Admira, regozija-se, apoia, prega, estimula. Mas não é.

Admira comunistas. Regojiza-se com comunistas. Apoia comunistas. Estimula trabalho de entidades comunistas. Mas afirma não ser comunista. Ok, o mundo todo acreditará piamente!

Para certos postos, já dizia o velho adágio: “Não basta ser honesto, é preciso parecer honesto”.

João Pedro Stedile encontra Papa Francisco - o líder do MST foi convidado para fazer o discurso de encerramento de encontro de "Movimentos Populares" no Vaticano.

João Pedro Stedile encontra Papa Francisco – o líder do MST foi convidado para fazer o discurso de encerramento de encontro de “Movimentos Populares” no Vaticano.

De duas, uma:

1) Ou todas essas organizações são verdadeiras promotoras dos valores do Evangelho e se associam aos princípios de Nosso Senhor — o que justificaria o espaço e os louvores dados a elas pelo Sumo Pontífice. Para isso, ter-se-ia que provar que não só as “belíssimas” intenções dos membros dos grupos, mas suas obras, estão em conformidade com o que Cristo ensinou.

2) Ou, não sendo o caso, admirar, apoiar, estimular, etc, é buscar um amálgama impossível, pois que auto-excludentes entre si, entre a revolução pregada por tais entidades e a doutrina social da Igreja, pretendendo difundir amor de Cristo aos pobres quando, na verdade, conscientemente ou não, difunde-se o mau e velho comunismo amplamente condenado pelo Magistério da Igreja.

Tertium non datur.

* * *

“Continuem com a vossa luta, caros irmãos e irmãs, faz bem a todos nós” — Papa Francisco.

O bem, por João Pedro Stedile – do artigo “As mentiras paraguaias das elites brasileiras”, sobre o impeachment do ex-bispo e ex-presidente do Paraguai Fernando Lugo, Folha de São Paulo, 17 de julho de 2012

“Se a sociedade paraguaia estivesse dividida e armada, certamente os defensores do presidente Lugo não aceitariam pacificamente o golpe”.

Pois, assim a Cartilha do MST descreve o pensamento dele, que é um de seus dirigentes:

“Os dirigentes possuem um sonho revolucionário que é construir sobre os escombros do capitalismo uma sociedade socialista. Muitas vezes as aspirações dos dirigentes não são as mesmas da massa. Nesse caso é preciso desenvolver um trabalho ideológico para fazer com que as aspirações da massa adquiram caráter político e revolucionário”.

* * *

Comentário do leitor Alcleir:

Ao longo de dois mil anos tudo que a Igreja fez foi dar de comer a quem tem fome, vestir quem está nu e instruir os ignorantes. Os primeiros hospitais e sanatórios do mundo foram criados pela Igreja. As primeiras universidades do mundo foram criadas pela Igreja. De dentro do povo católico nasceram as SANTAS CASAS DE MISERICÓRDIA. A Igreja forjou a santidade de homens e mulheres extraordinários como São Francisco de Assis, São Vicente de Paula, São Martinho de Tours, São Bernardo de Claraval. Santos que renunciaram ao mundo para abraçar a causa de Cristo e o serviço aos pobres e doentes. Com o regime de suserania e vassalagem a Igreja amparou e protegeu o camponês que deixou de ser um mero escravo do senhor de terras para ser um servo da gleba que, embora preso a um pacto de vassalagem, era livre para ter seus bens e seus animais.
Em todos estes tempos a Igreja nunca pregou o conceito de “luta” como método para fazer “justiça social”.
Pelo contrário.
Pregou a OBEDIÊNCIA e SUBMISSÃO dos trabalhadores para com seus patrões;
A CARIDADE dos homens de negócio para com os desempregados;
A GRATIDÃO dos pobres para com seus benfeitores;
A PACIÊNCIA dos doentes diante das enfermidades;
A Igreja não prega a luta nem busca terra, teto e trabalho. Quem busca isto é Karl Marx.
A Igreja busca o Reino de Deus e Sua Justiça. Importa buscar antes a Justiça de Deus, pois com ela tudo o mais será dado por acréscimo (Mateus 6,33).“Tirai-lhe o talento e dai ao que tem dez, pois aquele que tem em abundância lhe será dado mais ainda, mas ao que não tem, lhe será tirado até aquilo que julga ter. Quanto a este servo inútil, jogai-o nas trevas exteriores. Ali haverá choro e ranger de dentes. “(Mateus 25,28-30)Santidade, Jesus nunca foi marxista… nem a Igreja.

41 Comentários to “Admira, regozija-se, apoia, prega, estimula. Mas não é.”

  1. Considerando a experiência do Santo Padre aqui na América Latina, não há possibilidade dele não saber a direção Ideológica do MST. Ele sabe muito bem. O argumento da ignorância e de péssimos acessores carece totalmente de respaldo.

    Miserere Nobis!

  2. … Nesse caso é preciso desenvolver um trabalho ideológico para fazer com que as aspirações da massa adquiram caráter político e revolucionário”.
    Isso mesmo, Stédile como orador, além de um grande marxista, entende de subversão, armar a população que os comunistas conseguirem subverter e a instigar uns contra os outros, pois como propunha Lênin: “precisamos odiar. O ódio é a base do comunismo” e mais adiante ainda aqui dele caberia: “Sem lutas de classes não há comunismo”, ou seja o comunismo só consegue se instalar em meio ao caos, via golpes baixos, e em todos os sentidos são altamente inescrupulosos.
    Uma de Trotsky: “instigar os pobres contra os ricos e a bandidagem contra o pobres” essa então é uma das características do MST e das favelas brasileiras, as pessoas desses lugares se passarem sempre “vítimas” da polícia, levando em conta que comunistas se aliam a traficantes para drogar o povo e o alienar, caso PT e FARC.
    Os Stédiles da vida desses movimentos são combatentes marxistas a serviço de uma ditadura fortemente opressora, das mesmas ideologias básicas dos nazistas e fascistas, à la Castro, Kim Jong etc.!
    Bem disse D Manuel Pestana no prefacio do livro do Pe Gabrielle Amorth que o diabo estava de corpo inteiro no Vaticano!

  3. Aliás, pelos infiltrados nela.

  4. vergonha, os nossos amigos brasileiros, são capazes de relatar para todo o mundo, alguns dos atos violentos praticados por esta gente. Temos um grande problema, o papa. eu nunca liguei a profecias, não é que não acreditasse, mas…não pensava nisso. Mas não é que se confirmou tudo.

  5. “Admira comunistas. Regojiza-se com comunistas. Apoia comunistas. Estimula trabalho de entidades comunistas. Mas afirma não ser comunista”
    Vou fingir que acredito na inocência de Bergoglio. Já na República de Platão nós é ensinado que não basta apenas SER tem de APARECER.
    O testemunho cristão é APARÊNCIA, quer dizer, não basta ser cristão na solidão do quarto, como não se acende uma luz para colocar debaixo da mesa, o mundo tem que ver que você é cristão, você tem de ser esse luzeiro para as trevas do mundo.
    Bergoglio, ao contrário, APARENTA ser comunista e não quer que as pessoas acreditam que ele não seja comunistas? Ó contradição!
    Aristóteles e o seu mais sublime e fiel comentador, Tomás de Aquino, já diziam que é pelo sensível que se chega ao inteligível. Igualmente, é daquilo que aparentamos ser que somos definidos (por mais distante que estejamos daquilo que aparentamos).
    Mais uma vez digo: a astúcia de Bergoglio não vem de Deus!

    (Um apêndice: não estou fazendo apologia da aparência em lugar da essência, estou apenas mostrando quão importante é aparecer, mesmo que, obviamente, seja muito mais importante ser)

  6. Gostei da roupa do Stédile. Bem se vê que ele é um pobre trabalhador rural.

    • Milefólio, é bem por aí mesmo. O Stédile não é um idiota útil, e sabe muito bem qual é o objetivo do comunismo: “roubar de todos para ficar com um tantão para mim”.

