Pastoral da Juventude Revolucionária.

Por Hermes Rodrigues Nery – Fratres in Unum.com: Para prestigiar o 11º Encontro Nacional da Pastoral da Juventude, realizado em Manaus, de 11 a 25 de janeiro, o Vaticano enviou uma carta1 do Papa Francisco dirigida, com afeto, a Aline Ogliari e Alberto Chamorro, dirigentes da Pastoral da Juventude, agradecendo, através da carta, de participar “deste grande e bendito encontro”2, “a partilhar ‘a vida, o pão e a utopia'”3. E concluiu a missiva, dizendo: “Joguem a vida por grandes ideais. Apostem em grandes ideais, em coisas grandes; não fomos escolhidos pelo Senhor para coisinhas pequenas, mas para coisas grandes!.”4

PJ GuevaraSe todos são escolhidos para ser grandes, o que dizer daquilo que afirmou Santa Teresinha: “Se todas as florinhas quisessem ser rosas, perderia a natureza as suas galas primaveris e os campos os esmaltes das suas boninas”5. E ainda: “O amor de Nosso Senhor tanto se revela na alminha mais simples, que nenhuma resistência opõe às suas graças, como nas almas que em vôos sublimes se remontaram à perfeição”6. Mas, Bergoglio exorta os jovens a apostar em “coisas grandes”7.

Para quem escreve o Vaticano?

Para a jovem Aline Ogliari, 23 anos, que em sua página no facebook, naquele mesmo dia fazia a seguinte apologia: “Viva Evo Morales!!! Seguimos adelante, nuestra Pátria Grande!”8

A mesma Aline, secretária nacional da Pastoral da Juventude, que apoiou Dilma Roussef nas eleições de 2014 e afirmou numa carta9 aos jovens participantes do 11º encontro nacional que “vários movimentos juvenis foram agentes fundamentais na reeleição da presidenta Dilma, porque acreditaram que o projeto político vencedor representava de forma mais clara a linha de avanços nos campos sociais e na garantia dos direitos, e o projeto popular em curso na América Latina.”10 Reconhece, naquele mesmo documento, “a capilaridade da PJ”11, como uma “das maiores organizações juvenis do Brasil”12, a defender as seguintes bandeiras:

“…a luta contra a violência e o extermínio da juventude, expressa na Campanha Nacional Contra a Violência e Extermínio de Jovens; a luta contra a redução da maioridade penal; o fim dos autos de resistência; a desmilitarização da polícia; a defesa integral dos direitos das juventudes, respeitando sua imensa diversidade; a democratização da mídia; e o fortalecimento dos instrumentos de participação popular, que estimulam e valorizam o engajamento e a construção concreta, tanto a partir dos mecanismos formais, como também pelas novas formas de participação – pela internet, pela expressão cultural, pela experiência comunitária.”13

E mais:

“Nos unimos também a outros movimentos sociais que lutam pelo direito à terra, à moradia e aos direitos básicos previstos, além da luta pela Reforma Política, pilar fundamental para o avanço verdadeiramente popular e democrático, e base de tantas outras reformas necessárias.”14

E completa:

“Temos ainda a luta pela igualdade de gênero que precisa ser fortalecida em todos os espaços. Enquanto estivermos junto à juventude, não nos faltará pelo que lutar.”15

Num outro artigo, intitulado “Organizando a esperança”16, publicado no site da Pastoral da Juventude, Aline Ogliari disse ter ficado profundamente indignada com “os discursos vazios de ódio contra o PT e a Dilma”17 e do “conservadorismo ao extremo”18 da campanha eleitoral de 2014.

Mas, afinal, ela acredita na força da Pastoral da Juventude para mover o projeto revolucionário, não só no Brasil, mas em toda a América Latina, pois, não foi o que o próprio Bergoglio pediu aos jovens, na Jornada Mundial da Juventude de 2013, quando disse: “sejam revolucionários”19?

Por isso, Aline disse, com convicção:

“O sonho de um mundo de liberdade deve ser permanente! Ele revela o nosso jeito, a nossa genética, e fala da essência juvenil que é a intensidade, a ousadia, a rebeldia. Construir o Reino de Deus é um ato de resistência de quem insiste em sonhar, de subversividade de quem, dentro desse sistema, anda na contramão.”15 E assim, concluiu: “não pedimos licença a ninguém para construir o Reino. Essa deve ser uma das nossas alegrias!”20

Foi à jovem Aline, revolucionária, eleitora do PT e de Dilma, que atua pela reforma política que favorece o projeto bolivariano da Pátria Grande, que o Vaticano escreveu, com toda a estima, estendendo o elogio aos jovens revolucionários da PJ: “tenho muita esperança em vocês que dão testemunho com as suas vidas desse Cristo libertador”.

PS:  Quem será o ghost writter de Bergoglio ou quem teria escrito essa carta que Francisco assina?

* * *

Notas:

1. http://www.cnbb.org.br/comissoes-episcopais-1/juventude-1/15721-papa-francisco-envia-carta-aos-participantes-do-11-enpj

2. Ibidem

3. Ibidem.

4.Ibidem.

5. Santa Teresinha do Menino Jesus, História de uma Alma, p. 27, Livraria Apostoloado da Imprensa, Braga, Portugal, 1990.

6. Ibidem.

7. http://www.cnbb.org.br/comissoes-episcopais-1/juventude-1/15721-papa-francisco-envia-carta-aos-participantes-do-11-enpj

8. https://www.facebook.com/aline.ogliari.9?fref=ts

9. http://www.pj.org.br/blog/carta-aberta-da-pastoral-da-juventude/

10. Ibidem.

11. Ibidem.

12. Ibidem.

13. Ibidem.

14. Ibidem.

15. Ibidem.

16. http://www.pj.org.br/blog/organizar-esperanca-partilha-da-caminhada/

17. Ibidem.

18. Ibidem.

19. https://fratresinunum.com/2013/08/01/que-revolucao-quer-francisco/

20. http://www.pj.org.br/blog/organizar-esperanca-partilha-da-caminhada/

41 Comentários to “Pastoral da Juventude Revolucionária.”

  1. Quanto à pergunta final só digo: sei lá.
    Quanto ao artigo como um todo só digo: graças a Deus que eu não faço parte deste prostíbulo espirutual e moral.

  2. Senhor além de destruir a CNBB destrói essa Pastoral também.

  3. Sempre tive nojooo dessa PJ e a cada dia tenho mais. Na diocese da minha cidade que com orgulho não pertenço ”Graças a Deus!” As festinhas destes infelizes jovens são regadas a orgias, bebedeiras e drogas. São todos uns jovens zumbi na fé.

  4. Pobres,pobres ,sistema economico que mata, coelhos ,s.Romero ,”continuem sua luta(MST) ,Miguel D’escoto,enciclica ecologica…
    A agenda tá em dia…

  5. Meu Deus ! É muita tralha junta.

    Sagrado Coração de Jesus, rogai por nós

    • Quem roga são os intercessores, Cesar e rogam a Deus para que Ele, na Sua onipotência, nos ajude. O Sagrado Coração de Jesus, sendo Jesus Deus Filho, segunda pessoa da Santíssima Trindade, não pode rogar a Deus, pois Ele JÁ É DEUS. Assim, a oração correta seria : “Eu confio e espero em Vós”, por exemplo.

  6. A Pastoral da Juventude é o braço do PT na Igreja. Eles não fazem nada, nada mais do que serem subversivos e rebeldes, travestidos de Católicos. Conheci vários deles e sei do que afirmo.

    Padres e Bispos o apoiam pois pelo fato de serem jovens, posam como “inocentes úteis” e tornam-se inatacáveis. Quem vai atacar jovens Católicos animados com caras pintadas, cartazes e afins??

  7. Aos vermezinhos vermelhos Francisco saúda e até incentiva. Agora se são jovens tradicionalistas, que vivem a castidade e a modéstia como Santa Inês e São Domingos Savio ele os chama de fariseus e até os comparam com animais. Deus está vendo tudo que faz, Santo Padre. Quero ver esse apelo à utopia frente ao tribunal de Deus.

  8. Nos anos 90 eu fiz parte de um grupo jovem, que não era chamado de Pastoral da Juventude, embora fosse de fato, e sim Jovens Amigos em Cristo. Só que não tinha nada a ver com a PJ nacional. Pudera. Era uma pastoral de uma paróquia da Arquidiocese do Rio de Janeiro, no tempo dos saudosos São João Paulo II e Dom Eugenio Sales.

    Hoje não faria parte de uma PJ. Nem no Rio de Janeiro. Ainda mais depois que o bispo latino-americano que assumiu a cátedra de São Pedro convidou os voluntários da JMJ no Riocentro a serem revolucionários. Arrumaram a desculpa perfeita para serem de fato revolucionários. Muito convenientemente acham que a infalibilidade papal se estende além da fé, da doutrina e da moral católica.

    Nos dias da JMJ, muitos jovens revolucionários vindos de fora do Rio desfilaram pela cidade com a famigerada bandeira vermelha da PJ nacional.

    Cristão de verdade é contrarrevolucionário, não revolucionário. Deve rejeitar o ocupante do trono deste mundo, que usurpou o lugar de Nosso Senhor Jesus Cristo nos corações de bilhões de seres humanos. Deve colocar o Senhor no trono do seu coração, no lugar do usurpador.

