Flos Carmeli, vitis florigera, splendor Coeli, Virgo puerpera, singularis!

Por Padre Élcio Murucci

Bem podemos dizer que a veste da graça foi tecida pelas mãos benditas de Maria Santíssima. A Santa Madre Igreja proclama-a Corredentora. Se deu inteiramente a si mesma, em união com o seu Filho, pela nossa redenção. Uma tradição popular fala da túnica inconsútil que a sempre Virgem Maria teceu para Jesus; mas para nós fez realmente muito mais: cooperou para nos conseguir a veste da nossa salvação eterna. Maria Santíssima nunca deixou de nos seguir com o seu olhar maternal para proteger em nós a vida da graça. Cada vez que nos convertemos a Deus, nos levantamos de uma culpa – grande ou pequena – ou progredimos na graça, sempre o fazemos por intermédio de Maria Santíssima. O escapulário que a Senhora do Carmo nos oferece não é mais do que o símbolo exterior desta sua incessante solicitude maternal; símbolo, mas também sinal e penhor de salvação eterna. “Recebe, amado filho – disse Nossa Senhora a São Simão Stock – este escapulário… quem morrer com ele não padecerá o fogo eterno”. A sua poderosa intercessão maternal dá-lhe direito a repetir em nosso favor as palavras de Jesus: “Pai Santo… conservei os que me deste e nenhum deles se perdeu”.

O Carmelo é o símbolo da vida contemplativa, vida toda dedicada à busca de Deus, toda dirigida para a intimidade divina; e quem melhor realizou este ideal altíssimo foi a Virgem, Rainha e Decoro do Carmelo. Diz o profeta Isaías XXXII, 16-18: “No deserto habitará a equidade, e a justiça terá o seu assento no Carmelo. A paz será a obra da justiça e o fruto da justiça é o silêncio e a segurança para sempre. O meu povo repousará na mansão da paz, nos tabernáculos da confiança”. Estas palavras do profeta mostram o espírito contemplativo e retratam a alma de Maria Santíssima. Carmelo em hebreu significa jardim. A alma de Nossa Senhora é um jardim de virtudes, é um oásis de silêncio e de paz, onde reina a justiça e a santidade, oásis de segurança, todo cheio de Deus.

São as paixões e os apegos que fazem barulho dentro de nós, tirando a paz da nossa alma. Só uma alma completamente desprendida e que domina inteiramente as suas paixões, poderá, como Maria Santíssima, ser um “jardim” solitário e silencioso, um verdadeiro Carmelo, onde Nosso Senhor Jesus Cristo encontre suas delícias.

“Ó Maria, flor do Carmelo, vinha florida, esplendor do céu, Virgem fecunda e singular, Mãe bondosa e intacta, aos carmelitas dai privilégios, Estrela do mar!” Em latim: “Flos Carmeli, vitis florigera, splendor Coeli, Virgo puerpera, singularis! Mater mitis, sed viri nescia, Carmelitis da privilegia, Stella Maris!”

Publicado originalmente na festa de Nossa Senhora do Carmo de 2012.

Tags:

4 Comentários to “Flos Carmeli, vitis florigera, splendor Coeli, Virgo puerpera, singularis!”

  1. Oficio de Nossa Senhora do Carmo

    Deus vos salve, filha de Deus Pai!
    Deus vos salve, Mãe de Deus Filho!
    Deus vos salve, Esposa do Espírito Santo!
    Deus vos salve, Sacrário da Santíssima Trindade!

    1 – MATINAS
    Dizei, lábios meus,
    Palavras benditas,
    Em louvor da Virgem
    Mãe dos Carmelitas.
    Senhora do Carmo,
    Vinde em meu favor,
    O inimigo afastai,
    Com o vosso valor.
    Gloria seja ao Pai,
    Ao filho também,
    Que é um só Deus
    Em pessoas três.
    Como no principio,
    Agora e sempre,
    Por todos os séculos dos séculos. Amém.

    HINO
    Deus vos salve, nuvem
    Vista do Carmelo,
    Para todo o mundo
    Anuncio mais belo.
    Foi nessa figura,
    Que Elias vós viu,
    Quando cuidadoso
    Ao monte subiu.
    Como destinada
    para a mãe de Deus,
    tornou-se mãe
    dos discípulos seus.
    Novecentos anos,
    antes de nascida,
    Já dos Carmelitas,
    Éreis conhecida.
    E muito abrasados
    No mais santo amor,
    Todos tinham glória
    De vos dar louvor.
    Fazei, pois, senhora,
    Que vos imitemos,
    De vos dar louvores,
    Nunca mais cessemos.
    Oh! Rogai por nós,
    Mães dos carmelitas,
    Para que vivamos
    Onde habitais,
    A minha oração
    Atendei, senhor,
    Chegue a vosso trono
    Este meu clamor.

    Oração
    Deus, que condecorastes a Ordem do Carmo como titulo singular da sempre bem-aventurada Virgem Maria, vossa mãe, concedei propicio a nós que veneramos sua comemoração munidos de seu amparo, mereçamos chegar aos gozos eternos. Que viveis e reinais por todos os séculos dos séculos. Amém.

    2 – PRIMA
    Senhora do Carmo,
    Vinde em meu favor,
    O inimigo afastai,
    Com o vosso valor.
    Gloria seja ao Pai,
    Ao filho também,
    Que é um só Deus
    Em pessoas três.
    Como no principio,
    Agora e sempre,
    Por todos os séculos dos séculos. Amém.

    HINO
    Deus vos salve Rosa,
    Que, logo ao nascer,
    No jardim do Carmo
    Fostes florescer.
    Os filhos de Elias,
    Com contentamento,
    Esperavam ver
    Vosso nascimento.
    Rogavam ao céu
    Se compadecesse,
    E a honra do Carmo
    Na terra viesse.
    Foi chegada a hora,
    Por Deus preferida,
    Logo em Nazaré,
    Vós fostes nascida.
    Parabéns contentes
    Vos deram mil vivas,
    Celebrando a dita
    Com hinos festivos.
    De viver com eles,
    Temos confiança,
    Para conseguirmos
    O fim da esperança.
    Oh! Rogai por nós,
    Mães dos carmelitas,
    Para que vivamos
    Onde habitais,
    A minha oração
    Atendei, senhor,
    Chegue a vosso trono
    Este meu clamor.

    Oração
    Deus, que condecorastes a Ordem do Carmo como titulo singular da sempre bem-aventurada Virgem Maria, vossa mãe, concedei propicio a nós que veneramos sua comemoração munidos de seu amparo, mereçamos chegar aos gozos eternos. Que viveis e reinais por todos os séculos dos séculos. Amém.

    3 – TÊRÇA
    Senhora do Carmo,
    Vinde em meu favor,
    O inimigo afastai,
    Com o vosso valor.
    Gloria seja ao Pai,
    Ao filho também,
    Que é um só Deus
    Em pessoas três.
    Como no principio,
    Agora e sempre,
    Por todos os séculos dos séculos. Amém.

    HINO
    Deus vos salve Aurora,
    Que tanto alegrastes
    Ao Monte Carmelo
    Quando o visitastes.
    E na vossa infância,
    Sem mais esperar,
    Logo aos Carmelitas
    Quisestes honrar.
    Ao monte subindo,
    Com eles faláveis
    Palavras tão santas
    Que os consoláveis.
    Cheios de saudades,
    Em vos retirando,
    Deixáveis a todos
    Por vos suspirando.
    E, na despedida,
    Por veneração,
    Aonde pisáveis
    Beijavam o chão.
    Estes exercícios
    E santo respeitos
    Pedimos, senhora,
    Gravai-nos nos peitos.
    Oh! Rogai por nós,
    Mães dos Carmelitas,
    Para que vivamos
    Onde habitais,
    A minha oração
    Atendei, senhor,
    Chegue a vosso trono
    Este meu clamor.

    Oração
    Deus, que condecorastes a Ordem do Carmo como titulo singular da sempre bem-aventurada Virgem Maria, vossa mãe, concedei propicio a nós que veneramos sua comemoração munidos de seu amparo, mereçamos chegar aos gozos eternos. Que viveis e reinais por todos os séculos dos séculos. Amém.

    4 – SEXTA
    Senhora do Carmo,
    Vinde em meu favor,
    O inimigo afastai,
    Com o vosso valor.
    Gloria seja ao Pai,
    Ao filho também,
    Que é um só Deus
    Em pessoas três.
    Como no principio,
    Agora e sempre,
    Por todos os séculos dos séculos. Amém.

    HINO
    Deus vos salve, Mestra,
    Em tudo divina,
    Que no Carmo destes
    A melhor doutrina.
    Do senhor que vinha
    Redimir o mundo,
    Vosso castro seio
    Já estava fecundo.
    É crível que esses
    Divinos arcanos
    Vós os explicáveis
    Aos Elianos.
    Quando estas lições
    Aos filhos mostráveis,
    O maior amor,
    Então, demonstráveis.
    Permiti também,
    Pelo vosso ensino
    Que, por Deus, tenhamos:
    Um feliz destino.
    Oh! Rogai por nós,
    Mães dos Carmelitas,
    Para que vivamos
    Onde habitais,
    A minha oração
    Atendei, senhor,
    Chegue a vosso trono
    Este meu clamor.

    Oração
    Deus, que condecorastes a Ordem do Carmo como titulo singular da sempre bem-aventurada Virgem Maria, vossa mãe, concedei propicio a nós que veneramos sua comemoração munidos de seu amparo, mereçamos chegar aos gozos eternos. Que viveis e reinais por todos os séculos dos séculos. Amém.

    5 – Noa
    Senhora do Carmo,
    Vinde em meu favor,
    O inimigo afastai,
    Com o vosso valor.
    Gloria seja ao Pai,
    Ao filho também,
    Que é um só Deus
    Em pessoas três.
    Como no principio,
    Agora e sempre,
    Por todos os séculos dos séculos. Amém.

