Asia Bibi escreve ao Papa.


Lahore (RV) –
“Papa Francisco, sou a tua filha Asia Bibi. Imploro-te: reza por mim, por minha salvação e minha liberdade. Neste momento, posso somente confiar em Deus, que é o Todo-poderoso, aquele que tudo pode por mim”: São palavras da cristã Asia Bibi, condenada à morte por blasfêmia no Paquistão, dirigindo-se ao Papa por meio de uma carta. O tribunal de recurso de Lahore confirmou quinta-feira, 23, a sentença de condenação à morte já emitida em primeira instância, em 2010.

“Estou ainda agarrada fortemente à minha fé cristã e tenho confiança em Deus, meu Pai, que me defenderá e me restituirá a liberdade. Confio também em ti, Santo Padre Francisco, e em tuas preces”, escreve a cristã. “Papa Francisco – prossegue – sei que estás rezando por mim com todo o coração. Sei que graças às tuas orações, a minha liberdade poderá ser possível. Em nome de Deus Todo-poderoso e de tua glória, te expresso todo o meu agradecimento por tua proximidade neste momento de sofrimento e desilusão”.

“Minha única esperança – acrescenta – é pode ver um dia minha família reunida e feliz. Creio que Deus não me abandona e tem um projeto de bem e de felicidade para mim, que se concretizará em breve. Estou grata a todas as pessoas que nas comunidades cristãs em todo o mundo rezam por mim e fazem de tudo para me ajudar”, completa.

Segundo um dos advogados de defesa, o cristão Naeem Shakir, “a justiça paquistanesa está cada vez mais nas mãos dos extremistas”.

A cristã foi condenada à morte por enforcamento em novembro de 2010, tendo sido insuficientes os apelos à libertação feitos pelo governador Salman Taseer e o ministro cristão das Minorias, Shahbaz Bhatti, ambos sucessivamente assassinados.

O observatório para a liberdade religiosa no mundo, da Fundação Ajuda à Igreja que Sofre (AIS), afirma que no Paquistão, “o pior instrumento de repressão religiosa é a lei da blasfêmia, que continua a causar cada vez mais vítimas”.

Tags:

10 Comentários to “Asia Bibi escreve ao Papa.”

  1. Provável resposta do Papa: “Oh, minha irmãzinha, seja misericordiosa com os soldados que te estupraram naquela pocilga imunda onde te mantiveram cativa e onde te trataram tão bem. E, principalmente, que não falte força aos braços dos pecadores que te apedrejarão, te enforcarão ou te fuzilarão, aquele pecadores tão necessitados de nossas orações!”

  2. Até parece que ela vai receber um pingo de atenção….

  3. E Dilma falou na ONU que o problema do mundo era a islamofobia…

    Não seria cristianofobia?

  4. Se puderem, ajudem a divulgar a petição em defesa de Asia Bibi. CitizenGO e HazteOir.org são duas das organizações que estão trabalhando pela libertação dela:

    http://citizengo.org/pt-pt/12799-liberdade-para-asia-bibi

    Aqui um vídeo da visita que Ignacio Arsuaga, presidente de CitizenGO, fez ao Pasquistão no primeiro semestre:

  5. Logo logo , o Brasil vai estar assim , será “blasfêmia” criticar a “deusa Dilma e o deus Lula” !
    E a Igreja tradicional , quando se mobilizará para impedir que isso aconteça enquanto dá tempo ?

  6. Caríssima Asia Bibi, rezarei muito por ti. Jesus Cristo, Nosso Senhor, é o único Salvador. Maomé e os demais fundadores de seitas são falsos profetas. Confia em Nosso Senhor Jesus Cristo e em sua Mãe Santíssima. Se estes fanáticos hereges não voltarem a traz não deixe de oferecer sua vida por amor a Nosso Senhor Jesus Cristo. Ele te dará imediatamente o Céu, porque você morrerá pela Fé, e portanto será pela graça de Deus uma mártir.
    Do mais profundo de minha alma dou-lhe minha bênção sacerdotal
    Padre Elcio Murucci

  7. A verdadeira atitude mesmo certa e digna era a igreja criar um exercito de cruzados cristaos voluntarios e ir para estes sitios lutar contra os assassinos dos nosso irmaos e tentar resgata-los!
    Assim mostravamos que não sao os do estado islamico que tem mais fe que nos , mas no fundo tem mais fe que nós ! usam-na para os seus intentos do mal e nós a nossa pouca fé não a pomos em practica porque é uma fé podre , como diz S Paulo preocupada com o proprio umbigo ao serviço da propria barriga!

  8. Ao invés de usar a sua popularidade na mídia mundana e maçônica em proveito próprio e prejuízo da Igreja, Bergoglio poderia ao menos fazer como João Paulo II que a usava em defesa das vítimas de opressão e violência.
    Asia Bibi no Paquistão, Meriam no Sudão e tantos outros cristãos que jazem em celas na China ou sofrem martírio na Síria e Iraque não recebem uma só palavra de conforto da parte desse Pontífice. É simplesmente um escândalo que ele sequer convoque oficialmente a Igreja a rezar por essas pessoas ou encabece uma campanha internacional pela sua libertação, o que faria com que o mundo tomasse conhecimento dessas tragédias. Infelizmente vivemos as horas das trevas também dentro da Igreja.

    • Segundo informações recebidas por email enviado por de CitizenGO, Meriam já foi libertada e posteriormente recebida em Roma pelo Santo Padre.

  9. Ainda temos pessoas de fé neste mundo de hoje. Que são capazes de dar, o que é de mais precioso. Ou seja: A sua própria vida. Para não negar a fé verdadeira. Isto é um exemplo para todos nós. Neste mundo pagão, ateu, maçônico, ecumênico…Quem oferece a sua vida pela fé. É um herói ou uma heroína. Caso você, seja preciso dar a sua própria vida pela fé. Será infinitamente recompensada no céu por toda eternidade. Lá chegando; você vai dizer: Puxa! Como fiz bem a minha escolha. Deixei um mundo perverso; em troca de uma felicidade infinitamente feliz.
    Joelson Ribeiro Ramos.

%d blogueiros gostam disto: