O itinerário da misericórdia para os bispos “desalinhados” na era Francisco.

Em tempos de Francisco, o roteiro é quase sempre o mesmo: um bispo, mais ou menos conservador, que se indisponha com seu clero ultra progressista tem os dias contados. A quadrilha liberal, muito bem articulada, nessas horas torna-se inclusive moralista e, bradando a quatro ventos os supostos pecados (aqueles que nas saletas de confissão eles dizem não existir) do ordinário, pedem sua cabeça… Ao que a Santa Sé, através da Nunciatura Apostólica, mui ciosa da “comunhão” do presbitério da diocese, envia um visitador que elabora um relatório, cujo resultado culminará quase que invariavelmente sugerindo a renúncia do bispo. Se ele se recusar a renunciar, é bem provável que seja removido sem dó nem clemência — e nem audiência de misericórdia com o bispo de Roma, como ocorreu a Dom Rogelio Livieres.

Você, caro leitor, tem um bispo um tiquinho só mais conservador, com um mínimo de piedade e zelo? Pois, então, coloque sua barba de molho.

* * *

Vaticano aceita renúncia de dom Altieri como arcebispo de Passo Fundo

Por Arquidiocese de Passo Fundo

O Boletim Diário do Vaticano informou esta manhã que o papa Francisco aceitou o pedido de renúncia de dom Antonio Carlos Altieri ao governo pastoral da arquidiocese de Passo Fundo. Dom Altieri é Salesiano, nasceu em 18 de outubro de 1951e foi ordenado sacerdote no dia 17 de dezembro de 1978. Já a ordenação episcopal aconteceu em 28 de outubro de 2006, quando logo assumiu a diocese de Caraguatatuba, até 2012.

No dia 11 de julho de 2012 o Papa Bento XVI o elevou a arcebispo, como metropolita da Arquidiocese de Passo Fundo. Dom Altieri assumiu a Arquidiocese no dia 16 de setembro de 2012.

Em um comunicado divulgado na manhã desta quarta-feira, 15, dom Altieri declarou: “Devo comunicar-lhes que hoje, véspera da festa de Nossa Senhora do Carmo, o papa Francisco aceita o meu pedido de renúncia como Segundo Arcebispo de Passo Fundo, RS”. Segundo ele, “o resultado da recente Visita Apostólica realizada por D. Claudio Hummes, Ofm, a mim apresentado pelo Sr. Núncio, D. Giovanni D´Annielo, deixou-me convencido da inaceitação de minha atuação pela maioria dos que tiveram a possibilidade de dialogar  com o Emmo. Sr. Cardeal”.

O arcebispo conclui afirmando que “tudo concorre para o bem dos que amam a Deus e, portanto, acredito que todos nós teremos muito a aproveitar de tudo o que Nosso Senhor nos permitiu vivenciar nestes três anos”.

Leia na íntegra a carta enviada pelo arcebispo:

Mensagem aos Srs Bispos, Padres, Religiosos, Religiosas, Consagrados, Seminaristas e ao Povo da jovem e querida Arquidiocese de Passo Fundo!

Irmãos e Irmãs em Cristo,

Alegria e Paz!

Em diversas ocasiões: homilias, palestras e encontros, me servi de várias experiências, fatos e belas tradições conhecidas na realidade africana de Angola, Delegação Salesiana da qual fui Provincial por 6 anos, dos quais 4 anos debaixo da guerra civil.

Um dos fatos que não lembro ainda ter citado e que me sensibilizou muito foi constatar que uma criança nascida albina (ou seja, desprovida de melanina na pele, e, portanto sem nenhuma pigmentação) era considerada pela sociedade em geral um “feiticeiro”. Era triste ver essas crianças não só sofrendo bullying, mas sendo vistas como portadoras de maldição. Não conseguiam se enturmar, portanto não brincavam e não tinham seus dons e valores conhecidos. Na adolescência, em geral, tomavam consciência que eram um peso para suas famílias atraindo perseguição e maldição.

Com uma decisão certamente sofrida, mas pelo bem dos seus caros, afastavam-se para lugares retirados, em geral a mata, onde viviam para sempre à parte da sociedade…  Esse gesto radical sempre me comoveu, pois via nele não tanto a busca de solução pessoal, pois afinal reconheciam o seu “grave limite” imposto pela natureza, mas buscavam com isso o bem comum  de suas famílias e da sociedade em geral… Faziam isso por AMOR!

Mal comparando, pois todo exemplo claudica, devo comunicar-lhes que hoje, véspera da festa de Nossa Senhora do Carmo, o Papa Francisco aceita o meu pedido de renúncia como Segundo Arcebispo de Passo Fundo-RS, após três anos da minha nomeação, feita ainda pelo Papa Emérito Bento XVI, no dia de S. Bento, patrono da Europa, no dia 11/06.

O resultado da recente Visita Apostólica realizada por D. Claudio Hummes, Ofm, a mim apresentado pelo Sr. Núncio, D. Giovanni D´Annielo, deixou-me convencido da inaceitação de minha atuação pela maioria dos que tiveram a possibilidade de dialogar  com o Emmo. Sr. Cardeal .

Portanto, desejando ser fiel ao meu Lema Episcopal: “Nós Acreditamos no Amor”!   (1 jo.4,16), com muita serenidade, sem levar mágoa de ninguém, quero acreditar nessa mediação que a Igreja, sempre atenta aos clamores  de seus filhos, colocou a nosso serviço, tendo como finalidade o bom andamento, o crescimento e a atualização dessa jovem, querida e promissora Arquidiocese de Passo Fundo.  Confesso que jamais desejei desmerecer nenhuma das conquistas e feitos do passado dessa robusta Igreja Particular, sobretudo nas pessoas de meus valorosos predecessores, D. Claudio Kolling, D. Urbano Allgayer  e D. Ercílio Pedro Simon. Contudo, sinto com toda a sinceridade do meu coração de Pastor que Deus prepara para essa porção privilegiada de Igreja muito mais futuro que passado! Não só em termos cronológicos mas, sobretudo, na expansão e adequação que o mundo, a sociedade , sobretudo os jovens, os mais pobres e excluídos merecem e esperam!

“Tudo concorre para o bem dos que amam a Deus ”(Rom. 8,28) nos diz São Paulo. Portanto, acredito que todos nós teremos muito a aproveitar de tudo o que Nosso Senhor nos permitiu vivenciar nestes três anos… Se houve um porquê do Papa João Paulo I, o Papa Sorriso,  ter exercido a sua Missão apenas por 33 dias….Se Ele permitiu que a Missão do P. Eduardo fosse interrompida aos 33 anos… Procuremos tirar as lições!

Apesar de meus limites constatáveis no dia a dia, bem como aqueles que estão no coração de Deus, rico em misericórdia, e na palavra daqueles que o representam, os confessores, desejo muito cordialmente pedir perdão se a alguém ofendi, embora nunca tenha sido essa a minha intenção. Desejo, outrossim,  manifestar a todos e diante de Deus meu humilde desejo de  continuar me convertendo e servindo a Ele e meus Irmãos e Irmãs, onde a Providência me indicar: como Salesiano, Padre e Bispo. Nossa Senhora Aparecida, padroeira desta Igreja particular nos seja sempre Mãe, Mestra e Auxiliadora em todas a situações, até a hora de nossa morte!   AMÉM.

Dom Antonio Carlos Altieri, sdb
Arcebispo Emérito de Passo Fundo

Tags:

37 Comentários to “O itinerário da misericórdia para os bispos “desalinhados” na era Francisco.”

  1. Quando Cláudio Hummes vira visitador apostólico, A COISA TÁ PRETA

  2. Dom Antônio Carlos se o Senhor ofendeu a alguém agradando a Deus, está tudo bem. Certamente aqueles que são fiéis a Deus e à Santa Igreja ofendem a muitos. Que Nossa Senhora, a Sempre Virgem Maria, esteja sempre do seu lado. Amem

  3. Não o conheço, mas deva ter sido uma grande perda para a igreja, principalmente para a diocese.

  4. Porque o que importa é estar alinhado a CRISTO e não a outros senhores…

  5. Quando os “filhos das trevas” gritam por liberdade, ecumenismo, caridade, etc, etc, são as primeiras coisas que eliminam quando tomam o poder… Exsurge Deus..

  6. Minha oração diária…
    Meu Senhor, tem piedade de nós! Até quando e aonde irá parar esse papado!?
    Salvai nos! Virgem de Fátima, não tardeis!

