A cultura do encontro a serviço dos pobres: Movimentos Populares se reúnem a convite do Papa.

Cidade do Vaticano (RV) – A convite do Papa Francisco, líderes de Movimentos Populares nos cinco continentes estão reunidos a partir desta segunda-feira, em Roma, para três dias de intenso trabalho sobre três temas fundamentais: terra, moradia e trabalho [O Fratres havia divulgado tal evento em dezembro do ano passado].

O evento é organizado pelo Pontifício Conselho da Justiça e da Paz, em colaboração com a Pontifícia Academia das Ciências Sociais.

“O Papa Francisco não se esqueceu de nós”, declarou um dos organizadores do evento, Juan Grabois, responsável pela Confederação dos Trabalhadores da Economia Popular. “Jorge Bergoglio nos acompanhou por anos no processo de organização dos recicladores, camponeses, vendedores ambulantes, artesãos e herdeiros da crise provocada pelo capitalismo neoliberal”, acrescentou Grabois.

Os temas em debate nesta segunda-feira são: desigualdade e exclusão social, dignidade humana e meio ambiente. A conclusão dos trabalhos desta jornada será feito pelo líder do Movimento dos Sem-Terra (MST), João Pedro Stédile.

Na terça-feira, no Vaticano, haverá o encontro com o Papa Francisco, com a presença também do Presidente boliviano, Evo Morales, que participará na qualidade de ex-representante dos movimentos populares.

Os representantes brasileiros são numerosos, entre os quais o Movimento de Mulheres Camponesas, Articulação dos Povos Indígenas do Brasil e a Coordenação Nacional de Entidades Negras.

Tags:

5 Comentários to “A cultura do encontro a serviço dos pobres: Movimentos Populares se reúnem a convite do Papa.”

  1. Um evento assim deveria começar com uma declaração por parte de Francisco condenando o marxismo e todas as suas vertentes. Mas é dificil algo assim acontecer.

  2. Diga me com quem andas e eu te direi quem és! Houve peregrinação do Summorum Pontificum em Roma e Bergoglio nem deu as caras e nem mandou mensagem de boas vindas. Aliás, o único que mandou uma notinha lá do calabouço foi o “eméritus”.
    No entanto, enquanto os cães ladram e mostram os dentes, a caravana passa rumo ao altar de Deus, ao Deus que alegra nossa juventude:
    https://plus.google.com/photos/115220662461578696930/albums/6074382233366956593

  3. Muitos ainda não perceberam, caso Brasil, que quando o PT se refere a “POVO” é um eufemismo de “PARTIDO”, pois da mesma forma noutros países, agem de igual forma Fidel Castro, Kim Jong Um também fazem tudo em “nome do povo”, inclusive o mantendo sob grilhões.
    Os comunistas são extremamente materialistas, ateus, chantagistas e dissimulados para se expressarem em público e tudo que falam deve-se sempre checar o INVERSO do dito para tentar localizar a verdade.
    Se caíssemos nessa do PT-TL de “opção preferencial pelos pobres” o povo sairia dos supostos imperialistas e burgueses e cairia sob ferrolho de uma férrea ditadura comunista, infinitamente pior!
    Acaso os comunistas não são os verdadeiros burgueses, capitalistas e opressores imperialistas de Estado?