Vaticano: Papa critica falsos «salvadores» da humanidade.

Cidade do Vaticano, 05 abr 2013 (Ecclesia) – O Papa Francisco disse hoje no Vaticano que o mundo oferece “muitos salvadores” para os problemas das pessoas mas que só Jesus as salva verdadeiramente.

“Muitos recorrem a magos ou tarólogos para resolver os seus problemas”, observou Francisco, na homilia da missa a que presidiu na Casa de Santa Marta, antes de sublinhar que “é só o nome de Jesus que salva”.

“Em nenhum outro há salvação”, insistiu o Papa argentino, evocando o testemunho de São Pedro após a ressurreição de Jesus.

Francisco recordou um episódio dos seus tempos na cúria da Arquidiocese de Buenos Aires, onde trabalha há 30 anos um pai de oito filhos: “Antes de sair, antes ir fazer as suas coisas, diz sempre ‘Jesus’”.

“Eu, um dia, perguntei-lhe: ‘Porque diz sempre Jesus?’. Este homem humilde disse-me: ‘Quando eu digo Jesus, sinto-me forte, sinto-me capaz de trabalhar, sei que Ele está a meu lado’”, relatou.

O Papa elogiou este homem que, sem nunca ter estudado Teologia, dá um testemunho de fé com “a graça do Batismo e a força do Espírito”.

“É o Espírito que nos leva a confessar Jesus ou a falar de Jesus, a ter confiança em Jesus, que está no nosso caminho de vida, sempre”, precisou.

34 comentários sobre “Vaticano: Papa critica falsos «salvadores» da humanidade.

  1. Que manual de teologia Católica digno de um São Tomás de Aquino!! Me fez até lembrar da piada:
    Numa dada ocasião, o “coisa ruim” fez um desafio a Jesus:

    – Aposto que sou melhor de computador que você, eu digito muuuito mais rápido!

    Jesus não é muito dado a disputas, mas aceitou a contenda, só para mostrar o caminho da salvação aos crentes.

    No data combinada, de um lado estava Jesus, com um velho computador, daqueles em que as letras no monitor só apareciam em verde, coisa antiga mesmo. Diabo, por outro lado, veio trazendo a mais moderna tecnologia existente. Seu computador era um Pentium VIII com 20 Gigahertz, rodando Windows 2010 e um Gigabyte de memória cachê.

    Ambos estão prontos para a disputa. O Diabo, cuspindo fogo como sempre, estala os dedos, enquanto Jesus olha calmamente para o adversário.

    Inicia-se a disputa. Aquele que digitar mais texto em trinta minutos será o vencedor.

    O Diabo digita, ferozmente, cerca de 800 toques por minuto. Do outro lado da sala, Jesus “cata milho” digitando apenas com os dois dedos indicadores.

    Os espectadores ficam aflitos com o desempenho do Salvador…

    15 minutos se passam. O diabo já tem mais de 5Mb de texto, sem erros, enquanto Jesus ainda está na na primeira página.

    Os olhares dos crentes se tornam cada vez mais nervosos.

    Vinte e cinco minutos: O diabo já anda pela casa dos 10Mb de texto. Jesus tem uma página e meia…

    Vinte e nove minutos: quase acabando o tempo. De repente, pufff… Acaba a energia… Instala-se a bagunça, desespero geral, pânico, gritaria.

    Os juízes decidem terminar a competição pelo tamanho final do arquivo:

    * Tamanho final do arquivo de Jesus: 33 Kb
    * Tamanho final do arquivo do Diabo: 0 Kb
    – Impossível, não pode ser! – grita o diabo. -Isso é roubo. Roubo!

    Então os juízes respondem:

    – Você esqueceu de algo muito importante…
    .
    (o que é?) .

    (Não sabe?).

    ……… – SÓ JESUS SALVA!

    Curtir

  2. Bom eu vejo um nocaute na cara de todos aqueles que não professam Jesus como único salvador , caminho e vida. Os Judeus e todos aqueles que não aceitam Jesus como ÚNICO caminho que nos leva a Deus, devem ter torcido os lábios e feito careta ..

    Curtir

  3. Boa Gercione, mas enquanto o nosso clero continuar ensinando heresias ou blablablá o povo continuará a procurar os falsos profetas o mais ridículos possiveis.