  7. Eis que, de novo, ex tenebris, surge Sua Eminentíssima Nulidade, o senhor Claudio Hummes! Fico a pensar que tipo de exemplo de “comunhão presbiteral” pode esse senhor oferecer, ele, sempre tão pronto a ESNOBAR e ignorar a presença dos presbíteros do seu clero em São Paulo, sequer os cumprimentando quando claudicava pela catedral revestido da sua altíssima dignidade de fundador do PT! Depois de ser Arceb. daquela Cidade, prestou-se, o sequiosíssimo e eminentíssssssimo prelado, ao papel (ridículo em vista de sua precedente condição) de Vigário Geral da mesma Sede.

    Como os petralhas são sequiosos de pudê ! Ninguém, porém, vence o relógio e aquela hora que não manca se aproxima cada vez mais do senhor Hummes. Um velho, que ingressou no clero em 1952 (mil novecentos e cinquenta e dois), deveria ter mais pudor.

  8. É o ano da misericórdia!

  9. Fotos interessantes do Visitador Apostólico
    .

    (foto: Claudiomiro Teodoro-Folha Imagem)
    .

    .

    .

    .

    .

    .
    Chega, né.

  10. Misericórdia? Sim, foi o “golpe de misericórdia” dado no arcebispo! Francisco manobrou para Dom Altieri perder o posto de arcebispo da diocese de Passo Fundo. É a misericórdia já experimentada pelos Franciscanos da Imaculada.
    __

    Avança em ritmo acelerado a execução do plano de autodemolição da Santa Igreja e a criação de uma “nova igreja”. Eis o perfil da Nova Igreja. Tribalista, que defende a Pátria Grande ou Abya Yala ou Ameríndia. Ecologista radical, que cultua a Mãe Terra, a deusa Gaia pagã. Socialista e marxista, abraçada aos líderes do socialismo castrista-bolivariano latino-americano, unindo a Teologia da Libertação com o MST e a Via Campesina.

  11. Dom Altieri era um grande administrador. Mas o calcanhar de Aquiles foram os escândalos homossexuais que seus padres e seminaristas amigos se envolveram. Foi o suficiente para pedirem a cabeça dele.

    • Se fosse só por isso, (quase) todas as sedes do mundo ficariam vacantes! Que palhaçada a desses caras! Bando de anormais à espera da geena.

    • Engraçado que até nisso os progressistas são contraditórios… Quando o homossexual é “progressista” impera o “Quem sou para julgar?”. Agora quando o homossexual é “conservador” vira problema?

  12. Bispos atuais de cunho “ratzingueriano” e alinhados com o CVII hoje ficaram desalinhados com Francisco? Por isso que não se deve ceder ou fazer “ecumenismo”, com o mal se combate pois o diabo e os seus não tem misericórdia.

  13. Conheço a Arquidiocese de Passo Fundo, seu clero e seu seminaristas. Só não são mais “vermelho” por falta de espaço. Óbvio que Dom Claudio, comunista, iria proteger os seus em detrimento do sacrificado bispo. Fique em paz Dom Antônio. As seitas evangélicas e o PT agradecem.

  14. D. Altieri nunca foi conservador, ao contrário, andou dando umas chamadas em Bispos “conservadores” do seu regional sul 3, criticando-os por “gostar de panos”…

    D. Humes, só por ter sido um dos principais apoiadores e incentivadores da catastrófica candidatura de Bergólgio, só por isso, não merece confiança…

    A Arquidiocese de Passo Fundo não é mais “libertadora” e inferneira porque não pode, tanto que D. Ercilio não aguentou ficar até o fim do seu mandato…

    D. Altieri foi posto lá para mudar, mas, NÃO O FEZ, ao contrário, SE ALINHOU AOS PESTÍFEROS “LIBERTEIROS” dando asas a essas cobras venenosas e diabólicas, dando as costas a quem poderia ajudá-lo logo no início…. deu no que deu…

    Quando ele não entrou na dança dos “liberteiros”, a coisa pegou, quanto mais que ele deu motivos.Quem conhece a realidade de lá sabe do que falo…

    UMA COISA É CERTA E NÃO PODE SER CALADA: querer dizer que a situação de Passo Fundo é semelhante ao de Ciudad del Este é uma ofensa e uma calúnia a D. Rogelio Livieres, calúnia grave.

    D. Rogelio jamais cedeu às cachorradas dos visitadores, e NÃO RENUNCIOU, pois tinha e tem a consciência limpa e sabe que sofreu, injustamente, uma revanche calhorda do agora Bispo de Roma, que não o engolia desde de que era Arcebispo de Buenos Aires e, na primeira oportunidade, se vingou, mostrando toda sua “bondade” e “amabilidade” franciscana…

    As cobras liberteiras peçonhentas da “teologia” da MALDIÇÃO, deram o troco a D. Altieri…

    Não havia mais possibilidades de D. Altieri governar a Arquidiocese de Passo Fundo, mas não pensem as pragas liberteiras e inferneiras que o Núncio não sabe direitinho da situação que está passando lá…

    Rezemos muito pelo próximo Arcebispo que pegar aquela bomba relógio prontinha pra explodir, ou melhor, já explodida…

    • Marcelo, ninguém disse que as situações são semelhantes. O post apenas diz que, se o bispo convidado a renunciar não o fizer, tende a ser removido sem clemência.

    • Marcelo,

      Não é só por causa dessa última mise-en-scène que o sr Hummes “não merece confiança” alguma. As fotos desse abominável promotor cultor da pútrida T.L., sua desgraçada atuação liberteira em São Miguel e, depois, em São Paulo, sua ridícula fase “neocon” (?!@#!?), quando mandou empetecar o indigesto bolo-de-noiva-encimado-uma-por-abóbora que é a Catedral daquela Cidade, enchendo-a de pináculos e outros adereços, dizem muito. Ou não?

  15. E, se os profetas se calarem, “as pedras gritarão”.

  16. Na dúvida fique com o cumpanheiro (Alibabá)

  17. … nada mais eloquente do que as fotografias!

  18. Sabemos que o caso de Dom Altieri não pode ser comparado ao de Dom Livieres e muito menos a de outros bispos conservadores ( aliás, onde Dom Altieri é conservador?).
    A situação de passo fundo estava gritante. Ele tinha promovido um SEMINARISTA a um cargo curial (seminarista que não tem boa índole) ,o cara trouxe de outros lugares do Brasil, seminaristas que tinham sido rechaçados de outras dioceses por motivos de escândalo e alguns ainda moravam com ele.
    Imaginem vcs se souberem algo de um bispo assim, não iam querer a mesma coisa ? Quanto a índole de Dom Cláudio, sabemos que é um esquerdista de carteirinha, mas a seriedade dele não o permitiria mentir sobre tão delicado caso.
    Devemos GRITAR quando for feita INJUSTIÇA, e não quando a mão da Igreja pesa sobre uma pessoa que tinha consciência de seu erro. E não nos permitamos ser complacentes com tantos outros assim. A Santa Igreja precisa de Pastores, e não lobos. Pastores pecadores, mas que tenham a humildade de perceber o erro e buscar uma mudança de vida.
    Infelizmente teve que ser dessa forma a saída de Dom Altieri, não queríamos isso. Mas que Deus tenha misericórdia de sua alma e o conduza bons caminhos. Foi feito oq tinha que ser feito. Quanto aos que justificam dizendo: – Se fosse só por isso, (quase) todas as sedes do mundo ficariam vacantes!… saibam vcs: AINDA EXISTEM HOMENS SANTOS, E SÃO NESSES QUE DEVEMOS DEPOSITAR NOSSAS ESPERANÇAS.

    • Em resposta, Nicolaivech, ao que vc disse, cito essa passagem de Santo Agostinho.

      “Agostinho é bispo da Igreja católica: ele carrega o seu fardo e dele prestará contas a Deus. Conheci-o dentre os bons: se ele é mau, [só] ele o sabe; se ele é bom, nem por isso é a minha esperança. Pois a primeira coisa que aprendi na Igreja católica foi não depositar a minha esperança em um homem.”

      Augustinus episcopus est in Ecclesia catholica, sarcinam suam portat, rationem redditurus est Deo: in bonis eum novi; si malus est, ipse novit; si bonus est, nec sic spes mea est. Hoc ante omnia didici in Catholica, ut spes mea non sit in homine.

