A Igreja é homofóbica? Um homossexual responde.

Conheça a experiência de Eric Hess com o cardeal Raymond Burke: “Renunciei à Igreja Católica, mas ele nunca deixou de acreditar em mim”

Por Aleteia – Em um artigo da revista “Celebrate Life” intitulado “Saindo de Sodoma”, Eric Hess, um dos maiores ativistas gays da história de Wisconsin (EUA), conta a verdadeira paternidade do cardeal Raymond Burke, chamado por alguns de homofóbico após sua participação no sínodo dos bispos sobre a família.

Cardeal Raymond Burke

Cardeal Raymond Burke

Em seu artigo, Eric relata sua infância turbulenta (seu pai era dependente de álcool e violento), que o levou, “em meio à dor, a buscar o amor do meu pai nos braços de outros homens”. Após uma juventude de muita confusão afetiva (Eric situa, hoje, a causa das desordens sexuais, do direito ao aborto e dos direitos homossexuais na “mentalidade anticonceptiva predita em 1968 pelo Papa Paulo VI na ‘Humanae Vitae’”), em 1995, ele colocou em uma caixa sua Bíblia e todas as imagens religiosas que conservava da sua infância e as enviou ao bispo de “La Crosse”, Wisconsin, com uma carta na qual declarava sua renúncia à Igreja Católica.

“Para a minha surpresa, reconhece Eric hoje, o bispo Raymond Burke me respondeu com outra carta, na qual me dava a conhecer sua tristeza; disse que respeitava a minha decisão e que notificaria a paróquia na qual fui batizado. Afirmou que rezaria por mim e que desejava que chegasse o momento no qual eu me reconciliaria com a Igreja.”

No entanto, Eric (que, nessa época, era um dos ativistas gays mais atuantes de Wisconsin) lembra ter pensado: “Que arrogante!”. Depois, replicou ao bispo Burke com outra carta, acusando-o de assédio. “Meus esforços por desanimá-lo caíram por terra”, pois o bispo lhe enviou uma outra carta garantindo-lhe que não voltaria a escrever-lhe, mas que, se um dia ele quisesse se reconciliar com a Igreja, ele o receberia de braços abertos.

O tempo passou, mas “o Pai, o Filho e o Espírito Santo nunca desistiram de mim”, conta Eric, que então conversou “com um bom sacerdote”, cujas orações se uniram às do bispo.

Finalmente, “em 14 de agosto de 1998, a graça divina entrou na minha alma, em um restaurante chinês, junto ao meu companheiro de mais de 8 anos; naquela tarde, o Senhor me chamou ao tribunal da sua graça de cura: o santo sacramento da Penitência. O padre com quem eu havia conversado estava me esperando lá. Enquanto eu caminhava até ele, uma voz interior falou ao meu coração; era amável, radiante e clara dentro da minha alma. E me dizia: este sacerdote é a imagem do que você poderia chegar a ser, se voltar a mim”.

A caminho de casa, naquele dia, Eric disse ao seu companheiro: “Preciso voltar à Igreja Católica”. Mais tarde, ligou para o bispo Burke, “para que fosse o primeiro a ficar sabendo que eu estava voltando para a Igreja”. Então marcamos um encontro.

“Um mês depois da minha reconciliação com Deus e com a Igreja, entrei na sala do bispo e ele me abraçou. Perguntou-me se eu me lembrava de tudo aquilo que lhe enviei em uma caixa anos antes. É claro que eu me lembrava. Foi então que o bispo me devolveu a caixa, dizendo que ele sempre acreditou que eu voltaria.”

Vários anos se passaram, o bispo Burke participou do sínodo dos bispos sobre a família e recebeu algumas acusações de homofobia. Eric Hess confessa que o bispo de Saint Louis “é difamado pela sua fidelidade a Deus, à Igreja e às almas. Posso dizer que é um pastor de verdade, que para mim se tornou um pai espiritual, imagem do nosso Pai do céu”.

Realmente, isso é todo o contrário da imagem com que alguns querem identificar o cardeal Raymond Burke e às vezes até a Igreja em si.

sources: ALFA Y OMEGA

15 Comentários to “A Igreja é homofóbica? Um homossexual responde.”

  1. Gente, por favor votem na enquete da Câmara dos Deputados:

    Conceito de núcleo familiar no Estatuto da Família
    Você concorda com a definição de família como núcleo formado a partir da união entre homem e mulher, prevista no projeto que cria o Estatuto da Família?

    http://www2.camara.leg.br/agencia-app/votarEnquete/enquete/101CE64E-8EC3-436C-BB4A-457EBC94DF4E

    Votem SIM e passem adiante, o mais adiante possível!