    Curtir

  4. A pregação elementar que deveria estaria nos lábios de qualquer católico! Lamentável que a este anúncio (nada ecumênico nesses nossos tempos…) não gere tanto impacto quanto os inúmeros BOATOS que rodam o orbe católico atualmente e que tem levado muitos a, literalmente, se desesperarem e tocarem as trombetas do apocalipse.

    Curtir

  5. Porque estas palavras não aparecem nos ‘media’? É só quando o Papa ‘escorrega’ em discursos mais ecuménicos e menos católicos que merece atenção?

    É bom que, ao menos nós, anunciemos ao mundo as palavras sãs pronunciadas pelo Papa e (conscientemente ou não) omitidas pela imprensa mundial.

    Mater Ecclesiae,
    ora pro nobis!

    Curtir

  6. Seremos vencidos pelo cansaço. Na hora que tivermos mesmo que defender a Igreja, muitos já estarão sem sanidade para isso. Há momentos em que se deve fazer um leve recuo, voltar a ter o hábito de rezar e ler a Bíblia, coisa que muitos n fazem há muito tempo.

    Que há uma tremenda arrogância e elitismo no mundo Católico HÁ! Outra coisa que por bem ou por mal teremos que ver é que, muitos de nós cheios de zelo pela Casa do Senhor, nos apossamos de um profissionalismo da Fé.

    Rezemos pela Igreja!

    Curtir

  7. GOSTEI desta homilia, linguagem simples e direta, eu acredito na ação do Espírito Santo, vamos continuar rezando pelo Papa.

    Jesus pregou muito usando parábolas, contudo, é preciso ir aprofundando mais, só o nome de Jesus, sem ação, sem caridade, não salva ninguém.

    Há muitos hereges faturando horrores de dinheiro só com o nome de Jesus e não se salvarão.

    Curtir

  8. Seria bem mais interessante se o Papa perdesse os pudores e começasse a denunciar abertamente os hereges neopentecostais, que estão espoliando o povo miserável desse país com sua retórica de curandeirismo disfarçada de cristianismo.

    De qualquer modo, essa homilia aí já me agradou bem mais. O catolicismo precisa ser purgado da influência nefasta dessas besteiras esotéricas inconsistentes e mentirosas.

    Curtir

  9. Hoje o Papa recebeu em audiência Dom Muller e eles trataram dos assuntos principais da Congregação para a Doutrina da Fé, principalmente dos abusos de menores por parte de clérigos. Com certeza ele deve ter abordado a grande questão da FSSPX e até ter colhido algum ponto de vista do novo Pontífice. Vamos aguardar.

    Curtir

  10. “Esse Papa é incompreensível para mim”…

    Concordo com o Bruno, a cada leitura das notícias referentes aos Papa Francisco desde o início de seu pontificado, experimento os extremos de diferentes sentimentos: do completo desânimo à grande euforia, de luzes de fé à sombra da incerteza e da dúvida… Mais do que em outros tempos tenho percebido o quão fraca é minha fé.

    Ao ler este post, por exemplo, fui tomado de grande alegria por ver em suas simples palavras uma afirmação de fé, direta e pouco “ecumênica”.

    Por outro lado, se houvesse tal possibilidade, gostaria de poder ter uma “audiência” com o Papa para lhe perguntar se, ao pronunciar tais palavras, não teria ele receio de ofender aos “homens de boa vontade” que não crêem em Jesus Cristo (a exemplo de “seus amigos” judeos)? Será que ele esqueceu deste detalhe? Será que suas palavras seriam válidas apenas para os católicos? Ou será que o Santo Padre realmente quis dizer tais palavras a TODOS os homens?

    Oremos pelo Papa Francisco para que o Divino Espírito Santo o conduza no governo da Santa Igreja de Cristo.

    Curtir

  11. “…os modernistas ora afirmam uma coisa, ora afirmam completamente o contrário…”, então amigos, sem novidades no front…

    Curtir

  12. O Santo Padre fez uma confissão de fé simples, bonita e direta… que deveria ser repetida por todas dioceses e paróquias do mundo inteiro… “JESUS É A NOSSA SALVAÇÃO”…
    Quanto ao estilo do Papa Francisco, difere muito de Bento XVI, em algum momento me lembra traços do João Paulo II e Paulo VI… Mas o Papa Francisco lembra mesmo é João XXIII… O fato é que Jorge Mario Bergoglio foi o Papa escolhido por Deus… Antes de por em dúvida e fazer críticas a meu ver precipitadas e injustas, devemos rezar por ele e pedir que Deus dê muito força, fé e coragem para ele ser antes do Papa que a gente queira, mas o Papa que nós precisamos.

    Curtir

  13. Gercione, em função desse teu deboche baixíssimo e sulfuroso, me pergunto, melhor, te pergunto: qual o teu conceito de si mesma?

    Da forma como você sempre se coloca, eu me pergunto, melhor, te pergunto: em você há algum desejozinho mal escondido e rodopiante, igual capetinha em gaiola, de se tornar a “papisa” reformadora de tudo?

    Pela tua dúvida acerca do Espírito Santo, eu me pergunto, melhor, te pergunto: será que você está – via este teu julgamento mesquinho e tuas palavras cheias de veneno – a fim de se candidatar a herege?

    A Ana Maria falou bem… Você é muito ‘profissional’ com a religião, bem ao estilo dos mulás, dos ulemás, dos aiatolás, do diabo-que-carrega-para-lá.

    Sim, você ataca ao Papa. Eu te ataco, defendendo ao Papa.

    Viva o Papa, pois agora é Francisco. Jorge Bergoglio não mais existe.
    Viva o Papa!

    Curtir

  14. Jairo, em primeiro lugar você deveria se ater a comentar o que foi postado sem recorrer ao argumento ad hominem. Eu já disse e repito que enquanto estiver vivo, o Papa pra mim é Bento VI. Depois que ele morrer eu penso no assunto Bergoglio OK?
    Quanto ao veneno, reserve o seu para os inimigos da Fé Católica e da Igreja, pois pode ter certeza que você desperdiçando munição com o alvo errado.
    Por enquanto me atenho a comentar o que é público e foi postado pra ser comentado. Dizer que “Só Jesus Salva” é o que eu ouço todo dia, não só da boca dos televangelistas protestantes como também dos malucos que vivem de Bíblia na mão gritando pelas esquinas.
    Aliás, esse sempre foi e sempre será o jargão preferido dos protestantes pra dizer que “Igreja não salva”…que aquele “dogmazinho” : “extra Ecclesiam nulla salus” é a pior abominação que pode existir.
    Em suma, de um Papa eu espero muito mais do que jargão protestante. Até João Paulo II conseguia ser bem melhor em suas alocuções e encíclicas como a Veritatis Splendor.

    Curtir

  15. Vai falar isto pros Judeus e os Muçulmanos. Ora Nosso Senhor foi bem claro: “E disse-lhes: Ide por todo o mundo, pregai o evangelho a toda criatura.
    Quem crer e for batizado será salvo; mas quem não crer será condenado. ”
    Marcos 16:15-16 Logo, estaria Ele, sendo ecumênico? Ou político? ”
    ” Eu sou o caminho, e a verdade e a vida.”
    João 14:6 Creio que é impossível ser Cristão e fazer media com as ideias contra o cristianismo.

    Curtir

  16. Jairo, ao dizer que tenho o estilo islã de ser e com isso vc afirma que me ataca para defender ao papa, vc fere o sagrado Concílio Vaticano II que afirma em seu documento NOSTRA AETATE que o islã adora o Deus verdadeiro. Vc está defendendo o papa indo contra o sagrado CVII?
    Pode isso, Arnaldo? kkkkk

    Curtir

  17. É, seu Jairo,
    Você grita viva o Papa, eu no momento prefiro gritar Viva o Papado, por ser ele uma instituição divina, como a Santa Igreja é uma instituição divina. Você diz que defende o Papa, eu preifiro defender a Santa Madre Igreja e o PAPADO. E confesso que também defenderei o Papa, quando ele deixar claro a sua fidelidade aos fundamentos da Santa Igreja e a ela se entregar como legítimo representante de Cristo, Nosso Senhor. Dizer que somente Jesus Salve, sem esclarecer os meios salvíficos dessa salvação, deixados exatamente por por Nosso Senhor Jesus Cristo, não é um ensinamento muito claro, já que como todos sabemos, a expressão em si mesma é tomada como jargão por todos os hereges protestantes, de todas as vertentes, exatamente para negar e ofender a nossa Fé Católica, negando os meios imprescindíveis que Nosso Senhor nos deixou para se alcançar essa mesma salvação em seu Nome, dentre as quais destacamos:
    1* – FORA DA IGREJA CATÓLICA NÃO HÁ SALVAÇÃO, e isso é dogma de fé.
    2*- A INTERCESSÃO DOS SANTOS – E isso diz respeito à Comunhão dos Santos que professamos no CREDO DOS APÓSTOLOS todos os dias, e que é também pedia por Jesus: “Orai uns pelos outros”.
    3*- As Santas Imagens, os sacramentais, os Sacramentos de santificação, a Santa Confissão, o Sacerdócio divino, as Santas Relíquias, etec, etec
    4* – E por fim, a Igreja, Una, Santa Católica e Apostólica, fora da qual não salvação, e isso é dogma de Fé.
    Nenhum de nós tem o poder ou autoridade para julgar o Papa, mas podemos julgar as coisas que ele porventura esteja fazendo de certo ou de errado; se estão de acordo com o ensinamento e as tradições Católicas ou não. Basta-nos portanto, termos conhecimento básico do que nos ensina a Fé Católica através do Catecismo.
    E muitos nem precisam desse conhecimento para saber o que é ensinamento mundano ou para agradar o mundo, e o que é ensinamento Católico para agradar a Deus. É só olhar os comentários da imprensa mundana e anticristã, e mesmo cristofóbica, que tudo faz para demonizar os Papas, os Bispos e os Padres que trabalham honestamente em defesa da Verdadeira Fé Católica de sempre e imutável. No entanto, se algum deles é um apóstata, o mundo o bajula e o convida para numerosas entrevistas, fazendo numerosas apologias ao mundanismo, ao modernismo, ao progressismo ateu da tão famosa teologia da Libertação – TL, que infestou os nossos meios com a falsa idéia de só trabalhar pelos “pobres e oprimidos” e negar descaradamente a nossa verdadeira Fé Católica. São os mesmos que fazem um apêlo constante à falsa obediência, e ao mesmo tempo, eles nunca obedecem à Santa Madre Igreja, até mesmo porque são impostores infiltrados dentro dela, se passando por Católicos, Padres, Bispos, Arcebispos e até Cardeais. E no entanto, não Católicos; São apenas IMPOSTORES INFILTRADOS com o propósito de destruir a Santa Igreja, apartir dela mesma. Quem defende a Santa Madre Igreja, não pode estar de acordo com esses traidores, sem também deixar de ser um deles.

    Curtir

  18. @ Gercione…

    Em primeiro lugar, meu ponto é ad hominem mesmo. Sou contra a tua falta de respeito, o teu deboche. Já deixei claro no meu post anterior. O Papa é Francisco, antes de me ater à minha arrogante opinião, obedeço à Igreja.

    Sobre inimigo da Fé… Olha, eu sou católico tradicional, tenho razões familiares e sanguíneas para odiar o Islã (descendo de libaneses católicos), e, meu pai é protestante (rezo pela sua conversão). Talvez eu tenha mais noção da gravidade e da necessidade da defesa da verdadeira Fé do que tua sabedoria (sic!) supõe.

    Pode me julgar como quiser, quanto quiser e o quão rápido quiser. Mas ao Papa, alto lá. E não porque é Francisco… Eu te diria isso quer fosse o beato JP II, Bento XVI ou São Gregório, ou qualquer Papa legítima e validamente escolhido.

    @ João Paulo

    Meu caro, eu já ‘peitei’ pessoal e diretamente a um muçulmano pela minha Fé Católica, pela defesa da Eucaristia e de Nossa Senhora, Mãe de Deus. O mesmo contra um judeu que zombou de São Bento.

    Algo mais que você queira complementar no teu comentário?

    @ Ana Maria

    Eu não disse que você tem estilo islã, muito menos te ataquei. Eu entendi no teu comentário que o problema é “se profissionalizar” na Fé (como sinônimo de legalismo fariseu, bem ao estilo dos muçulmanos e dos judeus) e concordei com isso. Releia agora o que eu escrevi quando te menciono.

    @ José Zacarias

    Já escrevi muito acima e se aplica também ao comentário, que não vou replicar. Mas veja: tudo o que escrevi para a Gercione, foi para questionar ao deboche dela.
    É muito fácil sair bancando o “sondador de corações” e me assusta como há pessoas que se dizem ‘fiéis’ e que estão com o estilingue armado, prontos para atacar ao Papa.
    Você diz “fidelidade ao Papado”… E o que dizer dos protestantes que alegam “fidelidade a Nosso Senhor”. E aí?

    Curtir

  19. Só essa frase pronunciada ad nauseam pelos protestantecos de toda parte é ambigüa e quer dizer o quê? Não está dizendo muita coisa no contexto religioso atual e será tomada, pelos progressistas e ecumênicos, como mais um passo no malfadado ecumenismo com hereges protestantes, que vão dizer com mais arrogância ainda: “tá vendo agora tá reconhecendo o que nós sempre falamos”. E isso fortalece a posição dos hereges para a expansão protestante que hoje devora a seara católica, com omissão, conivência e cumplicidade de muitos, inclusive e principalmente do clero. Vide mensagem de Nossa Senhora de La Salette, em 1846, onde há uma dura denúncia sobre o clero. Aliás reproduzo o trecho das palavras de Nossa Senhora em La Salette:

    “Os sacerdotes, ministros de meu Filho, pela sua má vida, sua irreverência e impiedade na celebração dos santos mistérios, pelo amor do dinheiro, das honrarias e dos prazeres, tornaram-se cloacas de impureza. Sim, os sacerdotes atraem a vingança e a vingança paria sobre suas cabeças. Ai dos sacerdotes e das pessoas consagradas a Deus, que pela sua infidelidade e má vida crucificam de novo meu Filho! Os pecados das pessoas consagradas a Deus bradam ao Céu e clamam por vingança. E eis que a vingança está às suas portas, pois não se encontra mais uma pessoa a implorar misericórdia e perdão para o povo. Não há mais almas generosas, não há mais ninguém digno de oferecer a vítima imaculada ao (Pai) Eterno em favor do mundo”(1).

    Para a posição católica ficar bem claro, no meu pobre juízo, deveria se falar da mediação universal de Maria Santíssima como necessária à salvação, a devoção aos santos e a Santa Igreja Católica como a única verdadeira e a única com autoridade para falar que só “Jesus Salva”.

    1. Dufaur, Luis Eduardo, A aparição de La Salette e suas profecias; 2a. edição, 2011, P. 58, Ed. Petrus; S.Paulo-SP

    Curtir

  20. Jairo, vc entendeu o que eu disse sobre profissionais da Fé, ok. Em seguida diz que eu sou uma e me coloca em estilo aos líderes do islã. Diz que eu ataco o papa e que vc me ataca defendendo o papa.
    Que complicação! SE concordava pq n parou em falou bem (SIC)?

    Curtir

  21. @ Ana Maria…

    Me mostre onde eu te ataquei, por favor. Em momento algum quis “ventilar a sugestão” de você ser profissional da fé.

    A minha referência a você começou no ‘A Ana Maria falou bem’ e acabou em ‘… ‘. A frase seguinte (‘… Você é muito…’) não foi para você, foi para a Gercione.

    Entendeu agora?

    Curtir

  22. Percebo um certo desespero em alguns “tradicionais” em ter um papa de qualquer forma. Venha a ser esse papa um fanfarrão, um homem santo ou um oportunista. Mesmo que o pontíficie fale ambiguidades, desrespeite a Tradição e se esconda sob uma imagem de miserabilidade terceiro-mundista, a necessidade de alguns é que precisam desesperadamente de um papa, logo, esse serve e servem como dogmas todos os suspiros, espirros e demais atitudes ordinárias do Francisco I.

