Acusam as Franciscanas da Imaculada por rezar em latim, viver a pobreza, ignorar a teologia de gênero e por seu voto mariano.

Segundo o que revelou Maria Virginia Oliveira de Gristelli à InfoCatólica, o ramo feminino dos Franciscanos da Imaculada tem sido objeto de peculiares acusações por parte dos atuais responsáveis da congregação, designados pela Santa Sé. Acusam as religiosas de não compreender o que rezam, pois rezam em latim, o tipo de pobreza que praticam, de não receber formação na “teologia do gênero” e seu voto mariano.

Por InfoCatólica | Tradução: Marcos Fleurer – Fratres in Unum.comEstas seriam as recentes acusações feitas contra as religiosas:

  • «as irmãs não compreendem o que rezam», referindo-se à escolha do rito tradicional para a oração do Ofício Divino, em latim.
  • «É inconveniente a prática da pobreza tal como as Irmãs vivem», ou seja, segundo a Regra original de S. Francisco – aprovada e louvada pela Tradição e reiterada pelo Magistério muitas vezes, renunciando absolutamente a toda posse, pois seus bens são daqueles que lhes acolhem (bispos e benfeitores). O argumento que se utilizou é que contribuem ao enriquecimento de familiares e amigos que deixam em seu favor.
  • «As irmãs são mantidas na ignorância», pois em sua formação não se inclui a “teologia do gênero”.
  • Formulou-se que é inadmissível seu «voto mariano» (quarto voto da Congregação), alegando a elas que «não se pode obedecer a Nossa Senhora, senão a Deus».

Esta última acusação é ligada ao surpreendente desgosto manifestado pela Ir. Fernanda Barbiero (ex-diretora do Inst. Pontifício Regina Mundi), a Comissária designada para as Franciscanas, que referindo-se à imagem da Imaculada Conceição que estava sobre a mesa para presidir uma de suas visitas, disse às Irmãs «por favor, tirem “Esta” da aqui» para começarmos a conversar…

27 Comentários to “Acusam as Franciscanas da Imaculada por rezar em latim, viver a pobreza, ignorar a teologia de gênero e por seu voto mariano.”

  1. O Demónio, em todos os exorcismos, também se recusa a dizer o nome de Maria, Nossa Senhora.
    Rezemos pelos FI!
    O Diabo “himself” está descaradamente por trás de tanta perseguição!

  2. No mínimo, deve ser uma freira de linha feminista a se tratar de críticas tão cruéis, às irmas franciscana. Particularmente, conheço o convento em Anápolis e afirmo: É o céu na Terra! Rezemos por elas.

  3. O que seria a “teologia de genero”? Uma releitura LGBT de toda crença cristã? Que no final o Senhor use de misericórdia com os bons e justiça com os maus!

  4. Nåo dá mais. Ser perseguido pela igreja por ser fiel s igreja. Tempos de Francisco. Nos tempos de Bento XVI e JP II minguém ousaria fazer esse tipo de acudação

    • Mas agora é que todos estão mostrando verdadeiramente a sua face!! Não existe máscara que dure tanto. Bastou alguém para colocar em xeque toda a doutrina para que cada um comece a falar o que já sentia há muito tempo no coração. É o fim dos tempos, meu caro irmão!!

  5. Ou seja, estas irmãs estão sendo acusadas de serem católicas. Quanto à esta tal “interventora”, a indivídua Fernanda Barbiero, já não cabe propriamente nenhuma acusação não, mas somente a cabal constatação de que se trata de uma apóstata.

