Bispos brasileiros já têm preferidos para futuro Papa.

Por Gerson Camarotti

O arcebispo italiano Gianfranco Ravasi é o nome preferido de bispos brasileiros para ser o próximo Papa, segundo levantamento feito pelo Blog. Ravasi é uma espécie de “ministro da Cultura” do Vaticano. No episcopado brasileiro, ele é visto como um intelectual brilhante e de fácil convívio, o que pesa muito na escolha dos cardeais.

“Ele é simples, sedutor, e sempre que chego a Roma tem um livro novo de Ravasi nas livrarias”, ressaltou um arcebispo ao Blog. Todos os bispos destacam os debates promovidos por Ravasi com segmentos de fora dos muros da Igreja e sua ação pela chamada nova evangelização.

Outro nome italiano que é visto com muita força por bispos brasileiros é o arcebispo de Milão, Angelo Scola. Principalmente pela sua proximidade com o Papa Bento XVI. Scola já estaria em campanha há um ano. Tem recebido cardeais de todo o mundo no Palácio Episcopal de Milão, inclusive em jantares.

Fora da Itália, austríaco Christoph Schönborn, o cardeal arcebispo de Viena, é visto como uma alternativa, no cenário em que não haja consenso entre os italianos. Schönborn é uma espécie de pupilo de Bento XVI e decidiu fazer um gesto simpático aos brasileiros: colocar uma imagem de Nossa Senhora Aparecida numa igreja de Viena.

Fora da Europa, o nome que tem a maior simpatia dos purpurados da América Latina é o do cardeal canadense Marc Ouellet, atual prefeito da influente Congregação para os Bispos. Ele já morou na Colômbia e fala fluentemente o espanhol, além de inglês, francês e italiano. Desde que assumiu a Congregação, ele passou estreitar a relação com cardeais de todo o mundo. “Ele pode surpreender ao conquistar votos fora da Europa”, observou um arcebispo com trânsito em Roma.

Também há consenso entre os brasileiros em relação a idade do futuro Papa. Não pode ser nem tão idoso, como Bento XVI, mas também não pode ser muito jovem, como João Paulo II. “Em tempos modernos, ninguém deseja um pontificado muito longo. É preciso renovar depois de um certo período”, observou outro bispo.

Detalhe: os cardeais citados pelos brasileiros estão na faixa entre os 67 e os 72 anos.

37 Comentários to “Bispos brasileiros já têm preferidos para futuro Papa.”

  1. Até o Vampeta escreve livro nestes tempos. Escrever livro não significa droga nenhuma.

  2. Prezados, acho que não é necessário tecer comentários sobre Schönborn. Se ele for eleito Papa poderemos nos anexar aos luteranos e pronto!

    Já quanto ao Ravasi, o perigo é tão grande ou maior!!! Esse homem é agnóstico, perigosíssimo!!! Para quem entender italiano, seguem dois links de textos (um deles do Prof. Roberto de Mattei) que denunciam as idéias desse louco! O fato de que os bispos brasileiros prefiram ele para Papa denota ou (i) que os bispos brasileiros são mal informados, o que é ruim; ou (ii) que os bispos brasileiros compactuam das idéias do Ravasi, o que é terrível!!!

    http://www.papalepapale.com/develop/il-pavonazzo/

    http://www.corrispondenzaromana.it/ma-in-che-cosa-crede-il-cardinale-ravasi/

  3. Quem dera tivéssemos um Cardeal Eugênio Paccelli ou um Cardeal Giuseppe Sarto neste conclave….

  4. Ravasi e Schönborn?
    Céus…

  5. Já que o bispos brasileiros preferem… tomara que nenhum desses seja eleito…

  6. Em uma de minhas estadas na CNBB, após um jantar com Dom Odilo, deparei-me com o livro de Scola sobre matrimônio e família. Já na época (2007) falaram-me dele como provável sucessor de Bento XVI. Meu bispo também o citou. Mas o Ravasi, francamente, foi deprimente ter visto aquele grupo de roqueiros patrocinados por ele recentemente. O Bertone também é preocupante. Em um dos encontros: “Família, Escola de Vida”, citei em 2009 Marc Ouellet com esperança de ser também sucessor de Bento XVI.

