Papa Francisco, garoto-propaganda da “Marcha Gay” de Maringá.

Ajoelhado diante de um travesti, Francisco lavou e beijou-lhe os pés. O papado, prostrado diante do movimento gay!… O fato fala por si mesmo.

unnamed (4)

Agora, feito “poster-boy” da Marcha LGBT de Maringá, Francisco silenciosa, mas eloquentemente, grita: “Quem sou eu para julgar?”.

Canonizado ainda em vida pela mídia internacional, o Papa argentino agora é celebrado como o “padroeiro dos gays”.

Francamente, só pode ser um castigo sobre a nossa geração! “O Senhor te afligirá com loucura, cegueira e confusão mental” (Deut. XXVIII,28).

Tags:

30 Responses to “Papa Francisco, garoto-propaganda da “Marcha Gay” de Maringá.”

  1. É muita estupidez dizer que o lava-pés do travesti foi apenas um “gesto concreto” da “humildade” papal. Depois da lavação, aquele pobre infeliz deve, inclusive, ter calçado seu salto alto ali mesmo, quiçá acolitado por algum aggiornato prelado da Cúria. “Omne agens agit propter finem”: é manifesto que tais iniciativas são pensadas, preparadas e executadas com toda precisão. Bergoglio veio pra humilhar e desmontar o Papado; somente a imbecilidade e/ou a má fé tentariam escusá-lo disso. Se um dia “acharem” a matrícula de Bergoglio no Grande Oriente, isso não será surpresa alguma pra muitos.

  2. Que tristeza.

  3. Meu Deus!! Misericórdia!!

  4. O Papa não tem culpa. É esse povo que distorce tudo e não compreende ou não escuta toda a frase que o Papa fala. Eles só ouvem o que os interessa. Bergoglio mesmo com alguns equívocos quer uma Igreja mais aberta, mas de uma maneira honrosa e não uma patifaria.

    • Não tem culpa? Você vai me desculpar, mas eu acho que ele é totalmente culpado.
      Você por acaso já tentou defender a doutrina católica hoje em dia? Faz o seguinte, tente explicar para as pessoas que o homossexualismo é um pecado e veja quais são as respostas que você vai ter. Vão te dizer que o papa Francisco não entende desta maneira e ainda vão dizer que você é arrogante por querer saber mais do que o papa.
      Ele, como papa, tem OBRIGAÇÃO de falar claramente. O que ele fez naquele entrevista foi se eximir da responsabilidade e correr para os braços da galera.

  5. Vejamos o que diz Santa Faustina em seu diário sobre o pecado da sensualidade dentre os quais o pecado da sodomia se inclui, sendo um pecado que brada aso céus e a Deus por vingança:

    “Certo dia, quando Santa Faustina chegou para fazer uma adoração noturna e, logo que entrou em recolhimento interior: “vi Nosso Senhor amarrado ao tronco e logo sobreveio a flagelação. Vi quatro homens que se revezavam a açoitar o Senhor com azorragues. O meu coração parava só de olhar para esses suplícios; então, o Senhor me disse estas palavras: ‘Sofro uma dor ainda maior do que esta que estás vendo’. – E Jesus deu-me a conhecer por quais pecados submeteu-se à flagelação: foram os pecados de impureza. Oh! Por que terríveis sofrimentos morais passou Jesus quando se submeteu à flagelação! Então, Jesus me disse: ‘Olha e repara bem o gênero humano na presente condição’. E imediatamente, vi coisas horríveis: afastaram-se os algozes de Nosso Senhor e vieram flagelá-Lo outras pessoas que seguravam nas suas mãos os chicotes e castigaram sem piedade o Senhor. Eram sacerdotes, religiosos e religiosas e os mais altos dignitários da Igreja, o que muito me admirou. Havia leigos de diversas idades e classes; todos descarregavam sua maldade sobre o inocente Jesus…”

    Quem quiser informações sobre uma nação católica como a Polônia que faz marcha contra o aborto, o divorcio e o casamento homossexual na contra mão do “espirito” do Concílio Vaticano II segue link abaixo:

    http://devotosdamisericordiadivina.blogspot.com.br/2012/06/marcha-contra-aborto-divorcio-e.html

  6. Diante da postura vacilante do Vigário de Cristo na terra quanto a abster-se de qualquer julgamento. Atitude esta que terminou por confirmar os pecadores em seus erros ao ponto de que eles vieram agora a fazer dele garoto propaganda de uma marcha de sodomitas. Resta como consolação ao menos a certeza de que o JUSTO JUIZ expedirá e aplicará sim a mais apropriada das sentenças.Tanto a um…Quanto a outros…

    DOCE, BENDITO E SAPIENCIAL CORAÇÃO IMACULADO DE MARIA, SEDE A NOSSA SALVAÇÃO !

  7. Disse o Papa Francisco: “Se uma pessoa gay quer seguir Jesus, quem sou eu para julgar!”
    Tradução para os ignaros de plantão.
    Seguir Jesus emplica em aderir ao seu projeto, deve haver mudança de mentalidade e de comportamento. Neste contexto ninguém pode julgar ou impedir que qualquer pessoa, seja ela boa ou má, seja gay ou hetero. Deve viver segundo os princípios cristãos. Então erra quem pensa que a fala do Papa apóia o movimento gay. Só uma pessoa desprovida de conhecimento utilizaria a fala do Papa fora de contexto. O que deve ser o caso acima.

    • Valdivino, o problema consiste exatamente em ter que “traduzir” o que o Santo Padre fala. Quando o Papa fala usa uma linguagem “criptografada” proporciona a confusão. Esta afirmação é razoável? Os fatos o demonstram? Claro que sim.

      O Vigário de Cristo, mais do que qualquer outra pessoa na face da terra, não pode se afastar do “sim sim, não não”.

      As pessoas, por natureza e essência, são diferentes, seja em relação ao temperamento e caráter, seja em consideração à sabedoria, que é causa eficiente do discernimento. Portanto, nem todos são capazes de “discernir”, até porque há muita ignorância acerca da Igreja, sua doutrina e missão.

      Por essa razão é que Nosso Senhor estabeleceu para Seu vigário o critério do sim sim, não não, sem prejuízo da advertência de que tudo o que “escapa ou não se amolde a isto” procede do maligno.

      De qualquer maneira, é certo que sempre será temerário julgar as pessoas a partir de suas íntimas motivações, dada a complexidade e multiplicidade de fatores que exercem, em maior ou menor intensidade em cada indivíduo particularmente considerado, influências em suas escolhas e atitudes. Donde se seque que Deus, Justo Juiz, irá considerar todas essas coisas que à nossa limitada inteligência escapam. Ou seja, o perdão e a misericórdia não estão condicionados às motivações que levam ao pecado, mas ao reconhecimento deste enquanto ato objetivo que ofende a Deus.

      Todavia, como a doutrina católica fundamenta-se na objetividade – e esta a a sua finalidade, ou seja, apontar objetivamente o que nos é danoso segundo os critérios divinos – deve o Vigário de Cristo apontar e”julgar” objetivamente a conduta, condenando-a se for o caso. Ou seja, deve ser claro e objetivo, assim como o é a doutrina.

      A questão é que o conteúdo e a finalidade ficam comprometidos pela falta de objetividade e clareza.

      Oremus pro Pontifice nostro.

    • Concordo Valdivino , mas como vigário de cristo o santo Padre para que não haja interpretações e duvidas, não deveria ensinar e falar claramente? A Catequese deve ser como nos ensinou nosso senhor SIM SIM, NÃO NÃO, sem rodeios, sem o politicamente correto.

    • Vc mostra o quão “ignaro” é a turma. Tem gente que escreve até “emplica” em seguir Jesus” em vez de “implica”. É, está cheio de ignaro metido a entendido. Estou longe desses não-ignaros.
      Pergunto ao não-ignaro: por que então ele, Papa, não dá desmentidos dessas “meias falas” e exigindo a versão completa? Ele, papa, dá toda impressão de que está contente com essa confusão geradas pelas palavras dele facilmente deturpáveis.

  8. Li que cada época, tem o Pontífice que merece……
    Então…é Castigo Divino para os catolicos…mesmo!!!!!
    Agora…só orando…o ROSARIO MARIANO!!
    Não percamos a ESPERANÇA!!! DEUS não nos abandonará….jamais!!
    DEUS agirá.Aguardemos.

  9. Usar parcialmente a fala do Papa como publicidade a qualquer movimento que seja é Total falta de respeito ao Pontifice. O Papa não é a favor da homossexualidade, ele apenas não quer julgar ninguém. Além disse, todos tem a liberdade para seguir Jesus. Foi o que o Papa disse.

    • Como ele não quer julgar ninguém? De onde vc tirou isso?
      Julgou sumariamente os Franciscanos da Imaculado reduzindo quase ao seu fechamento.! Ele disse isso quando atendeu de súbito os seminaristas que foram rezar no S.Pedro. E quando disse vergonha! vergonha! vergonha! não estava emitindo um juízo contra os europeus? E depois quem disse que não pode julgar corretamente? E por acaso o sumo pontífice não é o juiz do mundo, a cabeça visível da Igreja? E em inúmeras ocasiões da história eles foram chamados para julgar, excomungar muitas vezes!
      “E foi o que papa disse”? É a sua hermenêutica que graças a Deus não somos obrigados a seguir, pois não ouvi nem vi isso escrito.

