Encontro ecumênico.

Ucrânia: uma procissão (não sabemos se Católica ou ortodoxa) encontra em seu caminho uma barraquinha divulgando literatura herética adventista. Ocorre, então, um caloroso diálogo ecumênico.

26 Comentários to “Encontro ecumênico.”

  1. Os adventistas podem ter todos os seus erros, mas era apenas uma barraquinha. Não vi nenhuma tentativa de atrapalhar a procissão católica. Pareceu-me uma agressão gratuita e desrespeitosa. Imagine se a moda pega e os ortodoxos (que são maioria na Ucrânia) resolvem fazer o mesmo quando encontrarem católicos na rua?

  2. Viva ao verdadeiro ecumenismo Católico…

  3. Vendo o vídeo apresentado deste ” diálogo ecumênico”, eu me pergunto, e não sei responder, o que ficou de bom? Os adventistas, calmos e recolhendo suas publicações e demais material, estariam se sentindo tocados “pelo zelo da tua Casa” ou, quase com compreensão cristã diante de atitudes infantis,achando graça da conduta dos outros?Existe uma violência cristã, amorosa.Aquela, por exemplo, de Papas que não aceitam co-celebrar missas com padres notoriamente favorecedores de perversões sexuais e assassinatos de crianças inocentes. Ou de Papas e Bispos que não pedem que simpósios religiosos mostrem compreensão e acolhimento com crianças ” filhas” de pares psicopáticos, de parelhas de cuidadores, DIFERENTEMENTE DAQUELES TRAIDORES QUE,ressaltando o óbvio( que qualquer pessoa é filha de Deus, que qualquer criança merece o Batismo, etc) , fazem isto dentro de circunstâncias e contextos que dizem ” em gritos não verbais obscenos”:

    ” A Igreja de Deus aplaude ajuntamentos homossexuais, e quer que tais pessoas, honrando-se de suas condutas doentias e geradoras de doenças, pecados e vergonhas,participem de atos pseudos litúrgicos, sem abandonarem suas abominações mas, ao contrário, vangloriando-se delas” ?

    Como pode um Papa dizer, de modo tergiversatório, que não julga ninguém, respondendo eristicamente uma pergunta teórica sobre se existe sanidade, beleza , normalidade e pureza em atos homossexuais, e permitindo que isto seja repetido ad nauseam, frequentemente para aplaudir e apoiar a ” inclusão” da viadagem nas ” virtudes teologais” na na Nova Liturgia que leva aos Céus e à Vida Eterna, sem emitir um esclarecimento e retificação que seja? Que autoridade moral temos, nós igreja, para derrubar uma barraquinha de gente possivelmente com boas intenções, valendo-se duma eventual e transitória superioridade numérica, quando, por nossos representantes mais altos, ou ficamos com umas conversas moles ambíguas e confusas, ou aplaudimos explicitamente aberrações e dizemos, em documentos, que um desfile de doentes mentais debochados, chamados ” parada gay”, é ocasião apropriada para pronunciamento de um órgão católico, e pronunciamento de simpatia à perversão, e mesmo de aplauso e incentivo? E de que adianta se reunir covardemente, submissamente, para praticar atos de recolhimento autista, de fuga esquizofrênica, blasfemamente chamados de ” Oração”, não fazendo nada, não se organizando, não protestando, OPORTUNA E INOPORTUNAMENTE, COMO RECOMENDA SÃO PAULO?
    Verdadeiras orações, juntamente com verdadeiros bons exemplos, eficazes, claros, organizados, INTELIGENTES, CRIATIVOS, supra críticos, vitoriosos, gentis, claros, decididos, sem embromações,isto sim, é que seria querer o /Bem dos Outros, portanto, isto sim que seria Amar.

  4. São exatamente atitudes assim que estes hereges merecem… Quisera, tivessem tido os padres e religiosos brasileiros esta mesma postura quando da chegada dos protestantes aqui. Certamente recebendo este tipo de tratamento, que nada mais foi que um ato de caridade para com as almas destes perdidos, sim, que ninguém duvide que seguir o exemplo de Jesus a expulsar os vendilhões do templo seja mesmo um ato de caridade, o engano protestante tivesse sua expansão tolhida no Brasil.

  5. Eles podem fazer isso e não acontece nada?!

  6. O Vídeo se trata de uma procissão da Igreja Ortodoxa, e provavelmente do Patriarcado de Moscou ou da ROCA (opositores da Met. Laurus), este fato é facilmente perceptível no seu estilo musical, e nos paramentos (tanto a Igreja Católica Ucrâniana, quanto o Pro-Ocidente Igreja Ortodoxa Ucraniana do Patriarcado de Kiev, por serem russofóbicas, rejeitam este estilo de paramento.)

  7. hahahahaha… Bem feito! Ah, quem dera que os católicos daqui tivessem a mesma fibra dos valorosos ucranianos. A essa altura a pestilência protestante não teria penetrado tão profundamente em nossas terras.

  8. O que é o verdadeiro ecumenismo? É trazer as pessoas das falsas religiões, para a única religião verdadeira. Católica Apostólica Romana. Assim que a Santa Igreja sempre fez; e continua fazendo. Hoje no entanto, Vemos esta péssima propaganda no mundo inteiro. Unir com os hereges, cismáticos, ateus… para ficar todos mundo numa boa. Então, Nosso Senhor perdeu o Seu tempo em fundar a Sua Igreja. Deveria deixar para qualquer um seguir a sua cabeça. A verdade passaria à ser relativa. Como se alguém dissesse: A neve pode ser branca, preta, azul… o leite é branco; mas podemos também dizer: Ele é verde, amarelo, vermelho… Qualquer cor pode se falado sobre ele. Todas as cores são verdadeiras. Deus não admite rival. Dizia Santa Catarina de Sena. Nosso Senhor, é Aquele Esposo, que não admite que Sua Esposa. Santa Imaculada, sem mácula e sem ruga. Seja igualada com as falsas. Por isso Ele tem um “ciúme” terrível de Sua Esposa. Quer que Ela fique bem longe deste falso ecumenismo. Na história da Santa Igreja, desde os seus primórdios, Ela lutou para converter o mundo, não com as forças das armas, mas com a força da oração. Converteu o famoso Império Romano, os Bárbaros…e o mundo tornou-se quase todo cristão. Este é o “remédio” para todos os males. A oração, penitência, mudança de vida. Os Mandamentos da Lei de Deus e da Santa Igreja. Quando passar a ser praticados. O mundo vai começar a mudar para melhor. O dia que um Papa, fizer a consagração da Rússia ao Imaculado Coração de Maria. Veremos florir a verdadeira fé cristã.
    Joelson Ribeiro Ramos.

  9. Diálogo ecumênico aprovado. Nós, no Brasil, deveríamos seguir o exemplo e começarmos a bem dialogar com nossos “irmãos separados”. Afinal, o diálogo é essencial. ;)

  10. Vê-se que os ortodoxos vão longe.

  11. E toma-lhe agua benta!
    Me lembrei do Padre Fabio de Melo falando em seu programa: “Para que evangelizar os índios que tem uma vida muito mais saudável do que nós, muito mais divina do que nós?”

  12. Alguém sabe me dizer a tradução do diálogo? Grato.

  13. Como faltam sacerdotes assim…

  14. Se a procissão era católica, fiquei sinceramente envergonhado. Os adventistas estavam no canto deles, quietos. Ninguém tem o direito de ir na ‘barraquinha’ alheia e jogar água nos livros alheios, mesmo que precedidos por uma cruz, ícones e cantando cantos litúrgicos. E ainda por cima, a vestimenta de um dos participantes da procissão seria mais adequada para educação física que para uma atividade supostamente pia. Em uma palavra: ridículo!

  15. Muito triste essa cena. No mínimo uma falta de respeito. A única coisa que não foi vista neste vídeo é o amor de Cristo…

  16. Depois tem gente que resmunga que sou um polaco barbaro de Kiev…

    Creio que sejam católicos fiéis a Roma pois os cismáticos no tempo da perseguição comunista da Russia fizeram todos os tipos de concessões e os sacerdotes católicos foram parar nos campos de concentração soviéticos.

  17. queria saber Russo agora kkkkkk Mas sem saber já é engraçado.

  18. Na Rússia quase não existe Católicos orientais e sim “ortodoxos”. Portanto deve se tratar de dois padres ortodoxos.

  19. É, o inferno tá cheio de pessoas “calorosas” também.

  20. Eu acho que é ortodoxa… =(

  21. Pelo estilo da casula (felônion) dos sacerdotes, diria que são ortodoxos, já que usam o modelo russo. Os católicos distinguem-se por usar o modelo grego.

  22. Creio que ortodoxos, em 1min e 23seg do vídeo, tem um garoto fazendo o sinal da cruz tocando primeiro o ombro direito e depois o esquerda.

  23. Em época de perseguição dos cristãos Católicos, tudo que a mídia e inimigos da Igreja desejam, é um vídeo como este, para propagar ainda mais o ódio contra a Igreja de Cristo.

  24. Não são católicos!
    Se fossem certamente lhes dariam a”paz do senhor” e rezariam o “pai nosso” terminando com “por vosso e o reino o pder e a gloria”… só pra agradar!

  25. Para tirar nossas dúvidas perguntemos à um Padre Ucraniano que respondeu assim: “Bom Dia Gerson, desculpe a demora em responder pois estava fora de Curitiba. Pelos paramentos são ortodoxos, mas não saberia dizer de que Igreja. A língua é russa, e tenhamos presente que os russos do Patriarcado de Moscou são muito radicais. Até contra os católicos.
    Que Deus abençoe. Pe. XXXX.” Graças a Deus esse escândalo não foi feito por Católicos.

  26. Em uma simples frase, intolerância religiosa, fanatismos e ignorância sem tamanho. Triste ver coisas como essas, seja por parte de católicos ou de qualquer outra denominação religiosa.