Papa Francisco: “Continue o bom trabalho na liturgia iniciado pelo Papa Bento XVI”.

Por Rorate-Caeli | Tradução: FratresInUnum.com: Ontem teve início a tão aguardada Conferência Sacra Liturgia EUA, em Nova York. Seus trabalhos podem ser acompanhados na página oficial do Facebook para o evento.

Essa página também postou a Mensagem do Cardeal Robert Sarah para a Conferência (link), na qual ele argumenta fortemente a favor da importância da sanidade litúrgica para que haja qualquer renovação na Igreja:

Porque a Sagrada Liturgia é verdadeiramente a fonte a partir da qual emana todo a força da Igreja, como insiste o Concílio Vaticano II (cf. Sacrosanctum Concilium, 10), devemos fazer tudo o que pudermos para trazer a Sagrada Liturgia de volta ao coração da relação entre Deus e o homem, reconhecendo a primazia de Deus Todo-Poderoso neste fórum único e privilegiado, em que nós, na esfera pessoal e eclesial, encontramos Deus no trabalho em nosso mundo. Não se pode encontrar Deus, meus irmãos e irmãs, sem tremer, sem assombro, sem profundo respeito e santo temor. É por isso que temos de classificar o que o Cardeal Ratzinger chamou de “a maneira certa de celebrar a Liturgia, interna e externamente”, primeiro entre as nossas preocupações (Cardeal Joseph Ratzinger, O Espírito da Liturgia, Ignatius Press, San Francisco 2000, p. 9).

O Cardeal Sarah prossegue com uma importante revelação:

Quando o Santo Padre Papa Francisco me pediu que aceitasse o ministério de Prefeito da Congregação para o Culto Divino e Disciplina dos Sacramentos, eu perguntei: “Sua Santidade, como o senhor quer que eu exerça esse ministério? O que o senhor quer que eu faça como Prefeito desta Congregação? ” A resposta do Santo Padre foi clara: “Eu quero que o senhor continue implementando a reforma litúrgica do Concílio Vaticano II”, ele disse, “e quero que o senhor continue o bom trabalho na liturgia iniciado pelo Papa Bento XVI.”

Meus amigos, eu quero que vocês me ajudem nesta tarefa. Peço-lhes que continuem trabalhando para alcançar os objetivos litúrgicos do Concílio Vaticano II (cf. Sacrosanctum Concilium, I) e trabalhem para continuar a renovação litúrgica promovida pelo Papa Bento XVI, especialmente, através da Exortação Pós-sinodal Sacramentum caritatis, de 22 Fevereiro 2007, e do Motu Proprio Summorum Pontificum, de 7 de Julho de 2007. Peço-lhes que sejam sábios, como o dono da casa no Evangelho de São Mateus, que sabe quando tirar para fora do seu tesouro coisas novas e velhas (cf. Mtt: 13: 52), de modo que a Sagrada Liturgia como ela é celebrada e vivida hoje em dia não perca nada das riquezas estimadas da tradição litúrgica da Igreja, enquanto permanece sempre aberta para o desenvolvimento legítimo (cf. Sacrosanctum Concilium, 23).

No final de sua mensagem, o Cardeal Sarah manifesta a esperança de que ele possa estar presente na próxima reunião Sacra Liturgia, a ser realizada em julho 2016, em Londres. Ele também pede orações para que possa exercer fielmente o serviço para o qual foi chamado.

6 Responses to “Papa Francisco: “Continue o bom trabalho na liturgia iniciado pelo Papa Bento XVI”.”

  1. Francisco pediu!? Não parece.

  2. Os objetivos litúrgicos do CVII já foram atingidos: trata-se do missal de 1965, mutilação e inovação dentro do missal de São Pio V, e que não durou muito, e, depois, a fabricação do missal de 1969. Penso q se queria mesmo era, desde o início do Concílio, fabricar-se uma missa nova, para romper de vez com a liturgia tradicional. Alguns pontos da sacrossanctum, como a parte que pede para se retirar “toda repetição desnecessária” e a inclusão da oração universal, são um indício disto. Para se ter uma idéia, no livro “O Reno se lança no Tibre”, fala-se q foi sugerido por alguns bispos a criação de uma “missa ecumênica”, semelhante à santa ceia. diferente da missa propriamente dita, celebrada à parte, como a antiga “fração do pão” dos primórdios da Igreja.

  3. A parte que disse que deve continuar a implementando as reformas litúrgicas que o CVII aprovou eu acredito, e infelizmente já estão bem adiantadas, mas a parte que disse que deve continuar a renovação litúrgica do Papa Bento, está parecendo mais um factoide.

  4. Que estranho.

  5. Estranho mesmo.
    Do jeito que estão colocadas essas frases parece-me o mesmo que dizer a um pedreiro que continue erguendo os muros enquanto outro coloca dinamite na base do muro!

Trackbacks