    • Quem é que vem num blog católico e põe o polegar para baixo num pedido para votar na enquete sobre a família e o casamento entre um homem e uma mulher ? É muita cara de pau. Caiam fora ! Vão exercer seu relativismo longe daqui.

  2. Aqui no Brasil o clero da CNBB aboliu o sacramento da penitencia, destruíram os confessionários, então as pessoas não só homossexuais, mas os divorciados, os adúlteros e ladrões não irão fazer penitencia: o resultado disso é desordem social, pessoas que continuaram a possuir ódio com os ensinamentos de Deus e o resultado está aí em uma sociedade decadente cujo futuro – e isso já foi avisado em Fátima, será uma destruição da ordem que conhecemos, fome, guerra, etc.

  3. Uma bela história que só me faz dar graças a Deus pelo Cardeal Burke, que Deus o proteja e guarde de todo o Mal.
    Que Nossa Senhora o cubra com seu manto de amor.
    A história do Cardeal Burke é muito bonita, quem sabe ele não será nosso futuro Papa e será tão grande como São Pio X, esperemos em Deus.

    Te Deum Laudamos ..

  4. O Cardeal Burke não poderia ter tido um defensor melhor. Providência divina explícita.

  5. Amigos:

    Em 2013 recebi email de um amigo e acho que isso foi amplamente divulgado pela internet, talvez aqui também.

    Naquela época, lembro-me que provocara muitos protestos e polêmicas. Falo do site “amai-vos”( http://amaivos.uol.com.br/amaivos09/ ) e acho que muitos aqui já ouviram algo dele ou acessaram a ele justamente pelas polêmicas. Como bem sabemos, infelizmente há muito que se vem praticando a doutrinação do “amai-vos” por aí, porém sem autorização de Roma(acho). Neste ponto, consta naquele site, na coluna da esquerda(com o título de “colunistas”) da tela, nomes com de Dom Orani e outros relacionados. Tanto estranho? Outro fato que chama a atenção é o patrocínio do colégio Marista. Novidade? Claro, figurinha mais atuante nele é “Frei Beto”.

    Pela construção da pagina do site “amai-vos”, podemos verificar como o Papa Francisco alinha-se, no seu quadro de apresentação, ao conteúdo e modulação do que o site “amai-vos” propõe((ou o contrário). Pois até o momento, não vejo outra, senão esta forma de o Papa Francisco de pensar e agir.

    Fica parecendo a mim, ao menos, que ele tem as mesmas convicções, práticas e proposições que por lá se revelam.

    Para recordar vejamos o conteúdo do email que recebi e tanto, não por menos, indignou meu amigo:

    “Um jovem leitor de nosso site me enviou um e-mail que abaixo transcrevo – mantendo o texto como ele mesmo escreveu. Retiramos apenas a palavra propagandística pela qual os homossexuais se auto-denominam:

    Paz e bem!
    Oi, eu fiz aí a parada de assinah para os senadores contra a lei de homofobia, e li tb sobre akele padre ki elogia os [homossexuais] Vo contah uma coisa, vê o email ki eu escrevi pra um site católico i olha ki absurdo o qui eles responderam

    Mensagem encaminhada ———-
    De: Amai-vos – Serviços On-line
    Data: 9 de junho de 2011 16:44
    Assunto: Resposta Amai-vos – Diversidade Sexual
    Para: L.H.

    L.H.,
    segue a resposta para sua pergunta no Diversidade Sexual do site Amaivos.

    Sua pergunta:
    Paz e bem! Tenhu um amigo na escola qui as vezes consigu levah na igreja, ele diz que vai as vezes,so ki ele é [homossexual] assumido. Ki eu fasso pra converte ele a Jesus? Valeu!

    Resposta:
    09/06/2011 Prezado L.H. Em nossa vida aprendemos, desde que somos criança, que a homossexualidade é uma escolha. Que é algo errado, que não pode ser vivida, pois é pecado. Porém, hoje as ciências nos mostram que a homossexualidade não é uma escolha. A pessoa nasce homossexual e descobre ser homossexual quando é criança, ou quando entra na adolescência, ou mesmo, depois de adulto. A pessoa descobre ser homossexual. Ela não escolhe. Veja bem… Se o seu amigo não assumisse a sua homossexualidade ficaria infeliz porque estaria fingindo ser uma coisa que não é. Ele está procurando ser ele mesmo. Na verdade, L., o seu amigo não está pecando por ser homossexual, e não precisa deixar de ser [homossexual] para ser convertido a Jesus. Ele pode ser [hom.] e seguir a Jesus. Se você ler na Bíblia o Novo Testamento, verá que Jesus nunca discriminou ninguém. E ele ama o seu amigo [hom.]. Você lembra da passagem do centurião Romano? Mt 8, 5-13. Pense nas palavras do centurião: “Senhor, eu não sou digno de que entres sob o meu teto: dize somente uma palavra e meu servo está curado”. Já parou para pensar o quanto que aquele centurião amava o seu servo para ir ao encontro de Jesus e pedir para ele curar o seu servo? Que forte ligação afetiva havia entre eles! Pois bem, Xavier Pikasa, que é padre, teólogo, pesquisador da Bíblia, em seus estudos concluiu que ‘o servo e o centurião romano’, provavelmente, eram amantes. Quando o ‘centurião’ diz para Jesus não ir a sua casa, é porque ele sabia que os judeus condenariam o fato de Jesus ir à casa de uma pessoa que vivesse com um ‘amante do mesmo sexo’, pois isto não era costume judeu, e era proibido. Entretanto, o evangelista Mateus, nessa passagem, nos mostrou algo importantíssimo. Jesus, em nenhum momento, ‘discriminou’ o centurião. Não censurou, não exigiu que este deixasse o seu amante, nem achou que isto fosse doença ou perversão para curar. Na verdade, sobre este assunto nada foi dito. Jesus, como sempre fazia, acolheu o ‘ser humano’ que o procurou. Fez o que ele lhe pediu, e ainda, nesse caso, diante de todos, elogiou a sua fé. Somos nós que não aceitamos e queremos transformá-los em heterossexuais. Não é Jesus! Tudo o que Deus fez é bom! E as pessoas precisam ser do jeito que são. O que Jesus não quer, é que tanto o seu amigo, ou qualquer pessoa, até mesmo você, use a sua sexualidade sem responsabilidade, sem amor. Pense nisso, e veja o quanto será importante mostrar ao seu amigo que Jesus o ama incondicionalmente! Estou a sua disposição para qualquer dúvida que tenha sobre este assunto! Que Deus te ilumine e guie, de modo a viver ‘o amor incondicional de Deus’, que acolhe, respeita e simplesmente ama! Um grande abraço, MCristinaFurtado
    Atenciosamente,
    Diversidade Sexual on-line

    Orientador – Diversidade Sexual
    AMAI-VOS – Serviços On-line
    http://www.amaivos.com.br
    ________

    Peço que percebam a infâmia desse trecho:

    […]E ele ama o seu amigo [hom.]. Você lembra da passagem do centurião Romano? Mt 8, 5-13. Pense nas palavras do centurião: “Senhor, eu não sou digno de que entres sob o meu teto: dize somente uma palavra e meu servo está curado”. Já parou para pensar o quanto que aquele centurião amava o seu servo para ir ao encontro de Jesus e pedir para ele curar o seu servo? Que forte ligação afetiva havia entre eles! Pois bem, Xavier Pikasa, que é padre, teólogo, pesquisador da Bíblia, em seus estudos concluiu que ‘o servo e o centurião romano’, provavelmente, eram amantes.[…]
    ________

    Prosseguindo e sendo enfático, pois o relato de meu amigo foi de hiperflexão e hiperextensão cervical com lesão cerebral, ou seja, colidiu a frente do carro a uma árvore de tanta indignação (exagero meu!).

    Vejamos o que meu amigo disse em 2013

    [‘Bom, fui verificar que site é esse e constatei que entre os responsáveis se encontram padres jesuítas. O site tem parceria com diversas entidades como a PUC-RJ, a Associação Cultural da Arquidiocese do Rio de Janeiro, a CNBB, a ed. Vozes, etc (http://amaivos.uol.com.br/amaivos09/publicacao/publicacao.asp?cod_Canal=13&cod_Publicacao=86).

    Parece ser bem ecumênico, com colunistas que vão desde D.Orani Tempesta e D.Eugênio Sales, passando pelos adeptos da Teologia da Libertação Frei Betto e Leonardo Boff, até o pastor Eduardo Pedreira, o rabino Nilton Bonder e o sheikh muçulmano Abdu Osman.

    O site tem como missão: “Propagar o amor como valor supremo na sociedade contemporânea, estimulando o diálogo cultural e inter-religioso, e ajudar no combate à pobreza e às desigualdades sociais no Brasil, usando inteligência e tecnologia.”

    A seção Diversidade Sexual é coordenada por um jesuíta, Pe.Luís Corrêa Lima.

    Confesso que para mim é um tanto difícil e doloroso comentar coisas assim. É bem verdade que sei do progressismo que assola a Santa Igreja, e sei também que Paulo VI afirmou que por alguma fissura entrou a fumaça de satanás no Templo de Deus. Mas, quando nos deparamos com isso, o choque e a perplexidade sempre acaba sendo inevitável…

    Por exemplo, a “teóloga” responsável pela resposta a justifica ao nosso leitor citando um padre da Teologia da Libertação que abandonou o sacerdócio em 2003:

    “Pense nas palavras do centurião: “Senhor, eu não sou digno de que entres sob o meu teto: dize somente uma palavra e meu servo está curado”. Já parou para pensar o quanto que aquele centurião amava o seu servo para ir ao encontro de Jesus e pedir para ele curar o seu servo? Que forte ligação afetiva havia entre eles! Pois bem, Xavier Pikasa, que é padre, teólogo, pesquisador da Bíblia, em seus estudos concluiu que ‘o servo e o centurião romano’, provavelmente, eram amantes. Quando o ‘centurião’ diz para Jesus não ir a sua casa, é porque ele sabia que os judeus condenariam o fato de Jesus ir à casa de uma pessoa que vivesse com um ‘amante do mesmo sexo’, pois isto não era costume judeu, e era proibido. Entretanto, o evangelista Mateus, nessa passagem, nos mostrou algo importantíssimo. Jesus, em nenhum momento, ‘discriminou’ o centurião. Não censurou, não exigiu que este deixasse o seu amante, nem achou que isto fosse doença ou perversão para curar. Na verdade, sobre este assunto nada foi dito. Jesus, como sempre fazia, acolheu o ‘ser humano’ que o procurou. Fez o que ele lhe pediu, e ainda, nesse caso, diante de todos, elogiou a sua fé. Somos nós que não aceitamos e queremos transformá-los em heterossexuais. Não é Jesus!”

    Dentro da teologia e da exegese bíblica não me lembro de tamanho acinte. Nem o livre-exame protestante chegou a tanto! Blasfêmias contra Nosso Senhor Jesus Cristo, afirmando que foi complacente com um pecado abominável, para justificar o pecado do homossexuliasmo!

    Será que os dignos prelados que mantém colunas neste site sabem de toda a ideologia homossexual que está por trás disso?

    Aliás, coisa curiosa: o lema da parada homossexual em SP este ano tem o mesmo nome do site: Amai-vos uns aos outros.

    Amai-vos uns aos outros. Acaso alguém ama o próximo sendo conivente com seu vício e pecado? Afirma a doutrina católica que os que morrem em pecado grave vão para o inferno e que o ato homossexual é sem dúvida pecado grave. Possui verdadeiro amor e caridade cristã quem deixa o próximo persistir no erro cair na condenação eterna?

    Nossa Senhora em Fátima nos alertou para essa decadência que viria. Peçamos a Ela que proteja a Santa Igreja Católica, o Brasil e o mundo desses novos teólogos e que venha logo o Seu Triunfo, como Ela mesma prometeu aos três pastorzinhos em Portugal.’]
    ________

    Seguindo

    Posteriormente, escrevi aos ditos cujos e obtive a seguinte resposta. “Jesus abençoou a união homoafetiva do centurião e de seu servo”(sic!) Por que o senhor não procura fazer alguma caridade?!(sic!).

    Seguindo-se dessa resposta amável a conclusão de que Deus abençoa a união de pares gays.

    Cruz, Credo e Ave Maria!
    _______

    Ainda

    Pois como diz uma senhora em meu serviço: “e o kiko…com isso”?! Esta senhora que define assim: “sou do bem”. Ela também tem como lema de vida: “ema, ema, ema…cada qual com seus problema”.

    Então, segundo o juízo dessa senhora, o Papa Francisco teria mesma resposta: ema, ema….

    Que Deus nos perdoe pelo que dizemos! Porém que a Virgem Maria nos ajude na batalha contra as potestades do mal…Mesmo que alguém, pobre ignorante, se “diz do bem”.

    Bom ele(o site amai-vos) tem um sem números de consultores para todos tipo de “gosto”. Sugiro que façam as mais escabrosas perguntas, melhor, aquelas pertinentes ao que o Papa Francisco vem elaborando como “teologia” para o milênio da nova era.

    “Orientações On-line
    Afrodescendentes
    Ateu
    Espiritual
    Indígenas
    Irmãs
    Judaísmo
    Padre
    Pastor
    Sheikh
    Vocacional”
    ______

    Por fim

    Esses, na verdade ateus, como sempre, a pretexto para acabar com a Religião de Deus, o Catolicismo, fazem-no na exploração do sofrimento alheio.