  9. A Aline não é boba. Se não arrumar uma “boquinha” no governo do PT, vai acabar conseguindo em algum dicastério e ainda vai “tirar onda”, por morar em Roma. Esses socialistas adoram um conforto capitalista e eclesial.

  10. Esperando (sentado), Francisco escrever uma carta para um encontro com tradicionalistas.

  11. Até “igualdade de gênero” reclamam!?!?!?!?!?!?!?!?

  12. Após a carta dirigida ao 13º Intereclesial das CEBs, em que o Papa Francisco escrevia que elas – as CEBs – “trazem um novo ardor evangelizador e uma capacidade de diálogo com o mundo que renovam a Igreja”, exortando-as a “seguir adelante” (!!!) em sua campanha missionária….

    Após a “conferência de marxistas”, idealizada por Bergoglio, reunir dirigentes de diversos movimentos revolucionários no Vaticano, como, v.g., Stédile que esteve presente pelo MST, outros do Via Campesina e diversos movimentos, sobretudo da América Latina, em que, ao final, todos se comprometeram a “parar os bancos e as transnacionais”…

    Agora uma carta amigável dirigida ao 11º Encontro Nacional da PJ???

    Aposto que ainda haverá quem queira justificar a carta, pretendendo explicar seus gestos e ações, porque o Sumo Pontífice frequentemente se expressa tão irresponsavelmente, que suas palavras podem ser interpretadas de várias formas… formas inclusive contraditórias entre si, mas há sempre que se julga oficial intérprete do Papa Francisco e definidor do sentido verdadeiro de suas palavras…

    Ora, enquanto o Papa se expressar tão irresponsavelmente, as repercussões naturalmente irão subsistir… NINGUÉM, absolutamente, tem autoridade para definir o significado, sentido e alcance das palavras do Papa Francisco, senão ele próprio… Por quê culpar a imprensa secular se é o próprio Papa que se expressa mal? Se Francisco se expressa confusamente, Ilze Scamparini interpreta as palavras à sua maneira, Eugenio Scalfari de outra, etc.

    Apenas hoje três papólatras me enviaram emails: Dão a entender que são os intérpretes oficiais, credenciados no Vaticano. Tudo indica que apenas eles conseguem entender o significado, sentido e alcance das palavras do Papa. Apenas eles…

    Afinal, eu conheci e Bergoglio evidentemente conhece a Igreja Católica na América Latina e as instituições pastorais paralelas à Igreja. Sabe o que se passa ali dentro… a doutrinação marxista que convoca a juventude católica a ser revolucionária… sabe o que se faz.

    Nessas horas, diria Dom Marcel: “É por isso que eu me obstino, e se quereis conhecer a razão profunda desta obstinação, ei-la. Eu não quero, na hora de minha morte, quando Nosso Senhor me perguntar: ‘Que fizeste de teu episcopado, da tua graça episcopal e sacerdotal?’ ouvir de sua boca estas palavras terríveis: ‘Tu contribuíste para destruir a Igreja com os outros.'”

  13. Preciso dar meu testemunho pessoal do que eu vi e vivi, quando estive nessa “Pastoral”: é calamitoso ver o que se passa por lá!!! Pelo bem, evitarei dar “nomes aos bois”…

    Quando eu fazia parte dessa Pastoral, tentamos realizar um encontro, para atrair membros para o grupo jovem da paróquia. Pensaram em cânticos, mil e uma brincadeiras… E o trouxa aqui cismou de perguntar “em que momento iria se realizar a reza do terço?”. Todos olharam para minha cara, primeiro com surpresa, depois com reprovação, perguntando: “você é louco Diogo? Num encontro jovem, se realizar o terço?”. Mas insisti, e como tinha votação, fui vencido. Após o encontro, aconteceu de ter uma entrevista para entrada no grupo jovem da paróquia, com perguntas do tipo: “que tipo de revolução você quer”, “em que tipo de trabalho social você se enquadra?”, “o que você espera fazer pelo seu grupo”… Como se estivessem formando uma guerrilha!!! E uma série de atividades piedosas propostas por mim e outros foram literalmente extirpadas. Perdemos alguns jovens por isso… E eu falei com o padre sobre isso, que se omitiu sobre o assunto…

    Para evitar que a juventude que não ia ficar nesse grupo fosse ficar sem amparo, me afastei desses e propus junto ao padre criar um grupo de teatro jovem, com histórias de santos, florescer de vocações sacerdotais, histórias populares… e sempre com uma oração de entrada (uma dezena do terço, para as pessoas se acostumarem, uma oração do Credo no encerramento). O grupo foi elogiado (vitória do Senhor Deus e de Maria Santíssima, não minha!!!), até o bispo visitante gostou!!! Só que o grupo jovem propriamente dito se esvaziou por causa desse grupo de teatro. Como fui eu quem tomou a iniciativa de chamar as pessoas, lançaram um boato criminoso: de que eu estava dividindo a paróquia, e que não era o grupo de teatro da paróquia, mas o grupo do Diogo, e que eu não gostava de ouvir a opinião dos outros, que eu era autoritário (notar que ninguém do outro grupo nos ajudou com a organização do grupo de teatro!!!). E por fim, disseram que como eu era o coordenador, eu é quem deveria prestar contas dessa divisão!!! E o padre da época novamente se omitiu…

    Por fim, como precisei me mudar para um bairro mais distante, informei ao novo padre que havia passado o posto de coordenador para outra pessoa (que infelizmente, não continuou com o trabalho). E esse novo padre me conhecia, lamentou minha saída. Até hoje, quando visito a comunidade, pergunta quando irei voltar para me tornar catequista, professor, etc…

    Não falei isso para dar exemplo próprio (peço perdão se deixei transparecer dessa forma), mas para revelar como essa Pastoral age: ou você é um jovem militante social (hoje para mim, socialista), ou você é um carolinha “puxa-saco de padre”, “que tem de cair de seu pedestal”… E muitos padres, até bem-intencionados, para ter juventude nas suas paróquias, ficam meio reféns desses subversivos…

    OBS: depois que saí, foi que soube (eu evitava fofocas) o histórico de alguns membros do grupo antes de eu entrar lá (soube pelo padre antigo): traziam deputados do PT e do PC do B para falar de política, assistente social distribuindo preservativos, alguns escândalos (jovens em atitudes lascivas nas dependências da paróquia) e para coroar: uma “missa carismática”, celebrada por um padre de fora, que conseguiu “o milagre” de ser mais histérica e assustadora que muitos cultos protestantes já vistos…

    Depoimento de cunho pessoal meu.

    Salve Maria!!!

    “Ad maiorem Dei gloriam”!!!

  14. Deprimente que um grupo de jovens que se dizem católicos tenham tão pouco ou nada de católicos. O estandarte que levam não é de Jesus Cristo, mas do assassino Che Guevara, o moderno Barrabás, novamente preferido ao Senhor.
    Vergonha de a CNBB patrocinar esse lixo moral e espiritual que é a Pastoral da Juventude.

  15. São todos idiotas úteis cheios de esterco comunista na cabeça, nada mais do que isso. Acham que são a vanguarda de algo, mas não passam de marionetes nas mãos da ideologia mais assassina da história. O bom é perceber que muitos jovens que decidem estudar, ler e se informar, um pouco que seja, deixam essa heresia de lado e passam a militar nas fileiras de Cristo, como verdadeiros soldados, e não como esses babacas hipócritas que carregam bandeira de um falido como o Che Guevara e, ao mesmo tempo, bebem Coca-Cola e usam tênis de marca.

  16. Os PejoTistas têm orientação marxista e logicamente apoiarão seus asseclas, sendo a PesTista Pastoral da Juventude nada mais é que uma das facções do PT agregada à sua filial de fachada religiosa, a TL, incluindo-se sua subserviente subsidiaria, a CNBB, anexa ao MST, o qual estava todo glorioso no Vaticano colhendo os “bons frutos” de seu empenho como marxista…
    Aliás, um dos pedidos dessa Pastoral (vermelha) da Juventude é que se desse continuação ao processo de regulação da mídia, simpático eufemismo querendo dizer: não falarem mal ou denunciarem as falcatruas do PT e associados, mesmo doutros congregados partidos comunistas, como o PC do B, PSTU….
    Um partido, desculpe, uma instituição “religiosa” como a CNBB-D Steiner que diz do abortista Plinio de Arruda Sampaio do PSOL “como exemplo de católico na política”, CNBB-D Damasceno apresentando E Campos “católico praticante” e veto parcial ao PLC 003/2013 ao aborto, como queria o PT, faltaria à fachada da CNBB substituir ou agregar lado a lado com o báculo da instituição a instalação da bandeira vermelha que representa o sangue dos adversários, o martelo da destruição, a foice da morte com a estrela vermelha de 5 pontas que é o pentagrama satânico no frontispício “brilhando”.
    No noticiário da Radio América de hoje – 23/01- alguns PejoTistas relataram terem recebido carta do papa Francisco; estavam contentíssimos com suas palavras que expressavam amor e misericórdia, levando alguns às lágrimas de emoção…
    Tá bão d +, gente!

  17. O professor Hermes constitui um dos apóstolos dos últimos dias, que insiste em anunciar o Evangelho da Vida e denunciar os Sinais de Morte da sociedade e da Igreja (socialismo, aborto, drogas, corrupção…). Seu belo trabalho assemelha-se ao de João Batista: “um voz que clama no deserto”.

    Todos sabem que a PJ é um braço jovem do PT na Igreja. Eles defendem as paixões desordenadas (impureza); os regimes políticos fundados sobre a negação de Deus (Socialismo), lamentavelmente.

    Somos o “PEQUENO RESTO” fiel à Igreja fundada pelo próprio filho de Deus (Jesus).

    Que Nossa Senhora de Fátima abrevie o tempo da Grande Provação, preparando os nossos corações para receber o SENHOR QUE VEM!

  18. Vejam a oração do encontro:

    Deus, Criador e doador da vida e da liberdade, nós vos bendizemos pelos jovens e pelas jovens do nosso imenso Brasil, que se encontram para partilhar a vida, o pão e a utopia.
    Discípulos e discípulas de teu filho, Jesus Libertador, somos muitos e muitas, e estamos em toda parte nesta terra dos Brasis, remando contra as correntezas de morte, procurando Tua face no rosto do irmão e da irmã. Procuramos-te em todas as partes e ao Te encontrar perguntamos: “Mestre, onde moras?” E Tu, num sorriso sereno e cativo, responde-nos: “Vinde e vede!”.
    Guiados e guiadas pelo teu Espírito Santo, Mãe de Sabedoria, queremos celebrar as alegrias e as esperanças das juventudes do Brasil e trabalhar na construção da Civilização do Amor. Assim, pedimos a força necessária para lutar e defender a vida do teu povo, principalmente da juventude marginalizada, vítimas de uma cultura de violência e extermínio. Rogamos ainda pela Igreja do Brasil, para que reavivada pelo ardor missionário e pela alegria do anúncio do Evangelho, ponha-se, cada vez mais, em atitude de saída, sendo acolhedora, atenta e aberta para amar e servir teus filhos e tuas filhas jovens.
    Com a força e intercessão de Maria Índia, Senhora da Conceição, padroeira do Amazonas, também pedimos, que o 11° Encontro Nacional da Pastoral da Juventude seja sal, fermento e luz na caminhada da juventude brasileira.

    Amém, Axé, Awerê, Aleluia.

    http://www.pj.org.br/enpj/oracao/

  19. E vocês ainda esperam alguma coisa de “Pastorais da CNBB” cuja ideologia é a famigerada “teologia da libertação”?
    Conheci essa praga de perto e posso dizer:

    PASTORAL DA SAÚDE: ensinar práticas “new age” paliativas como “Reiki”, “Yoga”, chazinhos e como não podia faltar, pregar “o controle da natalidade” por meios naturais : billings, tabela…etc.
    Lembram-se daqueles tempos em que a Igreja construía hospitais como as Santas Casas de Misericórdia?Lembram-se das Ordens religiosas como as “Irmãs da Caridade” que davam assistência de enfermagem até em lugares remotos? Destruíram tudo. Agora a moda são os famosos agentes de pastoral, que entre um chazinho e outro vão doutrinando o povo mais simples para o comunismo.
    PASTORAL DA CRIANÇA: Distribuir multi-mistura e leite, pesar as crianças e de quebra tentar engajar as mães nas CEBS. Falar da promiscuidade e da “paternidade responsável” para aquelas mães que tem até 5 filhos de pais diferentes, nem pensar!
    PASTORAL UNIVERSITÁRIA: Convocar os universitários a contribuir com seu esquerdismo na destruição da Igreja Tradicional.
    PASTORAL CARCERÁRIA: Visitar os presos pra levá-los à conversão, como fazem os pastores protestantes? Nem pensar! O negócio é denunciar as “más-condições” em que vivem os presos. A sociedade que é má….e como prega todo esquerdista, o bandido é só uma vítima.
    PASTORAL DA DIVERSIDADE: Sodomitas sejam bemvindos! ” Os homossexuais “têm dons e qualidades para oferecer à comunidade cristã” e a Igreja deve ser para eles “uma casa acolhedora”. “É preciso buscar uma codificação de direitos que possam ser assegurados a pessoas que vivem em uniões homossexuais. É uma questão de civilidade e de respeito à dignidade das pessoas”, foi o que disse o “garoto de recado” de Bergoglio, Bruno Forte durante o Sínodo.
    PASTORAL DOS DIVORCIADOS E RECASADOS: Podem participar de todas as atividades da Igreja, contanto que naquele dia em que tiverem relações sexuais, se abstenham de comungar pra não dar muito na vista e se decidirem comungar procurem uma outra paróquia onde ninguém os conheça. Deus fecha um olho pra esses “pecadinhos”. É o que eu ouvi de um padre em Salvador que coordenava essa pastoral.
    PASTORAL DA JUVENTUDE: Pegue um bando de adolescentes desmiolados e deixe que eles façam da igreja uma casa-da-mãe joana. Coloque-os num pedestal e repitam à exaustão que eles são o futuro da Igreja pra encher bem a bola deles. Enquanto isso dá-lhe doutrinamento esquerdista! Isso é a Pastoral da Juventude! Mas não se preocupem porque ela não vai muito longe. Esses jovens não enchem seminários, não desenvolvem nenhuma vocação autêntica. A espiritualidade é tão precária que quando eles acordam pra falácia, acabam indo parar numa bem outra bem pior que é o pentecostalismo das seitas ou alguma seita oriental.

