Um duelo. Uma análise.

Fratres in Unum.com: Foi um barraco e tanto! Não é que Dom Odilo Scherer retrucou o Olavo de Carvalho?!

Mas, enfim, Olavo conseguiu aquilo que ninguém tinha conseguido ainda: fazer Dom Odilo sair de cima do muro.

Até então, muitos da “nova direita” simpatizavam com Dom Odilo, por causa de seu layout conservador. Agora, ele sucumbiu aos fatos: mesmo que não seja assumida e explicitamente socialista, coopera convictamente com a “reforma política” favorecedora do PT, que, contrariamente às suas palavras, é, sim, marxista.

Contrariando os milhões de paulistanos que protestaram clamorosamente contra a tal “reforma”, Dom Odilo não temeu opor-se às suas ovelhas. Antes o fazia discretamente; agora, acabou sendo forçado a sair da toca.

Cartaz de divulgação da Missa de 1º de Maio, na Catedral da Sé, tradicionalmente celebrada pelo Arcebispo de São Paulo.

Cartaz de divulgação da Missa de amanhã, 1º de Maio, na Catedral da Sé, tradicionalmente celebrada pelo Arcebispo de São Paulo.

Acontece que, irremediavelmente, ele dará com os burros n’água. Nenhum esquerdista que se preze apoiará alguém que tenha passado, mesmo que aparentemente, nem que seja por um único dia, para o “outro lado”.

Progressista de origem, Dom Odilo adotou modos conservadores quando trabalhara na Cúria Romana e, sobretudo, quando foi promovido a cardeal arcebispo de São Paulo. Com o advento da era Francisco, porém, aquela configuração se lhe tornara um estorvo, e que lhe custou caro: foi “excomungado” da comissão que supervisiona o IOR.

Preterido no conclave, não é à toa que, mesmo sacrificando sua suposta neutralidade, Dom Odilo não foi eleito sequer para a presidência da CNBB, tendo recebido algo como quarenta votos…

A única coisa que lhe restava era a tal simpatia da “direita” que, graças aos assessores esquerdistas que o rodeiam, ele acaba de perder. Mesmo que com aquele arremedo de sorriso, típico dos engravatadinhos da elite paulistana constrangida, se lhe queira assegurar a simpatia, as relações de Odilo com ela nunca mais serão as mesmas.

E o pior! A alegação de que a pena de excomunhão tenha cessado pode até isentá-lo juridicamente, já que é tema disputado aos olhos clínicos dos canonistas, mas não moralmente. De fato, ninguém respondeu à questão de fundo, e não o fez porque não era possível fazê-lo sem entrar numa “sinuca de bico”:

– Se respondesse que não estava excomungado por não ser comunista, excomungaria todos os comunistas com os quais coopera;

– Se dissesse que não estava excomungado porque a pena de comunismo não é mais vigente, se confessaria comunista, comprovando com as palavras o que as suas ações testemunham.

E a pergunta é respondida pelo silêncio confessante!

Baixando a poeira da discussão, porém, resta ainda a certeza de que, com ou sem pena, as doutrinas socialistas são sempre incongruentes com a fé católica, e isso vale para qualquer fiel, leigo ou clérigo, mesmo cardeal ou papa. Nisso, mesmo que se discuta minúcias canônicas, os decretos papais não perderam sua atualidade. O problema jurídico é apenas a positivação do problema de facto, e, sinceramente, é questão deveras secundária.

E, neste aspecto, que nos perdoe o magoado Arcebispo ou todos os demais que meio envergonhadamente o defenderam – aliás, ele foi defendido dos xingamentos, de fato, lamentáveis, nunca dos argumentos! –, mas, o Olavo tem razão.

34 Responses to “Um duelo. Uma análise.”

  1. Pena que não moro em São Paulo para ir a essa missa!

    Será que os meninos de Goiânia estarão lá?

  2. Pobre Arquidiocese de São Paulo. Desde D. Arns, nunca mais tirou o pé da lama podre do marxismo.

  3. Para recordar:
    PCC encomendou missa dentro da Catedral da Sé; “Cansei” não pode
    http://veja.abril.com.br/blog/reinaldo/geral/pcc-encomendou-missa-dentro-catedral-se-cansei-nao-pode/

  4. Ok, José Aparecido… Queremos sua opinião agora sobre reforma política, socialismo e Dom Odilo Scherer.

  5. Que bom seria se houvesse nessa missa do cardeal ao menos os meninos de Goiânia lá, que, diga-se de passagem, são e serão abençoados por Deus por tamanha galhardia, tendo enfrentado a fúria dos aloprados e comunistas e liberteiros e inferneiros, com o silêncio criminoso e vergonhoso de D. Washington Cruz, Grão Chanceler da PUC, só para protestar, silenciosamente, por respeito à Casa de Deus, com um cartaz, alguma faixa, algo assim…

    Na Catedral da Sé tem os seguranças, mas, jamais, por medo da coisa piorar, eles seriam autorizados a fazer qualquer coisa contra os meninos, CATÓLICOS, CORAJOSOS E ABENÇOADOS POR DEUS!!!

    D. Odilo retrucou o Olavo, mas não tem a coragem de enfrentá-lo em um debate civilizado; tirando os palavrões dele, D. Odilo sabe que o mesmo falou a pura verdade…

    Que mais gente, inclusive do clero, imitem a coragem dos meninos de Goiânia. Esses Bispos indignos tem que saber que a Fé Católica, mesmo emporcalhada por eles, está viva. Que eles se lembrem da grande santa celebrada ontem, S. Catarina de Sena que, analfabeta, enfrentou até o Papa.

    São Pio V, rogai por nós!

  6. Pergunto mais uma vez: qual deveria ser a reforma política que deveríamos apoiar. A da CNBB é um engodo, certo, mas qual é o melhor a sociedade? Tá ficando chato, estamos fazendo um bom barulho, mas sem proposta, estamos nos igualando aos excomungados.

    • As únicas reformas políticas que devemos apoiar por enquanto é o impeachment e o fim das urnas eletrônicas, e deixar para aprovar uma reforma política decente quando o povo brasileiro alcançar um grau mínimo de educação e civilidade. Existem diversas coisas que devem ser feitas copiando os lugares onde deu certo como por exemplo os EUA onde a federação não é uma obra de ficção como aqui no Brasil e os municípios e os estados possuem bem mais poder, incluindo a parte da educação, segurança e judicante.
      Mas de qualquer maneira, se tiver que apoiar alguma reforma política, que seja a do PMDB que não é lá grandes coisas mas em comparação com a do PT é a mesma coisa que comparar um gibi da turma da mônica com a divina comédia.

  7. Parabéns Fratres, eu também tinha uma imagem distorcida do D.Odilo, achava que ao menos era neo-con, agora as dúvidas foram dissipadas, obrigado!!

  8. José Aparecido, vai estudar um pouco de Doutrina da Igreja antes de passar atestado de ignorância. Orlando Fedeli tinha mais conhecimento do que você e ao tentar acusar publicamente Olavo de Carvalho de ser um herege gnóstico, tomou uma surra pública que você pode conferir aqui:

    http://www.olavodecarvalho.org/textos/fedeli2.htm

    Não sei se ele é astrólogo, mas pelo que me consta astrologia é uma superstição, ou seja um pecado contra o Primeiro Mandamento, mas ninguém é passível de excomunhão automática por causa dela. Quanto a ser sionista, também não sei, porque nunca o vi com rabinos a tira-colo como anda o atual Pontífice Bergoglio. No mais, se apoiar o Estado de Israel em sua luta contra o terrorismo islâmico é ser “sionista”, então eu também sou.
    Quanto à acusação de modernista, simplesmente não entendi a lógica dos seus arroubos, porque o tema do post é justamente um modernista de carteirinha: o atual Arcebispo de São Paulo.
    Será que você sabe alguma coisa sobre a heresia modernista? Se não sabe, vai estudar a Pascendi de São Pio X.
    A Igreja está sendo governada desde o seu vértice por impostores e é o próprio Catecismo da Igreja Católica que nos alerta para essa realidade dolorosa.(CIC, 675)
    Estamos já vivendo essa impostura religiosa onde um clero apóstata apresenta às pessoas a possibilidade de solucionar os grandes problemas que angustiam a humanidade: fome, habitação, desemprego, saúde, desigualdade, entre os povos… às custas da apostasia da verdade revelada.
    Momentaneamente, o sistema que eles querem impor ( SOCIALISMO) parece trazer a solução para os problemas e muitas pessoas vão aplaudi-lo. Eles têm a arrogância de se mostrar como representantes de Deus e de até assentar no trono das igrejas, no meio do Templo, no coração da Igreja, para serem adorados como tal. Mas não representam a Cristo e nem sua Doutrina, são cegos e guias de cegos.

