Conferência Nacional dos Burocratas do Brasil.

Imagem do perfil no facebook de Dom Tomé Ferreira da Silva, Bispo Diocesano de São José do Rio Preto.

Imagem do perfil no facebook do Bispo de São José do Rio Preto.

O que sai de uma Assembléia Geral da CNBB? Notas, notas e notas. Além da inchação das estruturas, ou para usar um jargão do momento, “aparelhamento da máquina”. Ontem foi aprovada a criação do regional Norte III, além da divulgação de uma nota de solidariedade ao povo de rua. Aprovou-se também neste ano uma nota sobre as eleições e outra intitulada “Sede de água e justiça”, além da Campanha da Fraternidade ecumênica de 2016.

Sugerimos a publicação de uma nota que é a cara da CNBB:

nota

Tags:

34 Comentários to “Conferência Nacional dos Burocratas do Brasil.”

  1. “Sede de água e justiça”.

    Deveríamos fazer também as nossas notas: “Sede de doutrina”, “Sede de sacralidade”, “Sede de identidade católica”.

  2. É inacreditável… nota sobre a redução de iodo no sal…

    Dá vontade de pegar um daqueles áudios ou vídeos bem cabeludos do Olavo de Carvalho, onde ele tece elogios aos comunistas, e botar para esses senhores da cnbb ouvirem.

  3. Ah bom… ainda não foi dessa vez sobre a redução de iodo no sal… falha minha, assumo…

  4. Também penso que Dom Tomé está ironizando!

  5. Os hereges protestantes organizando marcha contra o casamento homossexual e os bispos preocupados com uma infinidade de notas sem valor. Até discutir a redução do iodo no sal eles lembram, mas cadê por exemplo a sede de almas de um São João Bosco?

    Faltou colocar ali na imagem um dolar furado, pois a CNBB nem isto vale.

  6. Nesta quarta-feira (17) o Papa Francisco declarou que a Igreja não pode assumir o papel de ‘babá’ dos cristãos, que estes têm que descobrir a responsabilidade do que significa ser batizados e que devem defender o Evangelho com coragem, ‘inclusive sem segurança e entre perseguições’.

    O pontífice fez estas declarações em uma missa celebrada na capela da Casa Santa Marta, onde se encontra alojado. Durante o ato, o papa Francisco ressaltou que ser cristão ‘não é uma carreira, como direito ou medicina’, e assegurou que a potência do batismo dá aos cristãos a coragem de proclamar Cristo sob qualquer condição.

    ‘Ser cristão não é fazer uma carreira. Ser cristão é um dom que nos impulsiona a ir para frente com a força do Espírito Santo’, acrescentou o papa, que ressaltou a missão dos fiéis em ser ‘batizados, valentes e seguros’.

    ===========

    Alô, é da CNBB? Uma pergunta: vocês tem ouvido o que o papa queridinho de vocês tem dito?
    Ou ele só é queridinho quando se curva diante do povo ou quando utiliza paramentos litúrgicos mais simples?
    Acho que tem alguns bispos que não concordam com Sua Santidade, Francisco. Tem muito bispo por aí tendo a certeza que ser cristão é fazer uma carreira, afinal, “eu sou bispo, um sucessor dos apóstolos”. Mas isso só vale na hora da honra. Na hora do martírio… Ah, deixa pra lá.

  7. A imagem também é tão quão a Fraternidade Sacerdotal de São Pio X que desafia a Santa Sé.

  8. Finalmente Dom Tomé, o único bispo que está tirando proveito de tudo isso…. Bom, por enquanto só Dom Tomé abriu os olhos e coitado ter que aguentar tudo isso… mesmo sendo uma brincadeira pelo jeito que a CNB do B vai… vão discutir sobre o iodo de sal… É Dom Tomé.. suas palavras nesse momento podem se tornar realidade… rsr

  9. Na nota de três reais eu acredito, nos esforços da Rede Bobo para educar o Brasileiro e em Papai Noel também mas na CNBB já é demais, são sinceros quando elogiam a democracia da Cuba castrista?

  10. Corrigindo comentário anterior… Iodo no sal…

  11. Ferretti,

    não duvido da figura de linguagem irônica, como também não duvido que a redução de iodo do sal foi sim muito discutido na conferencia – o que deixou irritado até o bispo acima. A verdade é que eles tem muita paciência com as coisas mais insignificantes (já vi padre reciclando papel e fazendo papel mache, mas nunca vi padre no confessionário dando orientação espiritual), mas na hora de impor ordem na Igreja e com os pedidos dos católicos conservadores/tradicionais os bispos ficam irritados e com nenhuma paciência.