      (Agostinho de Hipona, Enarrat. in Ps. 39, III, 20)

  19. Pelo que D Altieri escreveu, transpareceu tratar-se de um bispo coerente com a doutrina da Igreja e não afeito ao modernismo!
    “Visitadores” desse naipe estariam em alta devido à apostasia sucedendo na Igreja, e como diz Pasteur: “o microbio não é nada, mas o terreno é tudo” e o campo está bastante adubado com esterco marxista, propicio ao crescimento do joio, o qual resultaria no abaixo:!
    O comunismo pareceria ser a “cabeça ferida de morte que retorna a ter vida”, conforme consta do Ap. e imaginam diversos que o comunismo tinha definitivamente extinto com a queda do Muro de Berlim, mas eles apenas mudou de tática: ao invés de criar mártires criou doutrinas falsas, deixaram de serem lobos vermelhos para vestirem pele de ovelha, enganando a muitos, como na falsaria “opção preferencial pelos pobres”.
    Apresentam-se como amigos dos deserdados, como libertadores da opressão, quando buscam exatamente a prisão e a tirania, e sua religião diabólica se espalhando novamente por todo mundo, e se não houver reação dos cristãos de conversão, apego ao S Rosario, todas as nações serão tragadas por esse regime satãnico que o anticristo quer ver implantado para que possa dominar os povos pelo terror – castigo pelas apostasias dos cristãos que têm preferido seguir na direção de Sodoma e Gomorra!

  20. Dom Altieri tem sim seus defeitos. Quem não os tem? Aceitava seminaristas de fora, alguns deles expulsos de outros seminários, etc… Mas a sujeira que foi feita contra ele é vergonhosa: Só escutaram aqueles que depuseram contra. O “zé povinho”, que teve em Dom Altieri um pastor amável, alegre, etc.., esse, ninguém escutou nada. Aqui em Passo Fundo, minha Arquidiocese, quem manda é a clericália vermelha como tomate. Já o Arcebispo anterior, renunciou por questões de saúde, geradas pelo imenso desgosto de um clero que não aceita nenhuma autoridade que tente mudar e melhorar as coisas. Será que Roma vai agir nos inúmeros casos de concubinato entre o clero de Passo Fundo? Duvido. Dom Altieri, apesar de certas trevas, era um raio de luz nova na apodrecida Igreja de Passo Fundo. A luz se apagou.

  21. Qual é a novidade ?

    Qual o motivo de tanta agitação ?

    As coisas estão dentro do previsto!

    Na Revolução Francesa cortaram a cabeça dos revolucionários de primeira hora, por exemplo: Felipe “egalité” primo de Luiz XVI, votou pelo assassinato de Luiz XVI, e assim sucessivamente Danton foi guilhotinado por Robespierre que 4 meses depois teve a sua vez de ser “acariciado” pela guilhotina.

    Assim com D. Antônio foi “guilhotinado” por Francisco, se Deus não intervir, certamente Francisco também seguira para a “guilhotina”

  22. Outro dia comentei com um amigo meu (Diocese de Osasco) que os bispos mais precem assistentes sociais do que sucessores dos apóstolos..muitas vezes fico com medo de suas homilias. Cert dia Dom Antonio Carlos Rossi Keller (Bispo da de Diocese de Frederico Westphalen) ficou penalizado com os pobres católicos e suas homilias dominicais… Lamentável.

  23. Acho exagero do povo que comenta aqui, a Diocese de Passo Fundo possui um clero excelente e bem conservador. Inclusive, as Missas são celebradas com muita piedade e sacralidade, como exemplo: http://www.arquidiocesedepassofundo.com.br/site/sites/default/files/styles/article_body/public/field/image/11022014_possefreiarlindo.jpg?itok=kktLxdlz

    • Nenhum dos reverendíssimos e piedosíssimos veste a casula; há também uma senhora que parece estar de dalmática esvoaçante modelo “Prophanum Concilium & Montini´s Pink Fashion”. Não obstante a cor litúrgica dos sacros varões, tristes sunt valde. Espero que não seja domingo de Páscoa.

    • Isso não é nada, morei quase dois anos nesta diocese, a liturgia deles é péssimo. Tem um tal de padre Geraldo que celebra missa com roupa da Umbanda, e por aí vai, cheio de padres que tem mulher, e homossexuais e por aí vai…

  24. Em expectativa sempre crescente de que este pontificado passe o quanto antes