O Papa convoca Sínodo Extraordinário sobre os desafios pastorais da família.

VATICANO, 08 Out. 13 / 12:01 pm (ACI/EWTN Noticias).- O Papa Francisco convocou hoje a celebração da III Assembleia Geral Extraordinária do Sínodo dos Bispos, de 5 a 19 de outubro de 2014 no Vaticano, para refletir sobre o tema dos desafios pastorais da família no contexto da Evangelização.

O último Sínodo ordinário se realizou de 7 a 28 de outubro de 2012 no Vaticano, com o tema “A nova evangelização para a transmissão da fé cristã”.

O Diretor do Escritório de Imprensa da Santa Sé, Pe. Federico Lombardi, assinalou hoje, ao referir-se ao próximo Sínodo extraordinário, que “é muito importante a convocação de um Sínodo extraordinário sobre o tema da pastoral da família”.

“É assim que o Papa deseja promover a reflexão e o caminho da comunidade da Igreja, com a participação responsável do episcopado das diversas partes do mundo”, assinalou.

O Padre Lombardi disse que “é justo que a Igreja se mova comunitariamente na reflexão e na oração, e que assuma as orientações pastorais comuns sobre os pontos mais importantes -como a pastoral da família- sob a guia do Papa e dos bispos”.

“A convocação do Sínodo Extraordinário indica claramente este caminho”, indicou.

O porta-voz do Vaticano assinalou que “neste contexto, propor soluções pastorais particulares por parte de pessoas ou entidades locais pode levar a que se corra o risco de gerar confusão. É bom fazer insistência na importância de realizar um caminho na plena comunhão da comunidade eclesial”.

Tags:

12 Comentários to “O Papa convoca Sínodo Extraordinário sobre os desafios pastorais da família.”

  1. Ok, mas alguém pode traduzir pra mim o que o Pe. Lombardi disse?

  2. Bem, e se valer alguma sugestão aqui, a pauta da “pastoral da família’ poderia começar se perguntando o porquê tantas nulificações de matrimônios de um tempo a esta parte. Só no meu bairro, em Jundiaí, dois casos este ano, e um deles clamoroso: um casamento de 14 anos e 3 filhos nulificado “por falta de amor”.

    O homem com três filhos do anterior “ajuntamento” casou-se com uma mulher com um filho do leito anterior, que aos olhos da Igreja também era “ajuntada”, porque também obteve a respectiva nulidade.

    Na verdade, três casos. Serão casos totalmente isolados?

  3. Eduardo, quando você descobrir, por favor, também me fale…

  4. “Simão, Simão… mas eu roguei por ti, para que a tua fé não desfaleça; e tu, quando te converteres, confirma teus irmãos… NO PECADO”

    É assim que Satanás distorce as palavras de Nosso Senhor e ao que parece os clérigos ouvem melhor o Inimigo do que o Mestre ao qual juraram seguir.

  5. É para descobrirem mais uma forma de destruir a família, promover o feminismo, ignorar os problemas do homossexualismo e da promiscuidade, fazer vistas grossas para as drogas e vícios, acabar de desmoralizar os pais e maridos, incitar a impiedade e a ignorância catequética nos lares, fingir que o aborto não existe, etc. Só falta convocarem um Vaticano III para coroarem o Anticristo de vez.

  6. Ainda bem que, o que o “porta-desmentido” da Santa Sé, Padre Lombardi, fala, não se escreve.

  7. Esse povo tá refletindo mais que espelho…

  8. Talvez no final do Sínodo veremos a Exortação Apostólica:
    “Por desejo do episcopado do mundo inteiro, a partir desta data estão readmitidos aos Sacramentos os casais de ‘segunda união’.”
    Não sei porque mas este Sinodo me cheira a tentativa de validar o adultério de segunda união…

  9. Pessoal, os grandes sábios e os grandes santos superaram as adversidades da vida com exemplos, e nunca com baixando o nível. Até 28/02/2013 era a ala progressista quem metia a boca no papado e na Igreja como um todo. Infelizmente, hoje o papa, se não é um representante deles, com certeza é um “hermano argentino” que muito lhes agradam. Enfim: se queremos ser dignos de adentrarmos no reino dos céus, não vamos baixar o nível como o pessoal da ala progressista baixou até 28/02/2013. Pois é exatamente isso que eles querem: ver-nos nervosos enquanto eles gargalham dizendo “Estamos no poder. O papa nos representa”. Ao invés disso, que tal continuarmos amando nossa Igreja, amando nosso papa e sermos sempre fiéis a Deus, à Jesus, à Eucaristia?

  10. Desafios,pastorais,grito,luta ,caminhada e todos esses jargões tão “TLs CNBBistas”.

    Agora,mais um Sínodo onde vai imperar aquela imensa burocracia eclesiástica,milhares de páginas,documentos de uma chatice monumental e que ninguem lê.

    Bastava cada bispo em sua diocese aplicar a pura doutrina da Igreja .

    Mas isso é muito simples.A vontade de aparecer é maior.

  11. É só para oficializar o que já é o padrão de facto da igreja moderna: http://www.segundauniao.com.br/