    Como se o Humanista por excelência, Inaudito, não se encarnou feito Homem para morrer de morte de Cruz para salvar as almas do inferno, também, por meio da sua Sagrada Igreja, único meio de salvação, não pensou nos sofrimentos temporais que havemos de passar neste vale de lágrimas.

    • A TL é assim mesmo, inventa suas premissas com uma exegese mais que absurda e quer destruir toda a doutrina da Igreja a partir disso. Isso aí é o melhor exemplo: um homem pediu a cura de outro e a TL “conclui” que eles eram amantes, ignorando que a própria Bíblia mostra que o centurião se considerava indigno diante de Cristo por ser um pagão (e não por qualquer indício de homossexualismo). Claro que é preciso muita força de vontade para insistir que esses absurdos exegéticos fazem algum sentido (acredito que direta ou indiretamente estão legislando em causa própria).

    • Vade Retro Satanás!
      Que coisa mais diabólica que vi agora, não acredito que exista um site que já fundou a nova religião mundial! Atualmente as coisas estão ficando muito difíceis para mim, estou tentando ser santo e para isso estou fazendo o máximo possível para viver a castidade e por isso ainda sou solteiro. Mas estou sofrendo muito, vi um jovem que trabalha no meu local de trabalho e ele é homossexual, mas ele se atreve e usar o terço no braço e até uma tatuagem no corpo de um terço. Me pergunto o que uma pessoa que assume ser assim, age assim e até quer se relacionar com homens tem a coragem de ofender Nossa Senhora dessa forma. Estamos vivendo a pior cegueira espiritual de todos os tempos. É preciso um basta, precisamos de alguém que grite para o mundo as verdades. Ontem vi um filme chamado o Cavaleiro Templário e mesmo o protagonista ter cometido um pecado grave, ele procurou se emendar e se penetenciou a vida inteira e morreu no final como um verdadeiro herói. Hoje, o que temos é abolir o pecado de uma vez por todas. É preciso um basta e só conseguiremos isso hoje com a oração, ou senão veremos a nova Sodoma na terra, isso se ela já não existe…

    • Gostaria que ele apresentasse onde está a tal prova científica de que a pessoa já nasce homossexual.

    • Esse pessoa torpe que se diz ”padre” é professor de teologia da PUC e faz palestras para alunos e visitantes sobre o tema. Já escrevi sobre ele a Dom Orani Tempesta pedindo que se arrependa ou seja excomungado mas não obtive resposta. Um absurdo tudo isso ! Uma coisa ignóbil e abjeta

  6. Um belo relato de conversão.

  7. Quando eu disse:”Hoje, o que temos é abolir o pecado de uma vez por todas.”
    É que estão tentando abolir o pecado e liberar tudo como Sodoma fez.

  8. Senhor André C.A.,

    Concordo que os TLs, teologia da libertinagem, realmente advogam em causa própria em todos os aspectos, mesmo do que o senhor insinuou( eles são mesmo gay e acho que até os piores estupradores de crianças). Eles aplicam a sórdida estratégia do ex-assessor especial do presidente da Republica Lula entre 2003 e 2004, Carlos Alberto Libânio Chisto – o Frei Beto(expulso do Palácio do Planalto por dona Marisa) que dá a seguinte orientação:
    […] eu brinco com os companheiro do México…olha vocês não vão a lugar nenhum enquanto vocês não tiverem do lado de vocês a companheira Guadalupe[..] ver no tempo de 4:32 do vídeo abaixo:
    (https://www.youtube.com/watch?v=7uzvxg6Lwqs) acesso em 17/11/2014

    Essa é nova ordem dos TLs mesmo já excomungados(excomunhão para ateus tem alguma importância? Só mesmo os fiéis se preocupam com isso e sabem que é caso muito sério), porém tão vivos-mortos quanto Marta Suplicy. Esta conseguiu implantar todo os programas de kits perversão sexual nas escolas, enquanto nosso valentes amigos do pró-vida batalham para não fazer valer leis que legitimam estas práticas, infelizmente já bastante avançadas nos colégios Marista e públicos, além dos estágios do que se pretendia antes. São os TLs escondidinhos(enrustidos ateus) trabalhando para enfim eleger um dos seus em Roma.

    Um resumo que talvez muita gente já conhece está abaixo nesta explicação:

  9. Q relato maravilhoso! Deus ,em sua perfeição e misericórdia,faz-nos voltar a Ele, se encontra em nosso coração o arrependimento sincero.E o canal , o generoso Burke!

  10. Que exemplo! Um homem de Deus!!