A beata Chaui, da Diocese de São Miguel Paulista, SP.

A “filósofa” da USP Marilena Chaui, uma das históricas mentoras, se é que isso é possível, do petismo, encontrou o seu lugar na “igreja libertária” travestida de católica: a diocese de São Miguel Paulista — a quem não sabe, esta diocese foi criada em 1989 pelo Papa João Paulo II com o propósito de dividir a Arquidiocese de São Paulo e, assim, diminuir a área de destruição atuação do então arcebispo Dom Paulo Evaristo Arns.

Além de piedosamente comungar por conta própria, Chaui recebeu a homenagem do reverendíssimo presbítero com suas bailarinas:

Créditos da imagem: Itamar Barreto jornalista, professor, fotógrafo e católico livre.

Créditos da imagem: Itamar Barreto jornalista, professor, fotógrafo e católico livre.

Eis a descrição do vídeo no Youtube: “Homenagem feita à Marilena Chauí pela Juventude da Paróquia Nossa Senhora do Carmo, Itaquera, por ocasião de sua participação no último dia da semana de oração na festa de Nossa Senhora do Carmo. A ilustre convidada fez uma reflexão sobre o tema “Sociedade em crise: ausência de filosofia?”. Música: Coração Cívil, Milton Nascimento”.

A diocese de São Miguel Paulista é, de fato, a casa da mãe Joana da Teologia da Libertação: neste ano, já passou por lá, em um Santuário diocesano, o nobre herege Leonardo Boff, com direito a autógrafo em livro para criança — escancarado crime de corrupção de menores:

boff

Igualmente, o mesmo Santuário Nossa Senhora da Paz, cujo reitor é o reverendíssimo Pe. Dimas Martins de Carvalho, se ufana de divulgar em sua página do Facebook aberrações como a que segue:

santuario

Parabéns, Dom Manuel Parrado Carral, bispo diocesano! O objetivo de destruir a Fé Católica na zona leste de São Paulo, curiosamente, a mais pobre e onde os protestantes mais fazem estragos, está sendo atingido com sucesso!

Anúncios

68 Comentários to “A beata Chaui, da Diocese de São Miguel Paulista, SP.”

  1. Que desgosto… Essa gente é herege e cismática, só a cegueira dos nossos tempos para chamá-los de católicos! E enquanto isso os Franciscanos da Imaculada estão comissariados! Sábado houve grito dos excluídos com direito a bandeira gay e do MST na Catedral da Sé em São Paulo! Estamos revivendo o tempo das grandes heresias, é como se Ário e Donato tivessem voltado, mas falta-nos um Agostinho, um Ambrósio, um Atanásio… E o Bispo de Roma, o que faz?

    • O Bispo de Roma? Continua em seus encontros de comadre com clérigos muçulmanos e rabinos judeus, todos rezando pela paz. Os muçulmanos querendo a Sharia para melhor decapitar cristãos e os judeus, hipócritas, falando de Paz e financiando a guerra de todos os lados (é o que melhor os sionistas sabem fazer).

  2. O pessoal aqui do “fratres” me lembra o profeta Amós.

  3. Eu não tenho nem palavras diante de tamanho absurdo. A Igreja passa por sua maior crise desde o primeiro século da sua história. Ó Senhor, vossos fiéis são hoje como ovelhas sem pastor, apiedai-vos de nós, por sua Mãe Imaculada.

  4. Os abutres fazem a festa encima do Corpo de Cristo! Ó vós, que passais pelo caminho: olhai e vede se há dor semelhante à minha! (Stabat Mater)

  5. Decididamente, o joio ainda encontra-se misturado com o trigo. Como profetizou o papa emérito Bento XVI: “os ataques ao Papa e à Igreja não vêm só de fora, os sofrimentos da Igreja vêm do seu próprio interior, do pecado que existe na Igreja”. Penso que, em breve, o Cisma será declarado pelos seguidores da Maçonaria eclesiástica infiltrados na Igreja, sob o comando da Pantera Negra. Quem viver, verá!

    • Renato,
      São Francisco de Assis profetizou um cisma. O padre Paul Kramer, autor de O Derradeiro Combate ao Demônio, acredita que estamos próximos do cumprimento da profecia franciscana.

  6. Parafraseando um amigo, é que protestante “não adora imagens”, com exceção da do padre martinho lutero, caso contrário os evangélicos como Silas Malafaia iriam erigir uma estatua do bispo diocesano agradecendo os fieis catolicos que acorrem ao protestantismo pois este ainda é contra o ato homossexual enquando que o modernismo catolico que é a soma de todas as heresias não poupa esforços em defender um pecado cujo catecismo catolico ensina ser um pecado que brada aos céus e a Deus por Vingança.

  7. União de gnomos e gnoma para levar os pobres fieis a arrastar a barriga no chão de volta à materialidade. Pelo menos todos parecem alegres, indicando que nem sabem da espiritualidade. Rezemos para que Nossa Mãe Maria Santíssima conceda as graças da Verdadeira Fé tanto à Sra. Chaui, quanto aos Padres e todos os católicos.

  8. Não tem nem o que comentar! As imagens e a triste frase “Sociedade em crise: ausência de filosofia?” chega a assustar demais. E em pensar que a Igreja Católica(a verdadeira, não esta usurpação) já foi odiada por toda essa por ser símbolo de moralidade e de direita política, a decente.

  9. É com extrema vergonha que leio essa aberração, pois sou nascido e criado em São Miguel.
    Me lembro das peripécias de D. Angélico Sândalo Bernardino, então bispo auxiliar da região episcopal de S. Miguel Pta, sendo substituído depois pelo “antipático” D. Fernando Legal.
    Nos tempos de D. Angélico (anos 80) era comum ver padres de passeata (sobretudo o mais conhecido deles, o Pe. Ticão, que já chegou a ir ao programa da Hebe) em diversas manifestações.
    O Pe. Ticão teve, inegavelmente, influência nas melhorias da região, principalmente no bairro de Ermelino Matarazzo, mas pastoralmente é uma negação. Me lembro de uma homilia dele, feita em 1997 na minha antiga paróquia, onde ele pregava abertamente a favor da ordenação das mulheres. Na minha própria ex-paŕoquia era bastante comum ver leigos celebrando e pregando teorias políticas pró-PT. Soube recentemente que meu ex-pároco é fã ardoroso do ex-frei Boff.
    Repito: que vergonha!

  10. Acho que a varredura da Igreja está sendo realizada por aleijados com ancinho de dois dentes apenas: rasgam a terra e acabam espalhando ainda mais os ciscos no terreiro panteísta ecumênico.

  11. «… expulsou todos os que ali vendiam e compravam, derribou as mesas dos cambistas, e as cadeiras dos que vendiam as pombas; e disse-lhes: Está escrito: A minha casa será chamada casa de oração; vós, porém, a fazeis covil de salteadores.» (Mateus 21:12-13)
    Aqui podemos dizer, ladrões de almas, infelizmente….

  12. FRATRES;
    Marilena Chauí, apesar de sua formação ideológica, é uma Filósofa de respeito.
    Acredito que sua “inclinação erquerdizante” foi iniciada com seus estudos sobre as teorias filosóficas de Baruch Spinoza, sobre quem ela se mestrou, doutorou e apresentou sua livre-docência.
    Ademais, tem uma visão de filosofia muito interessante, deixando evidente sua opção político-ideológica em suas obras.
    Agora, quanto à participação nessas celebrações, acredito que não seja nenhum escândalo, inclusive como ela recebe o pão, uma vez que essa tal celebração nunca foi e nem será o Santo Sacrifício da Cruz!
    Portanto, deixemos essa gente entregue à sua permissividade litúrgica, aos seus desmandos e às suas funestas celebrações, pois nada mais são de que uma “liturgia reformada”, tal qual a “missa luterana ou a anglicana”, cujo centro do culto não é Deus, nosso Senhor, mas sim o ser humano.
    Destarte, estamos entendendo filosoficamente, como ensina a Profa. Chauí (que foi Secretária da Educação no desgoverno Erundina), pois para a filosofia moderna, especialmente a de matiz hegeliana, a religião seria muito importante como expressão cultural de um povo.
    Assim essa gente entende religião: expressão cultural.
    Nós, que Guardamos a Fé, entendemos como o Sacrifício Propiciatório a Deus nosso Senhor.
    Caros FRATRES, essa missa bastarda de Bugnini/Montini, tem o mesmo valor de uma celebração anglicana ou de um culto do Dalai Lama.
    Quanto ao senhor bispo tomar alguma atitude, bem, diante de tantos fatos contundentes, acredito que isso seria impossível, uma vez que esse senhor tem sido no mínimo conivente com tudo isso que acontece lá na sua diocese.
    Caríssimos, nada mais que um dos sucessores do Iscariotes e digno membro da cãoferrância episcaopau, a CNB do B, mais uma das inúmeras serpentes mitradas.
    Quanto ao fato de que ele esteja a continuar o “plano de destruição do catolicismo”, isso é claro e evidente, não só em São Miguel Paulista, quanto em 99% das dioceses brasileiras, e por que não, no mundo inteiro.
    Apesar de toda a grande simpatia do Papa Francisco, seus posicionamentos e suas atitudes se voltam para a desgraça cãociliar.
    FRATRES, não nos esqueçamos de que tudo isso que acontece é parte da fétida e pútrida “primavera cãociliar”, cujo mentor estarão a canonizar, pasmem, ainda neste ano, como parte das celebrações da destruição da Igreja.
    Se por acaso, alguém quiser ter uma ideia de que tudo isso fora Profetizado biblicamente, basta ler alguns livros das Sagradas Escrituras, especialmente o livro do santo Profeta Jeremias.
    Enfim, nada nos resta a não ser Guardar a nossa Fé, e nos formarmos na santa Religião Católica Apostólica Romana, evitando o contágio dessa permissividade típica do modernismo degradante.
    Em tempo, o filósofo Spinoza, foi excomungado da sinagoga, por suas ideias heréticas e imanentistas, portanto, para um Católico, que Guarda sua Fé, tal filosofia seria apenas estudada para que fosse devidamente refutada.
    A todos desejo uma semana agradável e repleta de alegrias e paz!
    Viva Cristo Rei!

    • Gentileza verificar, onde guardou sua fé, para ver se ela continua lá…Não vê nada de errado na comunhão por próprias mãos de uma comunista (=herege)?

      Marilena Chauí: filósofa-disrespeito, isso sim!

      Frutos do ecumenismo: impiedade, adesão a falsas doutrinas e aumento do protestantismo (desculpem o pleonasmo).

  13. em pernambuco o dom saburido faz identico até no grito dos excluidos

  14. Que delírio! Ogros no esplendor de sua fecalidade tentando engrandecer a igreja dos revolucionários e dos idiotas, com os seus parasitas de sempre.

  15. A Santa Sé nas nomeações de ordinários parece seguir uma política bipartidária semelhante à que fazia o imperador dom Pedro II no Brasil: um ministro conservador, outro liberal, um conservador, outro liberal (se é que estes adjetivos queriam dizer algo no Império). A Igreja mundanizada precisa também mundanizar seus encargos e sua política. Em Olinda e Recife houve dom Helder Câmara e depois dom José Cardoso Sobrinho, para o báculo retornasse às mãos de um esquerdista novamente, dom Fernando Saburido, que, se caprichar na ideologia, ser substituído na emeritude por um outro “conservador”. Em Jales-SP, aguardemos um conservador de renome para conter o kairos maçônico-social de dom Demétrio Valentini. Em Bauru-SP, um Bispo tido como conservador virou notícia, então seu sucessor deverá ser um liberal de trincar catedrais, e o próprio herege das choperias assegurou que acontecerá. De São Miguel Paulista, ouvi dizer que teve um pastor mui piedoso e católico na pessoa de dom Fernando Legal. Uma vez aposentado, chegou a vez do “partido liberal” tomar o posto, e assim a Igreja moderna vai conduzindo a sua barca na tempestade rumo ao desconhecido e a tempestades mais fortes, antes da vitória final.

    • É a dialética maçônico-hegeliana: caldo bom + água, caldo bom + água até ficar algo bem ralinho e insosso sem o povo perceber que está ficando cada vez pior (os que percebem e abandonam a Igreja vão encher os currais protestantes ou os presídios).

  16. Em 1999 (muito tempo se passou desde então), a professora esteve no programa Roda Viva e a certa altura o mediador Paulo Markun lhe fez a seguinte pergunta:
    Paulo Markun: No campo da fé, a senhora tem alguma fé? A senhora acredita em Deus?
    Marilena Chaui: Não, eu conheço Deus. Eu não acredito nele. Acreditar em Deus é esperar que ele se revele através dos textos sagrados. Conhecê-lo é exercer o trabalho de pensamento na direção de conhecer a estrutura do universo, do modo de realização.

    • Pois é Augusto, e é essa que foi chamada “ecumenicamente”. Verdade disse o professor Orlando Fedeli: ecumenismo é “diálogo de surdos”!!! “Estrutura do universo”? “Trabalho de pensamento”? O céu é católico, o inferno é ecumênico… Louvado Seja Nosso Senhor Jesus Cristo!!!

  17. Eu não consigo condenar um cidadão que prefere frequentar uma seita protestante do que esse circo comunista. Definitivamente eu não consigo.

  18. “Agora, quanto à participação nessas celebrações, acredito que não seja nenhum escândalo, inclusive como ela recebe o pão, uma vez que essa tal celebração nunca foi e nem será o Santo Sacrifício da Cruz!”…

    Exatamente, muito bem colocado: ESSE NEGÓCIO NAS FOTOS NUNCA FOI NEM NUNCA SERÁ O SANTO SACRIFÍCIO DA CRUZ, A SANTA MISSA!!!

    Outra coisa: a “missa” de Lutero e a “missa” anglicana são 1000 vezes mais dignas de respeito do que essa e outras cenas burlescas, asquerosas e ridículas que os padrecos da tl fazem pelo Brasil a fora…

    E o Papa Francisco???

    Continua empobrecendo drasticamente a Liturgia e a figura do Papado com sua mania de “pobreza franciscana”, que na verdade de pobreza franciscana não tem nada…

    É sim a extrema pobreza litúrgica e decadente do pavoroso pós Concílio, que depois de “parcialmente” sepultada durante 8 anos ressurge com força, justamente, por quem não deveria fazê-lo…

    Energúmenos como Genésio bofado e bofento, o tal “frei” Beto, a tal “freira” Bucho, a tal “freira” Gebara etcccc, estão radiantes…..

    Senhora e Rainha da Conceição Aparecida rogai pelo Brasil!!!

  19. Meu Deus!!! que tristeza, nem sei o que dizer,comentar, confesso que fiquei sem reação.
    Cada vez mais estão flagelando o próprio Jesus.

  20. Sou fiel da Diocese de S. Miguel então tomo a liberdade de comentar. Concordo com as críticas às pessoas citadas na reportagem, principalmente ao padre que levou a Chauí ao santuário. Lembro de quando isso ocorreu: havia uma faixa enorme de boas vindas ao Boff na frente da Igreja, na época até mandei um comentário ao Ferreti pedindo para denunciar esse absurdo aqui no site.
    O mesmo sentimento com essa homenagem à “filósofa”… homenagem para uma mulher que nunca se conteve em perseguir a Igreja… tomei um susto com a foto dessa sra. comungando…
    Na diocese, por ser periferia, há uma horrível influência da TL, o que é um fato lamentável, mas achei um pouco ofensivo dizer que a diocese é ““igreja libertária” travestida de católica”. Na diocese há muita coisa boa também (ex.: o trabalho dos salesianos na paróquia do Jd. Nordeste já ajudou centenas de pessoas), padres admiráveis (posso citar o nome de um: Pe. Edilson de Souza Silva, um homem muito santo). Não creio que só pelos maus exemplos seja possível generalizar para toda a diocese. Também não creio que D. Manuel tenha culpa nisso… ele é um homem muito sério, não deve compactuar com essas coisas… dúvido as vezes que até que essas coisas cheguem até seu conhecimento. D. Fernando, o bispo anterior,é um homem muito sábio, ainda hoje prega contra o comunismo e o esquerdismo em suas homilias, mas creio que não teve força para mudar certas coisas.

  21. Com razão, Corção se referia a essa pseudo igreja de “a outra”. Não há nada a crescentar.

  22. Eis minha diocese que está em ruínas, tomada por hereges protestantes. Aqui os católicos já são minoria… Aqui quando não se têm religião diz-se “evangélico”. Dizer-se católico aqui nestas bandas é se expor a execração, ainda mais quando não se compactua com as ideias esquerdopatas da TL. O Pe. da Igreja Nossa Senhora do Carmo é Paulo Bezerra.

    Que Deus possa se compadecer e olhar para esta terra que outrora já recebeu o Grande Beato José de Anchieta.

  23. Vocês não deveriam publicar isto com tanto destaque.
    Confundiu minha cabeça, e não sei o que pensar.
    O ERRO não deve tomar tanto espaço. REPROVEI ESSA INICIATIVA DE VOCÊS!!!!

  24. Caros,
    Consigo fazer uma dicotomia e contextualizar todas essas ações e situações, pois todos os sacerdotes citados nesta matéria, assim como nosso Senhor Bispo D. Manuel são pessoas de bem, e tem zelo pelas coisas de Deus.
    Pensarmos de forma isolada cada gesto é agirmos e analisarmos com pouca responsabilidade, e fazermos criticas sem esse conhecimento, tende ao preconceito.

    Porém, há um ponto que sou critico feroz… um leigo comungar por conta própria é inaceitável, não importa o contexto que está envolvido, neste ponto houve uma desatenção do sacerdote.

    Abraço
    Edinaldo

    • Desatenção? Ora, por favor! Não estamos no Jardim de Infância! Um “sacerdote” que descuida da Sagrada Comunhão, o que mais precisará “descuidar”? Francamente!

      O que eu vi foram três religiosos muito atentos aos gestos daquela senhora!

  25. A espinosista Marilena Chauí está em plena comunhão. Mas o tomista Dom Richard Williamson não.

    Será pegadinha do Mallandro?

  26. Beni, antes de você criticar o espaço que se dá às denúncias, procure saber quanto espaço ao Erro você dá ao se omitir da da exposição da Verdade. A Verdade não serve para ficar debaixo da mesa – disse Nosso Senhor -, mas para iluminar a todos que na casa chegam. Se não há a denúncia do Erro, a Verdade em nada se distinguirá do mesmo Erro. Não há meio termo, não podemos ser “mornos” (Ap 22), pois incorreremos na mesma condenação que os fautores da Blasfêmia.

    Não esqueça do que o próprio São Paulo nos ORDENOU: “Não compactueis com as obras das Trevas; antes, DENUNCIAI-AS ABERTAMENTE!” (Ef 5, 11)

  27. “… muitos dos que se dizem católicos ajudam os «revolucionários» (Santo Ezequiel Moreno). São Pio X rogai por nós.

  28. “A espinosista Marilena Chauí está em plena comunhão. Mas o tomista Dom Richard Williamson não.”

    Querer coibir ou criticar um erro defendendo outro é absurdo. Esse bispo negacionista e sedvacantista faz a mesma coisa que os tresloucados da tl só que em extremos opostos. Os extremos se tocam…
    O que ele fala e escreve da sua ex matriz, a FSSPX é um absurdo, sem citar o que fala de Roma…

  29. Mas que argumento mais CHINFRIM esse do Beni: “Não apontem o ERRO com tanta CONTUNDÊNCIA porque eu “se confundo”! rsrs Meu filho, vai catar coquinho!

  30. Sabe qual a triste piada? É que quando conheci Marilena Chauí (textos de faculdade que minha professora, fumante inverterada, me fazia ler!!!), ela não parecia tão perigosa assim. Li sobre seu materialismo, da admiração por Karl Popper (o mesmo do simplismo da falseabilidade!!!), de suas idéias sobre aborto, estupro… Mas achei humanamente que a sociedade a veria como uma vazia filósofa de esquerda (e de esquina!!!). Queimei a língua, ignorei o inimigo, e por fim, mais um disparate em uma diocese brasileira, “abrilhantado” pela dita cuja. E pior: com o bispo diocesano dando tamanhos poderes a um representante político na mesa Eucarística, de comungar por conta própria, e sendo esse um comunista!!! É a Sagrada Eucaristia reduzida a triste espetáculo. Senhor, tem pena de nós!!!

  31. Que estrago a TL fez e ainda faz.

    Fiquem com Deus.

    Flavio.

  32. @Marcelo, se você pensa mesmo que Dom Williamson não está em “plena comunhão” por causa de supostos erros, deixo-lhe o seguinte conselho: ingenuidade demais mata. Você acredita também que as “excomunhões” de Dom Lefebvre e Dom Mayer foram realmente por causa das ordenações, e não que estas foram meramente um pretexto? Acredita também por acaso em Coelhinho da Páscoa?

    Acrescento ainda que suas tentativas de demonizá-lo são ridículas. Acusá-lo de negacionista é ecoar os gritos da mídia liberal. E sobre ser sedevacantista… e daí se for? Você fala pejorativamente, como se fosse algo mau, e não apenas o exercício justo do direito de consciência. Dom Lefebvre não demonizou o sedevacantismo, dizendo “je ne dis pas que le Pape n’est pas Pape, mais je ne dis pas non plus qu’on ne peut pas dire que le Pape n’est pas Pape”, e teólogos renomados (tais como Juan de Lugo, Franz Xavier Wernz e Pietro Vidal) afirmaram que os sedevacantistas não podem ser contados entre os cismáticos.

    Lefebvre, de Lugo, Wernz e Vidal: verdadeiras autoridades. E Marcelo, que autoridade tem para afirmar que a FSSPX e Roma estão acima de críticas? Eu digo: nenhuma.

  33. Infelizmente, vejo esta cena todos os domingos (só tenho este horário para ir): o padre fica sentado, enquanto a mece recebe as ofertas, arruma o altar, uma outra pessoa leiga faz a mistura da água e do vinho no cálice e só então o padre se levanta. Na hora da comunhão, cada um dos que estão no altar (leitores, meces, etc.) comunga com as próprias mãos, NAS DUAS ESPÉCIES!!! Sim, eles fazem tudo sozinhos, enquanto o padre fica olhando…………….

  34. Realmente, é lamentável.
    Qualquer um pode comungar hoje, aliás, se auto-comungar? Acham que uma hóstia consagrada é o quê?
    É o CORPO de CRISTO!!!! Essa gente perdeu todo o senso do que é sagrado.
    Logo menos vai ter missa em homenagem ao Femen, com as mulheres semi-nuas, missas da foice e martelo.

    O problema não se restringe ali. Na Catedral da Sé, no dia 7 tinha bandeira de MST ali dentro. Missa celebrada por um Cardeal!!!!!

    Hoje em dia, se você quer uma missa correta, tradicional, liturgia perfeita, geralmente terá que se deslocar alguns kilometros, porque na Igreja perto de casa já era, algumas vezes ela fica até fechada durante a semana, como é o caso de onde fui catequizado.

    É revoltante ver essa degradação, ver essas fotos, uma comunista raivosa, sendo homenageada em um lugar onde deveria pregar algo totalmente o contrário do que propaga a “filósofa”. Sinto um impulso de cobrar alguma reparação, de preparar algum repúdio a isso, mas não imagino o que fazer e nem como.
    Dói ver essa profanação.

  35. Vocês já perceberam como os comunistas gostam de homenagens. Ora, quem é homenageado torna-se diferente dos outros. Tem uma posição de destaque, embora sejam defensores da igualdade. Vejam como os esquerdistas se apegam nas mordomias do poder. Passem na Assembléia de São Paulo e vejam como usam carrões oficiais com motoristas e entrada privativa. Não abrem mão disso. Tentaram até fazerem homenagem perpétua ao Lenin ao embalsamarem e exporem publicamente o seu corpo. Definitivamente alguns são mais iguais que outros.

  36. já fui desa diocese isso ainda é pouco , pois esse Padre faz também batizados de crianças na qual os padrinhos são protestantes ,,,,,,,,

  37. Credo, Alex! Até uma “monja” budista!

    E detalhe para o discurso proferido por D. Chauí na ocasião:

  38. Ótimo, A. Carlos, se vc pensa assim, te respeito, por isso, exijo que também vc me respeite, afinal, na arena de um blog todos tem o direito de expor suas opiniões falíveis e às vezes cômicas, para não dizer trágicas e debochadas…

    Útima colocação: tive a honra de conhecer D. Mayer e beijar seu anel várias vezes, de assistir vários Pontificais celebrados por ele, por isso, suas conclusões sobre minha colocação são absurdas…

    Que Deus nos abençõe!!!

  39. Como as autoridades permitem isso? Perderam o poder ou não acham que isso seja importante?
    Se perderam o poder, quem é que manda?
    Se não se importam, nos fazem pensar já não creem no Catolicismo, e se fazem parecer que creem é só pra não deixar os crentes escandalizados. Em que será que acreditam, então? Qual a fé deles? Por que não expõe?

  40. Então deveria saber que Dom Mayer orientou os padres da Sociedade São Pio V a procurarem Dom Guerard de Lauriers e que portanto nem ele demonizou os sedevacantistas.

  41. Será que adianta escrever alguma coisa? Preliminarmente: não tenho dúvidas que existe uma enorme fraude, uma contrafação, dentro da Igreja Católica Apostólica Romana. Ela( a Outra, a Falsa) é composta por muitos bispos, ou ditos bispos, um número maior de padres, ou ditos padres, pregando formulações e práticas sempre tidas formalmente como heresias, e praticando rituais semipagãos( ou pagãos e meio?) e chamando-os de “nova liturgia”, “liturgia culturalizada”e outras mentiras nascidas de deliberada má fé( em alguns casos, de doença mental, retardo mental leve – os graves não conseguem nem inventar ‘liturgias”….- etc).
    Dito isto, e enfatizado que, apesar de doloroso, é necessário chamar herejes de herejes e , com humildade e clareza, denunciar os absurdos anticristãos, antihumanos, alienantes, que se pregam, praticam, perpetram, em templos católicos e colégios ditos católicos, quero lembrar que não se pode simplificar certas questões generalizando a expressão judeu. Ela pode significar muita coisa diferente; pode ser uma referência a tudo quanto a Igreja Católica Apostólica Romana aceita como inspirado, no Antigo Testamento, e que judeus circuncidados, como Paulo de Tarso, Simão Barjona-Pedro, Jesus, Nossa Senhora Maria, São José, cujo erro religioso maior é ter parado no tempo, não ter reconhecido o Messias, não O ter recebido, e ter ficado aprisionado( este tudo de orações, textos, sinagogas, pessoas) num pre ou protocristianismo, transformando o que foi uma “roupa viva”em uma lembrança sem mais vitalidade; pode significar também o sionismo, que não é a Religião Judaica( do ponto de vista Católico, superada e plenificada na Igreja de Pedro), mas um movimento politico complexo, megalomaníaco, imperialista, racista, praticado por conjuntos diferentes de pessoas, todas se considerando, num sentido específico, judeus, mas muitas não o sendo nem geneticamente( muitíssimos são descendentes dos Khazares, eslavos judaizados antes do século X), nem culturalmente, com enormes variações( basta lembrar os Askenazis, os Sephardis, os Fallasas, outros), que procura dominar todos e engana muitos, inclusive jovens ingenuos e idealistas judeus, que cometem diariamente crimes contra os palestinos,imaginando-se os verdadeiros Arianos( Adolf Hitler foi aprendiz neste campo); pode significar os vários grupos culturais e etnicos chamados globalmente de judeus. Para se entender isto, é util ler o judeu Finkelstein, autor de A Indústria do Holocausto, ler o cientista judeu Shlomo Sand( autor de A Invenção do Povo Judeu), Mordechai Vanunu, Domesche( todos judeus, no sentido histórico, etnico, cultural, familiar e todos menos um também no sentido religioso, mas TODOS contra o sionismo e outros absurdos feitos em nome dos flihos da Aliança. Também o livro de um Rabino judeu, chamado Judeus Contra Judeus( também antisionista, no caso por motivos teológicos/exegéticos, além de humanitários). Escrevi demais, porém quero mencionar que chamar um Bispo ou alguém de “negacionista”, no sentido de querer acusa-lo do “hediondo pecado”de negar que morreram seis milhões de inocentes na Segunda Guerra pelo simples pecado de serem judeus, é posição fanática , política , exagerada de muito, e essencialmente falsa..Morreu muita gente na Segunda Guerra, morrem muitos palestinos assassinados por soldados sionistas em nome de Deus, morreram judeus na Segunda Guerra, pelas mais variadas razões( como morreram japoneses, chineses, mongóis, alemães, húngaros, romenos, brasileiros e tantos outros), porém o uso político ideologico que se faz dos hebreus que morreram, as invenções sobre o número de mortos e sobre discutíveis “campos de extermínio”são um insulto aos inocentes que morreram, fossem arianos, negros norteamericanos, hebreus, ciganos e outros filhos de Deus. É, tristemente, lamentalmente, necessário odiar o mal, e combate-lo ferozmente.Mas é lamentável e desnecessário odiar os que são, ou parecem ser, por motivos imperdoáveis ou perdoáveis( Deus o sabe) herejes, cismáticos, pecadores contumazes. Muitas vezes o fazemos com arrogância e hipocrisia. Claro, o que digo não deve ser usado para “alisar a cabeça”dos inimigos e perseguir, desprezar, aqueles que têm vida piedosa, defendem a Boa Doutrina, lutam ferozmente( e amorosamente) contra os abortistas, os homossexualizantes, os “disliturgizantes”, os chamados modernistas e progressistas, os dissimulados.Com a ajuda de Deus, é possível VIVER o que foi dito: “quem ama, cumpriu a lei”. São Pio X sabia ser duríssimo contra heresias e ações heréticas coordenadas, sendo ao mesmo tempo magnânimo, de modo privado e sem publicidade( senão pareceria um bispo modernista qualquer) com os concretos desviados, sempre esperando a conversão de cada um, e até ajudando a sobrevivência material dos mais necessitados.

  42. FRATRES;
    Uma vez mais pergunto:
    Para quê tanto espanto?
    Essa celebração não é Católica, portanto não há que se falar em “Comunhão”!
    Como bem disseram acima, uma “celebração anglicana e luterana” são muito menos escabrosas que essas pantomimas espalhadas pelo Brasil.
    Portanto, ela pode “comungar” como bem quiser! Seja com as mãos, de pé, sentada, nada disso é sério, muito menos sagrado.
    Ou alguém em sã consciência imagina que essa “celebração”, para não abaixar o nível desse “nosso” Blog e chamar essa nefasta cerimônia de palhaçada ou coisas piores, nada mais seria que uma afronta a Nosso Senhor?
    Ou vocês estão esquecidos do que vociferava o heresiarca Lutero: “destruamos a Missa!”, alguém se recorda desse “pormenor” histórico-teológico?
    O que foi feito no cãocílio das maravilhas?
    Como é a estrutura dessa celebração neo-protestantizada, que alguns ainda chamavam de “missa”, mas que segundo as determinações da litu-orgia da cãoferrância espiscaopau brasuca é claramente denominada como “celebração”?
    E, diante de tudo isso, nós ficarmos perdendo nosso tempo em discutir se o bispo é permissivo ou não, se a Filósofa recebeu a tal “eucaristia” de tal ou qual forma, acredito que é pura perda de tempo, já que tudo aquilo lá nada mais foi que uma orgiástica celebração herética.
    Quanto a Guardar a Fé, não me impede que tenha o mínimo de cultura filosófica possível e, ainda que a Filósofa seja espinosista, respeitá-la como autora de livros, ainda que sob a ótica materialista ou mesmo marxista.
    Ao procurar conhecer o saber, temos que buscar embasamento filosófico e teórico, a fim de que não fiquemos repetindo conceitos maritanistas, grande amigo do papa Montini e grande entusiasta das “reformas cãociliares”.
    Portanto, FRATRES, acredito que tudo aquilo que aconteceu, e pior, vai continuar a acontecer nessa ridícula neo-igreja, a igreja cãociliar, não pode nos escandalizar, uma vez que é um arremedo de igreja, não é, nunca foi e muito menos será a Igreja Católica, fundada por Nosso Senhor Jesus Cristo, edificada pelos Santos Apóstolos e testemunhada pelo Sangue dos Mártires e pela sabedoria dos Doutores da Fé e a fidelidade dos Confessores!
    Basta ler o livro do Profeta Jeremias, as Mensagens de Quito, la Salette e Akita (uma vez que a Mensagem de Fátima foi totalmente deturpada pela maldita seita cãociliar, seus papas e seus pseudo doutores), as visões de Teresa Newmann e do Santo Padre Pio para se ter uma certeza de que isso que se apresenta como igreja, nada mais é que uma contra-Igreja, já sonhada pelos carbonários e todos os hereges!
    Bem o avisou São Pio X!
    Caríssimos, devemos nos fortalecer na Doutrina, na Piedade e na Oração, e deixarmos essa gente se entregar, cada vez mais às suas nefastas heresias.
    Confiemos no Coração Sacratíssimo de Jesus e no Imaculado e Doloroso Coração de Maria!
    Eles sim, irão nos enviar a Força e a Santidade para esse momento de trevas!
    Façamos como os heroicos Católicos Ingleses do séc. XVI e XVII, os Vendeanos, os Cristeros e lutemos contra esses hereges!
    Resistamos!
    Não nos esmoreçamos e tampouco nos escandalizemos. Essa falsa igreja seduziu a muitos, porém, todos nós, que aqui nos reunimos nesse “nosso” Blog, temos a certeza de que eles são os piores inimigos da Igreja, como já predissera São Pio X, e lutemos contra eles!
    Sigamos o sábio exemplo dos Católicos Ingleses da época da “Reforma”, não nos misturemos mais com essa gente!
    Não contribuamos para com suas “obras”, pois, sem dinheiro, não poderão continuar a fazer seus shows.
    Deixemos essa gente entregue à suas vis paixões e à sua triste heresia!
    Como o Cristo nos prometeu: “As portas do Inferno nunca prevalecerão contra Ela!”
    Que a Virgem Imaculada nos ampare e nos cubra com seu Manto protetor!
    Que São Pio X e os heroicos mártires, e o exemplo de Mons. Lefebvre e de Dom Mayer sejan a força nesse triste tempo de trevas espirituais!
    Viva Cristo Rei!

  43. Por favor senhores, não vamos atirar pérolas aos porcos; outrora houve um frei chamado Leonardo Boff, mas o mesmo devido a sua obstinação em erros, se retirou da Santa Igreja, perdendo portanto o direito ao nome religioso, assim volta a ser chamado pelo nome civil: Genésio Boff

  44. Nas missas que vêm, amigos, convoco-vos a levar convosco um chicote de couro curtido. Pode calhar.

    Espero um dia ter a honra de me encontrar face a face com pessoas como Boff. É preciso ter coragem. Eles têm.

    PS – nunca vi estolas tão feias (e olha que fui coroinha em paróquia pobre de interior).

  45. Minha diocese,que vergonha, ainda mais por ter visto tantos abusos via jornaleco e detalhe: Na Paróquia Nossa Senhora do Carmo os fiéis foram ensinados a não se ajoelharem na hora da Consagração …

  46. O pároco de Nossa Senhora do Carmo, a Equipe de Coordenação Pastoral Paroquial e a Equipe de Liturgia da Matriz Nossa Senhora do Carmo, bem como os músicos e jovens que confeccionaram a Semana de Oração de Nossa Senhora do Carmo realizada de 10 a 16 de julho de 2013, e a Diretoria do CIFA, “paradoxalmente”, agradecem a “Fratres in Unum” pela propaganda gratuita – nos dois sentidos! Para nós esse tipo de reação não é novidade. Agiram da mesma forma no tempo de Jesus e, recentemente, no tempo da Ditadura Militar no Brasil. Estamos com Francisco (antes mesmo de o elegerem como Bispo de Roma). E, Francisco está conosco. Seguimos a Lei Magna da Igreja: As Bem-aventuranças – proclamadas por Jesus em Mateus 5, 1-11 (com a conclusão final: “Voces são o sal da terra…a luz do mundo” (Mt 5, 11-16). As mesmas Bem-Aventuranças proclamadas também em Lucas 6, 20-23. Achamos que “Fratres in unum” (“irmãos na unidade) como se auto-proclamam deveria adotar um outro nome latino (de preferência em inglês, língua mais moderna): “Mentientes in unum” (seria mais apropriado!). De nossa parte repetimos: “beati estis cum maledixerint vobis et persecuti vos fuerint et dixerint omne malum adversum vos, mentientes, propter me; GAUDETE ET EXSULTATE, quoniam merces vestra copiosa est in caelis; SIC ENIM PERSECUTI SUNT PROPHETAS QUI FUERUNT ANTE VOS” (busquem a tradução em Mateus 5, 11-12). Portanto, caros “MENTIENTES IN UNUM”, ESTAMOS ALEGRES E EXULTANTES pelo que publicaram a nosso respeito. Como gostam de latim (embora inglês seja mais adequado para estas páginas), VALETE.

  47. Rapazes, penso que na vida tem muitas coisa a serem feitas ao invés de ficarem incomodados com este o aquele tipo de igreja. Vivam e praticam de fato os ensinamentos de Jesus, a humildade, a compaixão a ternura e o bem querer, o bem conviver. tonny

  48. Quanta ignorância ao propósito real do Evangelho! Quantas de vocês pensam estar numa Igreja Clericalista e que não agrega, mas separa o povo de Deus e ainda mais se afasta das questões sociais, às quais o Cristo se aproximou e contestou. Chamar Boff de herege é coisa mesmo de “ultraconservadores”, que aliás nem deve conhecer sequer um livro ou artigo dele. Dizer de uma Igreja que afasta a mulher dela (Chaui), enquanto o Papa Francisco fez sua vigília pela paz no dia 07 de setembro, comentada e animada por uma mulher….quanto conservadorismo! PERDOAI-LHES, Ó PAI, ELES NÃO SABEM NEM O QUE DIZEM, NEM QUEM CONHECEM E NEM O QUE FALAM!

    • Prezado Sílvio, Salve Maria!!!

      Lógico que não pretendo tê-lo como um ignorante. Agora eis a questão frente seus argumentos:

      – “Quanta ignorância ao propósito real do Evangelho!” – e que propósito é esse Sílvio? Talvez propósito para você seja lançar dinheiro tresloucadamente (e romanticamente!!!) pela janela para os transeuntes supostamente necessitados (coisa que, ao contrário do que alguns destrambelhados adoram berrar, o Senhor Jesus nunca disse!!!). Talvez seja vandalizar fazendas, roubar bancos, em nome da Igualdade, Liberdade e Fraternidade da Revolução Francesa!!! Cite-me o que entendes como propósito, para saber se concordamos…

      – “Quantas de vocês pensam estar numa Igreja Clericalista e que não agrega, mas separa o Povo de Deus…” – Bom, começou com um erro de concordância, mas deixe estar. O Senhor Jesus te responde Sílvio, em São Mateus c10, v34-36. ”Não julgueis que vim trazer paz a Terra; não vim trazer-lhe paz, mas espada; porque vim separar o homem contra seu pai, e a filha contra sua mãe, e a nora contra sua sogra”. E por quê? Porque nesse mundo, em nome dos mais fortes laços, somos tentados a todo tipo de heresia. Como o Iluminismo. Como o Capitalismo. Como o Comunismo. Como a Teologia da Libertação. Como o Liberalismo Econômico. Como o Protestantismo. Como o Arianismo. Como…

      – “e ainda mais se afasta das questões sociais, às quais o Cristo se aproximou e contestou” – e de que questões sociais ele se aproximou? Ele se aproximou dos pobres meu caro, não das questões sociais. Ele disse: “Todo aquele que abrir mão de família, terras, etc.., receberá cem vezes no Reino dos Céus”, ele não disse “quem não abandonar a riqueza, estará condenado ao inferno”. Ele perdoou a mulher adúltera, mas ele não foi tolerante com ela, ele disse: vai e não peques mais!!! Jesus é infinitamente misericordioso, mas é também infinitamente justo!!! Ou se esqueceste da parábola dos talentos Sílvio? Ou da passagem do mendigo Lázaro? Para transfigurar a sã Doutrina, Boff consegue ridicularizar um ato de quem ele se diz inspirado. Me refiro a São Francisco de Assis, quando da morte do Papa Inocêncio.

      – “Chamar Boff de herege é coisa mesmo de “ultraconservadores”, que aliás nem deve conhecer sequer um livro ou artigo dele” – Em O Rosto Materno de Deus (excelente título para propaganda), o ex-frei Boff diz que Deus é masculino e feminino (p. 94). Nesse mesmo livro (misericórdia de mim, Meu Senhor Deus e Minha Mãe Santíssima!!!), ele na página 106 ele diz que Nossa Senhora é Deusa com o Espírito Santo!!! Em “Pelos pobres, contra a pobreza” (p. 54): “Como teólogo digo: sou dez vezes mais ateu que você desse Deus velho e barbudo, lá em cima… Até é bom a gente se livrar dele”. Em “Igreja, Carisma e Poder”, pág.124-125, ele diz: “não pode pretender se identificar exclusivamente com a Igreja de Cristo”. Na Revista “Caros Amigos”, pág 31: “A Igreja mente, é corrupta, é cruel, sem piedade”!!! Se necessitar de mais para mostrar que conheço a peça, me avise meu caro…

      Por fim, se Marilena Chauí é uma mulher da Igreja, que ela no templo de Deus seja exemplo, e revele aquilo que já sabemos, nós os pobres conservadores: a Missa é a Renovação do Sacrifício do Calvário, conforme o Concílio de Trento infalivelmente proclamou!!! É Renovação do Sacrifício, não espetáculo comunista sacrílego!!!

      Se dizes isso, também digo: Perdoa Senhor, Eles não sabem o que fazem!!! Ao ler Boff, ao aplaudir Chauí, ao endeusarem Marx, Lênin, Fidel, Guevara, Pol Pot, Mao… ao rejeitarem aquele que foi enviado para, pelo seu sangue, redimir o mundo!!! Tem pena de nós Senhor, pois somos todos pecadores!!!
      Louvado Seja Nosso Senhor Jesus Cristo!!! Jesus Cristo, não o Boff, Sílvio.

    • Como se o escândalo da presença de Chauí dando palestra na igreja e comungando por conta própria fosse por ser uma mulher… você é ingênuo ou só se finge?

  49. Paz e bem aos irmãos no Cristo Libertador.

    Gostaria de fazer duas considerações aos caríssimos mantenedores deste site/blog:

    1.Se viver a Evangelho sob a ótica da libertação e viver em solidariedade com os pobres é estar travestido de algo, realmente minha pequena e limitada compreensão não consegue alcançar o que os nobres irmãos deste blog entendem por Igreja Católica.

    2. Em segundo lugar, peço que atuem com ética e respeito, tanto em seus comentários quanto na utilização de um meio de comunicação que é a internet. A foto que vocês utilizam da Marilena Chauí no banquete do Senhor, em Itaquera, é de minha autoria e não chegou até mim a solicitação da mesma. Portanto solicito que insiram os créditos da imagem.

    Desde já agradeço a atenção. Contem com minhas orações no intuito de que as sejam removidas as traves de vossos olhos.

    Att.
    Itamar Barreto
    jornalista, professor, fotógrafo e católico livre.

    • Caro Itamar Barreto, retiramos a foto da página do Facebook, que também não divulgou os devidos créditos. No entanto, estamos corrigindo isso neste instante e acrescentando a informação. Obrigado!

    • Alguém pode me explicar o que significa “católico livre”?
      É livre para pecar? Ou seguir o que a Igreja recomenda conforme a sua conveniência?

  50. O latim do representante paroquial até que está afiadinho, pena que a retórica não esteja. Machado de Assis num conto, afirma pela boca de um seu personagem que é reitor de um seminário, que a Igreja se sustenta sobre duas pernas: o latim e a retórica, e é da retórica que o seminarista protagonista mancava, bem como o representante paroquial de Itaquera. Preocupado em declinar os verbos latinos, o indignado paroquial se esquece de indicar onde está a “mentira” da notícia. Seria ótimo mesmo se ela fosse mentira, e se mentira fosse, tenho certeza, o blogue publicaria uma compungida nota de desculpas em seguida.

    Estamos com Francisco (antes mesmo de o elegerem como Bispo de Roma). E, Francisco está conosco – Comovente declaração de fidelidade ao Sucessor de Pedro. Mas será que estavam também com Bento, João Paulo e João Paulo? Se regrido mais um pontífice, receberei resposta positiva. Se já estavam com Francisco antes dele ser eleito “bispo de Roma”, logo não se trata de fidelidade à cabeça visível da Igreja, mas de fidelidade incondicional às ideologias que começaram a circular livres pelo interior da Igreja no século passado e facções por elas formadas.

    É muito engraçado ser acusado de “fariseu”

    Agiram da mesma forma no tempo de Jesus e, recentemente, no tempo da Ditadura Militar no Brasil – Algum general foi levado à crucifixão?

    É muito engraçado ser acusado de farisaísmo por aqueles que receberam com honras de Basileu e de Tsar (os únicos leigos a comungar sob duas espécies) a ideóloga do PT, poder vigente deste país.

  51. Um fato que me passou desapercebido na notícia – bem como a “mentira” que o representante da paróquia itaquerense não soube indicar – foi o autógrafo de Leonardo Boff à inocente criança.

    Trabalho num CRAS do meu município e, recentemente, tive de comprar uma relação de livros infanto-juvenis para os projetos da entidade. As obras quase todas na faixa de R$ 30 a R$ 40,00. O livro mais caro da relação foi justamente o do humilde capuchinho de Concórdia, atualmente chacareiro em Petrópolis: O Casamento Entre o Céu e A Terra – R$ 56,00. Desde as terríveis penas que Ratzinger e o Santo Ofício lhe perpetraram, Boff vive a ajuntar tesouros na terra e a ignorar os do céu.

  52. Também estou aguardando a mentira que o Fratres disse… Sou testemunha ocular dos abusos litúrgicos dessa Paróquia. Que Deus Todo Poderoso abençoe e Nossa Senhora do Carmo interceda por esses senhores que insistem em apoiar o comunismo e dizem estar em unidade com a Santa Igreja Católica, mas na prática não estão.

  53. Se estão com Francisco e Francisco está consigo, então das duas uma: ou Francisco é um impostor que não é nem papa, nem membro da Igreja, nem discípulo de Cristo e nem nada; ou vocês não estão realmente com Francisco, mas com um simulacro dele.

  54. O representante paroquial que respondeu aqui discordou do nome escolhido para o blog – Fratres in unum – porque não sentiu seu grupo incluído nesta unidade. Permita-me resolver sua dúvida. Neste caso, a unidade é em Cristo, portanto, só é irmão nesta unidade quem está unido a Cristo, no Seu Corpo Místico que é a Igreja. Pessoas que poderiam sortear a razão para a própria excomunhão – apoio ao aborto, ao comunismo – e que vivem para praticarem e promoveram abusos litúrgicos e contra a fé deste Corpo Místico, além de tentarem afastar o país ao máximo daquilo que sempre foi a fé católica, já romperam com essa unidade, embora se fantasiem de religiosos para melhor continuarem promovendo essas barbaridades.
    Quanto à falácia de estarem com Francisco, isso só terá validade para a fé se mostrarem que estão com ele como Papa. Se algum dia Francisco, como Papa, aprovar e promover o comunismo, o homossexualismo, o aborto, o relativismo absoluto, a destruição da fé tradicional da Igreja, a fuga de fiéis, aí vocês poderão dizer que estão com ele e que ninguém pode criticar o catolicismo de vocês por causa de seus atos.

  55. Parabéns ao Padre a Paulo da Paróquia Nossa Senhora do Carmo – Itaquera – Diocese de São Miguel Paulista. É por causa do meu povo machucado, que acredito em religião libertadora…(trecho da música de Padre Zezinho). Viva o Papa Francisco.