Dilma + Boff + Betto = “As bruxas de Eastwick”.

Do post do blog de Reinaldo Azevedo, que merece ser lido na íntegra:

Ai, ai… Lá vamos nós. A presidente Dilma Rousseff decidiu receber nesta quarta dois representantes do próprio hospício mental para tratar, segundo entendi, de tema nenhum, numa evidência de que a suprema mandatária pode andar meio desocupada. Leonardo Boff, suspeito de ser teólogo, e Betto, suspeito de ser frei, estiveram com a governanta. O encontro acontece um dia depois de a dupla ter assinado um dito “manifesto de intelectuais petistas” contra a indicação de Joaquim Levy e Kátia Abreu para, respectivamente, os ministérios da Fazenda e da Agricultura. Hein? […]

Dilma decidiu dar trela a essa gente. É bem provável que não tenha se aproximado da janela em nenhum momento, né? Não custa ser precavido. Ah, sim: Boff, o audacioso, disse não ter debatido nomes de ministros com a presidente. Que bom, né? Afinal, ninguém o elegeu para isso. Ainda que essas duas personagens tenham um apelo, digamos, momesco, ao recebê-las com certa solenidade, Dilma exibe sinais preocupantes, como se estivesse a purgar os pecados do realismo, ajoelhando-se no altar de heresias delirantes.

8 Comentários to “Dilma + Boff + Betto = “As bruxas de Eastwick”.”

  1. Esta mais para As duas Bestas e o falso profeta.

  2. Não há nada pra rir nesse tipo de encontro. Monstros como Lula, Dilma…etc só foram possíveis graças às “cartilhas e livretos” desses dois expoentes da Teologia da Libertação que durante toda a década de 80 invadiram livrarias dita Católicas, como a Vozes e as Paulinas e serviram como manual de formação em Seminários, Institutos e Universidades Católicas.
    E por que ela não daria “trela a essa gente” se foram exatamente eles os maiores mentores do PT? Se foram justamente eles que como “mestres espirituais” da CNBB transformaram as igrejas e “cebs” em antro de doutrinação ideológica até dos Católicos mais simples?
    Eu me lembro muito bem daqueles tempos em que o púlpito das igrejas cedeu lugar a palanques de comício do PT, daqueles tempos em que a autenticidade de um Católico era julgada pelo seu grau de engajamento na luta pelos direitos dos pobres, trabalhadores, camponeses, indios…etc.
    Se essa dobradinha deu certo naquela época, levando milhões de Católicos a abandonar a sã doutrina pra abraçar o comunismo disfarçado em teologia, quem sabe nessa nova etapa tentarão novamente a mesma estratégia para levar o que ainda resta da igreja a abraçar a ideologia de gênero, os direitos “civis” dos sodomitas, o aborto e a “sustentabilidade”?

  3. O filme deveria se chamar: “Os Excomungados’.

  4. Uma trindade, sendo que o Boff foi aquele saído da Igreja católica pelo papa Bento XVI por ser ele ser católico demais da conta, apesar de que só tinha um probleminha: amava ternamente os comunistas e por isso foi despachado, na justa causa!.
    Sabe que fez? Montou uma nova seita, a Teologia da Libertação, colocou pastores, como o Betto na pregação e a lançou no mercado das seitas por aí, explicando que cada um de nós tem um “Xamã” dentro de si, necessitando desenvolvê-lo, como no gnosticismo, também fazendo alianças com comunistas e nessa religião tudo é POLITICAMENTE CORRETO, levando em conta a atitude correta do papa pois o Boff integrava a DITADURA DO RELATIVISMO!
    Ia me esquecendo dessa: ajuntou-se com a CNBB na questão do eco-humanismo, na cura das dores da sofrida Mãe Terra, colaborando também em atiçar mais desavenças sociais pela luta de classes de sua “teologia pobrista” aquela da cobiça e inveja dos bens alheios, mais lenha na perseguição à Igreja pelos comunistas do PT, com o qual é ligado umbilicalmente.

  5. Katia Abreu como ministra da Agricultura vai incomodar muito esquerdista, mas ela faz concessões e diálogos com a esquerda. Um nome que eu vejo como autentico ao ministério da agricultura seria o Ronaldo Caiado. A sim, e o Bolsonaro no ministério da Defesa.

  6. “Ele é autor de uma outra peça imaginosa, em que Santa Teresa d’Ávila transa — sim, leitor, faz sexo, faz aquilo naquilo — com Che Guevara e… engravida. Teria nascido o Bebê de Rosemary?

    Com certeza, a teresa que que esse esterco do demônio fala não é a S. TEREZA DE JESUS, é mais uma dos muitos demônios que essa “teologia” da MALDIÇÃO dos infernos “canonizou”, afinal, até suas divindades pagãs essa cloaca dos infernos tem…

    Só uma coisa me intriga, por que um asno como esse tal de beto não foi punido pela Igreja… O Bofado Bofento e Nojento saiu antes de ser excomungado, assumiu sua amásia que já tinha desde que era frade em Petrópolis e deu uma cusparada da Igreja…

    Essa “primavera” conciliar, agora insuflada pelo ares do papado bergogliano está cada vez mais “radiante” com raios mais que cancerígenos…

  7. Olha aí os Teólogos da Corte, gente!
    Poderia incluir também inúmeras “autoridades religiosas”, tais como:
    – Dom Luiz Demétrio Valentini, bispo de jales (petista de carteirinha), dentre outros membros da CNBdoB.
    Como na época de Jesus, há muitos JUDAS no meio eclesial.

  8. Faltaram o Van Balen(Deus é um sopro), o Fábio de Mello(diz que as aparições de Nossa Senhora são falsas) e o Omar Raposo(inculturação e diversidade sexual). Tenho certeza que eles se dariam muito bem com a Dilma, que nem sabe fazer o sinal da cruz… Misericórdia.