    Curtir

  23. É, Seu Jairo, DE NOVO!
    Não sei se estou errado, mas fiiquei bastante surpreso com o seu segundo parágrafo, quando me pareceu que você se afirma como Católico Tradicional. Desculpe-me mas me pareceu um tanto exagerado. A menos que você nem mesmo saiba o que é isso. Garanto que você nem sequer leu a Pascende Dominus Greges e tanto outros documentos dogmáticos de antes do Vaticano-II,
    Defender o Papa é muito importante, quando não se despreza a própria Igreja. E estou certo que todas as críticas que foram feitas até agora contra o Papa, é sobre as coisas que ele mesmo tem realizado em contradição com as normas da própria Igreja e à exposição que ele faz dela ao mundo pagão e o pouco caso com a verdadeira Fé Católica e a salvação das almas. Só quem não quer não percebe que tudo que ele tem feito até aqui é reproduzir os jargões da TL= progressismo ateu = comunismo ateu=esquerda virulenta infiltrada dentro da Santa Madre Igreja para destrui-la. Até agora ele não fez nada que não fosse o contrário do que os Papas da Igreja têm feito nos últimos dois mil anos. Inclusive, lavar pés de inimigos declados da Igreja, e ainda por cima, dois deles, mulheres maometanas e criminosas declaradas, e fora do ambiente da Igreja, DESGRAÇADAMENTE, fazendo-as representar os próprios Apóstolos de Nosso Senhor que eram todos homens e fiéis discípulos de Cristo e de sua Santa Igreja.
    Bem, esse é só um dos numeroso exemplos. Motivo pelo qual eu continuo defendendo o PAPADO, e o Papa que atuar como verdadeiro represente de Cristo. UM Papa que faz o que quer; o que vem na teia, não faz o que Cristo manda que a Igreja faça e não atua na salvação das almas a ele confiadas. Que ele é o Papa, isso todos nós sabemos, ou pelo contrário, fica ao juizo divino. O que esperamos é que ele seja fiel à nossa Fé Católica e que não cause mais estragos além dos que já foram causados até aqui em toda a extensão da Igreja militante e em prejuízo da Igreja Padecente.
    No tocante à Gercione, creio que você foi demasiado duro e até ofensivo com ela e injustamente. Não há nada de excessivo no que ela escreveu, já que ela não fugiu ao texto do próprio Papa. Apenas, como profissional da comunicação, ela utilizou um estilo prório, que também não é o meu estilo, mas dai a fazer todo o horror que você fez, é completamente injustificável. Você não pode querer defender a Igreja atacando a própria Igreja. Aliás, não é somente a ela que você ataca virulentamente, mas também a todos os outros em menor ou maior intensidade. Você se precipita demais em seus julgamentos, sem considerar os fatos e a própria integridade dos outros. PENSE NISSO MEU CARO e seja um bom combatente em defesa da Verdade e da Santa Madre Igreja de sempre e imutável.

    Curtir

  24. Estamos caminhando para um Cisma irmãos? não bastou os já superados ao longo da História? Não bastou o ultimo cisma de Marcel Lefebvre?

    Temos espaço pra todos os irmãos… os tradicionais da missa em Latim… Os que celebram em vernáculo… E até aqueles do interior do Brasil que por falta de padres nem celebram com frequência da eucaristia…

    Deixem que o papel de atacar o Santa Padre fique com os pentecostais e neo-pentecostais…
    Vida longa a Bento XVI Bispo Emérito de Roma e a Francisco Atual Bispo de Roma e nosso Santo Padre.

    Curtir

  25. Sabem o que Jesus disse do alto da Cruz? “Pai. perdoai-os por que eles não sabem o que fazem”. E aos ignorantes que me atacam eu digo o mesmo: “Pai, perdoai-os porque não sabem o que dizem”.
    Tudo isso foi profetizado por Cristo e está se cumprindo: “Vocês serão expulsos das sinagogas; de fato, virá o tempo quando quem os matar pensará que está prestando culto a Deus”.
    Expulsa da sinagoga da TL eu já fui e por Providencia divina fui acolhida pela FSSPX. Se até Dom Lefebvre foi perseguido e chamado de cismático por ignorantes que não sabem sequer o Catecismo Básico, que dirá o Código de Direito Canônico, por que haveria de ser diferente comigo?
    Se eu me calar as pedras falarão. Então que venham as pedras…com elas eu faço um rosário e peço a Nossa Senhora que interceda por essas mariposas errantes. Quem sabe um dia elas também não venham a reencontrar a luz da Fé?

    Curtir

  26. José Zacarias, li muito pouco de documentos pré-conciliares (CV II) e menos ainda pós-CV II. Tento me ater a alguns dos Santos Padres ou Doutores da Igreja. Sou apenas um ignorante.

    Gercione, Deus permita (de verdade, sem ironia), você ser digna de fazer esta analogia pessoal a partir de Nosso Senhor.

    Enquanto isso, tento viver pela frequência aos sacramentos, à Santa Missa, e, ao Terço. Na medida da minha humanidade falha e da minha pouquíssima abertura à Graça sacramental, me resta aquilo que disse o venerável (padre salvatoriano, melquita) Bechara Abou Murad no seu leito de morte: “… sou apenas o pior dos pecadores… Deus tenha piedade de mim”.

