“De Anticristo ele não será chamado”.

De Anticristo ele não será chamado, caso contrário ele não conseguiria seguidores. Ele não se vestirá de vermelho e nem vomitará enxofre, também não terá como cetro um tridente ou balançará uma cauda pontiaguda como Mefistófeles em Fausto .

Esta mascaração só serviu para ajudar o demônio a convencer os homens de que ele não existe. Quanto mais ninguém o reconhece, mais poder ele exerce.

Deus definiu a Si mesmo como “Eu sou Aquele que Sou, enquanto o demônio, como antítese se define como “eu sou aquele que não sou”.

Em nenhum lugar nas Sagradas Escrituras encontramos justificativa para o mito popular do Diabo como um palhaço vestido de “vermelho”.  Ao invés disto, ele é descrito como um anjo caído do céu, como “o príncipe deste mundo”, cuja tarefa é nos dizer que não existe outro mundo.

Sua lógica é simples: se não há céu, não há inferno, se o inferno não existe, então não há pecado, se não há pecado, então não há juiz, e se não há nenhum julgamento então o mal é bom e bom é mau. Mas, acima de todas estas descrições, Nosso Senhor nos adverte que ele será tão parecido com o Cristo que seria capaz de enganar até mesmo os escolhidos – e certamente nenhum demônio já descrito em alegorias de livros seria capaz de enganar os escolhidos.

Como então ele se apresentará nessa nova era pra ganhar seguidores para a sua religião? A crença já nos tempos anteriores à Rússia comunista é que ele virá disfarçado como um grande líder humanitário: ele vai falar de paz, prosperidade e abundância não como um meio para levar-nos a Deus, mas como um fim em si mesmo…

… A terceira tentação , aquela em que Satanás pediu a Cristo para adorá-lo em troca de todos os reinos do mundo, se tornará a tentação de ter uma nova religião sem a cruz, uma liturgia sem a menção de um mundo por vir, uma religião para destruir a verdadeira religião, ou uma política que se tornará uma religião – uma religião que renderá a César até mesmo as coisas que são de Deus.

No meio de todo o seu aparente amor pela humanidade e seu discurso simplista de liberdade e igualdade, ele guardará um grande segredo que não revelará a ninguém: ele não acredita em Deus.

Porque sua religião será a fraternidade sem a paternidade de Deus, e é com essa religião ele vai enganar até mesmo os eleitos. Ele vai criar uma contra-Igreja que será pura macaqueação da Igreja, porque ele, o Antiscristo, não faz outra coisa senão macaquear a obra de Deus. Essa igreja terá ritos e características da Igreja, mas em sentido inverso pois estarão esvaziados de seu conteúdo divino. Será um corpo místico do anticristo que em todas suas aparências exteriores lembrarão o Corpo Místico de de Cristo.

… Mas os homens do século XX se juntarão a essa contra-igreja porque ela se proclamará infalível quando seu chefe visível falar da cátedra de Moscou sobre temas tais quais economia e política, como pastor-chefe do comunismo mundial.

Fulton J. Sheen, Communism and the Conscience of the West [Bobbs-Merril Company, Indianapolis, 1948], pp. 24-25 – Tradução: Gercione Lima

Tags:

25 Comentários to ““De Anticristo ele não será chamado”.”

  1. “Filhinhos, esta é a última hora. Vós ouvistes dizer que o Anticristo vem. Eis que já há muitos anticristos, por isto conhecemos que é a última hora. Eles saíram dentre nós, mas não eram dos nossos. Se tivessem sido dos nossos, ficariam certamente conosco. Mas isto se dá para que se conheça que nem todos são dos nossos. Vós, porém, tendes a unção do Santo e sabeis todas as coisas. Não vos escrevi como se ignorásseis a verdade, mas porque a conheceis, e porque nenhuma mentira vem da verdade.” (1º João 2, 18-21).

    O anticristo será judeu (da tribo de dã, excluída do Paraíso – vide Ap 7, 5-8). E segundo a aparição de La Salette (França), ele será filho de um bispo com uma religiosa judia. Ele instituirá um Governo Único Mundial anticristão e totalitário, com ajuda do mercado financeiro (sinagoga de Satanás – Ap 2,9). Implantará o sinal da besta (chip eletrônico na mão direita ou na testa da humanidade).

    Realmente, estamos bem próximos da profecia de La Salette: “Roma perderá a fé e se tornará a sede do anticristo”. Em razão disso, a Igreja precisa “desesperadamente” do retorno imediato da Oração de São Miguel Arcanjo!

    Finalmente, por que o Catecismo da Igreja Católica-CIC nos adverte:
    §675 “Antes do advento de Cristo, a Igreja deve passar por uma provação final que abalará a fé de muitos crentes. A perseguição que acompanha a peregrinação dela na terra” desvendará o “mistério de iniquidade” sob a forma de uma impostura religiosa que há de trazer aos homens uma solução aparente a seus problemas, à custa da apostasia da verdade. A impostura religiosa suprema é a do Anticristo, isto é, a de um pseudo-messianismo em que o homem glorifica a si mesmo em lugar de Deus e de seu Messias que veio na carne”.

    O momento é de vigília e oração!

  2. Tem me parecido que o Anti Cristo, sem excluir uma pessoa que um dia comande o mundo até que Cristo venha subjugá-lo de vez – Quando todos disserem paz, eis que virá repentina destruição 1 Ts 5,3 – está em nosso meio agindo cada vez mais em plenitude – há uma intensificação extrema da atividade de Satanás em nosso meio dissimulado de “modernismo” – daí o “respeito” ao credo de pessoas de religiões opostas ao cristianismo, deixarem os ensinamentos da Igreja tradicional por muitos outros de diversas correntes de uma religião “tolerante”, ver em Deus apenas bondade, nunca sua justiça; é o relativismo a marca dos tempos atuais.
    Até certos sinais o confirmam: moças e senhoras nas igrejas de collants, shortinhos, muito decotadas, costas de fora até nas S Missas e ainda ousando se aproximarem da mesa da S Comunhão; acho que saíram piores do que entraram…
    Aliás,o que há de mulheres pelas ruas praticamente desnudas exibindo-se, os programas midiáticos em maioria absoluta são um deboche ostensivo às leis de Deus, como também o povo elegendo para o governar logo os comunistas que O odeiam, ainda por cima de nós instaurando leis anti Cristo, como aborto, pedofilia…
    Há muitos outros sinais, como: ficar antenado o dia e noite como muitos nos aparelhos, não sobrando tempo para pensar em Deus…

  3. Fulton Sheen é um profeta. Mas discordo dele quanto ao “grande segredo” do anticristo: O dito cujo acredita, sim, em Deus. Apenas não se submete, não ama, não lhe dá glória.

  4. Nossa! Aguardei muito tempo para que esse texto fosse publicado no FRATRES.
    Chegou a hora! Parabéns!

    • O chip já existe! E chegará em Belo Horizonte nas próximas semanas, se duvidam vejam os sites de jornais ele já foi apresentado abertamente pelo Fantástico há alguns anos. E se você duvida que Nossa Senhora de La Salette estava falando a verdade, então você duvida da Igreja Católica, pois a aparição foi aprovada pela Igreja!

    • Na verdade, na mensagem legítima de La Salette há acréscimos posteriores, portanto, há dúvidas quanto à autenticidade de tudo o que foi acrescentado.

  5. O “flerte” que está sobrevindo entre o Vaticano e Moscou levanta seríssimas suspeitas de que a Igreja Católica está a inserir-se dentro do projeto globalista eurasiano, capitaneado pela Rússia e pela China. Esta aproximação da Igreja em relação ao Kremlin tem o seu ápice quanto a questão da guerra civil na Síria. O projeto eurasiano, bem com o projeto globalista socialista fabiano dos EUA (Escola de Frankfurt), não tem os elementos necessários para fundar uma nova civilização. Toynbee provou em seus estudos que uma civilização não floresce sem a religião. A “deusa” razão entronizada pelos revolucionários franceses não conseguiu destroçar o cristianismo e a Igreja. O comunismo soviético, tal como era, também não conseguiu liquidar totalmente a Igreja, senão infiltrar-se no Vaticano, produzindo graves avarias, mas não a ponto de eliminar a Igreja.
    Pois bem.
    Esta aproximação entre o Vaticano e o Kremlin pode servir de “base” para o provimento dos elementos religiosos para o eurasianismo numa futura união entre a Igreja Católica e a Igreja Ortodoxa Russa, braço religioso do Estado russo. Como os socialistas fabianos dos EUA instrumentalizaram em seu favor o projeto islâmico (é o caso da Líbia, da Síria, a aliança entre Israel e Arábia Saudita), os eurasianos vislumbram com bom grado um acordo com Roma. Sendo assim, os revolucionários conseguiriam o que nunca na história humana se conseguiu: dar uma conotação cristã para a tirania do “César”.
    Se isso acontecer (e penso que não estamos distantes de testemunhar isso), será o fim dos EUA como tal o conhecemos e dos resíduos de catolicismo numa Europa já devastada pelo liberalismo materialista. Voltaremos para as catacumbas.
    É crível que o Anticristo apareça neste provável cenário futuro.
    A verdade é que toda esta conjuntura é profundamente triste. O mundo de hoje é isso: três projetos globalistas anticatólicos ora lutando entre si, ora colaborando um com o outro. O que os une é a ojeriza pela Igreja e a crença num progresso eterno da ciência.
    No embate entre o gnosticismo eurasiano e o panteísmo ocidental, a maior vítima é o catolicismo.

