A primeira derrota da “Ideologia de Gênero” no mundo. Entrevista com Pe. José Eduardo.

Sacerdote da diocese de Osasco, SP, doutor em teologia moral, fala sobre a inédita derrota da Ideologia de Gênero:

Tags:

3 Comentários to “A primeira derrota da “Ideologia de Gênero” no mundo. Entrevista com Pe. José Eduardo.”

  1. Eu tenho absoluta certeza de que essa vitória veio por meio de São José de Anchieta. Ele lutou tanto para catequizar os indígenas no Brasil, especialmente as crianças! Ele é o patrono desta nossa terra, o Apóstolo do Brasil. Devemos pedir incessantemente sua intercessão, especialmente para essas questões de educação.

    O trabalho que São José de Anchieta fez foi admirável, isso sem contar todos os milagres que ele realizou ainda em vida. O ensino da fé Católica – doutrina e moral – que ele fez para os indígenas foi impecável! Se os sacerdotes de hoje fizessem 1% do que ele fez, alguma coisa com certeza melhoraria, mas, pelo visto, a grande maioria prefere ficar no “diálogo” e na omissão, deixando Jesus ser ofendido em cada comunhão sacrílega, em cada irreverência dentro da igreja, em cada momento de covardia em ensinar a doutrina Católica como ela é de fato etc… Tristes tempos, estes, os nossos…!

    Peçamos todos a intercessão de São José de Anchieta, para que ele nos livre de todas as ideologias anticristãs e antifamília, socorra e proteja a inocência de nossas crianças e renove o ardor pela fé Católica neste país!

  2. Que o Brasil continue sendo a Terra da Santa Cruz!
    Que Deus olhe por nós.

  3. Estamos atravessando uma grave crise civilizacional cuja expressão econômica é a mais perceptível, contudo não é a pior. A crise moral, com perda dos valores que deram origem a nossa civilização se expressam em todos os campos. A desregulamentação das virtudes e o abandono dos valores cristãos são visíveis em todo o Ocidente. A política de gênero, imposta pela ONU, está no bojo da destruição desses valores, bem como a campanha mundial contra os cristãos no mundo todo. Essa vitória foi um milagre, contudo o inimigo voltará novamente, não devemos baixar as armas.

%d blogueiros gostam disto: