Refletir, reflexão, refletindo…

Entrevista do Padre Beto ao site Papo Feminino (destaques nossos).

Papo Feminino – O senhor recebeu com surpresa a determinação da Diocese de Bauru?

Padre Beto – Sim, recebi com surpresa. Não esperava isso. Não acho que fiz declarações absurdas nem que pudessem atingir autoridades ou os dogmas da Igreja. São reflexões para que as autoridades da Igreja ouçam e possam refletir. Por outro lado, acho que demorou muito até [para a Diocese determinar retratação].

Papo Feminino – O senhor diz que a estrutura de paróquia é falida e deveria ser revista. Também fala que o espaço físico das igrejas é ocioso. E diz ainda que a sexualidade deveria ser alvo de um debate na Igreja para que algumas regras em relação à conduta dos fiéis fossem reformuladas. Quais dessas declarações, na sua opinião, incomodou mais a Diocese?

Padre Beto – O que incomodou a Diocese foi o ato de refletir. Acredito que a posição de Dom Caetano é assim: “já existem pessoas em outras instâncias da Igreja refletindo por nós. Seu papel como padre não é refletir: é acatar e transmitir aos fiéis, que vão acatar também”.

Papo Feminino – Após a declaração da Diocese, dois lados se formaram nas redes sociais: aqueles que apoiam sua conduta e aqueles que repudiam. Quem não concorda com suas ideias diz que o senhor deveria sair da Igreja, já que não acata as regras internas. O que o senhor acha disso?

Padre Beto – A Igreja é uma instituição onde convivem correntes, linhas de pensamento. Neste momento histórico, determinadas linhas estão silenciosas, não estão se expressando. Mas a Igreja não pode ser um monólogo. A Igreja tem que ser uma mesa-redonda onde todas as linhas de reflexão possam discutir. E a Igreja só evolui quando essas linhas entram em debate. O Concílio do Vaticano 2º (assembleia da Igreja, realizada entre 1961 e 1965 e que, entre outros pontos, estimulou maior diálogo com outras religiões) foi um grande debate entre bispos e padres. Questionários foram enviados a todas as dioceses do mundo e encaminhados ao Vaticano para serem lidos, ou seja, teve participação de leigos. E isso foi importante para a evolução da Igreja. Preste atenção: Cristo se encontrou com todos, dialogou com todos de igual para igual, não foi preconceituoso. Dialogou com a prostituta, com a samaritana, que tinha outra fé, com os cobradores de impostos, os chamados pecadores da época. Eu digo para os meus opositores: enxerguem mais Jesus em vez de dogmas, normas ou preceitos religiosos.

Papo Feminino – Isso quer dizer que o senhor não vai se retratar?

Padre Beto – Ainda estou refletindo a respeito.

70 Comentários to “Refletir, reflexão, refletindo…”

  1. Tem que oficializar a excomunhão!

  2. Os hereges somente citam o Vaticano II, percebem? Nunca vemos hereges citando Trento ou o Vaticano I.

    Esse blasfemo tem a audácia de dizer que Nosso Senhor Jesus Cristo, o Verbo de Deus, a Segunda Pessoa da Santíssima Trindade, “dialogava com prostitutas”??? De onde ele tirou essa blasfêmia? Será que ele criou também um evangelho paralelo e ainda não sabemos? hehehe

    Em breve nas melhores livrarias: “o Evangelho, segundo Beto”.

    Na boa, vai refletir na China.

  3. Eu digo para os meus opositores: enxerguem mais Jesus em vez de dogmas, normas ou preceitos religiosos….
    E eu digo ao Padre Beto…procure uma igrejola protestante ou funde a sua própria. Lá vc só vai enxergar o Jesus da Sola Scriptura em vez de dogmas, normas ou preceitos religiosos….
    Mas seja honesto, pelo menos uma vez na vida.

  4. Eu digo para os meus opositores: enxerguem mais Jesus em vez de dogmas, normas ou preceitos religiosos
    E eu te digo: aprende o que é dogma, norma, preceitos religiosos e depois diz que é padre e Católico. O seu caso reflete o fruto do CVII e vc é o exemplo visível que os padres de hoje n sabem nada de Doutrina. É doutor, mas é corrigido por leigos e dona de casa (eu) que sabe mais que vc.
    Muito triste isso. Mas pelo jeito teremos que nós mesmo a enfrentar os hereges dentro da Igreja.
    Queria que o senhor se emensasse e salvasse sua alma. Mas pelo jeito é excomunhão oficial já.

  5. Amigos do Fratres,

    Eu tb vou “refletir” um pouquinho.

  6. Queria que o senhor se emendasse e salvasse sua alma. Mas pelo jeito é excomunhão oficial já.

  7. Outro detalhe: “Cristo dialogava com todos de IGUAL para IGUAL”. Isso é um ato público de apostasia da Fé.

  8. Ana,

    Excomunhão já era. É coisa do passado. Tem dialogar, ouvir refletir…..

  9. Em tempo: tem que dialogar, ouvir, refletir…etc..etc..

  10. Na geração de minha avó só se falava do pobre. Agora a palavra “talismã” é refletir. Como esta geração vive a porcaria do CVII e da revolução de 68, o refletir é o seguinte: é proibido proibir, não é?

    Então cade a hierarquia e a disciplina como também os mandamentos que Cristo morreu na na cruz para que sejam observados sem dialogo, sem concessão e para isso não teve dialogo nem com os fariseus nem com os vendilhões do templo.

    O Padre beto já era, refletindo ou não seu prazo acaba dia 29, agora quero ver os bispos colocarem o padre Fábio de melo no “Index” (de livros proibidos) por também ter defendido casamento civil de homossexuais proibindo os fieis de assistirem a Canção Nova, a não que o referido padre e a Canção Nova se retratem conforme prescreve o sacramento da penitencia.

  11. Esse padre é uma prova cabal de que nem Catecismo se ensina nos seminários (e nem nas paróquias, cada vez mais protestantizadas).

  12. Esse padre é o “Espelho da Imperfeição”: vive refletindo – só que as imagens saem distorcidas.

    [2] Na boa, vai refletir na China!

  13. Se ele resolver se tornar tradicionalista e apoiar Dom Lefebvre, aí excomungam ele rapidim…

  14. Beto, o pensador: “Mais Jesus, menos dogmas”.

    Povo católico: “Mais Jesus, menos Beto”.

  15. Padre Beto: Preste atenção: Cristo se encontrou com todos, dialogou com todos de igual para igual, não foi preconceituoso.

    Nosso Senhor Jesus Cristo: Mas ai de vós, escribas e fariseus, hipócritas! pois que fechais aos homens o reino dos céus; e nem vós entrais nem deixais entrar aos que estão entrando. (…) Ai de vós, condutores cegos! pois que dizeis: Qualquer que jurar pelo templo, isso nada é; mas o que jurar pelo ouro do templo, esse é devedor. Insensatos e cegos! Pois qual é maior: o ouro, ou o templo, que santifica o ouro? (…) Condutores cegos! que coais um mosquito e engolis um camelo. (…) Serpentes, raça de víboras! como escapareis da condenação do inferno?

  16. Nosso Senhor não ‘dialogou’ com pecadores e prostitutas… Ele foi ate esses e lhes ofereceu o perdão sob a condição de se arrependerem. Assim foi e é bíblico para confirmar. Mas pelo que vi em outro post esse “padre” ai não cre na Biblia como inspirada, mas como algo ‘cultural’

  17. “Se ele resolver se tornar tradicionalista e apoiar Dom Lefebvre, aí excomungam ele rapidim…”

    De todos os comentários, esse foi o mais verdadeiro hehehe. Pior que é. Parabéns.

  18. +pax! Além do besteirol e erros mesmo já ditos pelo padre, é lamentável a sua falta coerência no que diz: se não esperava e se surpreende com a ação de seu bispo (longa vida a ele), como pode achar que demorou ser advertido?! Isto é frase dos politicamente corretos.
    Sem querer ensinar o Pai Nosso aos nossos bispos, isso que dá exercitarem apenas a bondade sem a devida correção aos seus filhos; resultado, cobra criada.

  19. Eu tenho a impressão, que o celibato afasta muitas pessoas do sacerdócio, como a Igreja precisa de pessoas, acabam aceitando qualquer coisa, como esse sujeito aí, não que todos que entram são iguais a ele, mas claramente o nível de exigência para ser um bom padre vai para o ralo.Outro enorme e grandiosíssimo problema é a falta de comando, a falta de pulso firme que deixam esses sujeitos prosperarem tranquilamente. Vai refletir numa Igreja protestante, funde sua própria Igreja ao seu gosto.

  20. Agora, mais que nunca, são os leigos que têm que “ensinar o padre a rezar a Missa”!

  21. Tem que colocar as falas deste querido Padre Beto dentro de um pacote e enviar para todos os endereços do Vaticano

  22. Então Pe Beto; Reflita se uma dose de humildade não lhe faria bem?

  23. De onde foi que esse padre tirou que Nosso Senhor dialogou com todos de igual para igual.
    Em primeiro lugar, Nosso Senhor se recusou a “dialogar”, por exemplo, com Herodes, que “interrogou-O com muitas perguntas; Ele, porém, nada respondeu” (Lc 23, 9).
    Além disso, os que ouviram Nosso Senhor ensinar na sinagoga de Cafarnaum “estavam espantados com o Seu ensinamento, pois Ele os ensinava como quem tem autoridade e não como os escribas” (Mc 1, 22).
    Nem para seguidor do princípio “sola scriptura” o tal padre demonstra competência.

  24. Todos os religiosos fazem os três votos: obediência, castidade e pobreza. A diferença é o maior ou menor grau de consequências no caso de falhar no cumprimento dos votos.

    Os três votos não estão sendo cumpridos à risca ultimamente na chamada Igreja moderna. Ou, se cumpridos, o são com base no que cada um “entende” por obediência, castidade e pobreza.

    CASTIDADE: Vemos religiosos/as abandonando o hábito para “casar”.
    POBREZA: Vemos religiosos/as deixando a batina/veste (que iguala os iguais e acaba com a vaidade) para vestir roupas comuns, que vão desde o estilo pedreiro de ser até o estilo grife. Tb vemos religiosos/as com bens e propriedades, como carros luxuosos demais para o simples apostolado.
    OBEDIÊNCIA. Aqui vemos religiosos/as obedecendo à hierarquia mesmo no ERRO (vou ao inferno com o papa) e desobedecendo a todo tipo de autoridade superior: aqui a lista é grande, pq antes se resumia aos catoesquerdistas como da TL; hoje, todas as vertentes do catomodernismo se dão o direito de OPINAR e cumprir o que lhes dá na veneta.

    Este “padre” se encaixa neste último caso. Ao invés da pronta obediência, exerce plenamente o “jus sperniandi” (termo jocoso usado no direito para ilustrar o direito que todo cidadão tem de “espernear” diante da autoridade civil, caso não concorde com ela) como se a Igreja fosse uma democracia. E retruca publicamente o superior, ao invés de “refletir” calado. A intenção aqui é óbvia!

    Contudo, não devemos perder o foco. Vivemos tempos surreais: há duas Igrejas, e não devemos fazer de conta que não sabemos disso. Há a Igreja Catolica (virtual) e a igreja Conciliar (real). Ambas dividem o mesmo espaço no mundo e nos templos. Se olharmos simplesmente os fatos, devemos nos escandalizar com esse padre desobediente, obstinado e corrompido pelo mundo. Se olharmos com os olhos da razão e da Fé, veremos que ele nos (aos católicos) escandaliza tanto qto nos escandalizaria um monge budista que desobedecesse ao Dalai Lama… Ou seja: NADA!

    O mesmo vale para o resto dos escâdalos que têm abalado a Urbem e o Orbem…

  25. De novo essa interpretação torta sobre o encontro de Jesus com a prostituta… por acaso Jesus fez uma ‘reflexão’ acerca da condição da prostituta e deu apoio ao seu pecado, ou fez com que ela reconhecesse seu erro e mudasse de vida?

  26. Não acredito que o senhor Beto seja desonesto intelectualmente.Ele é apenas fruto da igreja modernista.Ele aprendeu no seminário que a Igreja não é Mãe e Mestra da Verdade,mas uma instituição que abriga várias correntes de pensamento que dialogam e tentam chegar a uma verdade que sirva ao homem de hoje.
    Penso que se ele tivesse tido uma formação correta ,aprendendo realmente o que é a Igreja,ele não teria aceito a ordenação sacerdotal.
    Rezo para que ele ,inspirado pelo Espírito Santo,tome conhecimento real do que é a Igreja Una Santa Católica Apostólica Romana e se converta .
    Mais culpado do que ele,foram seus formadores.

  27. O sujeito é um obstinado. Ainda que ele venha a se retratar, será por pura estratégia, para continuar a demolir o que ainda resta de Igreja no Brasil, tornando-se mais cauteloso na propagação de se ensino diabólico. É o que nos leva a crer seus últimos pronunciamentos.

    Para esse individuo só resta a excomunhão, o que eu duvido que ocorra. Espero que o bispo nos surpreenda uma vez mais, excluindo esse sujeito da Igreja.

    E se a imprensa lhe tratar como um ‘inquisidor’, é só ele dizer que a ninguém é permitido corromper a doutrina da Igreja e escandalizar os fieis, ainda mais em seu interior.

  28. Pelo jeito esse sujeito se nega a obedecer mesmo. Refletir…refletir…o engraçado é que para ele todo mundo precisa refletir sobre suas opiniões, menos ele.

  29. A amizade do mundo boia na superfície. Pode até durar mas limitada pelo conflito íntimo que traz o fogo purificador da cruz, ante o qual não persiste e se exclui. Assim também acontece entre a verdadeira e a falsa religião, aquela quando depara com a Cruz a abraça, esta, logo foge. Somos parte da Igreja que está na Cruz por amor à Igreja. Foi esta parte que venceu todas as crises e prevaleceu sobre as portas do inferno. Estamos na Cruz e pela Graça aceitamos tudo por amor à Santa Mãe da Fé, até que Pedro diga que não nos conhece.

    O que temer? Nada. A quem temer? Ninguém. Por quê?
    Porque aqueles que se unem a Deus obtêm três grandes privilégios:
    onipotência sem poder, embriaguez sem vinho e vida sem morte.
    São Francisco de Assis

  30. O sr. Bispo poderia mandar esse Padre para um lugar muito, muito distante e isolado para que ele pudesse, no sossego da solidão, passar a vida refletindo, refletindo, refletindo…, até o seu final.

  31. O Boff já tem um sucessor pior que ele.

  32. “A Cruz é loucura para o mundo, mas para nós que cremos é sabedoria divina”. É a Cruz que resolverá esta crise. Somos a Igreja da Cruz e na Cruz e a Terra da Santa Cruz. Somos educados pela Cruz e para a Cruz com a Graça de Deus. Nunca será glória nossa, mas do Senhor e somente nEle nos gloriaremos. Exatamente, por isto, o anjo pediu e repete: “Penitência, penitência e penitência”!

  33. Segundo este sujeito, Cristo dialogava “de igual para igual”. Somente essa declaração já deve ser considerada herética.
    Entrem no site do sujeito e leiam a biografia. Ele se julga o máximo; coloca muita coisa na biografia, mas quando chega no sacerdócio, mal e mal fala que cursou teologia.
    Quanto aos livros sugeridos, encontramos lá Igreja, Carisma e Poder.
    Nem preciso comentar mais nada.
    Ele deveria fazer como o Boff, sumir da Igreja.

  34. Ele é um dissimulado. Ele se disse surpreso com a determinação da diocese de Bauru e depois disse que “até demorou” de ser advertido: ou seja, ele provocava o tempo todo e estav ciente que mais cedo ou mais tarde iria ser chamado atenção. Como pode se dizer surpreso?
    Não passa de um dissimulado fingido que quando confrontado diz que sua proposta é unicamente “reflexão”. Nenhuma reflexão é feita sem objetivo, sem ter uma intenção que deva ser posta em prática posteriormente. E para onde leva as “reflexões” dele? Deve ser excomungado aí poderá refletir sobre sua excomunhão o tempo que quiser.

  35. Padre Beto, pense bem no que o senhor disse: ” Cristo se encontrou com todos, dialogou com todos de igual para igual, não foi preconceituoso. Dialogou com a prostituta, com a samaritana, que tinha outra fé, com os cobradores de impostos, os chamados pecadores da época. Eu digo para os meus opositores: enxerguem mais Jesus em vez de dogmas, normas ou preceitos religiosos.”

    Sim, Jesus se encontrou com deles, dialogou com eles, PERDOOU-os, e os conduziu a uma vida nova, longe dos pecados. Em nenhum lugar da Bíblia Jesus disse que nós podemos fazer o que bem quisermos e ter a vida eterna. Ou que podemos mudar os ensinamentos de Deus para adaptá-las ao nosso meio de vida cheio de pecados. Muito pelo contrário, JESUS disse:

    “17. Não julgueis que vim abolir a lei ou os profetas. Não vim para os abolir, mas sim para levá-los à perfeição.
    18. Pois em verdade vos digo: passará o céu e a terra, antes que desapareça um jota, um traço da lei.”
    (Mateus 5)

    Rezarei para que o Espírito Santo te ilumine e te o discernimento de tomar a decisão correta. Não é de admirar, porém, que muitos não consigam ver o que fazem, pois São Pedro disse que “3.Sabei antes de tudo o seguinte: nos últimos tempos virão escarnecedores cheios de zombaria, que viverão segundo as suas próprias concupiscências.” (2Pd 3)”.

    Que o senhor, Padre Beto, não seja, nem leve outra pessoa a ser como aqueles que
    “13. Encontram as suas delícias em se entregar em pleno dia às suas libertinagens. Homens pervertidos e imundos, sentem prazer em enganar, enquanto se banqueteiam convosco.
    14. Têm, os olhos cheios de adultério e são insaciáveis no pecar. Seduzem pelos seus atrativos as almas inconstantes; têm o coração acostumado à cobiça; são filhos da maldição.
    15. Deixaram o caminho reto, para se extraviarem no caminho de Balaão, filho de Bosor, que amou o salário da iniqüidade.” (2Pd 2).

    Paz e bençãos ao senhor e àqueles que o conhecem.

  36. “Ele aprendeu no seminário que a Igreja não é Mãe e Mestra da Verdade,mas uma instituição que abriga várias correntes de pensamento que dialogam e tentam chegar a uma verdade que sirva ao homem de hoje.

    Penso que se ele tivesse tido uma formação correta ,aprendendo realmente o que é a Igreja,ele não teria aceito a ordenação sacerdotal”.

    Perfeito, Domingos de Oliveira!

  37. “Ele se disse surpreso com a determinação da diocese de Bauru e depois disse que “até demorou” de ser advertido: ou seja, ele provocava o tempo todo e estav ciente que mais cedo ou mais tarde iria ser chamado atenção. Como pode se dizer surpreso?”

    Rogério, isso que tu citaste tem um nome: cinismo. A atitude do sr. Beto é cínica, como tu bem provaste. Triste isso, mas nem virtudes humanas elementares de caráter e honestidade intelectual são ensinadas em muitos Seminários…

  38. Ignomínia pura deste reputado padre, para mim, um infiltrado. Ele se tornou padre, mas ele próprio se vê como sociólogo e acha que a Igreja é uma sociedade, como a dos bonobos que de tão estressada pelo homem generalizou o sexo como meio de comunicação, que precisa evoluir e toma evolução como liberalização. Quem disse que a Igreja é uma sociedade? Não percebe a estratégia gramscista para perverter a Igreja a partir da confusão sobre o que Ela é? A Igreja não é para trazer felicidade para este mundo e para retirar tensões do homem. Pelo contrário, a Igreja traz a tensão da Cruz e diz a Cruz como solução e salvação! Não cabe sociologia na Igreja. A sociologia é uma infiltração para destruir a Igreja ou para anulá-la em prol do mundo. Para o mundo não apenas absorver a Igreja, mas para fagogitá-la e excluí-la. Sr. Bispo, se o senhor for dar também de sociólogo com este padre, a la FHC, cheio de nhém-nhém-nhém, com medo de ofender, vai trair a Cristo. Diga a ele o que Cristo disse a Pedro às portas de Jerusalém: “Afasta-se de mim, Satanás”! A Igreja não pode ter medo de desagradar e até de ter inimigos! Ela é o Corpo Místico de Cristo e nada mais! Um corpo não luta contra Sua Cabeça! Ou este padre, logo, logo, nos mandará imitar os bonobos! Não somos nós que damos personalidade à Igreja, mas o próprio Deus!

  39. Padre Beto, o senhor tem todo o direito de refletir, todos nós temos, mas ao se tratar de dogmas, de preceitos históricos, o que há é verdade absoluta, fato, e contra fatos não há argumentos. É fato que o que a Igreja prega é a verdade absoluta de Deus, logo não se pode dialogar com Deus sobre o que é certo e errado.

    No entanto, em uma coisa o diálogo proposto pelo senhor pode ajudar: na volta de toda a Igreja ao caminho certo. Vá à CNBB e peça, dialogue com os bispos para que todos os padres voltem a ser padres, sacerdotes, representantes fiéis da palavra de Deus e deixem os discursos pró comunismo e capitalismo neoliberal. Exponha o que os padres devem fazer e o faça também. Nisto o diálogo seria útil, porque segundo os mais velhos, antigamente, quando as igrejas pareciam igrejas e não teatros como hoje e as pessoas ainda tinham respeito por tudo relacionado à Igreja e ouviam os sacerdotes, todos os padres eram úteis.

  40. Pois bem , mas vamos não apenas e tão somente ” enxergar ” mais a Jesus , mas a cima de tudo ouvi-lo e , ainda mais especialmente , atendê-lo em tudo o que ele nos pede :

    SE ME AMARDES CUMPRIRDES-EI OS MEUS MANDAMENTOS … ( Jo 14,15 )

  41. Se a Igreja abrir as portas para o diálogo com outras religiões podemos então jogar fora Nosso Senhor, Nossa Senhora e o Credo, além de tudo o que nos foi ensinado…tratar com outras religiões é loucura e esse Padre antes de citar determinadas “reflexões” deveria estudar mais e ver se realmente está errado ou não, em vez disso prefere de maneira muito delicada atacar a Igreja e o Seu Bispo….espero que ele reflita mesmo e se converta….quanto ao Bispo rezemos para que tenha a força de excomungá-lo caso não de retrate…

  42. Concordo Diogo! Com o seu comentario, enserrou-se a questão.

    Enviar para:

    CONGREGAÇÃO PARA A DOUTRINA DA FÉ

    Excelência Reverendíssima Dom Gerhard Ludwig Müller

    Palazzo del Sant’Uffizio, 00120 Città del Vaticano
    E-mail: cdf@cfaith.va – Tel. 06.6988-3438 Fax: 06.6988-5088

  43. Me parece que ele não gostou das “reflexões” do FRATRES e da diocese a respeito de suas “reflexões”.

  44. Algo deve ser feito já. É por ter padres como o Beto, que se confundem com políticos, fazendo declarações neoliberais como se fosse isso a vontade de Deus e deixam de servir como sacerdotes, que a Igreja perde as rédias dos pecadores; ela se banaliza. É impressionante como a Igreja vem perdendo almas por omissão por aqui. Não tenho muito conhecimento sobre a Igreja na Croácia, mas pelo censo de 2011 de lá, a Igreja Católica ainda detém 86,2% dos croatas, em 10 anos só caiu 1,6 ponto percentual no país que tinha 87,8% em 2001, enquanto que no Brasil caiu logo 9 pontos percentuais no mesmo período. Na certa a Igreja Católica da Croácia foi muito mais competente que no Brasil. Aqui enquanto os pastores prometem mundos e fundos para os incautos os seguirem, os padres só aparecem em público uma vez por semana e só cumprem o protocolo, não pastoreiam mais.

    Na Polônia a Igreja ainda cresce porque foi forte contra o comunismo e isso se vê na pesquisas: 90% de católicos e mais da metade dos poloneses praticam a religião verdadeiramente.

    O Vaticano deve alertar a CNBB já. Algo deve ser feito para pôr os padres como padres. Cadê o Santo Ofício, meu Deus?

  45. Bem, corre-se o risco de ele se fazer de mártir — o que é uma psicologia comum para os grupos de “reflexão”, “contestatórios” etc.

    Onde abunda o pecado, superabunda a graça. Lembremos do padre em nossas orações, para que ele não seja uma alma perdida para Deus nem escandalize outras pessoas, conduzindo-as (ainda mais) ao erro.

  46. Oh, Narciso, como és belo no teu reflexo!
    Oh, Narciso, como é doce o teu veneno!
    Oh, Narciso, como fugir de tua própria adoração?…
    Oh, Naciso, como cativas os soberbos!
    Oh, Narciso, como podes, ainda hoje, seduzir tanto?…

  47. Senhor Bispo de Bauru,
    Mande esse tal de Beto plantar batatas.
    Na Igreja ele não pode ficar.

  48. Ensinaram errado o que era Igreja para ele. E ele acreditou!Quem o corrompeu tem pecado maior.Mas ele não é inocente não…

    Deu no que deu!

  49. Sem preconceito……Papo Femenino…. ?????

  50. Tem um evento correndo no Facebook anunciando que ele vai rezar Missa este domingo de manhã na Igreja Santo Antônio.

  51. “Empunhe sempre o Rosário, ele é o grande recurso oferecido por meu Filho. Cada dia, recite as orações do Rosário. Reze pelo Papa, pelos bispos e pelos padres. O Diabo se infiltrará até mesmo na Igreja de tal um modo que haverá cardeais contra cardeais, e bispos contra bispos. Serão desprezados os padres que me veneram e terão opositores em todos os lugares. Haverá vandalismo nas Igrejas e altares. A Igreja estará cercada de asseclas do demônio que conduzirá muitos padres a lhe consagrar a alma e abandonar o serviço do Senhor”, disse Nossa Senhora em Akita, Japão.

  52. Se a Igreja está vazia, uma das causas é devido a padres como esse. Agora, se tem alguém aqui com esperança de que o concílio vaticano segundo seja revisto, pode tirar o cavalo da chuva, vide as recentes declarações do Papa Francisco..

  53. Osires, acontece que se o bispo n tomar uma providência no caso, nós vamos refletir sobre o bispo e ele certamente já relfetiu sobre isso. Estou disposta a reflexões e aprofundamentos sobre uma consciência plena.

  54. “Por outro lado, acho que demorou muito até [para a Diocese determinar retratação]”.
    Ele está errado e ainda esnoba a Diocese de Bauru. Acho que a excomunhão provavelmente será ainda mamão com açúcar para ele.
    Se ele diz “enxerguem mais Jesus em vez de dogmas, normas ou preceitos religiosos”. Eu testemunho que vi a Nosso Senhor nos dogmas, nas normas e nos preceitos e que estes não vem do homem, mas vem do verdadeiramente do Espírito Santo. A graça de Nosso Senhor em minha vida é mais eloquente que as “gnoses” de Pe. Beto

  55. Para vcs que acham que ele n tem maldade, que é somente mal formado. Vejam o vídeo até o fim:

  56. Como os dogmas nos defendem! Os dogmas foram e são justiça divina para as gerações futuras! Por isso odeiam tanto os dogmas! São cajados! Hoje, sabemos mais do que nunca que foram os dogmas que mantiveram a Igreja de pé! E Deus julgará Carfanaum em relação à Nínive e umas gerações em relação às outras em virtude da Fé nos dogmas, porque são e serão questão tanto de guia como de justiça para todos! Agora, percebemos na fala do padre quantos dogmas comunistas ou da revolução cultural que ignora até a natureza e o fim natural! Falam do ouro na Igreja, mas não falam do ouro nos mausoléus e nas estátuas de líderes comunistas adorados como deuses, apesar de terem tomado inteiras nações só para si mesmos! Comunismo é religião e querem substitui-la no lugar da Católica! Quando Marx disse que a Religião era ópio para o povo, nada mais queria do que fundar um nova religião para substituir a verdadeira, porque, se quisesse fazer apenas uma revolução econômica ou limitada ao social, teria dito: “façam a revolução, mas cada um cuide da sua própria alma, pois pode ser que haja um Deus e o certo é que cada um enfrenta individualmente a morte e sua decorrência”.

  57. Vamos refletir:
    Observem que a partir dos 9 minutos 9:40 teve uma edição no vídeo. Pq n quiseram dialogar?

    Se Adão e Eva, são mitos, n teve pecado original, n tem batismo, n tem pecado, n tem confissão….

  58. Quanto clichê desse senhor. Só fala assim porque sabe que haverá um público ignorante que não sabe de nada e vai apoiá-lo. Fala demais sobre reflexão, mas não sabe o que é refletir de verdade (a não ser na hora de capitalizar politicamente), senão não diria a asneira que Jesus Cristo falou com todos de igual para igual. Um igual não tem poder de perdoar os pecados de outro igual, nem anuncia leis divinas.
    Para ele a Igreja é só uma arena onde correntes políticas e teológicas se enfrentam para ver quem se impõe, sem nenhuma base ou inspiração divina (porque na prática foi isso que ele disse que a Igreja é).

  59. Tal de Beto: Espelho, Espelho meu, existe alguém mais bonito, sábio e REFLEXIVO do que eu?
    Espelho: Pô Tal de Beto, é o seguinte:
    (1) sou mais bonito do que você, quando não relfito a sua imagem, se não, fico muito feio;
    (2) sou mais sábio do que você, porque não pretendo que o que há em mim tenha alguma consistência; você, ao contrário, acha que há alguma consistência dentro de você;
    (3) sou mais reflexivo do que você, porque reflito tudo que é colocado diante de mim; você, ao contrário, quando colocam a luz divina diante de você, só “reflete” trevas, sim, só trevas saem de você…
    Ainda o Espelho:
    – REFLETINDO melhor sobre sua pergunta, Tal de Beto, há outra coisa em que sou melhor: se esbarram comigo e me quebram, a pessoa tem 7 anos de azar; quem esbarra com você é que se quebra e terá a eternidade de azar, lá onde há fogo e ranger de dentes…

  60. Após assistir o vídeo com a pregação do padre Beto que Ana Maria Nunes postou,vejo o quanto eu fui um católico idiota durante tanto tempo!
    Ainda bem que surgiu esse verdadeiro profeta do relativismo,chamado padre Beto para me abrir os olhos.
    Vejam só, cristianismo deturpou o “Mito Hebreu”!!!Durante dois mil anos,o cristianismo viveu de uma deturpação absurda!
    Na verdade,segundo o profeta do relativismo,não existe “pecado original”,Jesus não morreu na cruz para nos salvar .Não houve a Redenção de nada!Afinal,prá que redenção,se o próprio deus quis que o homem caísse em tentação?
    Jesus apenas veio para nos mostrar o valor do diálogo,da reflexão e pronto!
    Confúncio,Buda,Sócrates e tantos outros ,ante Dele,não foram capazes de transmitir o valor divino do diálogo e da reflexão para o ser humamo.Foi preciso Jesus morrer numa cruz e ressuscitar no terceiro dia para que a humanidade desse o devido valor ao diálogo e a reflexão.Nem importa se chegar a algo!Mas o valor divino da discussão de mentes e corações aflitos em busca de algo já é a realização do plano divino para o ser humano.
    Vejam que belo plano divino esse deus do Padre Beto tem para nós!!!!
    Nada de paraíso,é muito monótono e ninguém cresce como ser humano.O bom mesmo é a verdadeira Babel de idéias e contradições!!!
    Portanto,viva o relativismo!!!!
    Abaixo o catolicismo deturpador de mitos e das vontades divinas!!!

  61. Minhas reflexões:

    Não posso evitar de lembrar-me de uma cena de anacondas quando vão se alimentar.

    Após o bote, antes de engolir sua presa, ela baba no pobre animal para deixá-lo escorregadio.

    Em seguida abre a boca tornando-a escancarada o suficiente para o engolir lentamente. Depois, ela a digere.

    Por final, vomita o que não lhe serve mais.

    É bem ao estilo do demonio.

    Jesus! Jesus! Jesus, Maria! Jesus meu senhor.

    P.S. Esse homem não diz nada(não se trata de doutrina catolica. É teoria pessoal), não ensina…é figura fazia. Não tem fé, não pode ir longe. Está falando de si mesmo. É manipulador. Pensa que descobriu o fogo. É mediocre no que propõe para discursão. Há no fundo da sua fala instigação de revolução, anarquia. Há também, um azedume semelhante a revolução de Judas, o traidor(este tinha por objetivo livrar o povo hebreu do jugo romano. Na revolução pretendida deste senhor, livrar o povo brasileiro do jugo “capitalista” segundo os ideais TL). É quimérico.

    O mundo o rodeia e ele se sente atraido pelos holofotes. Não conseguiria viver santamente na simplicidade, no anonimato… Não basta que Deus o conheça. Conheça seu santo oficio. E Se alegre dele.

    Penso que estamos dando aquilo que ele quer. Notoriedade pública.

    Prezados amigos, encerro minha presença neste caso. Quanto a este senhor, o colocarei nas mãos de Deus. A quem ele pertence. A voz da igreja fará o necessário. Pela livre vontade de Deus ou pelo Seu livre querer.