  6. Rezemos, amados e jejuemos, para que possamos, chegar aos céus e, junto conosco, levar muitas almas,mesmo aquelas,que hoje,não estão se preocupando com o desmoronamento da Igreja,seu modernismo e aparentes boas mudanças! Rezemos, Jejuemos e nos penitenciemos,pois creio que somente assim,ajudaremos e viveremos o que Nosso Senhor nos disse: viver no mundo, sem er do mundo. Salve Maria Imaculada!

  7. Eu não digo diretamente que o papa Francisco é o anticristo, porque eu não sei o que se passa no coração dele, e nem poderia saber, mas as suas ações deixam muito a se pensar.

    Rezo a Deus e peço a intercessão dos santos, em particular do Beato Pio IX, para que Francisco abandone a linha liberalista, populista e quase descaradamente marxista de ser papa. Se o papa Francisco começar a falar e a agir veementemente contra os pecados do mundo e contra a dessacralização das coisas sagradas na Igreja, conte-se como um milagre do Papa Pio IX, que conte para sua canonização!

    • Eu às vezes penso que o papa Francisco seria o falso profeta precurssor do Anticristo, mas não ouso afirmar tal coisa, ao contrário: censuro a mim mesmo e me considerarei feliz em estar enganado. Espero estar enganado, seria uma grande alegria estar enganado.Tomara que eu esteja enganado. Devo estar enganado!

  8. Será que não há a possibilidade de o anticristo não ser apenas um, mas uma multidão? Como quando um endemoniado disse a Jesus “meu nome é legião, pois somos muitos”. O anticristo não seria na realidade um “coletivo” impregnado por uma ideologia demoníaca tal como o socialismo? Ou a Igreja Católica não admite tal interpretação?

  9. Cada um deve fazer o seguinte: olhar bem fixamente para o espelho de suas casas e examinar as respectivas consciências. Muitos irão se surpreender, pois constatarão que,pasmem, são o próprio anticristo!

  10. O artigo é excelente e parabenizo o FRATRES pela sua publicação e tradução. Ocorre que há um erro e uma omissão nesse belo texto. A omissão reside na ausência de menção ao Falso Profeta. O Anticristo será uma paródia de Jesus Cristo e por isso mesmo precisará de um Falso Profeta que imite São João Batista. É possível que esse Falso Profeta seja um Antipapa, porém só o tempo dirá quem ele será.
    O erro está em ignorar que a sede do Anticristo será em Roma, e não em Moscou. Nossa Senhora, em La Salette, nos alertou de que Roma será a sede do Anticristo. Essa aparição foi oficialmente aprovada pelo Vaticano.
    Enfim, estamos nos aproximando do cumprimento das profecias marianas. A Rússia não foi consagrada. Logo, será o instrumento do castigo de Deus até que ocorra sua consagração e o triunfo do Imaculado Coração de Nossa Senhora. Só nos resta rezar e confiar na promessa de Nossa Senhora.

  11. Caro Luís,
    Realmente, a Trindade do Mal (Satanás, Anticristo e Falso Profeta) lutam contra o projeto de Deus para a humanidade. Também penso como vc sobre o falso profeta (seria um futuro papa eleito ilegitimamente, diferente de Francisco). Ele representaria a figura, mutatis mutandis, de João Batista, isto é, prepararia a vinda do anticristo. Bastar ler o livro do Apocalipse para chegar a essa conclusão. Só discordo de você sobre a Rússia, pois penso que durante a Grande Tribulação, os Ortodoxos manterão a Eucaristia, ao contrário dos Latinos (Igreja Católica Apostólica Romana).

  12. Eu fico espantado com tantos comentários tolos. Crer que o papa Francisco seja o Anticristo é agir da mesma forma que os fariseus faziam com Jesus. Outra coisa, não existe nenhum documento da Igreja obrigando-me a acreditar em revelações particulares, então é equivocado dizer que o católico é obrigado a aceitar as mensagens de Nossa Senhora, pois não são Dogmas.

    • Sérgio,
      As mensagens de La Salette e Fátima foram reconhecidas pelo Vaticano.

    • Ao aprovar uma revelação particular a Igreja não a propõe como algo que se deva acreditar. Ninguém é obrigado a crer nas mensagens de Fátima e Salette. Aliás, quando se aprova uma revelação particular não se está dizendo que ela e todo o seu contexto tem algo de infalível, mas apenas autorizando o culto e a difusão como sendo algo que, se for verdade, não macula o depósito da fé. Obviamente, há um peso bem grande quando a Igreja chancela uma revelação particular, mas isso não quer dizer que, de fato, tenha acontecido ou que deva ser seguida. Particularmente creio nas aparições marianas em Fátima e Salette (duvido dos acréscimos posteriores dessa última).

  13. Nossa! O texto acabou de descrever o clero modernista pós-conciliar! Igualzinho aos últimos Papas!

  14. É impossível que o Papa seja o Anticristo. Se o fosse, os dogmas sobre o Papa não seriam dogmas. As deduções lógicas de um dogma se impregnam de seu caráter dogmático, têm o odor da verdade, transpiram ortodoxia, logo, se um Papa se torna ou é o Anticristo, ensinará, necessariamente, desde sua cátedra, coisas contrárias à fé e aos costumes, sob pena de frustrar as intenções de seu chefe: Satanás, e isso, conforme o dogma que professamos, seria impossível. Ademais, o Anticristo não pode ter pleno e supremo poder de jurisdição sobre a Igreja, coisa que compete dogmaticamente ao Papa. Não se pode admitir que a “Esposa de Cristo” ou o “Corpo de Cristo” torne-se cativo de um poder pleno e irrestrito de Satanás. O Papa pode ser pecador, covarde, infiel, traidor, mas nunca será O anticristo. Jesus deu o poder ao Papa de confirmar os irmãos na fé, deu o poder de abrir e fechar, ligar e desligar… se quem tem esse poder sobre “as chaves” é o anticristo, então as portas do inferno prevalecem sobre a Igreja. E isso é plenamente impossível.

  15. Na minha opinião o Anticristo é Karl Marx, homem nefasto que nunca matou ninguém diretamente, porém sua doutrina é a grande responsável por milhões de mortes de seres humanos. Por onde passa o marxismo deixa um rastro de morte e destruição. Todos os tiranos modernos se basearam e se baseiam no marxismo. Todos os inimigos de Deus repetem o seu brado de revolta: A religião é o ópio do povo. O falso profeta é o CVII, concílio mentiroso e protetor dos inimigos da Igreja. Foi através dele que o marxismo entrou no seio da Igreja e Karl Marx se sentou no trono de Deus, assim o anticristo é adorado como se fosse o verdadeiro Deus.

  16. Israel, sugiro que atualize seus conhecimentos sobre o chip. No Brasil, Lei Federal 9.454/97 prevê a eliminação de todos os demais documentos civis (certidão de casamento, identidade, título de eleitor… por esta identidade única). Inclusive, já exitem inúmeros banqueiros, empresários, políticos, autoridades com chip eletrônico implantados nos seus corpos. Há alguns supostos benefícios: inibe sequestros (pois será possível a sua localização imediata via GPS) etc. Todavia, existem inúmeros malefícios: fim da privacidade, liberdade de ir e vir, o chip eletrônico possui uma bateria de lítio que causa câncer, dentre outros. O sistema financeiro mundial já vem se preparando para isso. O Bradesco, por exemplo, nos terminais de auto-atendimento, já existem máquinas com IDENTIFICAÇÃO BIOMÉTRICA.
    Encerro com a advertência do último livro da bíblia sagrada (Apocalipse 13, 11-18):
    “A todos, os pequenos e os grandes, os ricos e os pobres, os livres e os escravos, faz que lhes seja dada certa marca sobre a mão direita ou sobre a fronte, para que ninguém possa comprar ou vender, senão aquele que tem a marca, o nome da besta ou o número do seu nome. Aqui está a sabedoria. Aquele que tem entendimento calcule o número da besta, pois é número de homem. Ora, esse número é seiscentos e sessenta e seis.”

  17. Cássio
    3 dezembro, 2013 às 12:00 pm
    Por favor entre em contato comigo… francferreira2005ARROBAbol.com.br