  7. Scola, Ravasi e, principalmente, Ouellet são bons nomes. Agora, pelo amor de Deus, Schoenborn NÃO!

  8. Ravasi não. Acho que Bagnasco tem mais chances que ele. Mas o italiano que tem mais chances é Scola, sem dúvida alguma. Mas ainda tenho esperança em cardeais menores, como Burke. Que o Espírito Santo ilumine a Igreja e escolha o melhor Papa nestes tempos difíceis. Que Deus não leve em conta nossos pecados, mas nos abençoe com um Santo Pastor.

  9. Desses, Ouellet, e Scola em segundo lugar. Mas só ficaria realmente feliz com Ranjith ou Burke.

  10. Deus nos livre de um Papa canadense!! Esse é um país onde a Igreja Católica é uma piada! Casamento Gay e aborto como leis do país, multiculturalismo como dogma de Fé e os Bispos NUNCA se levantaram pra dar um PSIU . Padres e Bispos por aqui so se preocupam com cargos e $$$$$.

  11. Rezemos ao Divino Espírito Santo que inspire o Conclave e nos conceda a graça de um Papa santo. Tudo o mais decorrerá em conseqüência, para a Maior Glória de Deus.

  12. Tenho a impressão de que, infelizmente, quando a escolha do novo Papa é colocada em debate, quer entre os meios de comunicação seculares, quer entre católicos, muito do que se expressa permanece no campo das ações puramente humanas em detrimento da ação de Deus.

  13. O próximo Papa sairá de onde fora São Pio X …..

  14. Olá,

    infelizmente não conheço muito bem os Cardeais estrangeiros e sei, que as informações que vemos na mídia sobre eles muitas vezes são tendenciosas e algumas até sem fundamento.

    Gostaria de saber se há algum Cardeal que realmente ame e conheça a Sagrada Tradição.

    Caso não haja nenhum que tenha tal característica então, qual o “menos pior”?

    obrigado

    Salve Maria

  15. Pelo menos os Cardeais Brasileiros estão fora, agora no que se refere a estes candidatos, me chama mais atenção a pupila de Bento XVI, Marc Ouellet, pelo seu carisma e intelectualidade. Mas estes italianos…melhor deixar quietos!

  16. Santo Deus! Ainda bem que os cardeais brasileiros são uma insignificante minoria…

    Deus nos livre do anarquista Schonborn ou do roqueiro-escritor Ravasi ou ainda dos outros dois esquerdistas moderados citados.

    Existem opções melhores no colégio cardinalício, Eminências! E ademais não precisamos nos esquecer que o eleito não precisa ser um cardeal. Aumentemos o universo de opções e não façamos bobagem.

  17. Deus abençõe que seja o arcebispo de Milão, Angelo Scola.
    Uma cruzada de rosários por ele.

  18. Nenhum desses deve ser coisa boa. Torceria por um cardeal asiático ou africano. O catolicismo é menos anêmico na Ásia e na África por bons motivos…

  19. Scola, Burke, Ranjith ou Canizares são nomes de que gosto. O Kurt Koch tem meu apoio porque andou dando uns pitos nos bispos daqui, que reclamaram com ele da “postura retrógrada” do Bento XVI.

    Mas Deus sabe o que faz. Confiemos n’Ele.

  20. Ailton Barbosa,

    Deus ouça a sua profecia. O atual patriarca de Veneza seria uma excepcional opção.

  21. Se é preferência dos brasileiros, já é um grande motivo de preocupação.

  22. Padre Anderson,

    se tem um Giuseppe Sarto lá (o Burke ou o Raniti o seriam?) eu duvido muito. Mas de Cardeal Rampolla, maçon-comunista não falta não. Mas a Divina Providencia sempre surpreende e ficamos no aguardo do conclave.

    O que ocorre são as reações conservadoras: marcha contra aborto nos EUA, contra casamento homossexual na frança, Polonia, Hungria, etc.

    De outro lado a esquerda está apodrecendo: argentina indo para o buraco socialista – e o Brasil também. Se não fosse o dinheiro brasileiro Cuba e o apoio do Cardeal Bertone não seria mais comunista, a China que não é o que dizem os jornais, na Venezuela o Chavez está muito provavelmente morto, etc

    Muitos fatores farão deste conclave uma surpresa. Os ventos sopram para a direita.