    • Realmente, com essa roupa de CatólicoTradicional stilo TFP o Stédile poderia bem fazer par com o Sr. B. que é assessor do Príncipe D. Bertrand no Movimento Paz no Campo:

      http://www.paznocampo.org.br/

  7. Enquanto isso, os Franciscanos da Imaculada…

    • Enquanto isso até a Câmara dos Deputados no Brasil derruba o decreto do Executivo “criando” a participação direta de Movimentos Populares em flagrante tentativa de substituição do Poder Legislativo e em ofensa à Constituição da República que já prevê os institutos legais de participação popular. E o papa enaltece os piores movimentos populares! Cruz Credo!!!

  8. Aliás, não foi o Papa que disse a uma das mães de filhos que pertencem aos Franciscanos da Imaculada que haveria uma solução logo, logo…

  9. Dom Livieres não conseguiu audiência…

  10. Assustador . Credo.
    Tem muitos vídeos sobre Stedile e seu MST:

  11. Leiam a Encíclica “Laborem Exercens”, de JPII,

  12. Stedile cumprimenta o Papa utilizando o sinal maçônico. E o sinal emitido pelo Papa?

  13. Qual a posição que o Papa tem assumido em defesa dos católicos mártires no oriente?

  14. Observe a condição de igualdade entre o comunista Stedile e o Papa. O comunista não faz nenhuma forma de reverencia ao Papa. Olhar duro e porque não dizer, afrontoso. E o Papa sorri, como se o sorriso derretesse o ódio, a foice, o martelo e a metralhadora.

  15. Em reverencia, nem o chapéu o Stedile tira. É a igualdade completa.

  16. Meu Deus, por mais que me esforce, simplesmente não consigo ter amor pelo papa Francisco. Isso não quer dizer que sinto ódio por ele. Nada disso. Na verdade, eu tenho por ele muita pena, muita pena mesmo. Pois nem é preciso muito esforço e nem conhecimento profundo para constatar o quanto ele está enganado, e o quanto ele expõe a perigo a salvação de tantas almas que se espelham nele, sobretudo quando manifesta explicitamente que veio para impor a toda Igreja os ideais da maldita TL.
    Rezo por ele todos os dias e acredito que milhões de fiéis também fazem o mesmo.
    Mas até agora, as orações parecem ser infrutíferas.
    Quanta confusão! Quanta incerteza! Quanta desolação!
    Quanta falta faz o papa Bento XVI!
    Nossa Senhora de Fátima, ora pro nobis!

  17. Sei q muita gente não faz gostar do comentário, mas quem nos jogou nesta situação desgraçada foi Bento XVI, a quem muito amo e venero filialmente. Sei q é fácil julgar a fraqueza alheia, e não reconhecer a própria, mas o Papa é o Papa: Bento XVI tinha (tem?) as chaves do Reino. Por que ele não as usou contra a maldita alcateia q invadiu a Igreja? Quando é q os ministros de Deus irão usar o poder de Ordem para tirar a Igreja dessa situação?

    • Santiago, creio que esta sua pergunta seja a mais importante da História do Século XXI.
      E o pior é que ainda não existe resposta pronta.

  18. Lamentável….

    Não tenho nem palavras.

    O que vem a seguir? Quais os próximos encontros?
    Defesa das mulheres com o Femen, As “católicas” pelo direito de decidir??

    E pensar que Dom Livieres não pôde nem ser recebido.

