A Virgem e o Coelho.

De Rerum Natura – “A Virgem e o Coelho” (“Madonna del Coniglio“, no italiano original), é um óleo sobre tela do pintor italiano Tiziano Vecellio (1473? – 1590) que pode ser actualmente apreciado no museu do Louvre, em Paris. Tiziano é um dos principais representantes da escola veneziana do Renascimento Europeu, e este seu quadro referencia a pureza da fertilidade e da concepção imaculada de Maria, representada pela alvura, símbolo de pureza, do coelho enquanto espécie associada à fertilidade. Nesta pintura renascentista, Maria recebe de Catarina de Alexandria o menino Jesus. Este contempla um coelho branco bem seguro pela mão esquerda de sua mãe imaculada. As mãos de Maria fazem a interligação entre o menino Jesus e a pureza representada pelo coelho branco.

Como veremos mais à frente, há razões para uma intencionalidade para este simbolismo do coelho com a pureza e com a concepção sem pecado. Neste contexto, pode dizer-se que a obra faz uma alusão ao mistério da incarnação e da imaculada concepção de Maria, numa interpretação de Tiziano do culto mariano e dos novos evangelhos bíblicos. Mas note-se também na presença de um cesto semiaberto com fruta, uma maçã, numa alusão ao pecado original relatado nos Velhos testamentos.

Tags:

One Comment to “A Virgem e o Coelho.”

  1. Sinceramente….não gosto de ver as palavras…”coelho”…”lapin”…”coniglio”….!!!!
    Minha genitora foi muito abençoada com 11 filhos e sempre foi muito feliz ,por nos ter gerado,criado!
    Por ela…,já na ETERNIDADE…recebi com lástima ,o insulto argentino…..DESELEGANTE!! CHOCANTE!
    Que BERGOGLIO pense mais….antes de abriir a boca.
    MARANATHA!!!! Oremos por ele.