  62. Essa obsessão por “refletir” só expõe sem retoque o narcismo incontornável do padre Beto. Sempre falo, se existe uma virtude cristã totalmente largada e descurada nesses tempos é a obediência. Somos muito pequenos para desafiar uma Tradição de 2000 anos que remonta ao próprio Deus vivo! O que falta a muitos prelados é a humildade real, de submeter-se aos valores radicados no tempo que condicionaram as formas da sua própria fé. Esse individualismo exacerbado, profundamente diluído no ideário moderno da civilização ocidental, fragiliza e isola o homem, posto que a afirmação da diferença superpõe-se a comunhão daquilo que nos une. Com efeito, esse anseio por “reflexão” só faz exsurgir mais divisões, mais rivalidades, mais ódios…

    A Igreja precisa urgentemente de clérigos que tenham na preservação da unidade, unidade de todos os tempos, um anteparo à tentação do individualismo, do reformismo e da insubordinação. E, meu caro padre Beto, tu és a mais bem acabada perversão do modelo de padre que a Igreja precisa. Oramos e oraremos por sua conversão. Contudo, caso mantenha-se resignado na sua impertinência, seria de bom que largasse o sacerdócio.

  63. João A. C. – 26 abril, 2013 às 10:28 pm Sensacional sua reflexão. Vou colocar no meu blogue.

  64. Essa “homilia” do tal Padre Beto sobre o Apóstolo Tomé me fez voltar ao meu primeiro ano na faculdade de Jornalismo. O mantra de todos os professores marxistas era a palavra “questionar” e formar “consciência crítica”.
    Deveríamos questionar tudo, da autoridade paterna à autoridade do Estado, dos dogmas religiosos aos princípios morais impostos pela sociedade burguesa e pela família patriarcal.
    A única coisa que não poderíamos questionar e deveríamos aceitar como verdadeira, era a lavagem cerebral que aqueles agentes do Comunismo estavam fazendo nos estudantes.
    A palavra deles era uma doutrina inquestionável sob pena de sermos punidos com uma avaliação negativa nas provas. E me parece que com o Padre Beto funciona do mesmo jeito: devemos questionar tudo e todos…menos ele e o caráter de suas intenções.
    Só de ver o entusiasmo dele “pregando” dá pra vislumbrar os mesmos teleguiados do Diretório Central dos Estudantes repetindo mantras e chavões aprendidos na faculdade e se achando! Quanta imaturidade!
    O que é triste é ver essa mesma linguagem sendo proferida dentro de uma Igreja para pessoas que foram ali pra encontrar Jesus.
    Eu sei bem o que é estar numa Missa esperando ouvir a mensagem do Evangelho e ter que aturar aprendizes de padre adulterando a homilia pra passar mensagem herética ou fazer propaganda política. Minha reação é a mesma dos membros da Fraternidade do Anel ao ouvirem a linguagem de Mordor no Conselho de Elrond, em Valfenda (Rivendell).
    Interessante é que há duas semanas atrás eu ouvi um sermão sobre essa mesma passagem do Evangelho proferido por um padre tradicional e fiel à Doutrina. E o foco dele foi exatamente nessa passagem:
    “Ora, Tomé, um dos doze, chamado Dídimo, NÃO ESTAVA COM ELES quando veio Jesus. Diziam-lhe, pois, ou outros discípulos: Vimos o Senhor. Ele, porém, lhes respondeu: Se eu não vir o sinal dos cravos nas mãos, e não meter a mão no seu lado, de maneira nenhuma crerei.”
    Onde estava Tomé que perdeu a novidade da Ressurreição? E a homilia foi toda voltada para aqueles que se afastam da Igreja e de sua Doutrina, que perdem a Fé e depois voltam questionando tudo. Olhem só a diferença! Tomé não estava com a turma dos Apóstolos, pegou o bonde andando e ainda queria sentar na janelinha! Sua incredulidade não é e nem nunca foi algo louvável porque ele havia escutado Jesus falando claramente sobre tudo que iria acontecer com Ele em Jerusalém.
    Esse padre Beto na minha opinião é apenas um garotão ignorante e deslumbrado diante de um microfone.
    Depois de ver e ouvir ele pregando, a mincha conlusão é que toda responsabilidade recai sobre aqueles que colocaram o microfone na mão dele e o mandaram para o púlpito de uma paróquia, quando o lugar dele seria talvez num palco animando platéia.

  65. Queria tanto presenciar uma roda de conversa reflexiva entre cinco comentaristas do Fratres e ele. Ele ia atingir a consciência plena em segundos kkkkkkkkkkkkkk

  66. Foi duro assitir ate o fim…..o evangelista colocou as palavras na boca de Jesus ????……..So por Deus mesmo

  67. Reinaldo Azevedo já comentou sobre o assunto.

  68. João,

    gostei também sobre o reflexo do padre beto no espelho. é sempre muito bom utilizar dos contos de fadas adicionando ali a doutrina católica. Daria uma bela homilia.