    Santa Faustina Kowalska em seu diário sobre a misericórdia divina diz que Deus não se comunica com as almas tagarelas, e os atuais catolicos progresistas falam sobre os mais variados assuntos, mas nunca sobre inferno e pecado que são assuntos proibidos.

  12. Ah… como eu queria que a CNBB não existisse mais!
    Se preferem mais assuntos políticos e midiáticos, por que foram ser padres?
    Olha o que eles discutem em “plenário'”?!

  13. A nota de 3 Reais é uma boa ideia.Sugiro um aperfeiçoamento: no lugar da “cara”, colocar DUAS. Fica mais consentâneo, consuetudinário e, sem dúvida, querigmático e carismático.Além de democrático e mais próximo da realidade representada. Pode-se acrescentar, como nas cédulas de bem antigamente:
    No( ou na ) Gehena, se pagará, ao Portador desta, a quantia de três ( colocar o nome da moeda de de de troca: aplausos, elogios da mídia, sedação de consciência, ar condicionado infernal, etc).

  14. Então, temos dois bispos que, publicamente, falaram dessas reuniões. Uma hora a casa cai.

  15. Dom Tomé é um dos poucos ótimos Bispos que ainda temos, é evidente que é ironia.

  16. Esta nota de três não é falsa, ela não existe, falsas são as outras que pensam que valem alguma coisa. Gostei de Dom Tomé , foi bastante sutil e desceu a marreta.

  17. Perfeito kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk parabéns!

    Mas cuidado, senão os “católicos” ditos “conservadores” vão ficar furiosos e defender essa entidade…

  18. É nisso que dá a tal “Colegialidade”…até os que não concordam com o trajeto da caravana, estão obrigados a seguir o rebanho dos infiéis.

  19. Lamentável, muito lamentável tudo isso. E nenhuma NOTA DE REPÚDIO contra a decisão do CFM-Conselho Federal da “Morte” (isso mesmo: da Morte e jamais da Medicina), que apoiou a prática de Aborto até a 12a semana de gestação. Detalhe, a partir do 20 dia, o coração do “bebezinho” começa a bater e só irá parar na sua morte. Tal atitude, denuncia os Sinais de Morte presentes na cúpula da Medicina no Brasil. Historicamente, o rei Herodes ordenou a matança escandalosa de todas as crianças abaixo dos 2 anos. Como a história se repete: atualmente existem novos Herodes (CFM, ONU: agenda pró-aborto, Governo federal, parlamentares, juízes e até a CNBB, por omissão dolosa…). A lei de Deus é bastante clara e objetiva: “Não matarás” (Ex 20,13). Aliás, segue a advertência de Deus: “Os céus e a terra tomo hoje por testemunhas contra vós, de que te tenho proposto a vida e a morte, a bênção e a maldição; escolhe pois a vida, para que vivas, tu e a tua descendência” (Deuteronômio 30:19). Não será preciso estudar embriologia para saber que, desde 1827, graças a Karl Ernest von Baer, ficou assentado que, a partir da concepção, existe uma nova vida. Detalhe: o coração do bebê-embrião começa a bater a partir do 20º dia da concepção e só irá parar de bater na sua morte. Com efeito, quando uma “civilização”, em nome da liberdade e do puro positivismo jurídico, sobrepõe a liberdade ao direito à vida, tem início um perigoso processo. A esse filme nós já assistimos no século XX (eugenia de Hitler). A maioria decidindo quando, como e em que circunstância uma minoria pode morrer. É a liberdade para o holocausto.É por isso que o Papa João Paulo II sentenciou, em seu último livro, que o direito à vida é um limite da democracia. Ultrapassando esta linha VERMELHA a humanidade estará sujeita à barbárie!
    “Num momento histórico em que o homem adquiriu um poder até agora impensável, esta tarefa torna-se particularmente urgente. O homem é capaz de destruir o mundo (Guerra nuclear: Coreia do Norte, Irã…). Pode manipular-se a si mesmo. Pode, por assim dizer,criar seres humanos (clonagem) e excluir outros seres humanos de serem homens(aborto). Como reconhecemos o que é justo? Como podemos distinguir entre o bem e o mal, entre o verdadeiro direito e o direito apenas aparente? O pedido de Salomão permanece a questão decisiva perante a qual se encontram também hoje o homem político e a política. Grande parte da matéria que se deve regular juridicamente, pode ter por critério suficiente o da maioria (democracia: ditadura da maioria). Mas é evidente que, nas questões fundamentais do direito em que está em jogo a dignidade do homem e da humanidade, o princípio maioritário não basta: no processo de formação do direito, cada pessoa que tem responsabilidade deve ela mesma procurar os critérios da própria orientação”, afirmou Bento XVI no seu histórico discurso no parlamento alemão (22/09/11).
    E a CNBB emitiu nota em solidariedade ao povo de rua, outra nota sobre as eleições e mais outra intitulada “Sede de água e justiça”. E não emitiu uma nota oficial em defesa dos “NASCITUROS”, calou-se VERGONHOSAMENTE diante desta matança de Inocentes. Pior, no ventre de suas “mães”. Até os animais possuem o instituto materno, enquanto que os homens… Que Deus não nos puna na mesma proporção de nossa faltas, tenho rezado todos os dias e noites.

  20. tá errada a nota da cnbb não é 3 reais é 3 reau!!!!

  21. Exclui meu face por inúmeros motivos. Uns deles é a perda de tempo nas bobagens e ataque ferrenho a Santa e Amada Igreja, da qual eu não sou obrigada a ler. Mas na semana passada e hoje, senti um certo orgulho, em alguns raros Bispos assumirem destemidamente a fé, do qual estão fielmente fundados, publicamente nessas redes socias. Parabéns aso Bispos, a suas posturas! Mas minha decisão em reabilitar meu face ainda não desperta em mim desejo suficiente. Estamos na luta! Joelhos dobrados e muita orações pelo Santo Clero!

  22. KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK!!!!!!!!!!!!!!!!!!
    Nota de três reais!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
    KKKKKKKKKKKKKKKK!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
    É tão “verdadeira” quanto a superstição (Fé?) da seita conciliar.

  23. Falta uma nota sobre a influência das usinas hidrelétricas nos abalos sísmicos.

  24. Está na hora dos verdadeiros bispos católicos se unirem e tomarem o poder de vez na CNBB. Usar as mesmas técnicas que a “esquerda usou” e OCUPAR OS ESPAÇOS. Sem medo. Virilidade Senhores. Essa conferência brasileira é motivo de piadas atrás de piadas. É necessário um “novo pacto das catacumbas ao inverso” onde se fará de uma vez por todas a opção PREFERENCIAL por Deus e sua Igreja.

    Senhores bons bispos, até quando ? Até quando ? Sinceramente, eu não aguentaria essas coisas…

  25. Gravíssima e inadmissível ofensa do Fratres ao burocratas …

  26. Ironia e, possivelmente, um dia, a Conferência Nacional dos Burocratas do Brasil lançará uma nota sobre algo estúpido e fora de sua competência.

    A CNBB tem uma atitude anticlerical (=liberal) em se tratando de coisas da religião e toma atitudes “teocráticas” em se tratando de temas seculares. Dois erros cometidos por quem não toma atitudes corretas dentro de sua competência.

    Enquanto isso, o Inimigo faz a festa com a ignorância e a estupidez de tantos senhores com pós-graduação – é a famosa ignorância acadêmica misturada com falta de sabedoria. Quanta frivolidade!

  27. Respeitem os nosso pastores. Não são obrigados a concordar, mas respeitem.Deus confiou a eles nos pastorear

  28. Alex
    18 abril, 2013 às 1:59 pm
    Respeite a liberdade de expressão. N precisa concordar, mas respeite. Deus deu a cada um o livre arbítrio.

  29. Por que não pedem para os pastores respeitarem a fé ? Cansei de só ter que respeitar e eles não.Só temos deveres e eles não ? Acorda Alex !!

  30. Ferretti, o pessoal não entendeu a ironia do bispo… até porque existe algo mais importante do que o iodo no sal ??? a maioria dos bispos são idosos e devem ser hipertensos, ele tem com que se preocupar.

    a não ser que discutissem o sabor do sal que eles bispos são para a Igreja…. mas Jesus já disse, sal sem sabor não serve para nada…

  31. Muito se fala em reforma da Cúria, para lá e para cá. Mas eu penso que já passou da hora de fazer uma reforma total da CNBB. Percebe-se que boa parte dos bispos já estão exauridos com tanta bobagem inútil discutida nos colóquios modorrentos sobre assuntos totalmente estranhos a fé católica. O Brasil se torna cada vez mais rapidamente refratário à fé católica e os nossos bispos veem-se discutindo a relevância antropológica da tribo dos índios xumikuará e o impacto da usina de Belo Monte sobre os seus hábitos alimentares… Ora, tenha dó! Imagino que a reação de Dom Tomé deve a ser de muitos. Provavelmente não da maioria, mas de uma minoria cada vez mais consistente.

    Tá na hora de catolizar a pauta da CNBB, por mais irônico que isso possa soar.