    E o mesmo ocorre com as outras “pastorais” que não passam de uma tentativa de recrutamento pra lavagem cerebral esquerdista dentro das igrejas controladas pela Teologia da Libertação. Infelizmente para escândalo do mundo Católico, essa famigerada ideologia fez caminho até a Cátedra de Pedro em Roma e de lá está tentando disseminar esse veneno pela igreja espalhada no mundo inteiro. Non praevalebunt!!

    • Perfeita colocação!

      Justamente por tudo isso ( e por muito mais ), os membros da atual hierarquia que promovem tais coisas não tem autoridade sobre os fiéis… sem falar daqueles que passivamente aceitam tal coisa, dentro do chamado espírito conservador.

      Tamanho escândalo não seria possível sem a conivência dos bispos e do atual papa.

      SM

  20. Pelos comentarios estão mais espantados com a PJ – faz parte do cenário há decadas! – do que o papa enviar cartinha de apoio !

  21. Lendo seu artigo nesse momento professor, só posso me lembrar dos encontros da PJ da minha paróquia onde comecei ( só existia a pj em 1999…do curso de crisma íamos direto pra PJ) onde os encontros, hj entendo, era pura doutrinação… Buscando fotos no meu arquivo achei uma de um encontro municipal da Pj..onde estava um jovem com a camiseta do MST …e um outro jovem que anos depois se tornaria deputado estadual pelo PT.

  22. Eu não tenho dúvida nenhuma de que verdadeiramente foi o papa que escreveu esta carta. Só nao estamos perdidos totalmente por contra a Igreja Católica Apostolica Romana nem o poder dos infernos irão prevalecer. Mas que estamos sem pastor estamos. Que Maria Santíssima interceda por nós.

  23. Não nos esqueçamos: quanto aos fins, a esquerda é monolítica. Portanto, é mais do que provável que questões como “gênero”, “pro-choice”, “casamento homossexual”, “adoção de crianças por pares homossexuais” e outras tantas sejam encampadas (ou toleradas) por tais grupos da P.J. É muita irresponsabilidade de Francisco enviar uma Carta sem estar bem seguro do que pensam ou possam fazer essas pessoas. Mais infeliz foi o IRRESPONSÁVEL que pediu a tal Carta ao Papa.

    Imaginem se o tal convescote resolver lançar um “Manifesto” cheio de enormidades…

  24. Daqui a pouco vai ter algum comentário dizendo que o Papa não quis falar isso, que estamos enganados, que a mídia deturpou a mensagem ou que nós, somos de muita dureza do coração contra o Bispo de Roma.

  25. Pastoral dos excomungados automaticamente???

  26. Se eu quiser fundar a Pastoral da Juventude Inquisidora eu corro o risco de ganhar uma cartinha… de excomunhão?

  27. Prezados

    Salve Maria

    São situações como estas do texto do Prof Hermes que me levam a pensar: O que vamos fazer?
    Acredito que rezar pela Misericórdia Divina todos aqui rezam.
    Mas será que não precisaríamos fazer algo mais?
    Será que não precisaríamos nos unir ou nos organizar para entrarmos nas paróquias/pastorais e fazermos algo?
    Participo do Conselho de Leigos de Curitiba e sei que toda a ideologia socialista vem do Conselho Nacional (textos, livros, vídeos, etc).
    E como tudo vem pronto e com uma aparência de bondade , também sou voto vencido, também sou o único que tenta segurar as ideias modernistas e socialistas.
    O pior é saber que toda formação e orientação socialista é fornecida pelo Conselho Nacional e patrocinado pela Arquidiocese.
    Acredito que o falecido Dom Moacir não se atentava para estes detalhes, mas sei que muitos bispos patrocinam e incentivam a implantação da teologia da libertação.
    Por isto, considero que deveríamos tentar ingressar nas paróquias/pastorais, para tentar expor a verdade, pois muitos que lá estão nunca A conheceram.
    E com a nossa participação podemos tentar auxiliar um pouco na redução da quantidade de fumaça de satanás que está entrando na Igreja.
    Assim como o Professor Hermes que é catequista e indica os vídeos do Padre Paulo Ricardo em sua paróquia, fazendo sua parte ao apresentar a verdade às crianças.
    Sei que o meio virtual também é eficiente para promoção da Verdade, pois foi graças aos textos e vídeos do Professor Orlando pude sair da RC”C”, mas considero que se nós colaborássemos também nas paróquias e pastorais, estaríamos ajudando outras pessoas.
    Afinal, não precisamos imitar Nosso Senhor e expulsar os vendilhões do Templo?
    Então, com nossas limitações, tentemos auxiliar um pouco, para que reduzir o crescimento da proliferação de erros em nossas paróquias.
    O CVII não “transferiu” várias responsabilidades do clero para os leigos?
    Seria interessante se conseguíssemos nos unir para, como leigos, formar alguma barreiras para os absurdos que estão fazendo em nossas paróquias.

  28. É só ver a situação econômica de uma nação onde a maioria é católica como a Venezuela, para ver o que acontece quando se mistura a sã doutrina com uma gotinha de socialismo.

  29. Quem escreveu a carta? Stedile, revisada por Betto e Boff.

  30. O Professor Hermes Rodrigues Nery sempre acerta e é um batalhador na defesa da verdadeira Igreja e na Verdade de Cristo. Sei que essa frase de Bergólio foi dita em outro contexto. No dia que ia embora do Rio ele falou aos jovens voluntários da Jornada Mundial da Juventude e ali conclamou que os jovens não tivessem medo de se comprometerem num namoro sério para o casamento pois a moda dos jovens agora é ”curtir o momento”, ” ficar ” sem compromisso de futuro com o outro e mesmo usando a pessoa com quem se relacionam. Bergólio nesse contexto disse que lutassem contra isso e se comprometessem, que fossem contra a corrente, que fossem revolucionários neste sentido. A frase foi usada, pois este Papa é imprudente no que fala. Quero quer que ele não usou a frase no sentido comunista. Espero que não. Desejo que não. Rezo por isso. Agradeço ao trabalho do Professor Hermes Rodrigues Nery e peço que ele continue em sua batalha.

  31. Desculpem-me por discordar, mas achei absolutamente sem propósito a citação feita dos escritos de Santa Teresinha, pois ela não está dizendo que devamos nos contentar com coisas medíocres; justamente o contrário, ela tem diante de si o maior ideal de todos, ou seja, a santidade. Entretanto, ela compreendeu bem que este ideal ninguém atinge por si mesmo, mas apenas pelo caminho da humildade e da incondicional confiança na misericórdia de Deus. Na “Historia de uma alma”, Santa Teresinha afirma que, desde a infância, aprendeu a “escolher tudo”; queria viver na Igreja todas as vocações mais sublimes: o martírio, o apostolado e até mesmo o sacerdócio. Até o momento em que, misticamente, compreendeu com o apóstolo São Paulo que a MAIOR vocação de todas, aquela que contém em si TODAS as outras, é a CARIDADE. Existe ideal maior do que este? “NO CORAÇÃO DA IGREJA, SEREI O AMOR, E O AMOR É TUDO!” Então, quando o Papa convida os jovens a ter ideais altos, elevados, grandes, está na verdade se referindo também ao exemplo desta GRANDE santa da Igreja.

  32. Fico triste em ver que tais pastorais vem “destruir” as associações religiosas, as congregações, as irmandades, as famílias religiosas. Modéstia? Pudor? Obediência? Mortificação? Caridade(verdadeira)? Pureza? Castidade? Oração? Essas coisas não fazem parte do contexto na Nova Igreja renovada. Olho para as paróquias que durante os anos 80 e 90 permaneceram firmes na Fé, sendo após uma amistício do Vaticano, reconduzidas ao seio da igreja( organização civil), tendo suspensa as penalidades de um suposto cisma; caindo nas pastorais, nas marchas, nas organizações que não inspiram a temor a Deus, mas sim uma certo espírito de filantropia, de bem estar comum, bem estar temporal. Quisera estar errado, pois só um responderia ao tribunal Divino, mas … Bem, realmente nascemos para coisas mais elevadas, e com toda certeza tão elevadas, que só pela Graça Santificante e que poderemos alcançar! Existe Graça Santificante ainda? Afinal, o homem agora é auto suficiente para se salvar!

    “Velai por nossas Familias,
    pela Infância desvalida,
    pelo povo brasileiro,
    Oh, Senhora Aparecida!”

  33. Visitei o Face de Aline Ogliari, secretaria nacional da PJ da diocese de Chapecó – uma maravilha – e para alimentar a esperança, o sonho, a fidelidade apresentou o “profeta” rubro Dom Pedro Casaldáliga na coerência e no testemunho fiel e de cumprimento do S Evangelho, como disse com suas palavras:”Descalço sobre a terra vermelha”.
    Subtenderia aqui um Brasil comunizado?
    Não seria a Pastoral da Juventude do PT e com apoio do papa Francisco?
    Estão nessa plêiade o Mujica da maconha e do aborto, Marcelo Barros afirmando que “Evangelho é subversivo”, o cocaleiro Evo Morales, o Che Guevara “libertador de povos oprimidos do capitalismo (de particulares, mas de um governo comunista materialista, opressor e ateu pode)”, como sucede em Cuba, todos os cidadãos de coleira no pescoço e fecho éclair na boca, e nos repassa essa mensagem, melhor, propaganda: “que nos dice siempre de la justicia social, sueños de la “pátria mayor”*, de soberanía y del otro mundo posible”!
    * Patria mayor: toda a América Latina, sob o apêndice Cuba!

  34. Algumas pastorais da Igreja (CPT, CIMI, PJ…) são LOBOS em pele de cordeiro, amigos dos PTralhas. Essas pastorais defendem a Teologia da Libertação-TdL e o Socialismo.

    – Sobre a Teologia da Libertação, advertiu Bento XVI: “a teologia da libertação não entra em nenhum esquema de heresia até hoje existente, ela é a negação radical do Cristianismo”.

    – E o Socialismo matou mais de 100 milhões de dissidentes.

    Moral da história:
    – Quem está dentro dessas pastorais (CPT, CIMI, PJ…), SAIA!
    – E quem está fora, jamais entre!

  35. Ghost writter não existe é o próprio Papa, Hermes.

    Esta bem nítido em outras declarações que o Papa apoia o MST e a PJ, não tente esconder o buraco que o papa esta fazendo na Igreja.

  36. O que vou dizer agora não é para ofender ninguém, mas apenas para tentar dar um “choque de realidade”:

    Ouvi alguns amigos dizendo que a Igreja Ortodoxa Russa está “toda infiltrada de comunistas”. Não é estranho que a “Igreja da KGB” publique documentos oficias condenando o aborto, o homossexualismo, as violações da propriedade privada, o secularismo e o ateísmo, etc? É só ler aqui: http://orthodoxeurope.org/page/3/14.aspx [Bases do Conceito Social da Igreja Ortodoxa Russa].

    Não é estranho que essa Igreja comunista procure, com todo zelo, preservar a liturgia e administrar os sacramentos com a máxima dignidade? Não é estranho que seu Patriarca esteja pedindo recentemente a criminalização do aborto? Não é estranho que seus monges ainda sejam conhecidos pela vida espiritual, ao invés da ação social?

    Mas na Igreja Católica Romana, é tudo ao contrário: a *maioria* de nossos religiosos é conhecida pela ação social (de esquerda), e não pela vida espiritual. Nosso Papa diz ao MST: “Continuem com a vossa luta!”. E não se ouve um protesto vindo dos Bispos…

    Ainda assim, é a Igreja Russa que está infiltrada de comunistas. Tão grande é essa infiltração que esses meus amigos asseguram-me que lá “não tem mais volta”. O marxismo dominou aquela instituição irreversivelmente. Se é assim, o que dizer então da nossa Igreja Romana? Acho que está na hora de acordar para a vida, gente. O grau de corrupção doutrinária, litúrgica e moral dentro da Igreja Católica é assustador. O clero de 50 anos atrás mal reconheceria esta Igreja de hoje como a legítima continuação da fé deles.

  37. Amigos, acho que alguém já levantou essa questão, mas não era novamente hora de escrever ao Papa pedindo explicações, tal qual Santa Catarina de Siena? Certamente há nesse espaço pessoas altamente capacitadas para isso.

  38. O mais dramático, a meu ver, é não restar dúvidas de que este Papa compreende perfeitamente o alcance daquilo que assinou. Afinal, é nascido e radicado em solo argentino, mormente porteño, e absolutamente ciente das realidades locais. Fosse alemão, eslavo, donde quer que o valesse, poderíamos, ainda, agarrar-nos a uma última esperança: “foi ludibriado por seus assessores!”; “desconhece a conotação de tais palavras no cenário brasileiro e latino-americano!”; “ignora a organicidade dos movimentos a que se dirige!”. Mas, não. Tem a exata medida daquilo que redigiu, ou que, ao menos, pomposamente deixou-se assinar. E que, como alhures apontado, repete incessantemente, com identidade terminológica, em seus “pronunciamentos espontâneos”, com coerência em relação à política eclesiástica assumida desde os preâmbulos de seu pontificado. De sorte que não lhe falta régua com que aferir o calibre das balas disparadas em seu canhão midiático.