  9. Odilo é amorfo, intelectualmente nulo, gélido no trato com o seu clero. À semelhança de outra nulidade, Claudio Hummes, não tem o perigoso carisma, nem a cultura, nem a habilidade de quem os gestou a todos misticamente no esquerdismo: o Cardeal Arns.

    O tempo que passou em Roma não refinou os hábitos campesinos de Sua Eminência o Senhor Cardeal D. Odilo. Quiçá aprecie ele o repolho amargo e o uso desbragado do palito de dentes. O fato é que o nebuloso burocrata Odilo jamais teria conseguido chegar onde chegou se não tivesse dançado a mazurca e traficado influência nos seus tempos de Cúria Roma. É verdade que tentou defendê-la no funesto conclave que elegeu Bergoglio, mas agora, que chegou a era do xaxado, da rumba e da salsa, Odilo a renega e se adapta, burlescamente, aos novos ritmos cubano e porteño.

    Eis a qualidade moral dos tipos “humanos” de que a Igreja dispõe hoje em dia. Não espanta mesmo que, sob o ponto de vista meramente humano, seja Ela uma instituição falida, desacreditada por uma incrível série de escândalos sexuais envolvendo menores e inocentes, algo, enfim, à beira da desintegração completa, alvo de irrisão e desprezo até mesmo dos símplices e dos brutos.
    A Igreja segue os passos de Cristo, Rei imortal dos séculos e Senhor da Glória. Mas é preciso que cada geração produza a miríade de Judas que lhe compete. Odilo, cuja máscara agora despenca, bem o mostra. Ele, com sua fealdade moral, seu oportunismo e todos os seus não prevalecerão.

    • Talvez uma renovação já esteja acontecendo de maneira silenciosa. Precisamos ter fé e trabalhar por isso.

  10. “No plano das individualidades, só teremos pessoas virtuosas em maior número quando forem enfrentadas certas questões mais amplas, na ordem social. Ou seja, quando as Igrejas voltarem a reconhecer que sua missão salvadora nada tem a ver com sociedade do bem estar social, mas com sociedade comprometida com os valores que levam ao supremo Bem.” (Percival Puggina)

  11. Sérgio Brito, em atenção a sua solicitação, que agora vi também em outra matéria, fico a disposição em conversar com você pelo skype sobre a questão da “reforma política”, pois há vários pontos, que por aqui ficaria extenso demais. Meu skype: hermes.rodrigues.nery. Que Deus o abençoe sempre, com a família!

    • Muito obrigado pelo carinho, prof. Hermes. Vou providenciar uma conta no skype. Mas se o senhor passar seu e-mail, posso escrever.

  12. Cara Gercione, Salve Maria!

    Em primeiro lugar, discordo que o prof. Orlando tenha levado uma “surra” de Olavo de Carvalho. Se virmos a polêmica como um todo, a conclusão que se chega é que Olavo defendia à época diversos erros contra a fé e questionava o prof. Orlando por aduzir justamente argumentos de fé, como a fé não tivesse primazia sobre a razão. Olavo mudou muito de lá para cá e estou certo de que isso se deve em grande parte ao debate travado com o prof. Orlando. Tanto que, os que agora o defendem das acusações de gnose, costumam dizer que isso ficou no passado, porque ele teria se convertido.

    Em todo caso, Olavo continua defendendo erros contra a fé e teses que podem ser perfeitamente qualificadas como modernistas. Portanto, se é tão fácil assim constatar a excomunhão de D. Odilo, Olavo também não escapa. Não é só o comunismo que excomunga. No mínimo, temos o sujo falando do mal lavado. Prefiro crer que nenhum dos dois esteja efetivamente excomungado.

    Segue abaixo páginas com links onde se pode ver toda a polêmica:
    http://rationesfidei.blogspot.com.br/2015/04/polemica-entre-orlando-fedeli-e-olavo.html

    Aqui temos um vídeo que apresenta apenas alguns dos erros que Olavo AINDA DEFENDE contra a fé católica:

  13. Mas, ao que interessa: D. Odilo simplesmente tem suas boas intencoes, porem ou esta equivocado quanto a natureza daquilo que apoia ou tem mais amor ao seu emprego. Nisto tudo fica a licao : Nao da para fazer jogo duplo com a esquerda. Aonde voce se alia a eles faz pessimo servico a sociedade. Quanto a fato dele ser “excomungado” , acusacao ridicula, quero ver a prova de que ele eh marxista.

  14. Sérgio Brito, meu e-mail: hrneryprovida@uol.com.br. Que Deus o abençoe sempre, com a família!

  15. Agora só falta Dom Odilo fazer as pazes na missa com aqueles contra quem ele fez aquele ato de desagravo diante da cruz da PUC-SP. Diga-me com quem andas…

  16. Onde foi que dom Odilo retrucou Olavo de Carvalho? Procurei mas não achei.

  17. O porta-voz e assessor do cardeal Odilo Scherer que rebateu Olavo, é o petista rojo Rafael Alberto.

  18. Olá, Sérgio Brito!

    “Pergunto mais uma vez: qual deveria ser a reforma política que deveríamos apoiar. A da CNBB é um engodo, certo, mas qual é o melhor a sociedade?”

    Vão aqui algumas sugestões:

    i- Financiamento das campanhas
    Manutenção do financiamento híbrido de campanhas eleitorais: público e privado (o fim do financiamento privado para campanhas eleitorais trata-se de uma grande falácia, pois congelaria o sistema partidário, favoreceria os detentores de mandatos e aumentaria a prática do Caixa 2 – vide “Operação mãos limpas” – Itália);

    ii- Implantar Recall para autoridades
    (destituição de autoridades eleitas via voto popular em caso de corrupção);

    iii- Fim do suplente de Senador
    (Ex: eu votei no Itamar Franco. Ele morreu de câncer. Entrou no seu lugar o senador biÔnico Zezé Perrela, aquele dono do helicóptero que foi flagrado pela polícia federal com apenas 500 kg ou meia tonelada de cocaína no Espírito Santo. O helicóptero foi devolvido para a família dos Perrela, o senador continua senador etc).

    iv- Fim das coligações proporcionais (deputado, vereador). Caso do Tiririca (da coligação do PT), candidato de um determinado partido seja eleito com votos obtidos por um candidato eleito por outra legenda coligada. Ele recebeu 1,5 milhão de votos, além de garantir o próprio mandato, ajuda a eleger outros deputados federais de legenda diferente e que não obtiveram votações expressivas.

    v- Diminuição de partidos políticos (máximo 7)
    Fim dos partidos de aluguel;

    vi- Permitir a candidatura de candidatos que não possuam filiação a qualquer partido;

    vii- Fim da reeleição para cargos no Executivo e mandado de 5 anos;

    viii- Voto distrital misto
    Os estados seriam divididos em distritos. Uma parte dos candidatos ao Legislativo seria eleita pelo distrito, como se fosse uma eleição majoritária. A outra parte seria eleita mediante a votação em lista definida pelo partido.

    iX- Cláusula de desempenho
    um partido deve ter um percentual mínimo de votos em uma quantidade determinada de estados para que goze de benefícios partidários, como representação na Câmara dos Deputados, indicação de líder de bancada, fundo partidário e tempo de TV, entre outros

    São as minhas sugestões, salvo melhor julgamento.

    À consideração do amigo.

    Saudações cristãs!

  19. Para quem quiser a imagem do panfleto em alta resolução:

  20. ”Un grito de guerra se escucha
    en la faz de la tierra y en todo lugar.
    Los prestos guerreros
    empuñan su espada y se alistan para pelear.

    Para eso han sido entrenados.
    Defenderán la Verdad.
    Y no les será arrebatado
    ¡el fuego que en su sangre está!

    ¡Viva Cristo Rey! ¡Viva Cristo Rey!
    El grito de guerra que enciende la tierra…
    ¡Viva Cristo Rey! Nuestro Soberano Señor.
    Nuestro Capitán y Campeón.
    ¡Pelear por Él es todo un honor!

    Sabemos que esta batalla no es fácil,
    y muchos se acobardarán.
    Y bajo los dardos de nuestro enemigo
    sin duda perecerán.
    Yo tendré mi espada en alto,
    como la usa mi Señor.
    A Él nada lo ha derrotado.
    ¡Su fuerza es la de Dios!

    ¡Viva Cristo Rey! ¡Viva Cristo Rey!
    El grito de guerra que enciende la tierra…
    ¡Viva Cristo Rey! Nuestro Soberano Señor.
    Nuestro Capitán y Campeón.
    ¡Pelear por Él es todo un honor!

    No conocemos mayor alegría,
    no existe más honroso afán,
    que con mis hermanos estar en la línea
    y juntos la vida entregar.

    A Él que merece la gloria
    y nos reclutó por amor.
    Ante Él la rodilla se dobla
    ¡y se postra el corazón!

    ¡Viva Cristo Rey! ¡Viva Cristo Rey!
    El grito de guerra que enciende la tierra…
    ¡Viva Cristo Rey! Nuestro Soberano Señor.
    Nuestro Capitán y Campeón.
    ¡Pelear por Él es todo un honor!

    ¡Viva Cristo Rey!
    El grito de guerra que enciende la tierra…
    ¡Viva Cristo Rey! Nuestro Soberano Señor.
    Nuestro Capitán y Campeón.
    ¡Pelear por Él es todo un honor!
    ¡Pelear por Él es todo un honor!”

  21. A Igreja católica no Brasil está se transformando numa ONG PETISTA.

  22. Neste duelo entre Olavo e D. Odilo, que não vença nenhum dos dois, mas sim, triunfe o Imaculado e Sapiencial Coração de Maria.

  23. União e Enfrentamento. Isto estará sendo apoiado numa Missa, amanhã, por um Arcebispo. União de quem?Em torno de que pauta, de que ” credo” ?Coordenado por qual ” politburo”? Enfrentamento de quem? Dos gramscistas, criptocomunistas, criptonazistas, criptofascistas, criptoateus, criptoherejes, infiltrados nas várias repartições, partidos, rádios, TVs, fundações, ONGs? Ou enfrentamento dos invejados proprietários, empresários, fazendeiros, líderes profissionais liberais, líderes religiosos que falam claro a favor da existência de um Deus, de um Enorme Conjunto de Regras cibernéticas de funcionamento harmonioso( que inclui as noções de Reino de Deus, Império das Leis Divinas, Divina Providência, Amor – Amor, não amor -), de condenação absoluta de assassinos de fetos inocentes e indefesos, de condenação igualmente absoluta de sexo com fezes, de promiscuidade,luxúria, sensualismo desenfreado, entre pessoas do mesmo sexo, de sexos diferentes ou mesmo de espécies diferentes( a zoofilia, já em ascenção)? Numa Igreja, seria de supor que se estaria falando da união dos Militantes do verdadeiro e único Catolicismo Romano, para o enfrentamento dos inimigos da dignidade, do altruismo, da sabedoria, da liberdade, contra a ignorância, o sensualismo, o orgulho, a alienação sexual, afetiva, social, administrativa, filosófica, religiosa. Mas não será assim. Teremos mais um espetáculo de melifluidades, de palavras deliberadamente vagas e ambíguas, de prestigiamento de “líderes” que propõem ” revoluções”, ou seja, o uso de armas para matar proprietários, empresários, intelectuais e seus auxiliares e seguidores. Nota: sempre haverá algum imbecil que perguntará: e não existirão proprietários, empresários, etc, desonestos, opressores, expropriadores?Sim, tanto quanto( ou mesmo menos) que integrantes do expropriador MST e do PT, assim como da CNB do B que sejam opressores, desonestos, ambiciosos, pedófilos, adúlteros, ladrões, arrastando alguns ” alesados” ignorantes, doentes mentais, idealistas analfabetos e impulsivos e todas as variações que se possa imaginar em grupos humanos, seja de proprietários , empregados, escravos ou qualquer outra categoria.

  24. QUOUSQUE TU, ODILE? Até se parece parodia daquele D Odilo que, junto a nosso saudoso Bento XVI em sua vinda ao Brasil, estava a seu lado defendendo os princípios cristãos, confrontando os opositores, inclusive desafiando o PT, parecendo um intransigente conservador, em nada cedendo aos relativistas que os pressionavam!
    Será que resolveu entrar para a banda podre da CNBB, sentia-se isolado, quem sabe acuado ou similar e resolveu mudar de lado para ficar de bem com a situação?
    Sei não; mas que o Olavo de Carvalho é expert em detecção de lobos em pele de ovelha dentro da Igreja, saia da reta, o homem é fera, imbatível; acho que nem cão fareja tão bem o fedor de gambá exalado desses travecos de eclesiásticos!
    Decepcionou, D Odilo; nunca esperaria que as celebrações do “Dia do Trabalhador” na Arquidiocese de SP encampasse apoio a declarados comunosatanistas, patentes aliados dos degoladores de cristãos do ISIS, ostensivos odiadores do Senhor Deus e de sua Igreja, menos ainda com as bênçãos de quem deveria ser o primeiro a defender o rebanho dos revolucionários do martelo e foice, têm as mentes recheadas de esterco do doutrinário marxista, cujas asquerosas palavras e ações se enquadram perfeitamente no abaixo:
    “Os seus pés correm para fazer o mal, apressam-se para derramar sangue inocente, os seus pensamentos são pensamentos inúteis; a desolação e a ruína se encontram em seus caminhos Is 59,7

  25. Pessoal,

    Vamos manifestar. A omissão neste momento é imperdoável. Não sejamos Novos Pilatos:

    Arquidiocese de São Paulo
    Avenida Higienópolis, 890 – São Paulo – SP – CEP 01238-000
    Telefone: (11) 3660-3700

    Enviei este e-mail para:

    imprensa@arquidiocesedesaopaulo.org.br

    Senhor cardeal D. Odilo Pedro Scherer,

    ASSUNTO: Cartaz de divulgação da Missa de 1º de Maio, na Catedral da Sé, celebrada pelo Arcebispo de São Paulo (ONG petista).

    Protestamos veementemente contra o cartaz de divulgação da missa de 1º de maio/2015, na catedral da Sé.

    Será que a Arquidiocese de São Paulo se transformou numa ONG petista?

    Senão, vejamos:

    Diz o cartaz:

    “CAPITALISMO MATA”
    “MORTE AO CAPITALISMO”

    Nosso comentário: historicamente, o sistema Socialista matou mais de 100 milhões de pessoas pelo mundo afora: URSS, CHINA, CUBA, COREIA DO NORTE. Pior. A Igreja, através do magistério dos santos padres, sempre condenou o sistema socialista e comunista e jamais o capitalismo.

    “PATRÕES E GOVERNOS ATACAM OS DIREITOS QUE CONQUISTAMOS”
    “O CAMINHO É UNIÃO E ENFRENTAMENTO”

    Nosso comentário: historicamente, o Marxismo sempre defendeu a LUTRA DE CLASSES, A VIOLÊNCIA para impor sua IDEOLOGIA TOTALITÁRIA, ao contrário da Igreja Católica e do próprio ensinamento de Cristo: meu reino não é deste mundo; bem-aventurados os mansos; oferecer o outro lado da face…

    INTERESSANTE: O anúncio da missa de 1º de maio é minúsculo, quase imperceptível a olho nu, diferentemente dos anúncios e propagandas políticas.

    “POR QUE 1ª DE MAIO É DIA DE LUTA”

    Nosso comentário:
    É fácil atacar o sistema e acusar o Governador de São Paulo (Alckmin) pela situação do Brasil e deixar de lado a corrupção do Governo Federal, o chefe da quadrilha (Lula), a invasão de fazendas pelo MST (inclusive do prédio do STF, qdo da presidência do Joaquim), obras em Cuba e na Venezuela, exploração dos médicos cubanos…
    Senhores, não só 1º de maio, como tb todos os dias, meses e anos são de luta: contra o Pecado, contra as ofensas a Deus, contra nossas tendências contrárias ao projeto de Deus.

    Nota: o porta-voz e assessor do cardeal Odilo Scherer é o petista rojo Rafael Alberto.

    Apoiadores: PCB (Partido COMUNISTA Brasileiro), dentre outros.

    CONCLUSÃO: A Arquidiocese de São Paulo transformou-se numa ONG PETISTA, lamentavelmente.

    EM TEMPO: Sugiro incluir o cartaz da divulgação da missa de 1º de maio/15.

  26. O pior de tudo, neste momento, é a apologia de uma reforma política que todo mundo sabe, ou é fácil prever, visa beneficiar o PT e o cristalizar no poder. A democracia em risco e parte da igreja apoiando coisas como essa. Salve Maria!

  27. Não conheço Leonardo Brum. Tampouco conheço Gercione Lima (de quem já li aqui no site ótimas postagens). Considero que Ferretti tem razão em pedir que nos atenhamos ao tema do post. É mais importante destacarmos o que está sendo mal feito na hierarquia católica do que destacar eventuais falhas de leigos católicos. Só para dar uma ideia: se o garoto Marco teve uma atuação galharda em Goiania, desmascarando o secretário da CNBB, fico feliz. Se ele segue Olavo de Carvalho – ainda que este tenha erros até graves conforme o Leonardo – sua ação continua sendo boa. O mesmo aconteceria se ele fosse um dos jovens que seguia o prof. Fedeli. Como diria o Olavo de Carvalho, não é bom mocismo. É simplesmente o desejo de ver um mínimo de unidade entre todos os que querem o bem da Santa Igreja.

Trackbacks