devemos respeitar e mostrar ao mundo o que esses pervertidos fizeram. Urge uma conscientizacao desse povo indolente que nao saiu as ruas para defende-los. Eu nao teria tanta paciencia com esses anormais, enraivecidos e avidos de sangue de alguem que so estava fazendo o bem. Lamentavel sob todos os pontos de vista.

  34. Conheci pessoalmente o sr. Coutinho e vários outros que reconheci no vídeo. De fato, a coragem destes jovens é admirável.

  35. Quando alguém se posiciona contra um homossexual o Ministério Público se manifesta defendendo o homossexual.Neste caso,´será que o Ministério Público também vai se manifestar?A UOL e outros sites de notícias divulgam sempre matérias de que homossexuais são agredidos e mortos,eu não vi este video divulgado em nenhum destes sites de notícias que são servidores e tem bilhões de acessos.Dá para ver que a justiça,a mídia e o governo estão contra o catolicismo.

  36. Como diz Reinaldo Azevedo: são os aiatolás do pluralismo de um lado só!

  37. E a imprensa nem pensa em publicar uma nota sequer… se fosse alguma situação inversa, alguém perturbasse uma manifestação abortista ou gls, o mundo cairia…
    Enfim, ainda teremos que aguentar alguma louca do femem perturbando a JMJ…

  38. Aurélio,

    Vi o vídeo que você postou.

    Na televisão não apareceram as agressões. A narradora da reportágem fala que as opiniões das pessoas à respeito do fato ficaram divididas e em seguida aparecem várias pessoas da rua sendo entrevistadas. TODAS ELAS eram contra a manifestação do IPCO! Duvido que as entrevistas que foram para o ar foram as únicas realizadas… Gente suja…!

  39. Os mesmos que militam “por um mundo melhor, mais tolerante, mais pacífico, mais ecologicamente correto, mais livre” são os mesmos hipócritas revolucionários a serem violentos, desrespeitosos e intolerantes com a liberdade religiosa alheia, desrespeitadores da integridade física e moral dos outros.

    Direitos humanos só defendem os direitos “humanos” (liberdade, igualdade, fraternidade liberais) , não os direitos divinos (e os deveres humanos de obedecerem a Deus e cumprirem a Sua vontade, e não a própria). Nisso, são coerentes.

    Imprensa, a prostituta vendida para o governo laico e os patrocinadores?

    Polícia, a que quer aparecer na imprensa com fogos de artifício (não há imprensa, não vai a polícia – entendido?)?

    Medidas judiciais? “A justiça é cega mas não é surda, pois ouve muito bem o doce tilintar do ouro e da prata”.

    Que piada!

    Justiça, só a de Deus!

    O que faz a tradição?

    Fica discutindo teologias e filosofias estratosféricas sem nem conhecer um catecismo ou os evangelhos direito (“bem-aventurados os que muito discutem e tudo sabem, mas pouco praticam” – será isso que Cristo disse?), acusando este ou aquele de heresias, acompanhando a novela “Roma x Fraternidade”, rezando um tercinho bem apressado na igreja antes da Missa Tridentina (parece que é o único dia em que reza na semana), querendo implantar a dita Missa em todos os lugares e sem ter uma vida católica (de oração, penitência e caridade), sem ações práticas para o estabelecimento e a expansão do reinado social de Nosso Senhor e de Nossa Senhora, etc.

    Dizer-se católico tradicional está começando a dar vergonha a muita gente ao invés de entusiasmo… quase tanto quanto ser “conciliar”…

    Parabéns a quem tornar a Igreja visível mais por obras do que por palavras!

  40. “San Tiagooooooooooooooo!!!!!!!!!!!!!”

  41. Sr. Carlo Adriano também estou me questionando sobre a falta de posicionamento das Igrejas Católicas daquela região onde ocorreu o movimento. Por que não houve apoio? O confronto com o grupo de homossexuais não me surpreende tanto, mas muito me decepciona a falta de participação da comunidade religiosa local.

Trackbacks

%d blogueiros gostam disto: