Em carta circular, bispo de Iguatu, CE, proíbe Missas e eventos de “cura e libertação”, orações em línguas e “repouso” no Espírito.

circular

Fonte: Diocese de Iguatu

125 Responses to “Em carta circular, bispo de Iguatu, CE, proíbe Missas e eventos de “cura e libertação”, orações em línguas e “repouso” no Espírito.”

  1. Parabéns ao senhor bispo!

  2. Medida ACERTADA. Parabéns. Deus seja SEMPRE louvado.

  3. Mas o repouso já é censurado pela CNBB. E as orações em línguas, também. Então, curioso é que prossiga. Emocional, também acho.

  4. engraçado. Missas afro, missas sertanejas, celebrações ecumênicas com pastores protestantes, missas com maçons, não vejo este emprenho por parte dos bispos em proibir. Agora missas onde os carismas do Espirito Santo manifestam? O Bispo não é dono do Espirito Santo, ele sobra onde quer, o fato é que o maior milagre na celebração eucarística é o Jesus Sacramentado, vivo em corpo, sangue, alma e divindade na sagrada Hóstia. Sendo assim com ou sem oração em linguas, com ou sem oração de cura, com ou sem o carisma da palavra de ciência, se Jesus quiser curar e realizar um milagre ELe fará. Isso não depende do Sr. Bispo, pois o Espirito sopra onde quer.

    • samuel santos: Me diga qual documento da Igreja aprova essas crendices que o senhor afirma serem ações de Deus?

    • prezado Gilmar, não vou te dar a resposta “mastigada” vou lhe instigar a estudar as Sagradas Escritura, leia Atos dos Apostolos e a 1ª Carta de São Paulo aos Corintios, la você deve encontrar sua resposta.

    • Veja só como este Samuel escreve, parece até alguém que saiu da Assembléia de Deus.

    • Prezado Maxwell, não sai da Assembleia de Deus não.
      Sou Católico Apostolico Romano mesmo.
      Abraços

    • É polêmica a atitude do Bispo, mas acertada! infelizmente alguns grupos da RCC tem, de fato, ferido a sagrada liturgia com ‘exageros’, por isso o Ordinário local tomou tal atitude. as vezes nos sentimos mal, pois parece estarmos num culto protestante. A nossa fé é madura e racional! Temos de rezar pedindo a Deus cura e libertações, contudo, como nos ensina Paulo, isto não deve ser feito numa assembleia mista. Causa escândalo! Sem falar na ferida eclesial que tais grupos causam na igreja. Se comportam sem comunhão nenhuma com o pároco local, não estão nunca a disposição nos serviços da igreja-comunidade a não ser que seja um evento ‘deles’. Eu gosto da RCC, mas tal falta de observância as leis da igreja me tem feito olhar com outros olhos para o movimento e lamentar a teimosia de muitos membros e até a falta de respeito para com a magistério eclesiástico. O Bispo tem sim a plenitude do Espírito Santo, embora, é claro, não seja o dono do Senhor que dá a vida com amor! estou exaltando o ministério do Bispo e não a pessoa do ministro sagrado! Quem não quer andar com a igreja não é católico. Ser católico perpassa pela dimensão da eclesialidade. Penso que todos os Bispos, com carinho, devem orientar seus filhos sobre tal situação que está gritante na Igreja e é um perigo para a sua catolicidade. Mas deve também observar a prática pastoral e todos nos converter pastoralmente e fazer acontecer uma ‘pastoral de encontro’ urgente e vencermos o grande pecado da preguiça pastoral e espiritual e outros abusos litúrgicos por aí onde Jesus Eucarístico não é reverenciado e amado e adorado. Temos de ter cuidado com certos ritos denominados afro, a ligação com a marçonaria e etc. Que Deus Salvador ajude a sua Igreja!

    • Tu dizes que não vê esforço dos bispos por proibir as citadas missas, mas como se vê ao ler as decisões desse bispo, ele proibiu qualquer coisa que desvie a centralidade em Cristo da missa, sendo assim proibiu também as missas afro, sertaneja, etc.

      Tirando então um trecho de tua própria declaração: “…o fato é que o maior milagre na celebração eucarística é o Jesus Sacramentado, vivo em corpo, sangue, alma e divindade na sagrada Hóstia. Sendo assim com ou sem oração em linguas, com ou sem oração de cura, com ou sem o carisma da palavra de ciência…”, vemos então, claramente que você sabe a essência da missa, e por saber-lo sabe também que qualquer coisa que fuja do rito é Abuso Litúrgico.

      Realmente o Sr. Bispo não é dono do Espírito Santo, é apenas, no caso um servo, que na minha humilde opinião fez mas que certo nessas decisões.

    • o Espírito vai onde quer e sopra onde quer… Mas agora eu pergunto em que se baseia essa oração em línguas? Se vc vai a missa e não se sente liberto e curado meu amigo ouso dizer q vc está indo a missa em vão. Sábia decisão do Bispo.

  5. Não concordo e jamais concordarei com essas “manifestações carismaticas” dentro da celebração do Santo Sacrifício. A Santa Missa, por si só, já realiza toda e qualquer cura e libertação na vida dos crentes! O que me incomoda, e como o leitor acima destacou é a omissão da CNBB quanto a esse tanto de abuso que acontece nas Santas Missas Brasil afora pelas CEB’s, Pj’s, “Pastorais Afro” e não existe sequer uma dessas tais “Orientações pastorais..” Eu desconheço e peço que se tiver equivocado que me corrijam…Só sei que essa perseguição pela RCC(que tem sim muitas coisas duvidosas e que necessitam de uma real e profunda reflexão) mostra o que a CNBB e alguns Bispos tem como “bom” para a Igreja no Brasil e aquilo que lhe é “nocivo”. Acho que não há maior nocividade à nossa fé do que a omissão dessa Conferência que em questões de espiritualidade do povo não tá nem aí…

    • De fato a CNBB precisa ter a coragem e voltar a ser profeta e zelar por toda a eclesialidade da igreja e não uma parte apenas. Que a RCC não é bem vista por ‘ela’ isso é uma dura realidade. Mas como um pai vai cobrar crescimento de um filho sem orienta-lo e somente brigando com o mesmo? Tem outros grupos deturpando tudo na igreja e não se ouve uma atitude dessas com nenhum deles. É no mínino questionadora a posição da igreja.

  6. Samuelrsantos, favor acessar o link http://www.cnbb.org.br/documento_geral/LIVRO%2053-.pdf e ir ao ítem 62 da página 8.

    • Ola Jose Miranda, obrigado pela indicação.

      Primeiro quero colocar sobre a palavra Censura que você usou:

      (a censura consiste em qualquer tentativa de controlar atitudes, suprimir informação, opiniões e até formas de expressão.) não é isto que diz o Doc.53 no item 62, ele diz que não deve haver incentivo, o que é bem diferente de “censurado”.

      – O item 62. do Doc. 53 é muito claro e instrutivo. A meu ver não se trata de uma censura, mas sim de uma abertura ao carisma da “oração em linguas” de forma adequada e sem exeageros. Como diz o item 62. “como é dificil discernir na pratica, entre a inspiração do Espirito Santo e os apelos do animador do grupo reunido, NÃO SE INCENTIVE a oração em linguas e nunca se fale sem que haja interprete”.

      – o apelo é para que não haja incentivo. Participo da RCC a 16 anos, conheço muito bem os erros e desvios, e também as muitas qualidades e contribuições a evangelização. Existem muitos dirigentes que de fato “forçam” a manisfestação do carisma, mas há também em muitos lugares onde o carisma da oração em linguas se manifesta de forma expontânea após um momento de louvor a Deus, após estes momentos muitas vezes a oração em linguas surge – repito – de forma expontânea, sem nenhum incentivo por parte do animador, e com interpretação da mesma geralmente por outra pessoa presente na assembleia

      -Finalizando achei a palavra CENSURADO forte, fica parecendo que é proibido, sendo que na verdade o Doc.53 fala que não deve haver incentivo, isso muda completamente a interpretação do texto.

  7. Se lermos a “INSTRUÇÃO SOBRE AS ORAÇÕES PARA ALCANÇAR DE DEUS A CURA” veremos que o senhor bispo proibiu aquilo que na verdade já era proibido.

    Medidas acertadas, sem dúvida. Mas fico com a impressão de está mais para picuinha TL do que verdadeiro zelo pela Fé…

    **http://www.vatican.va/roman_curia/congregations/cfaith/documents/rc_con_cfaith_doc_20001123_istruzione_po.html

  8. Parabéns pela atitude do bispo :D exemplo a ser seguido por muitos.

  9. Decisão plausível!

    Em termos de cuidados litúrgicos e pastorais cabe ao bispo tomar decisões firmes para se corrigir os equívocos que aos poucos vão firmando-se, como se tais atos fossem autenticamente católicos!

    Não se deve submeter às ondas temerosas supostamente pneumáticas, que se expressam como o modismo destes tempos. Ainda que a tendência seja aceitar tais manifestações como “católicas” não podemos ignorar sua origem “pentecostal” altamente questionável ao interno da Igreja Católica Apostólica Romana.

  10. Lembrando que ele foi aluno de Dom Frei José Cardoso, OCarm (Arcebispo emérito de Olinda e Recife). #Dica

  11. Parabéns Senhor Bispo!!!

    Se Deus quiser um dia essa rc”c” vai ser excomungada igual a teologia da libertação.

    Nossa Santa Imaculada Igreja Católica Apóstolica Romana é linda demais maravilhosa demais, não precisa ter rc”c”s da vida imitando os hereges com suas profanações com o Sagrado.

    Mais uma vez parabéns Bispo.

    In Corde Jesu, semper.

  12. Não entendo o porquê da insistência no vício de linguagem: “enquanto Diocese/enquanto Igreja”, também usado e abusado pelo petismo dominante. Ele transmite a ideia de provisoriedade, característico do pensamento revolucionário. A Igreja e a Diocese seriam apenas um estágio do processo? Por último, declaro que bem antes do Vaticano II, graças ao Sacramento do Batismo, eu já era membro do Corpo de Cristo, meu amável Pastor!

  13. Vamos apoiá-lo.

    E-mail do Bispo: domjoao@diocesedeiguatu.org.br

    Essero que esteja funcionando

  14. Faltou dizer que a RCC na verdade nasceu quando Roma condenou a TL. Na verdade a RCC é a TL com outro nome. Tanto é que carisma na Igreja é outra coisa. Deveria o Bispo não só proibir as missas carismaticas, como também que se seguisse o Missal do Papa João XXIII.

    Mas o bispo tocou num cerne da questão: muitos abusos eram justificados “porque tal abuso estava previsto no CVII”, diziam os fieis e os padres modernistas.

    Mas não, o CVII não tirou: o altar e o Santissimo do centro da Igreja, as mesas de comunhão, os sinos, o uso da batina, a destruição dos confessionários, a não existência do inferno, e por aí vai que a lista é grande.

    • Lucas Janusckiewicz Coletta
      13 novembro, 2013 às 10:49 am

      Faltou dizer que a RCC na verdade nasceu quando Roma condenou a TL. Na verdade a RCC é a TL com outro nome.
      Querido amigo, agora vc forçou a amizade.

  15. Por ter cumprido com sua estrita obrigação, o Bispo de Iguatu virou herói! Que tempos os nossos…

    Por tudo o que li, suspeito que a acertadíssima atitude de Sua Excelência seja mais “rixa velha” que zelo apostólico, pois o documento canta e louva o antropocentrismo conciliar, a “espiritualidade transformadora”, o “protagonismo dos leigos que superou o individualismo e subjetivismo”. Para o prelado, a Igreja de antes do Concílio era individualista e subjetivista. Papinho superado por aqui, que ninguém notou na pressa de canonizar dom João José Costa vivo.

    Vejo-me obrigado a endossar a indagação do filo-carismático Samuel: o que pensa e diz o sr. Bispo das missas afro, missas sertanejas e demais inculturações litúrgicas que não vêm da RC”C”, mas do “signo do novo tempo sob os ares do Concílio Vaticano II”?

    A torcida virtual pega fogo ao ver bispo TL condenando a RC”C” e bispo carismático condenando a TL. O cristão moderno é o leão do cristão moderno.

  16. Como dizia a velha escolástica, “posta a causa suficiente segue-se necessariamente o efeito” ou ” vc colhe o que plantou” ou das maliciosas e fradescas (Congar, Chenu et caterva) ambiguidades do V2, nasceu tudo isso que está aí… Falsos princípios levam a falsas consequencias, desastrosas, incontroláveis…

  17. Verdade, apesar das decisões acertadas, percebe-se que o bispo possui sim toda a bagagem intelectual modernista e também da Teologia da Libertação. Pelo menos ele também proibiu todo e qualquer abuso litúrgico.

  18. “A Diocese de Iguatu nasceu sob o signo, de um novo tempo: nasceu sob os ares de Concílio Vaticano II que na fala de Sua Santidade, o Papa Paulo VI” […] No passar dos anos temos assistido, dentro e fora da Igreja, o surgimento de movimentos pentecostais ou não, com ênfase no subjetivismo com distanciamento da realidade, prevalecendo uma espiritualidade intimista e emocional, contrariando a eclesiologia do Vaticano II […] Queremos ratificar que, enquanto Igreja Diocesana, reconhecemos que do tempo pós concilio surgiu, como antes acenamos, a Renovação Carismática Católica que tem trazido novo dinamismo e entusiasmo à vida de muitos cristãos. […]Diante do exposto, ouvido o Colégio de Consultores, em vista de se preservar nossa identidade enquanto Igreja Diocesana, cuja expressão evangelizadora é sentida nos trabalhos pastorais em suas diversas comunidades paroquiais, definimos”…

    Em suma, depois de JPII, Suenen, Cantalamessa e quejandos terem liberado as rédeas dos Carismáticos pra conter a evasão de Católicos do deserto deixado pela Igreja Conciliar, eu vejo que com Bergoglio no timão da nave, alguns Bispos já estão se sentindo seguros pra tanger as ovelhas carismáticas de volta ao redil do doutrinamento conciliar.
    Quando perceberam que as ovelhas estavam debandando em massa para o protestantismo pentecostal, a RCC foi a tábua de salvação desses senhores.
    Apostaram no Protestantismo pentecostal pra tentar conter o desastre provocado por suas teologias materialistas e humanistas. Liberaram geral soltando aqui e ali uma instrução que os próprios padres eram os primeiros a ignorar. As ovelhinhas estavam saltitantes, berrando seu xararialá aqui e acolá, caindo duras no chão extasiadas.
    Perdeu-se uma excelente oportunidade pra conduzir essas ovelhas à espiritualidade genuína da Igreja de sempre, pois há muita gente dentro da Renovação Carismática que tem sede de Deus e da verdade. Gente que foi pra lá pra fugir de paróquias que se transformaram num verdadeiro deserto espiritual e no meio do deserto você não está muito preocupado se a pouca água que ainda encontra está suja ou contaminada.
    Se o que esse Bispo busca com essa iniciativa é “preservar nossa identidade enquanto Igreja Diocesana” ao invés de preservar a fé de suas ovelhas, agora eu quero ver como ele vai conseguir fazer a pasta de dentes voltar ao tubo.
    “Jerusalém, Jerusalém… eis que a vossa casa vos ficará deserta”.

  19. Samuel, de novo. Creio que vc leu, releu, mas não quis compreender. Leia de novo o ítem 62 da página 8. Há intérpretes para que todos compreendam o que foi dito ou aquilo é meramente sílabas ditas ao acaso? Não há dúvidas que o dom de línguas exista. A pergunta é: O que se vê disseminado por aí é dom de línguas ou emoção à flor da pele?

    • Vejo as duas coisas, com todo sinceridade e honestidade, vejo exageros e vejo também a ação de Deus através deste carisma. Estou com toda minha verdade sendo sincero. Não posso negar o que vejo dentro da RCC.

  20. Por que tanta perseguição com a RCC??? Vamos acabar com as missas afro? PJ´s? e outras anômalias infiltradas na Igreja Católica.

  21. ” engraçado. Missas afro, missas sertanejas, celebrações ecumênicas com pastores protestantes, missas com maçons, não vejo este emprenho por parte dos bispos em proibir. Agora missas onde os carismas do Espirito Santo manifestam? O Bispo não é dono do Espirito Santo ” ….

    engraçado esse comentário, a dona do Espirito Santo é a RCC, o invoca e dispensa a hora q querem, só mostra que de fato a mentalidade protestante.

  22. Olá pessoa do Fratres, sou o Moisés. O que enviou a mensagem do bispo para vocês por e-mail. Escrevo aqui para que vocês acrescentem ao post o endereço de e-mail do bispo e da diocese – bem como o endereço físico, se julgarem necessário (com telefones e etc.) para que o pessoal manifeste apoio à medida do bispo. Os “carismáticos” estão caindo em cima nas redes sociais, e acredito que o nosso apoio poderia ajudar o bispo a manter sua posição.

    PS: um tal Samuel que comenta aí pra cima, acredito ser o Padre Samuel. Um padre metido a “carismático” que provavelmente tenha sido o vetor de tudo isso.

  23. essas missas carismaticas catolica estão muito parecidas com cultos evangelicos

  24. Desculpe-me em me colocar neste assunto, que está sendo colocado nos comentários acima..
    Mas sabe-se que: NINGUÉM tem de crer no que professa (tem por carisma) a Renovação Carismática Católica, pois não é um Dogma de Fé… e tem mais uma coisa: NINGUÉM é obrigado ou tem por necessidade seguir as palavras da CNBB, sendo que estes dão conselhos, para buscar uma igreja melhor e fazer com que seus fiéis possam seguir com entusiasmo a Santa Igreja (se eu estiver errado, por favor corrigir-me, porém de forma fraterna e com documentos expressos pela santa Sé).
    Eu Sou Católico Apostólico Romano, creio piamente na oração em linguas, creio no repouso do espirito, acredito que devemos, cada vez mais, fazer com que a Teologia da Libertação (que muitas vezes se esconde atrás de Sr.s Bispos da CNBB), seja, esta sim, excluída de nossa liturgia e de nossa espiritualidade. Vejo, que muitos dos irmãozinhos acima, demonstraram que, infelizmente, por estes problemas quanto a Teologias devastadoras e não construtoras, afirmam que algo é errôneo.
    Lembrem-se: “A medida que julgardes sereis julgados!”
    E devemos buscar sim, unir nossas forças. Certa vez ouvi um Sacerdote que dizia: “Eu não acredito na RCC, mas sei que hoje ela é instrumento de conversão, infelizmente, as pastorais ‘normais’, não tem tido a força que tem hoje a RCC e por isso, eu, acredito que deve-se sim, aos que creem, ter continuidade esta espiritualidade.”
    Grato!
    Djalma.

    • Senhor Djalma,

      Seu credo não é o credo dos apostolos. Enfim, alguem algum dia terá que dizer desse veneno ‘rcc s” invencionismo de catolicos com um pé na Santa Igreja e outro no protestanismo.

      Faces da moeda modernismo.

  25. Não sei porque… Achei este comunicado bem TL…
    Essa história de “ação pastoral baseada na promoção humana”; “espiritualidade transformadora, evidenciando o protagonismo dos leigos”; “Igreja acolhedora da Palavra, anunciadora da palavra e vivenciadora da Palavra que se doa no Pão-Eucaristia”… Isso pra mim nada mais é do que espírito puro da TL…

    • É Kleber…são as faces da moeda modernismo. Mas essa invecionice protestante tem acabar também. As outras ainda estão enraizadas no VII, por enquanto vamos apoiar o que bispo está dizendo com a sabedoria necessaria.

  26. a bíblia é clara, quem ajuda evangelizar não é inimigo. a igreja sempre dificultando a evangelização com muita burocracia, lamentável… lembre-se para não estarem comprando briga com o próprio Deus. O diabo propaga-se mais rápido e a igreja e se limita. por isso que o mundo está em perdição… triste!!! meu desabafo que eu sei que vão apagar, pois na igreja existem a censura cristã.

  27. Parabéns Sr. Bispo,

    Caro Samuel Santos,

    O Espiríto Santo sopra onde quer, MAS NA MESMA DIREÇÃO. Que direção é esta? procure estudar porque em breve com esta mentalidade, serás um filho de Lutero.

    • osires costa, fique tranquilo prezado, que não serei filho de Lutero Sou católico apostólico romamo…
      O sr. nao precisa gostar da RCC, mas precisa respeitá-la. O que me faz doar a minha vida a Igreja dentro do movimenta da RCC é que eu nunca vi um lider da RCC falando mal de outro movimento na Igreja, o contrário do que vejo por aqui.

  28. “Qual o reino que pode subsistir estando dividido contra ele mesmo”?
    Respeito a autoridade do Sr. bispo que entende por bem suprimir uma expressão legítima da espiritualidade carismática como a oração em línguas porém prefiro que ressoem aos meus ouvidos as palavras dos últimos papas da nossa igreja que reconhecem, aprovam e até incentivam a vivência da cultura de pentecostes.

  29. Claro que a RCC é um câncer que precisa ser extirpado. Sem prejuízo a isso, concordo com alguns comentários que dizem que a carta cheira TL. Seria bem típico de um Bispo brasileiro… A Igreja no Brasil está dividida entre RCC e TL, ou seja, a Igreja no Brasil não existe mais…

    • Rafael que igreja existe então? Fico impressionado com quanto orgulho existe nestes comentários, cada um se achando certo, que sabe a forma certa de ser Igreja. Será que estamos sendo mesmo conduzidos pelo Espirito Santo?
      Vamos parar de falatórios e voltar para nossas comunidades e paroquias e dar a vida pelo reino de Deus.

  30. Na minha ideia não é preciso essas Missas de cura porque…
    Eucaristia (em grego: εὐχαριστία)segundo o compêndio do Catecismo da Igreja Católica1 , a Eucaristia é “o próprio sacrifício do Corpo e do Sangue do Senhor Jesus, que Ele instituiu para perpetuar o sacrifício da cruz no decorrer dos séculos até ao seu regresso, confiando assim à sua Igreja o memorial da sua Morte e Ressurreição. É o sinal da unidade, o vínculo da caridade, o banquete pascal, em que se recebe Cristo, a alma se enche de graça e nos é dado o penhor da vida eterna.” (n. 271).
    A Igreja Católica ensina acerca deste Sacrifício, como dogma de fé, foi por ela tirado das palavras de Nosso Senhor, quando naquela última noite confiou aos Apóstolos os próprios Mistérios Sagrados, e lhes disse: “Fazei isto em memória de Mim” (Lc XXII, 19; I Cor XI, 24).
    Nada se pode tirar, nada se pode adicinoar. Em graça, quando Cristo se imola no altar, Ele nos convida a morrermos com Ele de todas as coisas materiais deste mundo e ressuscitarmos com Ele para a vida no Banquete do Seu precioso Corpo e Sangue. Que mais precisamos?
    Falando por experiencia própria e mesmo no meu tempo de seminário, nunca ouvi um padre ensinar ao povo como participar na Santa Missa.
    Nela se encerra Deus Uno e Trino.

  31. Tinham de proibir a “Missa Nova”…

  32. Veja a enrolação (e chatice) para chegar ao que interessa… Essa maneira reformada de falar é terrível!

  33. Papa Francisco em entrevista falou sobre a RCC:”ao observar seu crescimento e amadurecimento hoje ele não só aceita como reconhece que é um instrumento essencial na renovação de toda a Igreja.”
    Ele ama os carismáticos. Ele é o nosso pastor e disse isso, então…

    • Vixi, se o Francisco aprova a renovação carismática, então estamos perdidos mesmo. É engraçado uma coisa, existem Padres fantásticos que fazem a missa de cura e libertação verdadeira,(ou seja quando o Padre tem revelações). E tem a parte sim algumas vezes do exorcismo, e eu já vi muita gente convertendo, gente que não tem fé voltando para a Igreja, então quer dizer que nada disso é obra de Deus? Protestantismo? Onde se viu isso, muitas conversões estão acontecendo por aí, conversões verdadeiras mesmo. Olha, acho que julgar uma coisa pela face está errada, porque até algo ruim pode se aproveitar. Cito os exemplos da Inglaterra, em que as pessoas estão voltando para a Igreja depois de virem a ordenação para as mulheres ser aprovada. Caso o Francisco aprove isso também, para onde esse povo recém convertido vai? Será que vão manter a fé como nós estamos tendo? A pergunta é simples: Será que as pessoas que estão xingando a RCC rezam os rosários, fazem sacrifícios e talz? Porque até Dom Bosco(Santo!) fazia muitos sacrifícios? Vocês confessam sempre? Estão com as almas puras? Estão preparadas para a Segunda Vinda de Cristo mesmo? Olhem, é um pecado capital e imperdoável comparar a igreja Católica e os movimentos com outras religiões. Separemos as coisas, existem movimentos ruims e outros bons, nunca vi até hoje na minha cidade algum Padre, ou grupo de oração criticar a Igreja? Então o Espírito Santo está falando, a única coisa que acho estranho é a oração em linguas, mas repito Esqueçam as outras religiões e olhe para si mesmo, por acaso ser estudioso é ser Santo? São Francisco largou tudo o que tinha para cumprir a missão de Deus, outra Santa decidiu sacrificar os filhos para não vê-los pecar. E se eu estou errado em falar que comparação é pecado, procurem sobre a Santa na internet que viu Lutero no inferno. Temos que preocupar mais em afastar de vez os maçônicos da Igreja e outras coisas, junto com essas missas satânicas(sim, missa com maçonaria? Missa Afro? Falemos a verdade, é obra do mal mesmo). E rezar para o Francisco que cada vez mais joga suas bombas para nós tradicionais(que seguimos a linha dos apóstolos) Quando eu vir algum movimento dos RCC falar mal da Igreja aí sim condenarei-os. Mas, se eles falarem que estão querendo transformar a Igreja numa seita, aí sim eu concordo com eles, porque é a realidade. O comentário é para fazer pensar e refletir, juntamente com ler a Bíblia e obter a resposta de Deus. Não quero causar brigas ou discussões desnecessárias. Em vez de preocuparmos com o lá fora temos que nos preocupar com o de dentro, você estaria preparado para morrer hoje? Iria para o céu? Reflita sobre isso e lembre que se mentir, é só mais um ponto negativo para você lá no céu ou no purgatório.

  34. Muito bem, Sr. Bispo, como Mestre e doutor da Igreja, V. Excia. cumpriu sua missão, não fechando os olhos para os abusos e os desvios que daí derivam. Mostrou, com essa atitude, que sua Diocese tem uma verdadeira identidade e não uma porção de povo que quanto mais mistura melhor. Parabéns pela fidelidade ao seu múnus de ensinar. Sinal de que V. Excia. não anda na trilha medíocre do “laissez faire e do laissez passser”. Deus o guarde e proteja, Pe.Clairton

    • Entao sr. Padre Claiton o que sr. acha do Bispo emitir uma nota contra as missas-afro, missas com maçons, missas sertanejas? Ou o sr. concorda com essas?

  35. “…contrariando a eclesiologia do Vaticano II, cuja principal característica refere-se ao aspecto comunitário da Salvação…) : a impressão que se tem é que, na hora da morte, do Juízo Particular, não vai estar o indivíduo e Nosso Senhor, mas a comunidade inteira, tal qual uma confissão comunitária.

  36. Me desculpem mais, quantas vidas ja foram salvas pela a ação do espirito santo? por uma palavra de ciencia,por uma profecia e tantos outros dons maravilhosos do espirito santo. O proprio papa francisco se diz a favor da RCC. A biblia tbm reforça a força carismatica do espirito santo.Muitos falam sem ao menos terem participado de um grupo de oração. è um absurdo proibirem o espirito santo de se manifestar onde ele quer,foi ele quem quis descer sobre os leigos e derramar sua unção sobre nos.
    Vamos seguir ao Orientações e Decisões dos nossos Papas. Abramos nossas mentes. Paz de Cristo

  37. Lamentável atitude do bispo. Ué, o Espírito Santo (com os seus dons: língua, cura…) não sopra mais na Igreja? Realmente, o Brasil caminha para o COMUNISMO.

  38. É muito difícil ver o povo católico morrendo por falta de uma palavra de Kerigma,que cuja essa RCC faz e muito bem.Posso até concordar com relação a santa missa, mas o Espirito Santo continuara agindo ,não Importa o lugar e nem quem o queira bloquea-lo. Os Bispos que deveriam impulsionar esses carismas tem os corações mais duros que os leigos sedentos de amor…Mas ainda assim eu os amo pois são os Pastores da nossa Igreja

  39. Não vejo utilidade nenhuma em proibição, a não se levarmos em conta os abusos e etc, de qualquer forma vão achar um meio oblíquo para continuar suas práticas. Tirar doce de criança e não que lhe dar o pão dos fortes é tão irresponsável quanto deixá-la só com o pirulito e a balinha . Um dos “munús” do bispo é ensinar, instruir. Se esse povo mais do que ficar em grupos de oração falando “xiramarilacantasurie” e fosse estudar os santos místicos e seus escritos e quais as reais posições do Magistério e da Tradição, sem ideologização, e tivesse um bispo ajuizado, sem sombra de dúvida não precisariamos de proibição como essa. Mas achou-se mais fácil deixar o povo se protestantizar, cair num falso misticismo iluminista que se apoia em manifestações extraordinárias e numa extravagância emotiva. Tudo isso é no minimo lamentável. O bispo proíbe mas não corrige, fica fazendo chover no molhado e ainda tem gente vibrando. Mais do que evitar os erros da RCC é necessário salvar as almas iludidas por esse movimento.

    • Guilima, estou na RCC a 16 anos.Não me sinto iludido, pelo contrário me sinto abençoado, sou Catolico amo a Igreja e me encoontrei com Deus em um Grupo de Oração da RCC, isso não é ilusão. Minha vida de cristão não é uma ilusão. Poderia descrever aqui como Deus mudou minha vida com 15 anos de idade em um Grupo de Oração, mas não farei.Suas palavras foram infelizes.

  40. Esse Bispo quer uma igreja morna??? A Igreja precisa do Espírito Santo! Todos nós precisamos!
    Deus tenha misericórdia do povo de Iguatu!
    Beata Elena Guerra, Rogai por nós, por um novo Pentecostes!!!

  41. Parabéns ao Senhor Bispo pela iniciativa, devemos sim banir das Igreja católicas essas manifestações que nasceram na igreja pentecostal americana e que foi importada pela RCC que também é fruto da igreja protestante.

    Deus te abençoe e Nossa Senhora esteja contigo sempre

    PAX

  42. Interessante, o bispo fala de “protagonismo dos leigos”, contudo se utiliza do peso da hierarquia piramidal para proibir uma manifestação evidenciada sobretudo entre os leigos… O documento deveria ser direcionado, não só aos carismáticos e seus exageros, contudo aos movimentos eclesiais na sua integralidade, conforme várias vezes dito: “missas afro, missas sertanejas e demais inculturações litúrgicas que não vêm da RC”C”, mas do “signo do novo tempo sob os ares do Concílio Vaticano II”… A torcida virtual pega fogo ao ver bispo da TL condenando a RC”C” e bispo carismático condenando a TL.” Sem falar dos exageros das procissões, novenas, promessas, festas religiosas… toleradas mediantes justificativas de respeito às manifestações populares. “Esse papo já tá qualquer coisa” superado, ultrapassado. Na verdade, o “… povo se perde por falta de conhecimento” [Os 4,6]. Quem não tem formação é mais um número dos terreiros de umbanda, dos centros kardecistas, das igreja pseudo-evangélicas, das seitas orientais… O bispo quer uma “liturgia certinha” nos ditames do Concílo Vaticano II, contudo não proporciona a formação de catequistas, catequizandos e catequizados… Será que existe alguém por lá [entre os leigos] que sabe algo do Concílio Vaticano II?! Duvido!!! A Teologia da Libertação consegue ser ecumênica até com os novos pentecostais, mas não consegue congregar com os carismáticos. Na verdade, o bispo é adepto da igreja da politicagem… O documento do bispo comunga bem com as palavras de Paulo consignadas em 1 Coríntos 1,10-17 do que qualquer outra coisa…

  43. A Igreja no Brasil está perdendo fiéis. A Renovação Carismática é uma possibilidade para evitar que eles sigam para as igrejas pentecostais?

    Papa Francisco – É verdade, as estatísticas mostram. Falamos sobre isso ontem com os bispos brasileiros. E isso é um problema que incomoda os bispos brasileiros. Eu vou dizer uma coisa: nos anos 1970, início dos 1980, eu não podia nem vê-los. Uma vez, falando sobre eles, disse a seguinte frase: eles confundem uma celebração musical com uma escola de samba. Eu me arrependi. Vi que os movimentos bem assessorados trilharam um bom caminho. Agora, vejo que esse movimento faz muito bem à Igreja em geral. Em Buenos Aires, eu fazia uma missa com eles uma vez por ano, na catedral. Vi o bem que eles faziam. Neste momento da Igreja, creio que os movimentos são necessários. Esses movimentos são uma graça para a Igreja. A Renovação Carismática não serve apenas para evitar que alguns sigam os pentecostais. Eles são importantes para a própria Igreja, a Igreja que se renova.

    Papa Francisco Entrevista com jornalistas na volta para Roma

  44. Eu concordo plenamente que o Espírito Santo sopra onde quer. MASSSSSSSSSSSS o que já vi por aí de encontros carismáticos (inclusive passando pela televisão) com os animadores ensinando as pessoas a orar em línguas…
    Ora, não é carisma? Carisma é dom, é presente de Deus. Como se pode ensinar um carisma. Se é possível realizar com reinamento não é carisma… Simples assim. E não vou nem falar que é má-fé. Isso não cabe a mim julgar. Mas é ERRO, pois não se ensina Carisma.
    Também só vou mencionar que o dom de línguas – carisma apostólico era bem diferente do atual “dom de línguas” carismático.
    E desde quando “repouso no espírito” é carisma, é dom? De onde inventam essas maluquices?

    Só para lembrar: os 7 dons do Espírito Santo servem para santificação pessoal… Os 12 Carismas servem para ajudar na santificação dos outros.
    Alguem pode me dizer o que falar uma língua que ninguém entende, sem ninguém que interprete isso corretamente vai fazer os outros crescerem em santidade? Ou o que despencar no chão vai acrescentar à vida de um irmão?

  45. Graças a Deus – rezemos para que esta atitude inspire outros Bispos a acabar com essas aberrações.

    • reze também querida Tamara, para que surjam outras atitudes contra outras aberrações, como você diz, ou para você somente existem aberrações na RCC?

  46. Reblogged this on §|Olhar Católico|§ and commented:
    Deus seja louvado por esta corajosa decisão!

  47. nao sei porque tanta tempestade na proibicao deste bispo! essas coisas que os carismaticos na sua ilusao acha que e o espirito santo, nunca foi permitido, ate o papa joao paulo2 proibiu, so que eles nao obedecem, alguns padres do movimento desobedecem e fazem essa bagunga na sagrada liturgia.eu mesmo na minha regiao quando vou a santa missa, e vejo que e algum pe.que vai inventar tal missa eu saio correndo.o proprio papa joao paulo na enciclica eclesia da eucaristia, falando que a sagrada liturgia e dom demasiadamente grande, para ser propriedade de alguem , e sofrer mudancas, e invencoes. a igreja sempre proibiu esses ” carismas” na sagrada liturgia. e outra coisa , a maioria destas pessoas que se dizem cheias do espirito santo, nao sao convertidas, nao querem renunciar o mundo, e nao tem interesse a santissima doutrina, aqui mesmo aonde eu resido ha 10 anos atras, eram 700 grupos de oracao, hoje sao 200, muitos, mas muitos mesmosque se diz ser intimos do espirito santo, nao perseveraram e abandonaram a fe. mas ha alguns que sao exemplos de cristao, piedosos, obedientes a igreja, cristaos fervorosos.engracado que esses poucos que sao fieis, amam o rosario, e a santa liturgia, e tentam levar vida eucaristica.

  48. Amigos, a meu ver, a existência da RCC por si só é sem sentido ou causadora de confusão… se não, vejamos:

    1º Segundo a RCC, a “oração em línguas” é o próprio Espírito Santo falando por meio de pessoas que Lhe serviriam de instrumento.

    2º Segundo a RCC, o ‘repouso no Espírito” seria o próprio Espírito Santo a agir naquele que “repousa”.

    3º Segundo a RCC, o dom da “profecia” seria o próprio Espírito Santo a revelar, ou melhor, “profetizar” por meio da pessoa (novamente, seu instrumento).

    4º A RCC realiza a “Missa de cura e libertação”, onde, segundo a RCC, o Espírito Santo agiria curando e libertando aqueles que a ela acorressem.

    Tudo o que acima citei são apenas os “carismas mais conhecidos” que se realizam em ambientes RCC. Caso sejam verdadeiros, não há como não se chegar a alguns sérios questionamentos:

    1º Se em uma Missa RCC o Espírito Santo age visivelmente entre as pessoas fazendo-as falar em línguas, repousar e profetizar, por que eu iria em uma “Missa comum” onde ele não se faz presente dessa forma (visível)?

    2º Se em Missa RCC Ele se manifesta assim e nas “missas comuns” não, concluimos que essa Missas (RCC) são melhores que as comuns, não é mesmo?

    3º Se nas Missas RCC são denominadas de “cura e libertação”, concluímos que há diferença entre esta e as “missas comuns”. Sendo assim, por quê iriamos em uma “missa comum” se podemos ir em uma Missa “especial” (de cura e libertação)? E… não concluiríamos que a “missa normal” seria “sem cura nem libertação”, portanto apenas uma “missa com eucaristia”?

    E finalmente: Se tudo isso realmente é verdade, não seria NO MÍNIMO uma tremenda OMISSÃO por parte da Igreja Católica não estender essa prática a TODA Igreja Universal? Afinal, como saber que o Espírito Santo deseja se manisfestar durante a Missa, curando, libertando, fazendo profetizar, falar em línguas, repousar nEle, etc. e a Igreja Privar a milhões de fiéis dessas graças maravilhosas?

    Ora, deveria ser obrigação da Igreja abrir espaço ao Espírito para atingir o maior número de pessoas possíveis, não é mesmo?

    E termino lembrando que, curiosamente, a RCC nasceu de um encontro entre católicos e protestantes e que estes protestantes até hoje manifestam os mesmos “carismas” do Espírito Santo em seus cultos… Afinal, estaria o Espírito Santo “agindo” também em meio à mentira? Estaria a manifestar-Se entre as seitas das mais extravagantes?

    São minhas sinceras observações…

    • José Santiago Lima quanta ignorância nesta frase “Amigos, a meu ver, a existência da RCC por si só é sem sentido ou causadora de confusão” so me resta rezar a Santissima Virgem Maria:

      “Ave-Maria cheia de graça, o Senhor é convosco, bendita sois vós entre as mulheres e bendito é fruto do teu ventre Jesus.
      Santa Maria mãe de Deus, rogai por nós pecadores agora e na hora de nossa morte”. Amém

    • Só faltou você José Santigo ler a primeira parte do art 62 do doc 53. O destinatário da oração em línguas é o próprio Deus, por ser uma atitude da pessoa absorvida em conversa particular com Deus. E o destinatário do falar em línguas é a comunidade. O apóstolo Paulo ensina: “Numa assembléia prefiro dizer cinco palavras com a minha inteligência para instruir também aos outros, a dizer dez mil palavras em línguas” (1Cor 14,19)…..Esta definição é da própria CNBB…

  49. Na missa não pode mas fora dela tudo bem. O espírito da carta é herético: fala que desde o CV II a Igreja passou a ser vista mais como povo de Deus que como instituição hierárquica. Em suma: a decisão tem caráter populista, já que diz que esas práticas não correspondem a caminhada da diocese. A decisão é acertada mas os motivos são errados.

  50. O bispo está correto em determinar que tais manifestações não aconteçam na Santa Missa e outros atos litúrgicos. Quanto a eventos e reuniões de oração, enquanto ocorrem no equilíbrio, as manifestações dos dons carismáticos são características componentes da identidade do movimento e não devem ser proibidas. Só não é feliz quem toma como base um documento da CNBB (clube que pretende instaurar um “mundo novo”, onde Cristo e Che Guevara são companheiros mártires da luta do povo oprimido). A Santa Sé não tem nenhum documento que condene a RCC; pelo contrário, a exorta a permanecer fiel ao seu chamado. O que a Santa Sé não apoia é a doutrina marxista pregada pela heresia da libertação. Por causa disso, a CNB do B descarrega sua raivinha em cima dos carismáticos. Não nego que muitos líderes carismáticos, por falta de formação adequada, fizeram muitas patacoadas. E esta formação quem deve fornecer é um clero esclarecido acerca da sã doutrina e dos carismas do movimento, que oriente seus membros afim de que não se percam no que não é essencial. Mas fazer o que se na maioria das universidades onde esses padres são formados o que impera é a ideologia da foice e do martelo, com os quais têm dilacerado a fé de seus paroquianos?

  51. Não se deve ter nada contra o dom de línguas, contra êxtases, nem contra os carismas que a RCC diz ter. Tudo isso existe e é devidamente tratado por São Paulo na I Carta aos Coríntios, onde também o apóstolo relembra que a Igreja é um corpo formado por membros com diferentes funções, lugares e deveres, o que evidencia a riqueza e hierarquia da Igreja e permite que ela cresça, pois um dom sempre é para o auxílio de outro. Ora os dons do Espírito Santo não são questionados por nenhum católico, e nunca foram, pois sempre existiu pessoas que foram agraciadas com tais dons, muitas inclusive são pessoas santas canonizadas e muito respeitadas entre os mais conservadores e os mais liberais. Não, a autenticidade de tais manifestações nunca será questionada se forem feitas em situações próprias e com a cautela e humildade que um verdadeiro agraciado terá, até porque só Deus sabe o que se passa no coração de todos, pelo que se alguém se diz agraciado com um dom e não de verdade tiver recebido o dom mas demonstrar convincentemente tê-lo, só Deus saberá.

    Muitos santos tinham dons, mas entendiam a necessidade da dúvida da Igreja e se resignaram mesmo com o juízo antecipado de muitos que os condenavam, e como seus dons eram verdadeiros, mais tarde vinha sua comprovação. Mas os dons da RCC não tem lugar para se manifestar, se manifestando até durante a Santa Missa. Pode acontecer, afinal muitos foram os milagres que durante a Santa Missa aconteceram, muitos foram os milagres eucarísticos e isto não está em discussão, porém como é que durante a Missa alguém escolhido por Deus pode começar a falar em línguas que ninguém entende e não tem quem as interprete? como tantas pessoas podem entrar em êxtase ao mesmo tempo numa Missa? Não pode, nunca aconteceu quando a Igreja tinha disciplina e complementaridade entre os carismas, porque o Espírito Santo não quer aparecer mais que Jesus Cristo no Santíssimo Sacramento Eucarístico, pois tanto o Espírito Santo quanto Jesus Cristo é o mesmo e único Deus com o Pai, porquanto não há competição por quem aparece mais, principalmente na Missa.

    É São Paulo quem diz que de nada adianta o dom de línguas se não tiver quem possa entendê-las. E se alguém tiver esse dom e puder interpretá-lo, faz bem em o expor, mas faz mal se esta exposição for para distrair as pessoas de que o verdadeiro dom está em Cristo Sacramentado, o que inequivocamente está presente na Santa Missa, como ela deve ser, e que pode nos salvar. Nas missas da RCC, contudo, muitas vezes se vê quem diz falar em línguas, quem entra em êxtase, quem se alegra, pula, chora, mas não se vê edificação, não se vê doutrinamento nem revelações proféticas, não se vê o que realmente pode ser aproveitado.

    A infelicidade que pode-se ver na RCC é o proveito próprio e individual do dons, um mau aproveitamento dos dons. O bispo fez bem em proibir tantos desperdícios de dons, quase que do mesmo jeito que acontece com o protestantismo, onde muitos também têm dons e estes são em sua totalidade desperdiçados. Mas não entendi porque o bispo proibiu as “missas de cura e libertação” da RCC e ainda disse que queria a “promoção humana, numa espiritualidade transformadora, evidenciando o protagonismo dos leigos”, se é justamente o que as missas da RCC são no Brasil. Parece que a teologia da libertação do bispo e da CNBB não quer competição neste incentivo ao individualismo e protestantização da Igreja que todos podem enxergar.

  52. O bispo diz que quer o protagonismo dos leigos, então quer que Cristo fique sem ser o centro, uma clara demonstração de antropocentrismo. Tem movimento que mais ponha os leigos como protagonistas que a RCC e o protestantismo? Surpreendentemente, tem, a teologia da libertação, tão querida pela esmagadora maioria dos bispos da CNBB.

    Esta notícia seria uma felicidade se além do protestantismo da RCC, fossem proibidos o paganismo e o antropocentrismo e marxismo da teologia da libertação, mas não foi o que aconteceu.

  53. Caro, Samuel Santos,

    Muitos já disseram a mesma coisa que vc disse, mas com o passar do tempo se tornaram protestante pentescostal. SAMUCA, a RCC é a porta de saída para as seitas, ou vc vai me dizer que isto nunca aconteceu?

    • Osires a RCC é a porta de saida para seitas, isso não é privelegio da RCC, acontece com toda a Igreja e por favor não me chame de Samuca, não temos intimidade para este contato. Seja mais respeitoso e educado.

      À vossa proteção recorremos Santa Mãe de Deus.
      Não desprezeis as nossas súplicas em nossas necessidades, mas livrai-nos sempre de todos os perigos, ó Virgem gloriosa e bendita!

  54. Samuel,
    voce está na RCC há 16 anos? Eu sou ex-entusiasta da RCC. Fiz encontros, orei em línguas, recebi “batismo” no espírito, dei “testemunhos”. O que tenho a dizer é:
    1- São Tomás de Aquino escreveu os seus comentários a 1. Carta de São Paulo aos Corintios. Assim ele explica o dom de línguas:
    “E aqui, por ‘falar em línguas’ o Apóstolo entende que em língua desconhecida e não explicada: como se alguém falasse em língua teutônica a um galês, sem explicá-la; esse tal fala em línguas. E também é falar em línguas o falar de visões tão somente, sem explicá-las, de modo que toda locução não entendia, não explicada, qualquer quer seja, é propriamente falar em língua” (Santo Tomas de Aquino, Comentario a la primera espistola a los Conrintios, Tomo II, pg 178-179 – tradução de Sérgio Menezes da Associação Montfort)
    2- Segundo São Tomás de Aquino então, falar em línguas pode ser: ou um milagre (um lusófono falar japonês sem nunca te-lo estudado) ou se refere à prática de pregar a Palavra usando símbolos, visões e parábolas.
    3- Tanto em um quanto em outro caso nada tem a ver com o balbuciar sem nexo das reuniões carismáticas. Falar em línguas seria servir-se de parábolas na pregação nada tendo a ver com repetir sílabas desconexas sem sentido nenhum.
    4- São Tomas de Aquino nesta obra ainda faz outras considerações: O dom de línguas enquanto milagre foi muito frequente no inicio da Igreja porque os apóstolos eram poucos e este dom permitia a propagação do Evangelho de forma mais rápida aos povos estrangeiros além da Palestina. Mas logo que a Igreja se expandiu em todo o Mundo Civilizado, este dom tendeu a desaparecer.
    5- Comentado o versículo 27, no qual São Paulo exorta que não falem em línguas mais que dois ou três durante o culto público, diz São Tomas:

    “É de notar-se que este costume até agora (…) se conserva na Igreja. Por que as leituras, epístolas e evangelhos temos em lugar das línguas, e por isso na Missa falam dois (…) as coisas que pertencem ao dom de línguas, isto é, a Epístola e o Evangelho” (Santo Tomas de Aquino, Comentario a la primera espistola a los Conrintios, Tomo II, pg 208. Tradução de Sergio Menezes da Associação Montfort).

    6- Para São Tomás, a leitura da Epístola e do santo Evangelho, na Missa, são a forma de “falar em línguas” que a Igreja conservou dos tempos apostólicos! Nada mais contrário ao delírio pentecostal carismático!

    7- Em suma, as práticas da RCC são práticas importadas do protestantismo, são estranhas à Tradição da Igreja. A RCC interpreta a Bíblia segundo uma linha protestante e não segundo o Magistério da Igreja.

    8- quaisquer que sejam os “frutos maravilhosos” que você tenha recebido na RCC, saiba que isto foi obra da graça de Deus “apesar” da RCC e não por causa dela. Também eu aproveitei muitas coisas boas da RCC, mas todo erro tem alguma coisa de verdade. Não existe erro absoluto, como não existe mal absoluto. O que existe de verdade ou de bem na RCC jamais poderia justificar práticas que levam à deturpação da Verdade. Este movimento é daninho à fé, prega a relação direta entre o crente e o Espírito Santo desprezando o Magistério da Igreja (cite-me uma única reunião de seu grupo de oração que tenha se dedicado a estudar uma encíclica ou um Concílio da Igreja)

    9 – Peço apenas que voce deixe de lado a emoção, a paixão, o vínculo afetivo que você porventura tenha com o movimento ou com pessoas de seu grupo de oração e faça como eu. Estude a Tradição da Igreja. Leia Santo Agostinho, São Tomás. Estude os documentos da Igreja. O que a Igreja ensina nada tema ver com o discurso filo-protestante da RCC.
    Em Cristo

    • Prezado Alcleir , é evidente que os frutos recebidos na RCC são obra de Deus, nunca pensei o contrário, Deus é o autor e doador de toda a graça. Sobre citar reuniões na RCC que estudamos documentos na Igreja, é claro que cito: exemplo ma escola paulo Apostolo estudamos a doutrina social da Igreja, nas formaçoes para pregadores estudamos em a particular a Dei Verbum, e por ai vai… Não esou sendo emotivo prezado, estou sendo sincero. Sobre Santo Agostinho ja li, COnfisões e o Livro Arbitrio, sobre São Tomas já li toda a Summa Teologia, sobre documentos da Igreja, sempre leio todos que saio, a partir de João Paulo II li todas as encíclicas, não estou sendo orgulhoso, estou apenas falando com sinceridade como é minha vida de cristão, sabe de uma coisa, perdi meu meu tempo aqui nesse blog demais ontem, com tantas respostas e comentários, antes tivesse rezado mais um rosário a Santissima Virgem Maria. que Deus nos abençoe, somos todos crisãos catolicos e essa discussão besta de quem está certo ou errado é de fato um contra – testemunho de nossa parte.

      “À vossa proteção recorremos Santa Mãe de Deus.
      Não desprezeis as nossas súplicas em nossas necessidades, mas livrai-nos sempre de todos os perigos, ó Virgem gloriosa e bendita!”

  55. As práticas da “oração em línguas” e o chamado “repouso no espírito” realizadas pela RCC não tem nenhuma relação com os fenômenos descritos na Bíblia como obras do Espírito Santo.
    O “Xandralicaleee” dos carismáticos não é idêntico à chamada Oração em Línguas, dom do Espírito Santo, ou glossolalia que podia se manifestar como líguas humanas desconhecidas pela pessoa com o dom, ou mesmo como línguas angélicas, em ambos os casos era necessária a presença de um intérprete, alguém que tivesse o dom de interpretar línguas.
    O “Xandralicaleee” é claramente um fenômeno cultural ensinado e passado de pessoa para pessoa.
    Quanto ao “repouso no espírito”, não existe nenhuma citação verdadeira desse fenômeno na Bíblia, nem o mesmo é citado pelos pelos primeiros padres da Igreja. Ele começa a aparecer no meio Metodista por volta do século 18 e não pode ser considerado uma experiência Católica.
    Contudo, o modo como a RCC pratica essas coisas tem estranhas semelhanças com práticas da religiões orientais como o Hinduísmo, a “oração em línguas” “Xandralicaleee” é muito parecida com a entoação de mantras ou kirtans, e o “repouso no espírito” é muito parecido com a prática da Shaktipat no qual o guru toca no chakra ajna, ou entoa um mantra e transfere energia para o corpo do discípulo levando-o a experimentar o soerguimento da sua Kundalini. Ambas são práticas ocultas cujo objetivo é levar à iluminação.
    Penso que é necessário tomar muito cuidado com tudo isso, pois tem havido muitos esforços para introduzir experências das religiões não-cristãs no Catolicismo e as pessoas podem estar experimentando efeitos que nada tem a ver com o Espírito Santo, mas sentindo os efeitos de realizar práticas ocultas e suas óbvias conexões com o maligno.
    Segue um vídeo no Youtube mostrando o “repouso no espírito” como praticado por alguns pastores para que os senhores possam rir ou chorar um pouco!

    • Caro Renato, pude perceber que o sr. não conhece nada da RCC, seria prudente para poder descrever um texto acima que o sr. soubesse o minimo sobre o que está falando para não sair por ai destilando seu veneno nas palavras. Fica a Dica: 1º deve se conhecer para depois falar.

  56. Samuel, acalme-se, meu irmão…
    A base da rcc é o grupo de oração. Lá é o local da manifestação dos carismas em ordem e prudência, para a Glória de Deus, não de homens. Sem adulterar o que São Paulo nos ensina.
    Não é lícito as chamadas Missas de Cura e Libertação, show Missas e etc. Muitos $e aproveitam disso para engordar o bolso e criar seguidores pessoais.
    A sagrada congregação para a doutrina da fé tem um documento sobre esse assunto. Entre no site do vaticano, baixe o documento, estude-o e fique em paz.
    Recomendo o curso no site do Padre Paulo Ricardo sobre Teologia Mística e Dons Carismáticos. É de primeira linha.
    Felizmente, sendo eu membro da rcc, te digo que na hora da Missa a Rcc precisa se sentar no banco e calar a boca e conter as palmas. Podemos bater palmas nos nossos grupos e isso já nos basta.
    Não entre em polêmicas desnecessárias, estamos errados ainda em muitos lugares em nossas celebrações e precisamos honrar a liturgia Católica !

    • Prezado Marcelo Rocha Obrigado pelas indicações dos estudos Mística e Dons Carismáticos, e o estudo do documento Instrução sobre as orações para alcançar de Deus a cura, ja os estudei.

      Estou bem tranquilo, todos os meus comentários foram bem respeitosos e em paz.

      Abraço

  57. Leiamos com atenção o orientação do Bispo. Quem não é da Diocese de Iguatu, cuidado com os comentários que podem gerar até revolta nas pessoas. Tudo tem uma razão de ser. O Bispo não mandaria uma carta dessa natureza se nada estivesse acontecendo. Ele tem os seus motivos. Viva a sua fé com autenticidade e os frutos do espírito hão de se manifestar. “Se calarem a voz dos profetas as pedras falarão”. A paz esteja com todos

  58. Selecionei algum material para que as pessoas possam ver uma comparação entre as práticas da Renovação Carismática e as do Hinduísmo, conforme alertei no meu post anterior.
    Para aqueles que compreendem a língua inglesa é interessante ver o documentário “Kundalini Warning”
    De Andrew Strom, autor de livro homônimo disponível na Amazon, links abaixo:


    http://www.amazon.com/KUNDALINI-WARNING-Spirits-Invading-Church/dp/097990739X/ref=sr_1_1?s=books&ie=UTF8&qid=1384380217&sr=1-1
    Coloquei dois links para o documentário como redundância.
    Para aqueles que não sabem inglês vale a pena assistir assim mesmo, as imagens falam por si mesmas.

  59. Deve ser uma cidade bem pequena, pena do povo dessa cidade.É a maldita TL querendo parar o poder de Deus.Graças a Deus o Papa não pensa assim, até o Papa Bento XVI deu ao Padre Marcelo Rossi o prêmio de evangelizador moderno.Que possamos ser católicos de verdade, fiel ao Papa e a Igreja e ter piedades de certos bispos….

  60. Que maravilhosa essa decisão do Sr. Bispo de Iguatu. Meus parabens ao povo pertencente à Diocese de Iguatu. Que essa sábia decisão seja copiada pelo Brasil afora.

  61. Parabens ao Sr. Bispo.
    Todos os bispos do Brasil, deveriam se unir e proibir todo tipo de abuso na Sagrada Liturgia.
    Dom Washington tambem o fez em Goiania, onde reinava a Teologia da Libertação e uma Renovação Carismática, sem carisma e sem renovacao.
    São muitos carismáticos que pensam como protestantes. não obedecem, não seguem as diretrizes da santa Igreja, querem ter sua propria Igreja.
    Por isso precisamos de Bispos para por ordem na casa.

  62. Pelo amor de Deus! Não dá para aguentar mais a RC”C” e a TL. Eu pertenço à Igreja que recebeu sua fé direta de Cristo. Que tem 2.000 de História! Esses carismáticos, modernistas, teólogos da libertação etc., querem sair por aí destruindo tudo o que é católico, tudo o que nos caracteriza e individualiza. Cada um com suas supostas inspirações divinas, falando de renovação como se a verdade mudasse com o tempo, tivesse que se submeter aos gostos que de tempos em tempos as pessoas vão tendo. Vão ler o catecismo, apeguem à Tradição que São Paulo, o apóstolo nos mandou guardar. Entendam de uma vez por todas que a verdade é imutável e que se algo precisa mudar é esse apego superficial, emocional, instável a fé católica. A Tradição não pode se manisfestar fora das formas, ao eliminar as formas como se está fazendo se está destruindo a Tradição que com seu profundo simbolismo busca comunicarmos verdades profundas. Querem dentro de uma Igreja Católica agirem como um protestante? Poupe-me! Há muitas seitas protestantes para quem quer tornar-se um herege. Parem de pensar que a Igreja existe há 50 anos! A nossa Igreja atravessa 2.000 anos de História, sobreviveu a tudo e a todos, não precisamos de inovação alguma. E não venham me dizer que pela RC”C”, TL e outros absurdos pessoas estão se tornando católicas, porque quem é católico de verdade aceita o que a Igreja sempre definiu como ser católico. Se a Igreja aprovar o aborto, o divórcio e tantos outros absurdos a Igreja terá mais membros, mas e daí? O que importa é a pureza da fé que de Cristo recebemos, Lançado o germe da divisão ele é insaciável. Não há nada mais sagrado e excelso na Terra do que a Santa Missa! Se pararem de serem bobocas emotivos e meditarem na grandiosidade do milagre da transubstanciação não buscaram refúgios em nenhuma dessas inovações. Apeguem-se ao mesmo Cristo que os Padres da Igreja, leiam o catecismo, sejam fiéis ao Papa, aprendam a defender a Igreja dos hereges e infiéis e amem ao próximo como Jesus nos ensinou. Nunca buscando justificar com palavras bonitas heresias, inovações, enfim, coisas que vão destruindo a Igreja por dentro. Já não basta os ataques dos de fora. E lembrem-se “extra Ecclesia nulla salus”.

  63. samuelrsantos, parabéns por sua dedicação pela Igreja.
    Acho que a RCC deve ser respeitada, podem não gostar dela, mas hoje, faz parte da Igreja e não vem a dividir, mas a somar MInha visão é que diferentes movimentos que tenham aprovação da Santa Sé, quando bem conduzidos, enriquecem a Igreja.

  64. Foi meu provincial, formador. Deus lhe abençoe. Quem ama a igreja a escuta pela voz e decisão dos bispo.

  65. ” Diego
    13 novembro, 2013 às 2:32 pm

    Esse Bispo quer uma igreja morna??? A Igreja precisa do Espírito Santo! Todos nós precisamos! ”

    Mais um comentário que fica claro que, para os “protestólicos” a rcc é dona do Espírito Santo, observem que ele conclui que se houver proibição do ôba ôba carismático a Igreja perdo o Espírito Santo.

    repito abaixo o comentário do Samuel:

    ” samuel santos
    13 novembro, 2013 às 9:03 am

    engraçado. Missas afro, missas sertanejas, celebrações ecumênicas com pastores protestantes, missas com maçons, não vejo este emprenho por parte dos bispos em proibir. Agora missas onde os carismas do Espirito Santo manifestam? O Bispo não é dono do Espirito Santo, … ”

    Ele nem se toca que quando ele afirma que o bispo não é dono do Espírito Santo ele ta deixando entendido que a RCC é um elo entre o ES e a Igreja. Ou seja, onde não há RCC não há ES. Ainda tem gente que nega que isso é uma heresia.

    Srs. Samuel Santos e Diego: o bispo se manifestou contra os eventos “protestólicos” e não contra a ação do ES.

    • Os carismáticos-hospedeiros-protestantes que aqui comentam nem se dão conta do tamanho de sua soberba. Claro a base fundamental da sua carismatice-caricatura-catolica é somente as Sagradas Escrituras. O orgulho empedernido neles já esta do tamanho do de lutero – o herege. A revolta, de lucifer. A pretensa devoção a Santíssima Virgem, um disfarse.

      Basta um papa declarar os erros deles para acontecer outro grande cisma na Igreja. Essa é a ameaça que fazem. No mais não há documento algum de aprovação para o culto de seus exoterismos-mantras-hindus. Somente o clero omisso que quer usá-los de chamariz de protestantes – sinceramente ficaria ofendido se fosse usado assim – outra parte, aí se inclui o Papa, quer evitar o cisma e pretendem tirar o bem do mal(estou sendo otimista).

      Não é por menos que se revoltem, estão cheios do “Espírito Santo”, ou seja, são mais que o Papa; este não recebeu o batismo no “Espírito”.

      Considero o uso do nome da Terceira Pessoa da Santíssima Trindade por essa gente uma blasfêmia.

      “Professo um só batismo
      para remissão dos pecados.”

    • Fernando de Oliveira Silva, me parece que você está julgando? Ou estou tendo a impressão errada? Você seria Deus?

  66. Sr. Samuelrsantos,

    Quando não se tem argumentos se apela logo para o “argumentum ad hominem”! ataque os argumentos das pessoas e não as pessoas, claro que isso requer inteligência, e como nem todos a possuem é mais fácil atacar as pessoas mesmo.
    Meus argumentos estão expostos para todos verem, refute-os, se estão errados prove!
    Tente manter um alto nível de discussão como convém entre cristãos.
    Você pode começar nos mostrando uma passagem na Bíblia que mostre os apóstolos aplicando CLARAMENTE o “repouso no espírito”, não valem passagens fora de contexto, ou pelo menos nos mostre isso nos escritos dos Padres apostólicos, boa sorte!
    Segue aqui o famoso vídeo em que o Padre Jonas Abib ENSINA a falar em línguas, ora se é dom de Deus porque ensinar a imitar sons desconexos, se o dom é verdadeiro ele surge quando Deus quer e não por ensino do homem:

    O som que ele faz é na verdade um mantra.

    Na RCC se vê milhares e milhares de pessoas com dons de línguas pois é o dom mais fácil de se falsificar, se você acreditar que o dom de línguas é composto por sílabas desconexas é claro, seria necessário um exército de pessoas com o dom de interpretação de línguas para interpretar essas línguas todas! será que Deus enviou um mas não o outro? não faz o menor sentido!
    Cadê o VERDADEIRO dom de línguas como descrito nos escritos dos Apóstolos? a oração em línguas humanas estranhas ao possuidor do dom, aramaico, russo, swahili, tupi-guarani etc.? você não vê nada disso na RCC.
    Perceba que em nenhum momento estou dizendo que o dom de línguas não existe ou mesmo que acabou, existe quem pense dessa forma, eu não penso mas nunca vi nenhum dom de línguas genuíno.
    Em nenhum momento falo que não existem os carismas do Espírito Santo, como poderia? quando são tão bem explicados no NT? o que falo é em DISCERNIMENTO e que existe muito joio no meio do trigo hoje em dia!
    Quanto às práticas das religiões orientais inseridas sub-repticiamente no Catolicismo cito mais alguns exemplos,
    O monge trapista Thomas Merton autor do livro “Zen and the Birds of Appetite” em 1968 foi o introdutor dos mantras na prática meditativa cristã.
    o monge trapista Abbot Thomas Keating criou a chama oração de centralização “centering prayer” que é composta por práticas de meditação zen-budistas recobertas com elementos católicos, esse monge participa do movimento “Monastic Interreligious Dialogue” cujo objetivo é unificar a prática contemplativa entre várias profissões de fé diferentes incluindo os hindus e o Dalai Lama.
    O monge capuchinho, recém falecido, Inacio Larranaga também misturava elementos do budismo nas práticas religiosas que ensinava, suas famosas “Oficinas de Oração” e por aí vai…
    Hoje em dia é preciso ter muito cuidado com o que se aprende e com quem para não terminar aprendendo alguma religião estranha travestida de Catolicismo.
    Veja alguns links sobre retiros de oração zen na Igreja Católica no Brasil:

    http://arquidiocesecampinas.com/recanto-santa-maria-realiza-retiro-de-meditacao-zen.html
    http://www.jesuita.org.br/programacao-dos-retiros-em-florianopolis/

    Esse tipo de coisa já vem acontecendo a muito tempo, são muitas as publicações “Católicas” que contém elementos as religiões orientais, e eu pergunto o porque disso se a espiritualidade Católica genuína é incrivelmente bela e verdadeira?
    Mas isso não acontece só com os Católicos, isso acontece com os protestantes também e nós estamos pegando essa contaminação através dos elementos oriundos deles via RCC.

    Assista o documentário “Kundalini Warning” ele foi feito por protestantes mas como a RCC veio do protestantismo também, tá valendo!

    Sem mais, se alguém quiser refutar alguma coisa que o faça por favor com argumentos.

    Tenha um bom dia!

  67. Para mim isso daí é TL vs RCC ….

    nada mais a comentar.

  68. Prezados (as) encerro aqui meus comentários e peço perdão a Deus e a vocês pela perda de tempo que passei aqui neste blog, poderia antes ter dedicado este tempo a oração e ao estudo.

    Fazendo hoje a Lectio Divina pude perceber que esse tempo aqui não foi do agrado de Deus pelo fato de que em cada comentário cada um quis impor seu ponto de vista, causando assim divisão, e todos aqui sabem quem é que divide os cristãos.

    Que Deus me perdoe e encerro por aqui e se algum colega quiser rezar amanha um Santo Rosário por toda a Igreja estarei aguardando pelo Skype as 19:00 horas de amanha 15/11. Meu Skype é: samuelrsantos

    Deus nos abençoe, abençoe cada um de vocês, seus trabalhos em suas paróquias, comunidades, pastorais e movimentos,

    Que Deus fortaleça cada um em sua vida de cristão.

    Nossa Senhora do Pérpetuo Socorro, rogai por nós.
    São Miguel Arcanjo, Defendei-nos no COmbate.

    Abraço a todos.

    • Samuelrsantos,
      Você diz que estou destilando veneno e diz que não esta’ faltando com o respeito comigo?
      O que estou denunciando e’ um problema muito serio, mais um na miriade de problemas que temos hoje.
      Isso dito, não fuja! argumente!
      Responda as minhas perguntas!

    • Deus o abençõe, e o fortaleça em sua caminhada cristã.

      Abraços

    • samuelrsantos,

      Julguei sim, a melhor forma de fazê-lo – já que tenho tino – é ter em conta a verdadeira doutrina da fé. Mas, não tenha medo. Não sou Deus. Este devemos todos temer sempre. Então, não fique tão confiante de ti mesmo. Aja com prudencia e não fique tentando as pessoas.

  69. Já fui membro da RCC. Vi que tinha alguma coisa errada. E após estudar muitos livros sobre o que aconteceu com a Igreja católica desde o papado de João XXIII até os dias de hoje fiquei convencido que a mudança da liturgia e o modernismo são obras diabólicas. Hoje acredito que a FSSPX é o movimento mais próximo da Igreja Católica de sempre. Porém, assim como eu acredito que tinha boa intenção e fiquei convencido, pelos livros e pesquisas, de muitos erros na RCC. Também acredito que se a maior parte dos membros da RCC fossem educados a fim de conhecer a história, principalmente a infiltração maçônica e comunista dentro da Igreja Católica e de todos os erros pós-conciliares, tenho convicção de que essas pessoas corrigiriam os rumos do movimento carismático. Entretanto, devo reconhecer que se ainda existe algum resquício de catolicismo e dogmas na Igreja aqui no Brasil, foi graças ao amor e devoção ao Sagrado que os carismáticos têm para com Jesus na Eucaristia e para com os sacramentos, mesmo sem conhecê-los em plenitude. Por esse motivo que o pessoal da Teologia da Libertação persegue tanto os carismáticos também. Se os carismáticos conhecessem verdadeira MISSA de PIO V e as verdades da fé católica se apaixonariam ainda mais pela Igreja. Mas infelizmente, como os padres modernos não falam sobre Jesus, os carismáticos copiaram muitos erros protestantes mais por sede de Deus que por má intenção. Acredito na sua reta intenção Samuel!

  70. Medida justa e acertada. Quem ama a igreja escuta e cumpre a voz de seus pastores.

  71. Uma atitude correta tomada pelo motivo errado.

  72. Samuel, (ninguém tem paciência comigo)

    Quando não enxergamos bem as coisas, relutamos em mudar. Seus olhos irão abrir no momento certo… é só deixar a raiva e a ilusão passarem.

  73. Amém, Samuel!!!

  74. É uma grande desfortuna pra Igreja de Iguatu essa carta. Uma pena que a autoridade eclesiástica tenha dado tal passo. Enquanto isso as seitas pentecostais arrastam multidões deixando a Igreja Católica do CE e do Brasil na vergonha. Fenômenos emocionais…já diziam os exorcistas, como pe. Gabriel Amorth que se diria isso…
    Mas e as missas ditas “dos quilombos, sertanejas, ecuménicas (que de ecuménicas não em nada pois não existe ecumênismo com as igrejas da reforma e sim diálogo inter-religioso)? Essas tbm serão proibidas dom João!
    E a TL que foi duramente reprovada pelo Beato João Paulo II e seu sucessor tbm está sendo banida de Iguatu?
    Se fala tanto do Conc. Vaticano II mas somente quando é cômodo…..se sita somente os números que vão corroborar as nossas próprias visões de Igreja.
    Mas como dizia uma profeta da RCC do CE: quem obedece nunca erra, mas quem comanda pode errar.
    RCC tu cresceste na perseguição….quando a perseguição cessou tu te acomodaste…..então é tempo que Deus te envie perseguição de novo…..será que essa proibição já não é o começo? Deus queira, assim crescerás ainda mais.

  75. Isso mesmo Dom João! Não podemos termos uma Igreja Paralela (Pentecostal) dentro da Diocese). Conheço o trabalho do bispo desde os tempos que ele trabalhava como Frei no Sertão da PB. Um pastor amoroso e comprometido. Que Cristo seja sempre a tua força!

  76. Sou Católico Apostólico Romano, faço parte da RCC, contudo concordo com a posição do Bispo , primeiro porque não sabemos exatamente o que levou-o a tomar esta decisão, amo a RCC principalmente porque foi através deste movimento que aprendi a amar a Igreja de Cristo, mais como a própria Igreja é feita por homens falhos, assim não poderia ser diferente em qualquer movimento ou pastoral, é uma realidade que muitos, por ignorância acabam errando muitas vezes em relação a tradição litúrgica. Segundo, que confio no pastor que Deus permitiu para cada diocese, mesmo se ele errar ; certa vez ouvi o seguinte ” é melhor errar com a Igreja, do que acertar fora dela”, a RCC é um instrumento de Deus, isto é fato, pois é uma fé que resulta em obras, que leva ao conhecimento e a amar verdadeiramente a Igreja, tirando os erros litúrgicos (lembrando que por falta de conhecimento ), não vejo contradição com a Sã. Doutrina, percebi em comentários anteriores, que ressaltavam a obediência ao seu pastor, querendo de forma indireta menosprezar e acusar este movimento, é triste de saber que tem tantos dentro da igreja, ou que se dizem fazer parte dela, gritar bravamente quando um padre ou bispo é contra a RCC, dizendo : ” OBEDEÇAM O SEU PASTOR “, ao mesmo tempo sem lembrar que os Papas que viram este movimento nascer, até hoje nunca o negaram, esta medida tenho certeza que realmente foi preciso, pois a muito equivoco, euforia de membros da RCC, inexperientes, o bispo não proibiu de haver reuniões da RCC, não proibiu usar da sua espiritualidade, apenas tomou uma atitude que erá necessária, contudo não somente na RCC mais em muitos outros movimento e pastorais. Amo a RCC, mudei de vida graças ao Espirito Santo. Graças a Ação de Deus. Graças ao instrumento de Deus que é este movimento.
    _ Se você não acredita na espiritualidade da RCC, seria uma atitude no minimo educada, se não até Cristão de respeitar, pois não foge, da Sã. Doutrina, não é negada por nosso PAPA e conseguem fazer muitos mudarem de vida, então respeita irmão.
    Deus abençoe, paz de Cristo e o Fogo do Espirito esteja em sua vida.
    Salve a Igreja de Cristo, á Igreja Católica Apostólica Romana.

  77. o que os irmãos da Diocese de Iguatu devem fazer é: obedecer, rezar e amar muito o Bispo Dom Frei João José Costa. A defesa dos dons deve ficar ao encargo do Espírito Santo, como ensina a Igreja ELE é o doador dos dons. Já vi muita gente contra as manifestações do Espírito Santo voltarem atrás.

  78. Olhem quem estará presente no Congresso Carismático da RCC em Iguatu? Advinhem: Dom João Costa o mesmo que publicou a carta acreditem se quiser mas é verdade basta copiar e colar o link abaixo e comprovarem com seus próprios olhos.

  79. Não me oponho a que nos GRUPOS DE ORAÇÃO se façam as orações de cura e libertação, orações em linguas e repouso no Espírito. De fato, a RCC tem sido, para muitos, um meio de inserção na experiência da fé cristã e na comunidade eclesial. Mas concordo com a decisão do Sr. Bispo. Creio que não há lugar para estas coisas na celebração litúrgica. A liturgia católica, em sua normativa não prevê a inserção de nada do que foi descrito acima. Isso sem contar que dentre as finalidades da Santa Missa está a finalidade IMPETRATÓRIA, ou seja, de obter de Deus os os favores e graças necessários e isso, absolutamente torna supérfluas as Orações de Cura e Libertação, inseridas despropositadamente na Celebração Eucarística. O GRUPO DE ORAÇÃO é o lugar para estas coisas, a Santa Missa, de modo algum.

  80. Correção de português: Isso sem contar que dentre as finalidades da Santa Missa está a finalidade IMPETRATÓRIA, ou seja, de obter de Deus os os favores e graças necessários, assim, absolutamente tornam-se supérfluas as Orações de Cura e Libertação, inseridas despropositadamente na Celebração Eucarística.

  81. Devemos sempre ser obedientes a nossa Igreja, seguindo sempre os exemplos dos Santos. Infelizmente em alguns grupos da RCC á exageros e erros, isso é causado por imaturidade de coordenadores e membros, mas não é so a RCC q tem erros, pastorais e movimentos envolvidos com a TL cometendo exageros dentro da Santa Missa tbm, missas afro, cantando musicas contendos nomes de entidades da Umbanda, de Orixás, missas para Maçons, tudo isso tbm n é condenado pela Igreja? e porque que não emitem decretos para proibirem essas coisas? Cobrir um santo e descobri o outro n vai servir de nada. Infelizmente para alguns só existe erros na rcc, mas defendem outros erros piores por falta de conhecimento e por causa de um orgulho enorme dentro do coraçao… Deus abençoe o senhor Bispo e seja fiél ao Magisterio da Igreja, ao Papa até o fim dos dias…

  82. Aos irmãos que queiram compreender um pouco mais sobre este assunto, indico-lhes o seguinte site: https://skydrive.live.com/?cid=8278c2ed5b87800a&id=8278C2ED5B87800A%21122&authkey=!#cid=8278C2ED5B87800A&id=8278C2ED5B87800A%21206&authkey=%21 – (Baixar o arquivo “Elucidário sobre o Dom das Línguas 2”, e boa leitura).

  83. Atenção, sr carismático, que fala em línguas e não sabe interpretar o que fala. Se eu o chamar de bárbaro o sr. vai se zangar comigo? Creio que sim. Mas eu o aconselho a não se zangar com São Paulo. Veja. “Se eu, pois, não entender o que significam as palavras serei bárbaro para aquele a quem falo; e o que fala será um bárbaro para mim. (I Cor 14,11)

  84. Bem, na verdade, acredito, que toda esta discussão, como disse o irmãozinho Samuel, foi um momento perdido, onde poderíamos estar rezando e ou realizando obras segundo os ensinamentos de Cristo.
    Não venham me dizer que a RCC é simplesmente uma “aproximação” a seitas, pois não o é.
    Eu sei e acredito na Renovação Carismática Católica, como disse o Santo Padre, é um instrumento, percebi isto, ao me deixar apaixonar por Deus e pela sua esposa, A Igreja, vivenciando melhor e com maior eficacia os sacramentos.
    Na verdade, sinceramente, o que vi, nos comentários acima descritos, foi uma divisão, e todo reino dividido contra si……. não me é necessário terminar, pois os irmãos que tanto estudam os ensinamentos da igreja, também doam cerca de duas, três, quatro horas (até mais) para Deus, pois não estão preocupados com este mundo, e perdem noites de sono para compreenderem as palavras do Santo Magistério e da Palavra de Deus e coloca-las em praticas.
    Acredito piamente que Deus não quer de nós, da Renovação Carismática Católica, algo tão grande que supere aquilo que já temos, pois temos a Santa Eucaristia e NADA, nenhum carisma ou dom, pode supera-la. É o centro de nossa fé, é nossa vida.
    Nós da Renovação Carismática Católica, temos sim que nos empenhar em sermos santos, em viver o que nos pede a Santa Igreja, viver o que esta nos fala. Devemos abrir o coração e vida para as mudanças de Deus.
    Se um dia o/um Papa disser : A Renovação Carismática Católica e seu carisma não fazem parte da igreja, imediatamente mudarei minha conduta e mostrarei para aqueles que estão a minha volta que também devem fazer isto. É o correto.
    Não digo que a renovação é dona do Espírito Santo, como alguns mencionaram, mas pode sim, como qualquer outra pastoral ser usada como instrumento. É vivenciando e estudando que se aprende, isto em qualquer pastoral ou movimento da Santa Igreja. devemos nos aproximar de CRISTO E NÃO NOS AFASTAR, seja na RCC, seja nas Pastorais, seja nas comunidades, institutos, etc.
    Deus age como lhe aprouver. Aqueles que não acreditam na RCC, façam como foi dito ao sumo-sacerdote (não entendam que lhes descrevo, digo com peso na consciencia, pois sei que muitos irão mal interpretar) nas primeiras comunidades cristãs: “Se não for algo divino irá se acabar, porém se é algo divino, por que reclamar? murmuração é pecado.
    Abraços!
    Por favor rezem, rezemos, sejamos obedientes, sejamos ouvintes, sejamos praticantes da Santa Igreja e da fé que nos é proposta.rezemos pelos irmãos da diocese de Iguatu, para que não caiam na desobediência e para que possam ouvir a voz de seu Bispo! Quem obedece nunca erra’
    Djalma

  85. Luiz, como é isso de os carismáticos terem amor pela Eucaristia mas ao mesmo tempo esculhambarem com a celebração da Eucaristia ( missa) ? Eu já fui carismático e vejo que há uma baita má vontade em se aceitar a Igreja como Mãe e Mestra. A Rcc tem a pretensão de ser ” a Igreja em movimento ” e não apenas ” um movimento na Igreja”. Não vejo solução para a rcc , nem a curto e nem a longo prazo, a única solução acarretaria obrigatoriamente na extinção da mesma. O fundamento da RCC são práticas não católicas, basta estudar um pouco pra enxergar isso.

  86. É lamentável…espero que em Iguatu(CE), o olhar do Sr. Bispo seja também na formação dos sacerdotes, que em sua Diocese não haja casos de pedofilia e escândalos homossexuais por parte dos mesmos, e caso haja, que não faça vistas grossas e que os mesmos não levem uma vida luxuosa e de contra testemunhos. Desconheço algum caso de alguém que deixou a Igreja Católica por causa das orações em línguas ou repouso no Espírito. Mas, se quiser uma lista de nomes de pessoas que deixaram a Igreja por causa do contra testemunho de sacerdotes e líderes religiosos é fácil apresentar. Não vamos desviar o “FOCO” dos verdadeiros problemas da nossa Igreja. Amo a Igreja por que a conheço…estudo e me aprofundo. E quero dizer que isso aprendi através da RCC. Para os irmãos carismáticos vai o meu consolo.”Quem obedece não erra!” Obedeçamos aos nossos bispos e a hierarquia da Igreja. aprendamos com Gamaliel: “O que não é de Deus não prevalece!” a briga não é nossa…Paciência! O próprio Espírito Santo que distribui seus dons com quem quer e onde quer, seja Ele o nosso advogado. Vamos ver até onde vai chegar…não esqueçamos (Eclo 2):”Quando entrares para o serviço do Senhor….prepara a tua alma para provação…sofre as demoras de Deus!” Se estamos sendo apedrejados, louvado seja Deus….pois, só se atiram pedras em árvores que dão frutos! Não se pode negar o crescimento da RCC…é fato! E o quanto ela tem contribuído com a Igreja local, isto é, as paróquias e dioceses. Vamos irmãos intensificar às nossas orações…Só não orem em línguas! Vamos obedecer para não perdermos a graça, isto é uma bem-aventurança: (Mt. 5, 11-12) “….Bem-aventurados sereis quando vos perseguirem, vos caluniares….por causa do meu nome!….Aos ignorantes de plantão, só basta dizer….”Pai, perdoa-lhes por que não sabem o que fazem!”

Trackbacks