  19. Querendo ou não – e eu não quereria se me fosse dada por Deus a realização de um desejo – Francisco é o papa e Bento XVI disse com todas as letras que renunciou e é fiel a Francisco. Não consegui ainda compreender como tem pessoas que consideram Bento XVI o papa hoje, sabendo que ele é livre tanto para seguir o martírio quanto para renunciar ao papado por medo ou com intenção de se dedicar apenas à oração. Por isso, querer considerá-lo ainda papa, mesmo contra a vontade demonstrada já várias vezes por Ratzinger, não é outra coisa senão uma fuga proposital da realidade, a menos que provem a ideia de que Bento XVI foi forçado a renunciar e a fazer-se de artista fingindo alegria e fidelidade a Francisco nas missas papais em que participa publicamente.

    Dito o que disse, só posso lamentar o que dá a entender o papa Francisco com suas falas e ações, a confusão e perigo que o papa mergulha o povo que ele deveria proteger no lugar de entregar ao inimigo, e rezar para que Deus ajude a Igreja a vencer o quanto antes a indiscussa crise que enfrenta.

    Temos um papa seguidor dais invenções da teologia da libertação e da RCC. Os frutos podres do concílio estão evoluindo em sua podridão, somente.

  20. O famoso Nelson Mandela, comunista dos brabos, adotava toda a agenda da ONU, elogiadíssimo pela mídia globalista, sempre se dizia democrático e rejeitava veementemente ser tido como comunista.
    Os comunistas ão tão caras de pau que eles intitulavam seus países com rótulo de democráticos, como a Ex Alemanha Oriental, cujo nome era República Democrática Alemã.
    Temos similares, República Popular da China, República Popular da Correia do Norte, mesmo Cuba é Democrática(?)!
    Pagaria para ver o saudoso Bento XVI dar guarida a movimentos sociais (milícias marxistas) e receber sorridente uma coisa dessa acima de chapéu, “fiote” de Satanás!
    O olhar da coisa, não se pareceria mais de receptividade, companheirismo?

  21. O cinismo dos idiotas úteis líderes do MST é incrível. Aqui, promovem a desordem e a anarquia. Em Roma, parecem anjinhos. Onde fica tudo aquilo que foi dito pela Igreja a respeito dos malefícios da doutrina comunista?
    Deus conserve a Sua Igreja. Maria, Mater Dei, ora pro nobis@

  22. “Diga-me quem tú admiras, e eu te direi o que tú és”. É mais ou menos esta a situação?

  23. O que é isso, companheiro papa Francisco?

  24. Cumprimento calorosamente toda a equipe de Fratres in Unum pela matéria intitulada “Admira, regozija-se, apoia, prega, estimula. Mas não é.”, e em especial, o seu redator.

    De fato, com precisão e clareza – no tocante ao vigoroso apoio dado por S. S. Francisco à rede de organizações revolucionárias neocomunistas reunidas por iniciativa dele no Vaticano para o Encontro Mundial dos Movimentos Populares – o artigo deixou claro que não há uma terceira posição. Pois, ou as intenções dos dirigentes de todas essas organizações e as suas obras justificam o espaço e os louvores dados a elas por Francisco, ou, como não é este o caso, “conscientemente ou não, difunde-se o mau e velho comunismo amplamente condenado pelo Magistério da Igreja”.

    O discurso de encerramento do encontro dos chamados “Movimentos Populares” foi feito por João Pedro Stédile, líder do MST. Que esse notório marxista tenha discursado num salão do Vaticano, diante de cardeais e bispos, na presença de Francisco, e com os cumprimentos do mesmo, é algo inaudito, que entristece e cobre de dor os brasileiros que não pertencem à chamada “esquerda católica”. O seu filho, Miguel Stédile, da coordenação nacional do MST, declarou anos atrás: “Queremos a socialização dos meios de produção. Vamos adaptar as experiências cubana e soviética ao Brasil” (Revista Época, n° 268, julho de 2003).

    Francisco tem a missão de ser o Mestre da Verdade. Cabe a ele o testemunho da verdade. A doutrina social católica afirma a legitimidade do direito de propriedade como indispensável condição para a paz social. Mas o que foi dito nesse Encontro está em rota de colisão frontal com essa doutrina. Passou-se ali algo espantoso. Não houve invasão do Vaticano por hordas agressivas. Nenhum ato de violência contra pessoas sagradas ou depredação do local santo foi perpetrado. Contudo foi gravíssimo! O inimigo foi acolhido com admiração, regozijo, apoio, pregação, estímulo. Todas as honras lhe foram prestadas.

    Não será possível dizer: “o Papa está mal informado”. Por três dias o salão vaticano acolheu esses radicais neocomunistas transformado em tribuna da mentira e da convulsão social. Peçamos a Nossa Senhora Aparecida que estenda seu manto protetor sobre o nosso Brasil.

  25. O comunismo (TL) diz que os homens fizeram tudo: História, Evangelho e Magistério.
    Que não houve sobrenatural e que o Magistério de um (Pedro) ou de poucos
    era instrumento de dominação (ditadura)
    e que inspiração infalível do Espírito Santo é balela.
    Se você acredita nisso, não tem jeito, jamais será Católico,
    porque Deus não passará de um idiota na sua mão.
    Se não tem Fé no contrário, não conhece a Deus dominando a História como a sua vida
    e os seus próprios interesses e, então, a verdadeira Missa não lhe colocará dentro da História de Jesus
    e no face-a-face com Deus.
    Esta é a diferença do Católico de sempre para a fé marxista que se diz católica.
    Para eles, Deus descansou,
    para o verdadeiro Católico os dias de Jesus não se acabaram
    e só se repetiram na História.
    Eles costumam negar, mas se você for ler um livro de Boff, por exemplo,
    verá tudo isso com todas as letras.
    Para eles, tudo não passou de fenômeno humano
    diluído na evolução humana (o magistério “vivo” dos homens).
    É loucura crer na Cruz a ponto de continuá-la,
    o Católico reconhece e São Paulo mesmo o disse,
    mas acrescentou que para ele e para o Católico a Cruz é glória de Deus
    e só o Católico crê crucificado com o Cristo.
    Espera contra tudo e todos e fica desfigurado, mas permanece confiante.
    E não se faz de vítima.

  26. Mudou algo no ensinamento dos papas?

    “O Papa João Paulo II ao menos por duas vezes, falando aos bispos do Brasil, condenou as invasões de terras:
    1 – Ao segundo grupo de Bispos do Brasil, do Regional Sul l da CNBB, em visita “ad limina Apostolorum” de 13 a 28 de Março de 1996, o Papa disse:
    “… mas recordo, igualmente, as palavras do meu predecessor Leão XIII quando ensina que “nem a justiça, nem o bem comum consentem danificar alguém ou invadir a sua propriedade sob nenhum pretexto” (RN, 55). A Igreja não pode estimular, inspirar ou apoiar as iniciativas ou movimentos de ocupação de terras, quer por invasões pelo uso da força, quer pela penetração sorrateira das propriedades agrícolas.”
    2 – Em discurso em 26/nov/2002 aos bispos do Brasil, ele voltou a dizer:
    “Para alcançar a justiça social se requer muito mais do que a simples aplicação de esquemas ideológicos originados pela luta de classes como, por exemplo, através da invasão de terras – já reprovada na minha viagem pastoral em 1991 – e de edifícios públicos e privados, ou por não citar outros, a adoção de medidas técnicas extremas, que podem ter conseqüências bem mais graves do que a injustiça do que pretendiam resolver”.
    Não podemos nos fazer de surdos a essas palavras. Concluo com as sábias palavras de D. Estevão:
    “O cristão não pode ser de forma alguma, insensível à miséria dos povos do Terceiro Mundo. Todavia para acudir cristãmente a tal situação, não lhe é necessário adotar um sistema de pensamento que é anticristão como a Teologia da Libertação; existe a doutrina social da Igreja, desenvolvida pelos Papas desde Leão XIII até João Paulo II de maneira cada vez mais incisiva e penetrante. Se fosse posta em prática, eliminaria graves males de que sofrem os homens, sem disseminar o ódio e a luta de classes”.
    Prof. Felipe Aquino

  27. FRATRES;
    Mas para que tanto espanto?
    Os rumos que o atual pontificado vai se direcionando demonstra claramente a política da neo-igreja.
    Portanto, não há que se espantar, afinal, eles são “tutti buona gente” !!!
    Agora, somente cabe a pergunta:
    ESSA IGREJA CONCILIAR É SÉRIA?

  28. “O comunismo é intrinsecamente mau, e não se pode admitir, em campo algum, a colaboração recíproca, por parte de quem quer que pretenda salvar a Civilização Cristã.” (Sua Santidade, o Papa Pio XI. Encíclica Divini Redemptoris, de 19 de março de 1937)

  29. “Socialismo Religioso,Socialismo Cristão,são termos contraditórios:
    Ninguém pode ao mesmo tempo ser bom católico e socialista verdadeiro.”
    (Quadragésimo Anno.Nº 119)
    Papa Pio XI

  30. Isto tudo é coisa já prevista. No ano de 1966 foi publicado uma obra de Piero Imberciadori. O titulo já diz tudo: “Papa Francesco I – Storia di un papa che non è mai esistito”. Um dos capitulos da obra é: “Discorso di papa Francesco ai comunisti”. Vale muito a pena. Para quem não tiver a mão, pode retirar aqui: http://bit.ly/1EKyoDt

  31. O diabo existe. É aquele mesmo que quis joeirar Pedro e que levou o Iscariotes a trair Jesus. “Um de vós vai me trair junto aos comunistas”. “? Soy yo, Señor? (“Mutatis mutandis”).

  32. Chi é ? Chi é ? Branco por fora, vermelho por dentro e apoia criminosos ?
    Que tapa na cara dos brasileiros ! Somos mais de 51 milhões contra este governo e a criação dos “soviets”. E o povo clama que se investigue fraude.

  33. 31/10/14 – Deputado Federal Ronaldo Caiado denuncia o MST

    SÍNTESE DA DENÚNCIA
    1. Conforme noticiado no site oficial do “Ministerio del Poder Popular para las Comunas y los Movimentos Sociales” (www.mpcomunas.gob.ve), o Governo da Venezuela, por intermédio do referido Ministério, firmou, no dia 28/10/14, convênio com o Movimento dos Trabalhadores Sem-Terra (MST) para :
    “(…) fortalecer lo que es fundamental em uma revolución socialista, que es la formación, la consciência y la organización del pueblo para defender lo que há logrado y seguir avanzando em la construcción de uma sociedade socialista”.
    (Disponível em http://www.mpcomunas.gob.ve/gobierno-bolivariano-firma-acuerdos-con-el-movimiento-sin-tierra-de-brasil
    Eis, pois, o primeiro grave fato a merecer ciosa investigação por parte do Ministério Público Federal: a celebração, ao arrepio do Estado brasileiro, de acordos de cooperação entre um movimento social indiretamente subvencionado com recursos públicos e o Estado Bolivariano, com a explícita finalidade de catapultar uma futura revolução socialista no Brasil.

  34. Ser comunista, votar em um, ou associação com comunistas gera excomunhão automática, esse João Pedro Stedile e seus “movimentos sociais” são comunistas, não estaria este papa se auto-excomungando?

  35. “Usaremos o “idiota útil” na linha de frente. Incitaremos o ódio de classes. Destruiremos sua base moral, a família e a espiritualidade. Comerão as migalhas que caírem de nossas mesas. O Estado será Deus, a minoria organizada irá derrotar a maioria desorganizada todas as vezes“. Vladimir Lênin.
    Documentario proibido sobre o MST / Mostra como enganam as pessoas.
    youtube.com/watch?v=CEuksrdbHdg

  36. Em Mateus 5:5, Jesus proferiu a terceira bem-aventurança:
    “Bem-aventurados os mansos, porque herdarão a terra”.
    Agora, diga-me, o MST é manso ou VIOLENTO???