  6. Em termos estratégicos, nada temos que aprender com o diabo.Mas em termos táticos, em alguns aspectos, talvez sim. Como se explica que, em menos de cem anos, se consiga passar de uma sociedade com uma Igreja Católica católica mesmo, para uma onde, no mínimo, um arcebispo fala cheio de rodeios sobre que assasinar bebês inocentes é pecado, barbaridade e desumanidade, e com montões de circunlóquios para dizer que homossexualismo é doença, perversão, pecado e mau gosto?
    Teologia de gênero? Parece piada.Mas não é. Um Senhor, que é oficialmente Papa, que não me parece isto, mas que não tenho nenhum argumento sólido para dizer que tenha um ” defeito de origem” na sua legitimidade de eleição, sai por aí nomeando gente de procedimentos discutíveis, demitindo gente, dizendo frases estranhas e ambíguas, em situações e ambientes onde sabe bem como elas serão recebidas, divulgadas e utilizadas, sempre numa mesma direção, tudo se afigurando um pesadelo dos mais psicodélicos, “roteirizado” por alguém de deliberada hipocrisia e má fé.Há ainda o que duvidar?
    Leonardo Boff fica pontificando, falando que os outros ” não entendem” o Espírito Santo, que a Igreja está mito Cristocêntrica(!!), e vários Prelados repetindo-o com seriedade.Que conversa idiota esta : dizer que as freiras estão sendo mantidas na ignorância porque ” não estudam a teologia de gênero”!Sim, é uma ignorância, como é uma ignorância de muitos de nós desconhecer as várias formas de estrangular crianças.Vá que, para ” melhor desenvolver”, se dessem algumas sobre heresias e doidices psicológicas e sociológicas em geral.MAS AÍ TAMBEM SE TERIA QUE DAR AULAS SOBRE A DOUTRINA REAL DA IGREJA, INTEGRALMENTE, CLARAMENTE, SEM SUBTERFÚGIOS, e ainda se teria que falar em vários assuntos discutíveis, como teses sedevacantistas, ou a Fraternidade Pio X, por exemplo.São argumentos bem idiotas, os utilizados para o processo de descristianização e desumanização, e se dirigem a sedar as reações dos ” bonzinhos cautelosos”, caminhando sorrateiramente, até o dia em que seja possível queima-los em praça pública.Ou fuzila-los no ‘ paredón”.

  7. Clara demonstração de possessão demoníaca.

  8. É a revolução em marcha!

  9. To desconfiado que essa tal de Ir. Fernanda Barbiero foi enviada do inferno!

  10. Mas elas estão corretas!!…

    Errados estão os que desejam…”comemorar” os 500 da Reforma Protestante..!!!! isso ,sim!

  11. Essa indigna FERNANDA BARBIERO…não é “irmã”…não!
    Não é!!!!! Ela é uma…LÔBA, isso sim!

    Deve ter…..rabo e tridente , incandescendo embaixo das roupas….”perfumadas” com enxôfre!!!
    Cúú-rúúúzes!! Vade retro….!!!

  12. Tirem “esta” daqui? Meu Deus, eu, que sou ruim, me ofendi!

  13. “Sacrificai-vos pelos pecadores e dizei muitas vezes, em especial sempre que fizerdes algum sacrifício: Ó Jesus, é por Vosso amor, pela conversão dos pecadores e em reparação pelos pecados cometidos contra o Imaculado Coração de Maria!” (Nossa Senhora, em Fátima 13 de Julho de 1917)

    “Olha, minha filha, o meu coração cercado de espinhos que os homens ingratos a todos os momentos me cravam com blasfémias e ingratidões. Tu, ao menos, procura consolar-me e diz que prometo assistir na hora da morte, com todas as graças necessárias para a salvação, a todos os que, no Primeiro Sábado de cinco meses seguidos, se confessarem, receberem a Sagrada Comunhão, rezarem um terço e me fizerem companhia durante quinze minutos, meditando nos 15 mistérios do Rosário com o fim de me desagravar”.
    Nª Senhora mostrou o seu Coração rodeado de espinhos, que significam os nossos pecados. Pediu que fizéssemos actos de desagravo para Lhos tirar, com a devoção reparadora dos cinco Primeiros Sábados. Em recompensa, promete-nos “todas as graças necessárias para a salvação”.

    “Da prática da devoção dos Primeiros Sábados, unida à consagração ao Imaculado Coração de Maria, depende a guerra ou a paz do mundo”.

