“Que a Igreja se reconcilie com a Teologia da Libertação”, pede Casaldáliga ao Papa.

IHU – De Pedro para Francisco, por intermédio de Adolfo. O Prêmio Nobel da Paz argentino, Adolfo Pérez Esquivel, transmitiu ao papa Francisco uma mensagem clara e direta de Pedro Casaldáliga (na foto, com as crianças): “Que aIgreja se reconcilie com a Teologia da Libertação”.

A reportagem é de José Manuel Vidal, publicada no sítio Religión Digital, 25-06-2013. A tradução é do Cepat.

Fonte: http://goo.gl/4IDny

Antes de visitar o Papa, na companhia do líder indígena Qom argentino, Félix Díaz, o Nobel argentino, Pérez Esquivel, telefonou para seu velho amigo Pedro, bispo emérito de São Félix do Araguaia, poeta, profeta dos pobres e pastor dos índios. E o bispo brasileiro de origem espanhola aproveitou a ocasião para enviar dois pedidos ao Papa: que defenda os indígenas e que reabilite a Teologia da Libertação.

“Apresentei-lhe uma mensagem de Pedro Casaldáliga, que me disse: ‘Você verá Francisco, diga para ele que procure escutar, refletir e chegar a um acordo, uma reconciliação com os teólogos latino-americanos. Que se preocupe com toda a questão dos povos originários no continente’. Para mim, isso foi um sinal positivo”, afirmou oNobel.

Após a audiência com o Papa, Esquivel reconheceu: “É verdade que existiram problemas com muitos teólogos da libertação. É preciso revisar muitas coisas. As teologias nunca são definitivas, são caminhos para construir”.

Sem saber o que o Papa fará a esse respeito, o que o pensador argentino já tem claro é que “Francisco tem um compromisso com os pobres. É um pastor e isto está manifestando continuamente. Há tempo para tudo, tem apenas 100 dias como Pontífice. Aí (no Vaticano), as mudanças não são fáceis. É preciso esperar. Não esperem mudanças rápidas porque não serão feitas. É preciso dar passos. É necessário ver e orientar para identificar o que é o melhor”.

Passo a passo, mas na direção pedida por Casaldáliga: “Eu acredito que o Papa promoverá a reconciliação com a Teologia da Libertação. O Papa é um pastor, outros foram funcionários. Esta é a diferença”.

O Pacto das Catacumbas

O Nobel argentino também revelou que, na reunião com o Papa, de 45 minutos, entregou-lhe uma cópia do chamado “Pacto das Catacumbas”, um manifesto assinado por 40 bispos, entre eles grandes personalidades latino-americanas, poucos dias antes do encerramento do Vaticano II.

Esquivel disse que o Papa, ao ver entre os assinantes Helder Câmara, Luigi Betazzi, Manuel Larraín, Leónidas Proãno, Sergio Méndez Arceo e Faustino Zazpe, exclamou: “Ui! Quem está aqui!”.

E o Nobel explica que o Papa se interessou muito pelo assunto e, embora não tenha se comprometido com nada, disse que iria pensar. De sua parte, Esquivel se comprometeu em “reunir os teólogos da Libertação, como Leonardo Boff e outros, que tanto contribuíram com a Igreja”.

A íntegra do Pacto das Catacumbas está aqui.

33 comentários sobre ““Que a Igreja se reconcilie com a Teologia da Libertação”, pede Casaldáliga ao Papa.

  1. Essa teologia da Libertação parece defunto de Mesa Branca, já morreu, mais vive sendo evocado.

    Igreja e TL são como água e óleo, não se misturam.

    Recomendo ao Sr Pedro Casaldáliga e LTDA a se reconciliarem com Cristo, A Igreja,com a Sacra Tradição e com autêntico Magistério, para o bem de suas almas e das dos outros.

    Curtir

  2. Que lindo exemplo nos dá o Papa Francisco, quando acolhe as mensagens do mundo em que vivemos. Um novo Papa, num novo mundo. Dom Pedro Casaldaliga é um homem da Igreja, que deve ser sempre ouvido! E ele está totalmente afinado com o discurso do Papa em defesa dos pobres.

    Curtir

  3. O Brasil cheio de revolucionários, gente dizendo que os militares acreditam em golpe, um talvez preocupante plebiscito chegando, um portal do PCdoB dizendo que Lula assumiu a liderança dos movimentos que estão manifestando nas ruas e agora alguém querendo dar uma guinada na TL aqui na América Latina… sei não.

    Curtir

  4. Diz um ditado popular: “vaso ruim não quebra”.
    Esse Pedro Casaldáliga está fazendo “hora-extra”. Já está na hora de “desencarnar”. Rsrsrsrs
    Voltando a falar sério: vejam a arrogância desse senhor ao falar que “o Papa é pastor, os outros foram funcionários”.
    Esses comunistas são sempre assim, cobras com língua venenosa e afiada, prontos para destruir quem não pensa como eles, pois eles vestem as falsas vestes da humildade, mas no fundo são sempre prepotentes e orgulhosos.
    Toda notícia referente a esse pessoal da TL sempre me deixa irritado.
    Outra coisa, não se enganem: a TL ainda não morreu! Continua viva e operante na CNBB e em muitíssimos seminários e casas religiosas espalhadas pelo país.

    Curtir

  5. Que arrogância! O bispo herege querendo usar um maçônico para dar lições ao Papa!

    Está na hora do Papa anatemizar as heresias carismáticas, TL e outros modernismos.

    Curtir

  6. “De sua parte, Esquivel se comprometeu em “reunir os teólogos da Libertação, como Leonardo Boff e outros, que tanto contribuíram com a Igreja”.”
    – Contribuíram com a destruição da Igreja, ele quis dizer, né?!
    É cada uma que acontece, que nos mostra o quanto nos falta a penitência e a oração pela Igreja nos dias de hj.
    Amigos, vamos rezar mais!

    Curtir

  7. Teologia da libertação? A premissa deste título já está errada! Libertos já fomos, pelo Sangue de Jesus! Libertos do maligno! O resto é politicagem!

    Curtir

  8. Que os teólogos da libertação comunista se reconciliem com a Igreja, com Cristo, que se convertam para que não sejam condenados ao fogo do inferno.

    Curtir

  9. Uma pergunta, e peço qu ponham de parte todo e qualquer argumento ad homini, julgamento já feito ou pura simplesmente um “porque é mau”, quais são os problemas eclesiológico, escatológico e teológico deste documento?

    Curtir

  10. O fato de referir-se ao Papa simplesmente como “Francisco” (como se fosse um síndicalista da Igreja) e, ainda, aos outros Santos Padres como “funcionários” já denota o perfil mundanista desses excomungados. É muita cara-de-pau!

    Curtir

  11. Estranho! Todos os modernistas ligados a TL e todos os modernistas ligados aos carismáticos estranhamente tem certeza que Francisco fará a vontade deles.

    Será que eu sou o único a achar isso estranho?

    Ninguém aqui está preocupado com essa euforia modernista carismática e da TL com a eleição de Francisco?

    Curtir

  12. Renato, quando eu vi todos os inimigos declarados da Igreja comemorando a eleição desse Papa, passei a vê-lo com preocupação redobrada. Mas continuo mantendo uma fé inabalável no Espírito Santo e nas promessas de Cristo: eles não prevalecerão.
    Ainda que o satanás em pessoa sente na cadeira de Pedro, o poder dele acaba ali. Ele jamais terá o poder ou a permissão de decretar qualquer doutrina estranha em carater oficial.
    O que não o impediria todavia de ficar soltando ali e aqui declarações oficiosas ambíguas com o intuito de confundir os fiéis.
    Vigiai e orai continua mais válido do que nunca para aqueles que ainda querem manter a Fé.

    Curtir

  13. “Os outros papas eram funcionários”, “reunir teólogos como Leonardo Boff”. Ai meu Deus, será que vai começar tudo de novo? sei que na verdade nada acabou, a TL continua viva, como disse o Alexandre Antunes, mas tava como cão amarrado. Será que o diabo vai ser solto de novo, por mais mil anos, ou por quanto tempo?
    Bento XVI sabia que isso podia acontecer, por que renunciou? tento entender, acredito que teve motivos, que foi pro bem da Igreja mas, me sinto como os seguidores de Cristo vendo-o morrer na cruz quando esperavam a vitória:
    nada entendiam, estavam estarrecidos, confusos, com medo … mas ainda confiantes.

    Curtir

  14. FRATRES;
    Desculpem-me, mas para quê “reconciliar”?
    Esta tal teologia da libertação NUNCA deixou de ser a “teologia da igreja no Brasil”, de ser “útil e necessária”, de ser “o fermento na massa”, em expressões de muitos membros da cãoferrância episcaopau.
    Depois somos nós, os “reaças” que não compreendemos nada…
    Parece que também alguns dos apóstatas não o compreenderam…
    A situação da neo-igreja está tão trágica que até as velhas raposas estão “estranhando” os rumos da desventurada igreja-cãociliar…
    Nooooooooooossaaaaaaaaaa.
    Caso o causa galho não perceba, a situação da igreja cãociliar tem ido de vento em popa: abandono em massa de fiéis, total descrédito, escândalos mil…
    Isso sem falar na falta de cultura dos dos “agentes de pastoral”, dos dirigentes das comunidades (antigamente se chamavam padres) e claro, dos bispos…
    Lembram-se dos “ataques” que tivemos daquele sóbrio e culto membro da cãoferrância do interior paulista?
    Ah…
    Quando diminuírem mais o número de dirigentes das comunidades, digo de “ministros ordenados”, poder-se-á fazer a verdadeira reforma agrária e urbana para os “irmãos sem terra e os sem teto”, distribuir-se-á aquilo que outrora fora de propriedade daquela Igreja, aquela que primava pela salvação das almas, pelo anúncio de Cristo e de Seu Senhorio sobre o universo.
    Agora, com a neo-igreja, a igreja dos pobres, dos oprimidos, todo aquele acúmulo de bens, de propriedade privada, que indica claramente a “aliança com os poderosos”, poderá, enfim, acabar!
    Já imaginaram a alegria dos comunas, digo dos irmãos sem terra e dos sem teto, recebendo as enormes áreas de colégios, outrora “Católicos”, das finadas congregações religiosas, hoje substituídas pelas “comunidades”, muitíssimo bem representadas pela CLAR, os amiguinhos do papa Francisco…
    Ah que lindo…
    Já imaginaram a emoção do pessoal da Rede Vida, “a TV da Família” vendo o “santuário da vida” se tornando uma moradia coletiva? Assistindo os programas dirigidos à causa revolucionária, sem nenhum ópio do povo?
    Noooooooooooossaaaaaaaaaa
    Muito lindo!!!
    Já imaginaram o “Rincão do meu $enhor” se transformando em uma expressão de coletividade, num verdadeiro soviete?
    Noooooooooooossaaaaaaaaa
    Que exemplo de conscientização!
    E as “residências episcopais”, ainda que sejam das raposas velhas resignadas, tornando-se um teto para os “sem teto”…
    Lindooooooooooooooooooooo
    Emocionante!!!
    Mas pelo andar da carruagem, não está muito longe o dia em que esse grupo de agitadores comunistas, digo, de pastores engajados, verão as propriedades da velha Igreja, aquela Igreja pré-conciliar, que “com suas práticas medievais, opressivas e distantes do povo”, (segundo a interpretação do amiguinho da CLAR), verão realizados seus sonhos…
    Caso os camaradas da CNB do B não estejam sabendo, melhor se informarem…
    Grande parte dos manifestantes, da “voz que vem das ruas”, querem não só o fim da corrupção governamental, mas também de todos os privilégios.
    Aqueles mesmos privilégios que muitos membros da CNB do B se dizem contrários, porém, que vivem aburguesadamente desfrutando… tal como a isenção de impostos em suas “obras pilantrópicas”, digo, filantrópicas…
    Bem, ao que tudo indica, essa gente da CNB do B acha que ainda tem muito para se lutar, em nome da “voz das ruas”…
    Mal sabem que eles mesmos são alvos do clamor de justiça!
    E digo mais, da justiça dos homens, e da Justiça Divina, já que envenenaram a Fé Católica na Terra de Santa Cruz!
    Suas víboras!
    Podem ter certeza de que vocês pagarão caro! Nesta e na outra vida!
    E no dia do Juízo Final, veremos a Imaculada esmagar suas cabeças apóstatas, juntamente a de seu papai, o velho parlapatão, o tinhoso, o pai da mentira e do ecumenismo, o verdadeiro “espírito do concílio”: Satanás!
    Continuem com suas obras malignas, afinal, nada mais são que sucessores do Apóstolo Iscariotes!
    Um dia vocês receberão sua paga!
    Ainda que seja na outra vida, aquela que negligentemente vocês não mais ensinam em suas comunidades!
    Diante de tantas mentiras, que se tornaram comuns nesta confusa igreja cãociliar brasuca alguém seria capaz de afirmar que a tal teologia da libertação está “afastada” da neo-igreja?
    Isso seria uma piada?
    Ah, já sei, vou perguntar:
    ESSA IGREJA CONCILIAR É SÉRIA ???

    Curtir

  15. Procurem ver as “cabeças” da TL e os Bispos que simpatizam com esse movimento. Procurem saber onde moram e que carros dirigem…. Voces verão que essa ideologia realmente livra da pobreza (ao menos enriqueceu aqueles que a pregaram) Veja por exemplo o discurso de D. Eusebio a favor dos pobrezinhos ( http://amaivos.uol.com.br/amaivos09/noticia/noticia.asp?cod_noticia=7818&cod_canal=45 ) mas veja a noticia que revela a mesma ‘figurinha’ sendo solidario é consigo mesmo (as custas da Igreja de Cristo e do mal caratismo) em http://noticias.terra.com.br/brasil/cidades/padre-e-afastado-por-compra-de-apartamento-de-luxo-rio,5f6b68f40d94b310VgnCLD200000bbcceb0aRCRD.html

    Curtir

  16. Renato Lima, ‘tamu ligado nas paradas’ sim. Acontece que a Igreja pertence a Deus e ela tb passaria por uma paixão, está aí. A nós cabe rezar e vigiar para n cairmos.

    Curtir

  17. «O Papa é um pastor, outros foram funcionários. Esta é a diferença».

    Com que reverência D. Casaldáliga se refere aos Papas anteriores…

    O Papa Bento XVI, cujo Pontificado deixa cada vez mais (para mim) saudosa memória, odiado por quase todo o mundo.

    Francisco, o amado desses modernistas.

    Uma coisa aprendei já há muito tempo: Quando o mundo aplaude e admira, você está a fazer algo muito errado!

    Entranhem mais o marxismo na Igreja. Verão os resultados à própria custa…

    Curtir

  18. TL proposta marxista para destruir a Igreja desde dentro, ou, de dentro pra fora. TL – cavalo de tróia comunista corrompendo a Igreja. NªSª em Fátima chorando disse “E a Rússia espalhará seus erros pelo mundo… Rezai, rezai muito a Sagrada Oração do Rosário para que a Rússia se converta e não sucedam flagelos para toda a humanidade.” E nos deu uma esperança: “No fim, meu Imaculado Coração triunfará”.

    Curtir

  19. Caro Miguel,

    Muito obrigado pela resposta mas a minha pergunta foi relativamente a este documento e não em relação à Teologia da Librtação. Por isso repito a pergunta:

    “Quais são os problemas eclesiológico, escatológico e teológico deste documento, o Pacto das Catacumbas?”

    Curtir

  20. ESTOU ESPERANÇOSO QUE NA JMJ o Papa Francisco seja bastante contundente com os marxistas, com a esquerdista TL associada ao PT e apoiadores da manjada “opção preferencial pelos pobres”, muy linda, né, mas que por detrás esconde as garras dos marxistas, com radical ódio a Cristo e à sua Igreja católica tradicional.
    Inclui-se no pacote a banda vermelha da CNBB, sem falta!
    DEDICAÇÃO ESPECIAL A DOM CASALDÁLIGA, DA MARXISTA TL E DO FORO DE SÃO PAULO:
    “Os comunistas, socialistas e niilistas são uma peste mortal que como a serpente se introduz por entre as articulações mais íntimas da sociedade humana, e a coloca num perigo extremo” – da Quod Apostolici Muneris, de 1849.
    E o grande emérito Papa Bento XVI, em visita a Erfurt intitulou o comunismo de “chuva ácida e peste vermelha”, assim como a seu irmão gêmeo nazismo de “chuva ácida e peste negra”.

    Curtir

  21. Esse povo esta maluco ou eu estou sonhando? Acorda Bispo vermelho, quem tem que reconciliar e voce com a santa Igreja de Cristo

    Curtir

  22. Cada vez que surgem pronunciamentos desse pessoal TL só é pra falar em “transformar” a Igreja, atacarem as características que a Igreja sempre teve. É sintomático de um grupo que aderiu à heresia. Adoram apelar para o “pobrismo” porque isso os torna atraentes aos olhos dos ignorantes, mas não passam de um bando de demagogos. Experimentem discordar deles em seus feudos que vocês verão o quão são humildes. Quem critica até o Papa e a Igreja deveria minimamente estar aberto para receber críticas também (a não ser que se julgue superior à Igreja e ao Papa).

    No caso do bispo Casaldaliga, é sempre muito triste ver uma pessoa que está próxima de ser chamada para comparecer diante de Deus persistindo no erro. Se já esqueceu o que é Catolicismo de verdade, deveria tentar puxar pela memória, afinal não é possível que um bispo de quase 100 anos nascido na Espanha nunca tenha tido contato com Catolicismo verdadeiro.

    Curtir

  23. O estudioso Judeu David Horowitz denunciou e provou que : “A teologia da libertação é uma seita satânica.”

    Um estudioso Judeu! O que deveriamos dizer dessa teologia dos infernos??

    Curtir

  24. Rita Maria, Dom Casaldáliga não está afinado com o discurso do Santo Padre em defesa dos pobres, mas com a teologia da libertação que é a teologia dos hipócritas que fingem defender os pobres, mas na verdade são cães ferozes.
    O verdadeiro defensor dos pobres é aquele que alimenta primeiro a alma com a palavra que sai da boca de Deus (São Lucas IV,4. São Mateus IV,4) e depois o corpo com o pão que mata a fome temporariamente, mas depois aflige os pobres.
    A preocupação dos Teólogos da Libertação com os pobres é tão falsa e hipócrita quanto a mesma preocupação de Judas Iscariotes, que vendo uma mulher ungindo os pés de Nosso Senhor com um bálsamo caríssimo, escandalizou-se e sugeriu que se vendesse e desse aos pobres, todavia, a própria narrativa evangélica (São João XII, 1ss) nos confirma que o traidor Judas dizia isso, não porque se preocupava com os pobres, mas porque sendo tesoureiro do grupo dos doze, roubava o que eles obtiam.
    É o mesmo discurso farisaico: “vende e dá tudo aos pobres”.
    Não duvido que Judas Iscariotes era do partido revolucionário dos zelotes, e se preocupou mais com a luta contra a dominação romana do que propriamente a missão que Cristo confiou-lhe de apóstolo. De modo que, o dinheiro que ele desviava dos doze poderia ter sido muito “bem” usado para ajudar esse partido e o orgulho dos judeus contra a dominação romana.
    Igualzinho aos socialistas de hoje, os Boffs e sequazes, que desviaram (e ainda devem desviar) dinheiro da Igreja para financiar os inimigos de Cristo. Igualzinho à “cobra-criada” da CNBB, o PT, que desvia recursos do erário brasileiro para as FARCs, MST, movimentos gays e outros bandos.
    Dom Pedro Casaldáliga é mais um sucessor de Judas, que se associou a bandidos terroristas que, sob o velho papo-furado de “vende tudo e dá pros pobres”, promoveram o terror a populações inteiras que não aderiram aos delírios totalitários da Guerrilha do Araguaia.
    Aliás, eu sempre digo que o maior erro do regime militar brasileiro (1964-1985) foi ter restringindo a Pena de Morte aos crimes militares, conforme se via no texto constitucional em 1967 (art 150, §11). Todos esses marginais que mataram, roubaram a mando da doutrina demoníaca do marxismo deveriam ter sido condenados com a pena capital. Eliminar esses elementos nocivos à sociedade brasileira se encaixa perfeitamente à doutrina católica de legítima defesa da sociedade.
    Ainda que autor não recomendável, Victor Hugo sabiamente afirmou: “QUEM POUPA O LOBO, SACRIFICA A OVELHA”. Traduzindo para o popular, “BANDIDO BOM É BANDIDO MORTO”.

    Curtir

  25. Miguel Frasson, muito obrigada por ter indicado a entrevista de fr. Clodovis Boff. Foi brilhante! Quanta humildade, coragem e verdade! Todos precisam ler. É a primeira vez que vejo um expoente da TL falar coisas tão boas, e admitir tantos e tão perigosos erros. E ele vai continuar falando, e não num site tradicionalista onde quase só tradicionalistas lêem, mas nos meios mais ferventes da TL. E vai ser ouvido por muitos. Se Deus quiser. Rezemos por ele.

    Curtir

  26. A Igreja nunca se preocupou com os pobres ???
    Quem criou os hospitais???

    Quem trabalhou para acabar com a escravidão, quando os senhores tinham o poder de vida e morte sobre os escravos.

    Quem trabalhou para melhorar a condição da mulher ?

    Etc……….

    Fala-se como se Igreja nunca fez nada pelos pobres¹¹¹

    Curtir

    1. Todas as grandes instituições do Ocidente foram criadas pela Igreja: Hospitais, Universidades, Asilos, Orfanatos, a Justiça baseada no Direito Romano, os institutos de pesquisa científica, etc. A sociedade que hoje pisa na Igreja é uma sociedade sem memória. Uma sociedade sem memória, se a pensarmos como um indivíduo coletivo, é uma sociedade histérica que se encaminha para a demência.

      Curtir

  27. Um complemento ao meu comentário acima:

    “Não somente quem matou e roubou em nome desta doutrina satânica deveria ser condenado à pena capital, mas também esses fariseus da Teologia da Libertação que apoiam os bandidos marxistas, porque tão ou mais criminoso do quem comete o crime, é aquele que justifica as ações criminosas.”

    Curtir

  28. Pronto! Quem vivo sempre aparece.

    Quando esse senhor acordará para a vida e ver que o muro de Berlim já ruiu faz tempo?

    Curtir

Os comentários estão desativados.