  23. Não sei se procede tal informação, mas dizem que Karol Wojtyla foi escolhido sem que ninguém esperasse, sendo surpresa para todos… Quem sabe o Divino Espírito Santo não os ilumina de tal forma que acabem por eleger Ranjith ou Burke, nomes não citados nas listas de “papábiles”?

  24. Preocupam-se com coisas fúteis: o episcopado brasileiro dá mostras da sua podridão (com as honrosas exceções), estão preocupados com longevidade do reinado do Papa. Deveriam estar preocupados com a ortodoxia da Igreja. Mas o que esperar de um episcopado em metástase com o câncer TL-modernista?

  25. Com alguns nomes que se sondam, Deus nos proteja, mas o que ressoa na minha mente é “Roma se tornará sede do Anticristo”… Quem seriam os maiores anticristos do que negadores de dogmas???

    Uma cruzada de rosários pela Santa Igreja. Por fim o Imaculado Coração triunfará.

  26. Ranjith ou Burke. Assim estaria assegurada a continuidade de Bento XVI. Depois Scola ou ou Quellet. Só nos resta rezar muito e esperar.

  27. Dizem que o Cardeal Piacenza, que parece ser ótimo, também é um nome forte. O Cardeal Scola entra muito badalado para sair Papa do conclave. O Cardeal Burke seria um grata surpresa!

    Sobre o que dissearam aí do Cardeal Rampolla, é preciso combater essa irreverência que reina entre boa parte dos bons católicos (talvez por influência de um certo professor de história?), essa mania de sair dando crédito a qualquer boato maledicente contra princípes da Igreja.

    Sobre este grande cardeal, se o fratres permitir links – http://aciesordinata.wordpress.com/2011/07/09/textos-essenciais-em-traducao-inedita-lxxii/

  28. O Papa teve uma audiência pessoal hoje com o Cardeal Bagnasco, segundo o Boletinno da sala de imprensa do Vaticano.

  29. Enquanto isso, o mundo ridiculariza nossas ridicularizações: http://wdtprs.com/blog/2013/02/another-way-to-destroy-the-church/

  30. Alguém tem informações sobre esse Marc Ouellet? Não sei nada dele… Mas não tem cara muito boa… canadense francês, é duplamente ruim!

  31. O Rampolla foi um grande Cardeal sim, de familia principesca da Itália, mas levou uma do Imperador Austriaco e foi o pequeno São Pio X de origem camponesa que acabou por assumir o papado.

    Eu replico com os textos abaixo:

    http://www.lepanto.com.br/catolicismo/vida-de-santos/sao-pio-x/

    Se o Cardeal Rampolla não era maçon, então como se diz em italiano, “se non è vero è bene trovato”.

  32. Alguém poderia me fornecer alguma fonte pra ler o tipo de ideia do cardeal Schönborn que faz muita gente detestar a hipotese dele ser papa. Não encontro uma exposição dele em lugar algum. Obrigado.

  33. anderson bento
    15 fevereiro, 2013 às 10:08 am

    Se é preferência dos brasileiros, já é um grande motivo de preocupação.
    Falou tudo!

  34. Entre os italianos o melhor nome é o cardeal Mauro Piacenza, sem sombra de dúvidas. Torço e rezo muito que ele seja o futuro papa.

  35. Sub tuum praesidium confugimus, sancta Dei Genetrix; nostras deprecationes ne despicias in necessitatibus nostris, sed a periculis cunctis libera nos semper, Virgo gloriosa et benedicta.
    Amen.

  36. Infelizmente os candidatos do nosso Episcopado, especialmente os da cúpula da CNBB, tomara Deus que não sejam eleitos. A CNBB ainda está patinando na lama das idéias, pra não dizer coisa pior, da malfadada tl, que durante anos gangrenou todo seu organismo. Até desinfetar tudo, cortar os membros podres das milhares de comissões, ou melhor, extigui-los mesmo, que são um bando de quem não têm o que fazer, levará alguns anos ainda…