    São cinco os Primeiros Sábados por, segundo revelou Jesus a Lúcia, serem “cinco as espécies de ofensas e blasfémias proferidas contra o Imaculado Coração de Maria:

    1. – As blasfémias contra a Imaculada Conceição,

    2. – Contra a sua Virgindade;

    3. – Contra a Maternidade Divina, recusando ao mesmo tempo recebê-la como Mãe dos homens;

    4. – Os que procuram infundir nos corações das crianças a indiferença, o desprezo e até o ódio contra esta Imaculada Mãe;

    5. – Os que A ultrajem directamente nas suas sagradas imagens”.

  14. O que dizer dessas irmãs que sofrem perseguições absurdas. A quem recorrer? A Igreja Católica, essa ai já foi destruída, hoje ela é quase 100% protestante, é a vitoria do inimigo. Como definir ou mesmo acreditar que essa instituição criada por Nosso Senhor Jesus Cristo a mais de 2000 anos, ainda prega seus ensinamentos, tiramos como exemplos as festas de 500 anos da reforma protestante que estão sendo preparado por luteranos e católicos, a ser realizada em 2017, essa é a Igreja Católica de hoje! Pobres Irmãs Franciscanas, só resta a elas e a nós rezarmos e muito, e pedir perdão por aqueles que não mais acreditam… Nossa Senhora peço perdão por essa interventora, esta dominada pelo demônio, por isso acredito que ela não sabe o que faz e diz…

    Rezemos por toda a Igreja Católica Apostólica Romana.

  15. Essa Fernanda Barbiero, já se disse muy admiradora da “consciência eclesial” de José Maria Escrivá.

    http://www.opusdei.org/pt-br/article/apresentacao-em-roma-do-livro-un-santo-per-amico/

    Atualmente, que epíteto lhe cabe: a) Raposa no galinheiro; b) Camaleão; c) o horrível transgênero Camaraposa ?

    Mas duvido que Escrivá, que foi ótimo canonista, descesse o cacete nas franciscanas como ela faz.

    A infernet não deixa o passado morrer!

  16. Infelizmente os senhores bispos,cardeais,presbíteros e até mesmo o “sumo pontífice”,perderam o sentido,temor e amor pelo sagrado.
    Querem matar o Latim e perseguir quem ainda guarda e vivencia o latim em suas orações.
    Então que me persigam.
    Eu só rezo o Santo Rosário em Latim,as orações minhas pessoais,somente em latim.
    Depois não me venham dizer que eu não sei o que estou rezando,pois antes estudo,leio e aprendo primeiro,antes de poder pôr em prática.
    Não tem o estudo necessário?
    Como posso não aprender coisas terrenas,como filosofia e teologia,se em suas orações,em seus momentos de adoração ao Santíssimo Sacramento,sendo este Deus Vivo e presente,como não aprender as coisas de Deus,tendo como professor e mestre o próprio Deus .
    Eu era da toca de Assis e certa vez um senhor bispo,questionou isso também.
    Apenas comentei,como posso não aprender as coisas da Igreja,se estou tendo o melhor dos professores,Jesus o Santíssimo Sacramento.

  17. Meu Deus! Tirem “esta” daqui? Só pode ser um provocação de muito mal gosto….

  18. Pena que está em italiano, mas no artigo que o endereço coloco algumas linhas abaixo é possivel entender um pouco da espiritualidade a “La Barbiero”: uma secularização completa da vida religiosa consagrada! Que a Imaculada interceda pelas pobres religiosas entregues a uma terrível algoz neste vale de lágrimas. http://www.corrispondenzaromana.it/la-nuova-teologia-di-suor-fernanda-barbiero/

  19. O que eu não consigo entender ainda, e peço encarecidamente que caso alguém tenha uma explicação que me apresente, é o porque somente os(as) Franciscanos(as) da Imaculada que estão sendo perseguidos.

    Não vou entrar no mérito de outras congregações que já perderam seus valores e são um antro de políticos de esquerda, marxista, “desabitado”, pederestas, entre outros. Mas não entende ainda porque essa mesma perseguição não está sendo feita com outros Institutos e Congregações que também são tradicionalistas, como IBP, Instituto Cristo Rei e FSSP, poderia citar aqui também o não tradicionalista Arautos do Evangelho, pelo simples fato do uso cotidiano do latim nas suas missas, cantos e orações.

    Só queria entender o porque de apenas os Franciscanos da Imaculada terem sido os escolhidos no início do pontificado do Papa Francisco para passar por tal calvário.

