Novo apelo do Patriarca da Babilônia dos Caldeus.

Apelo para salvar a planície de Nínive dos jihadistas e garantir proteção internacional

343567829iedhgr456378

Tradução: Teresa Maria Freixinho | Fratres in Unum.com – A tragédia que se alastra rapidamente entre as famílias desalojadas no norte do Iraque exige que todos ajam, uma vez que não há sinais de uma solução rápida para o destino de mais de 100.000 pessoas que fugiram de 13 aldeias na Planície de Nínive para as cidades e aldeias mais ao norte e que estão tentando sobreviver em parques e locais públicos há sete dias. Do ponto de vista espiritual e humanitário, as circunstâncias atuais para essas pessoas exiladas são inaceitáveis, ao passo que o sofrimento aumenta e os esforços internacionais para aliviar esse sofrimento são insuficientes. Atualmente não é possível confiar no Governo Central que está sendo formado, porque o processo está passando por tempos conturbados. Além disso, será necessário um bom tempo para que um novo governo restaure a ordem e a paz no país. Assim, antes que as realidades duras e pungentes aflijam ainda mais essas famílias, os Estados Unidos da América, também devido ao seu envolvimento anterior no Iraque, a União Europeia e a Liga dos Países Árabes têm a responsabilidade de agir rapidamente para encontrar uma solução. Eles precisam limpar a planície de Nínive de todos os guerrilheiros jihadistas e ajudar essas famílias desalojadas a retornarem para as suas aldeias ancestrais e reconstruírem suas vidas, a fim de que elas possam conservar e praticar a sua religião, cultura e tradições através de uma Campanha Internacional ativa e eficiente até que o Governo Central e o Governo Regional do Curdistão se tornem eficazes. Entristece-me pensar que eles possam optar pela migração como uma opção viável. Se a situação não mudar, o mundo inteiro deverá assumir a responsabilidade pelo lento genocídio de um componente genuíno e inteiro da sociedade Iraquiana e pela perda da sua herança e cultura ancestrais. O ISIS está tentando apagar todos os rastros!

Esta carta é enviada com a plena anuência dos bispos de Mosul de todas as igrejas.

+ Louis Raphael Sako

Patriarca Caldeu da Babilônia

Presidente da Assembleia dos Bispos Católicos do Iraque

Iraque – Bagdá

P.O. Box 6112

Tel.: 00964(1) 5379164

00964(1)5377693

Tags:

4 Responses to “Novo apelo do Patriarca da Babilônia dos Caldeus.”

  1. Meu Deus!…o que fazer de concreto,para ajudar essas pessoas…?Não falam idiomas ocidentais, profissões e hábitos diferentes dos nossos…O que podemos fazer é rezar,para que as Grandes Potencias os ajudem, de algum modo…Amém.

  2. Triste realidade dos CRISTÃOS que estão sendo massacrados por seguirem Nosso Senhor Jesus CRISTO.

  3. No link do G1 abaixo, vejam a hipocrisia da reportagem quando fala em “religião pré-islâmica”.

    http://g1.globo.com/mundo/noticia/2014/08/jihadistas-do-grupo-estado-islamico-matam-80-yazidis-no-norte-do-iraque.html

    Destaco a frase contida na reportagem:

    “A minoria yazidi, de língua curda e que segue uma religião pré-islâmica, vive em pequenas comunidades isoladas no Iraque, na Síria e na Turquia.”

    Que dizer dessa autêntica desinformação?

Trackbacks