    O que eu tinha para dizer, eu já disse e me perdoem se soei impróprio ou ofensivo.

    Deus lhes guarde e conserve em Sua Misericórdia, José Zacarias e Gercione, e, lhes dê saúde e perseverança. Nossa Senhora, Mãe de Deus, lhes cubra com seu manto.

    Curtir

  27. Acho muito difícil este Papa se pronunciar sobre os hereges protestantes, especialmente os pentecostais, haja vista ele, como Cardeal, ter sido bastante ecumênico, até mesmo rezando e pedindo orações para “pastores” pentecostais.

    Hoje vivemos tempos tão difíceis que se um Padre diz “somente Jesus salva” muitos já o consideram um primor de ortodoxia…

    Dizer “só Jesus salva” sem referir que essa salvação se dá unicamente através de Sua Igreja Católica, do santo Batismo, sendo estas duas realidades (batismo e pertença ao Corpo de Cristo) absolutamente necessários para ser salvo, tenho dúvidas se essa pregação é algo a ser comemorado.

    Curtir

  28. Seu Jairo,
    Desde o começo eu percebi que você era um bom católico, embora precisando de aprofundar os seus conhecimentos sobre a Sã doutrina e a própria história da Igreja, principalmente no que se relaciona ao Vaticano-II, já que vivemos essa triste realidade modernista-progressista a qual tem arruinado a Fé dentro da Igreja militante e condenado à perdição eterna tantos milhões almas, além de abrir o caminho para os lobos assumirem os pontos chaves desta mesma Igreja já tão sofrida por tantos ataques infernais e levá-la a tantos escândalos, à perda da Verdadeira Fé Católica e a debandada geral para as seitas protestantes e outras falsas religiões, além dos céticos, relativistas, ecumenistas sincréticos e outros igualmente errantes que se dizem católicos, mas fazem tudo o contrário do que sempre ordenou e determinou a Santa Madre Igreja, ou ainda se julga independente o suficiente para fazer o que quer, mesmo que seja imoral ou contrário à virtude da Fé.
    Como você, eu também era um feroz defensor de João Paulo-II e ignorava todo o mal ele que fazia à própria Igreja, simplesmente, porque também não considerava a dimensão desse mal. Mas assim que comecei a estudar mais sobre a tradição da Igreja e a gravidade dos atos destrutivos dequele tão amado Papa e da realidade do próprio Vaticano-II, eu mudei de direção e fui obrigado a encarar a realidade dos fatos. Cheguei à conclusão de que não se pode defender a Verdade e a Santa Madre Igreja que dela é portadora, simplesmente, fechando os olhos para tudo que se faz contra ela, pelo simples fato, desse tudo ter sido praticado por Padres, Bispos, Cardeais e ou mesmo o Papas, Mesmo porque todos eles estão obrigados à essa obediência juramentada por eles mesmos e de forma consciente, e não podem agir de outra forma que não seja o ordenado e determinado pela Santa Igreja com base no Santo Depósito imutável da nossa Fé verdadeioramente Católica, já que isso foi nos dado por Deus mesmo e ninguém poderá mudar nada, nem mesmo o Papa. Pois que, nem mesmo o Papa tem autoridade para mudar o que Deus mesmo estabeleceu para a nossa salvação e para ser crido até a consumação dos tempos de forma permanenete e imutável. Uma fé que muda não é verdadeira; uma Igreja que muda, também não é a Verdadeira e única. Logo a Igreja Católica é imutável; a nossa Fé Católica é imutável como Cristo é imutável, ontem, hoje e sempre é sempre, o mesmo Cristo Nosso Senhor e Salvador, a quem devemos adorar e amar sobre todas as coisas e muito mais que a nós mesmos ou a qualquer outra pessoa humana.
    Portanto, peçamos a Deus, por intercessão de Sua Santíssima Mãe, dos Santos Anjos e de todos os Santo do Paraíso que nos dê sabedoria e discernimento, força e disposição para sempre lutar e vencer o mal, e nunca jamais cair nas tentações, e nos conceda a perseverança final.
    Em Jesus, Maria e José

    Curtir

Os comentários estão desativados.