    • Parece mesmo uma ironia com os nomes. Como ambos podem ser “Franciscos” – os Franciscanos da Imaculada e Bergoglio – sendo tão diferentes?

  20. Meu Deus!! Eu nunca pensei que uma coisa dessas fosse sair da boca de uma consagrada!
    Maranata!! Vem Senhor Jesus!!

  21. Caramba! A mulher disse “tirem esta daqui”, aos e referir à imagem de Nossa Senhora?! Pois agora eu tenho duas certezas, uma é que eu vou morrer a outra é que esta tal mulher é serva do diabo!

  22. Ainda existem exorcistas no Vaticano? Chamem-nos urgente: o caso é grave!
    Pena não mais estar entre nós Pe Gabriele Amorth!
    E essas assombrações que de cara detestam a SS Virgem Maria e da devoção a ela, cujos membros da FI sabem muito bem o porque, assim como os motivos de alijarem de sua devoção mariana, é por se tratar de um escudo anti Satã, ou seja, abafando sua devoção, as vias para o laicismo e o anticristo chegarem ficam muito mais aplainadas!!
    E essas insurgencias começaram aparecer justamente depois de suprimirem essas orações de S Miguel, ordem dos liberais depois do Vaticano II para cá – que “a fumaça de Satanás entrou na Igreja por todas as frestas – e o papa Paulo VI em 1972, preocupado com a “onda de profanidade, dessacralização e secularização” que invadiu a Igreja logo depois do Concílio, ameaçando “confundir e afogar o sentido religioso e mesmo fazê-lo desaparecer”, Tudo isso ele atribuía ao acima, desencadeando a vertigem, o aturdimento e a aberração!
    Realmente, durante as aparições de La Salette e depois delas, a Igreja foi assediada por maçons e sociedades secretas, numa mescla de sistemas filosóficos – liberalismo, racionalismo religioso, positivismo, secularismo, humanismo, indiferentismo, carismatismo anexo com a protestantização da Igreja, aviltamento do sacerdocio, socialismo, marxismo, liberalismo teológico como as TLs da vida, feminismo radical, agnosticismo, seitas em cada esquina, ateísmo e panteísmo – produziu um leque imenso de erros a respeito de Deus, de Jesus, da Igreja, do pontificado e dos sacramentos e grandemente patrocinado por altos hierárquicos dentro da Igreja, como apologia dos amasiados em segundas uniões e homossexualismo, ainda sendo contemplados com a S Comunhão – profaná-la “sem culpa ou remorso algum” – cardeais, bispos, muitos sacerdotes envolvidos nessas artimanhas e escãndalos de alta repercussão, na maior cara dura!.

  23. Vale lembrar que os Franciscanos da Imaculada não foram os únicos religiosos perseguidos pelos modernistas nos últimos tempos: também a União Sacerdotal Lumen Dei, uma comunidade religiosa profundamente ascética e piedosa, que procurava seguir a antiga espiritualidade jesuítica, foi praticamente destruída pelas autoridades vaticanas recentemente. Ante a perspectiva de terem de se submeter a uma regra de vida “modernizada”, grande parte de seus membros preferiu deixar o Instituto. Vejam mais aqui por exemplo: http://www.infovaticana.com/2014/08/18/resolucion-sobre-lumen-dei/

  24. Só complementando meu comentário anterior: a União Sacerdotal Lumen Dei foi (praticamente) destruída pelas autoridades vaticanas, recentemente, mesmo sem ser propriamente “tradicionalista”, mas apenas por sua firme adesão à antiga ascética católica de antes do Vaticano II… Dos 455 membros de Lumen Dei, 437 preferiram deixar o Instituto a aceitar uma regra de vida “modernizada” – o próprio fundador, aliás, havia lhes pedido, antes de sua morte, que, se um dia se tentasse deformar o Instituto, seria preferível que este deixasse de existir a cair em tibieza. Aqui a declaração oficial dos ex-membros de Lumen Dei: http://www.infovaticana.com/2014/09/16/respuesta-al-comunicado-de-sanz-montes-sobre-lumen-dei/