  10. Degradação de fé, degradação moral . Pobre Jesus Cristo ,cada vez mais ofendido .

  11. Que motivo de chacota para as seitas! Que vergonha que sinto! Imaginem Nosso Senhor! É muito triste essa situação em que nós católicos vivemos. Somos cercados pelo espírito do mundanismo e da apostasia em todos os lugares, vinte quatro horas por dia, sem trégua. O único local que tínhamos para repousar as nossas cabeças era a Igreja. Porém,de dois anos pra cá é só decepção, é só chibatada. A apostasia já vai avançada no cume da Igreja, jorrando até a base. A fumaça de Satanás que era cinza ficou preta. Muitos dos que se dizem ‘católicos’ estão anestesiados, num espírito de torpor.
    La Salette se cumprindo cirurgicamente.

    Por Deus, vamos rezar mais!

  12. Há um foco de resistência em Maringá, um grupo denominado “São Domingos Gusmão”.
    Esse pessoal poderia intervir, e receber apoio nacional

  13. Misericórdia.
    Bem que Nossa Senhora de Fátima nos alertou:
    “Haverá confusão diabólica”.
    “Satanás arrebatará o trono de meu Filho”.

  14. mas agora o nosso Deus é apenas misericórdia???? e a justiça, as leis, onde estão?

  15. Não há como negar que o Papa foi extremamente infeliz com essa frase. A prova está aí. Se é necessário fazer uma hermenêutica, um esforço tremendo para tentar justificar o contexto, a intenção etc, isso por si só mostra o quanto o Papa errou ao falar desse jeito.

  16. Jesus teve misericórdia para com a prostituta e não a condenou. E foi neste sentido que o papa falou. Se nem Jesus, que é Deus, condenou a pecadora, quem seria ele para julgar. O problema é que a mídia distorce tudo com o fim de veicular a ideologia dela.

    Neste caso específico do poster, o Vaticano pode pedir a proibição do uso da imagem do papa no cartaz, pois não houve autorização papal para essa publicação.

    Este episódio nos ensina que é necessário ser prudente e pensar bem antes de falar, pois Jesus mesmo alertou que somos como ovelhas no meio de lobos.
    Jesus também falou: “se eles fazem isto ao lenho verde, que acontecerá ao seco?” Com Jesus, foram criadas armadilhas, disseram todo tipo de mentira contra ELE, distorceram SUAS palavras, até um amigo próximo O traiu. Daí, pode-se imaginar o que pode acontecer aos reles humanos.

    O que Jesus nos manda fazer é amar e orar.

    Rezemos pelo papa.
    Rezemos por todos os GLBTs que ainda não sentiram o amor de Deus em suas vidas.
    Rezemos por todos aqueles que não tem fé.
    Rezemos pelos que buscam no prazer fugaz o refugio para sua solidão e/ou tristeza.
    Rezemos por aqueles que não aceitam o corpo e/ou o sexo que nasceram.
    Rezemos por aqueles que são vitimados pela violência.
    Rezemos por aqueles que não amam o próximo porque não conseguem amar a si mesmos.

    Sejamos como o Bom Samaritano. O que o mundo precisa é de amor. E amar leva a Deus.

    Paz e Bem a todos!

  17. Vamos protestar:
    Contatos da Arquidiocese de Maringá-PR
    Fale Conosco
    End: Av. Tiradentes, 740 – 87013-260
    Caixa Postal 152 – 87001-970
    Maringá – PR
    (44) 3227-1706/ 3226-1667

  18. O Santo Padre apenas reafirmou o que ensina o CATECISMO DA IGREJA CATÓLICA, n. 2358: “Esta inclinação (ao homossexualismo), objetivamente desordenada, constitui para a maior parte dos que manifestam tal tendência uma provação. Por isso, DEVEM SER ACOLHIDOS COM RESPEITO, COMPAIXÃO, DELICADEZA. EVITAR-SE-Á QUALQUER ATITUDE DE INJUSTA DISCRIMINAÇÃO CONTRA ESSAS PESSOAS, QUE SÃO CHAMADAS A REALIZAR A VONTADE DE DEUS EM SUAS VIDAS, E, SE SÃO CRISTÃS, A UNIREM AO SACRIFÍCIO DA CRUZ DO SENHOR AS DIFICULDADES QUE POSSAM ENCONTRAR EM CONSEQUÊNCIA DE SUA CONDIÇÃO”. Então, o Papa não está aprovando as práticas homossexuais, mas está afirmando que as pessoas com tendências homossexuais devem ser respeitados em sua dignidade humana e cristã. Recordemos também que os termos “homossexualismo” e “homossexual” não são simples sinônimos de “sodomia” e “sodomitas”, como alguns comentários neste site, de forma desrespeitosa, insistem em afirmar. A verdadeira artimanha de Satanás, que de fato existe e age no mundo, não consiste na insistência do Papa sobre a misericórdia divina, mas na interpretação tendenciosa de suas palavras, a fim de disseminar a divisão na Igreja e a confusão espiritual e intelectual em pessoas menos instruídas na fé católica. Também é leviana, ou antes, absolutamente mentirosa, a conjectura segundo a qual o Concílio Vaticano II (ou o “espírito” do Concílio) tenha de qualquer forma favorecido a prática do aborto, do divórcio e do casamento homossexual na sociedade. Tenhamos cuidado, a fim de que, desejando combater Satanás, não nos tornemos seus porta-vozes! Concordo que caberia sobretudo à Arquidiocese de Maringá mover uma ação judicial contra aqueles que usam de maneira indevida a pessoa, as palavras e a imagem do Papa Francisco.

  19. Fico imaginado a dificuldade de um pai/mãe de família tentando explicar, para uma CRIANÇA INOCENTE, que assistisse ao tal lava-pés, o que seria um macho que se veste de fêmea, acha que é fêmea, e é recebido como fêmea pelo Papa. Por outro lado, dá para se constatar – com náusea, é verdade – que a Religião pode mesmo ser manipulada e virar objeto de ideologia. Curiosamente, não são os católicos tradicionais que estão a fazê-lo, mas os que se pensam sensatos, moderados e sei lá mais o quê. Vemos que a Religião é apenas uma ideologia para eles, ideologia a ser defendida sem nenhum apreço à verdade dos fatos, ao bom senso, e, ultimamente, em prejuízo do MÍNIMO de pudor e respeito que se deve ao Sagrado. Se não fosse dizer muito, diria que esses tais, moderados, sensatos etc etc etc cometem o grave e irremissível pecado contra o Espírito Santo, de que nos fala o Autor de certo “sim sim/não não”.

    Se amanhã, ou depois, esses tais passarem a odiar a Igreja por um motivo idiota qualquer, isso será perfeitamente consequente com sua adesão falsa, extrínseca, folclórica e ideológica à Igreja (que ora dizem amar: belo amor este…!)!

  20. Quando fizeram caricaturas do então Papa reinante Bento XVI, sobre as suas declarações contra os meios artificiais contraceptivos; quando o mundo o rechaçou ao falar na chaga que causa o divórcio com os casais de segunda união; quando o mundo árabe e grande parte da mídia o condenou pela palavras repetidas sobre o império muçulmano; poderíamos sem dúvida recordar do Divino Mestre. Quantas e quantas vezes o povo chamaram Nosso Senhor de louco, endiabrado, tomaram pedras para lhe atirar, quiseram prendê-lo, mas ainda não era a hora. Enfim, como ele próprio vai dizer que se o mundo ama o que vocês (apóstolos) pregam, ensinam, é porque sois do mundo. Mas se o mundo vos odeia, alegrai-vos, pois não sois do mundo. Podemos ainda relembrar a bela passagem que diz que o discípulo, não é maior que o mestre. Se perseguiram ao Mestre, perseguiram os discípulos do Mestre. Creio que os Pontífices, salvo Bento XVI, procuram humanizar a Santa Igreja, o que causou uma grande confusão, levando ao relativismo religioso. Tal mal, corrompeu seriamente a ideia do sobrenatural, da eternidade, da graça e do pecado. Basta vermos as barbaridades que muitos clérigos e religiosos sem a menor cerimônia falam e agem contra tudo que Deus abomina. Pobres almas! Como repararão esse mal? Para salvar todo o gênero humano, foi preciso que o Filho de Deus, se fizesse homem, padecesse e morresse na Santa Cruz. E agora uns que se diz portadores da misericórdia, renegam o Sacrifício de Deus? Sei que o mal já está enraizado nos corações (alma) de muitas pessoas que aqui tecem seus comentários, mas há outras tantas almas que por ignorância estão no erro. Para essas, há sim a Verdadeira Misericórdia, agora para as que em plena consciência, vivem o mal, e o pregam esse mal; rezemos muito por elas.

  21. O Santo Padre apenas reafirmou o que ensina o CATECISMO DA IGREJA CATÓLICA? Então vá lá e peça a ele que esclareça, que confirme a fé, porque ao que me consta ninguém te nomeou porta-voz oficial pra se arvorar em “intérprete” de suas palavras.
    Cabe ao próprio Bergoglio vir a público e explicar que suas palavras estão sendo manipuladas e pelo visto até hoje ele não o fez e nem vai fazer.
    E como gestos valem mais do que palavras, o incentivo pra que sodomitas usem e abusem dos sacramentos sem arrependimento e mudança de vida, em nome de uma pseudo-misericórdia, a tentativa de empurrar a agenda gay no sínodo da família e o recente e triste episódio do travesti na cerimônia de lava-pés apenas vem confirmar que o demoníaco movimento LGBT não poderia ter escolhido melhor garoto-propaganda pra promover sua agenda dos infernos.

Trackbacks