    HINO
    Deus vos salve, Pomba,
    Que do céu saindo,
    Voltastes ao céu
    Donde tínheis vindo.
    No mundo vivendo,
    Aos filhos honrastes
    E também na morte,
    Deles vos lembrastes.
    Ao chegar o tempo
    De finar-se a vida,
    Dais aos Carmelitas
    vossa despedidas.
    Quisestes então,
    Para consola-los,
    Elevar a mão
    Para abençoá-los
    Subistes ao céu,
    Alegre e formosa,
    Sempre vos mostrando
    Mãe terna e bondosa.
    Valha-nos, senhora,
    Sempre firme e forte.
    Vosso patrocínio
    Na hora da morte.
    Oh! Rogai por nós,
    Mães dos Carmelitas,
    Para que vivamos
    Onde habitais,
    A minha oração
    Atendei, senhor,
    Chegue a vosso trono
    Este meu clamor.

    Oração
    Deus, que condecorastes a Ordem do Carmo como titulo singular da sempre bem-aventurada Virgem Maria, vossa mãe, concedei propicio a nós que veneramos sua comemoração munidos de seu amparo, mereçamos chegar aos gozos eternos. Que viveis e reinais por todos os séculos dos séculos. Amém.

    6 – VÉSPERAS
    Senhora do Carmo,
    Vinde em meu favor,
    O inimigo afastai,
    Com o vosso valor.
    Gloria seja ao Pai,
    Ao filho também,
    Que é um só Deus
    Em pessoas três.
    Como no principio,
    Agora e sempre,
    Por todos os séculos dos séculos. Amém.

    HINO
    Deus vos salve, virgem,
    Mãe e protetora,
    Da ordem do Carmo
    Sempre defensora.
    Contra as invasões
    Do forte adversário,
    Vós lhe destes armas
    No escapulário.
    Por maior grandeza,
    Como está sabido,
    Do céu lhes trouxestes
    O rico vestido.
    Prometendo a todos,
    Com amor materno,
    Morrendo devotos,
    Livra-los do inferno.
    Este escapulário,
    Tão Santo bentinho,
    É da salvação
    Seguro caminho.
    Da culpa, Senhora,
    Sempre nos defenda,
    Para que gozemos
    Tão distinta prenda.
    Oh! Rogai por nós,
    Mães dos Carmelitas,
    Para que vivamos
    Onde habitais,
    A minha oração
    Atendei, senhor,
    Chegue a vosso trono
    Este meu clamor.

    Oração
    Deus, que condecorastes a Ordem do Carmo como titulo singular da sempre bem-aventurada Virgem Maria, vossa mãe, concedei propicio a nós que veneramos sua comemoração munidos de seu amparo, mereçamos chegar aos gozos eternos. Que viveis e reinais por todos os séculos dos séculos. Amém.

    7 – COMPLETAS
    Converta-nos Deus
    Por vós, Oh! Maria,
    Deus nós apartai
    O mal dia a dia.
    Senhora do Carmo,
    Vinde em meu favor,
    O inimigo afastai,
    Com o vosso valor.
    Gloria seja ao Pai,
    Ao filho também,
    Que é um só Deus
    Em pessoas três.
    Como no principio,
    Agora e sempre,
    Por todos os séculos dos séculos. Amém.

    HINO
    Deus vos salve, Mãe,
    Com amor tão forte,
    Que nunca se extingue
    Nem mesmo na morte.
    E se ao purgatório
    a culpa condena,
    aos Carmelitas
    Dispensais a pena.
    Vosso escapulário,
    Nesse ardente fogo,
    Orvalho é do céu
    Que o apaga logo.
    Por vós nos tornemos
    Gozemos vitória,
    Possamos contentes,
    Louvar-vos na glória.
    Permiti, Maria
    Por vossa bondade,
    Que um dia alcancemos
    Tal felicidade.
    Oh! Rogai por nós,
    Mães dos carmelitas,
    Para que vivamos
    Onde habitais,
    A minha oração
    Atendei, senhor,
    Chegue a vosso trono
    Este meu clamor.

    Oração
    Deus, que condecorastes a Ordem do Carmo como titulo singular da sempre bem-aventurada Virgem Maria, vossa mãe, concedei propicio a nós que veneramos sua comemoração munidos de seu amparo, mereçamos chegar aos gozos eternos. Que viveis e reinais por todos os séculos dos séculos. Amém.
    Oferecimento
    Aceitai, Senhora,
    Esta devoção
    Em sinal de amor,
    Filial gratidão.
    Oh! Virgem do Carmo
    Vossa intercessão
    A todos conceda
    Feliz salvação. Amém.

  2. Sancta Virgo, Mater Ecclesiae, miserere nobis! et illos oculos tuos plenos misericordia ad nos converte: non obliviscere fidelium tuorum!

  3. Foi bem esclarecido no post que a devoção ao sagrado escapulário de Nossa Senhora do Carmo é uma singular proteção à alma a quem o porte consigo com fé, desde que não seja como amuleto da sorte, e/ou para livrar dos perigos e destinado a coisas mundanas apenas, visando meros interesses materiais e, a inadiável conversão que é primordial, fica de lado.
    Aliás, N Senhora do Carmo não está nada satisfeita com o mundo libertino atual pois tem trocado e desafiado ostensivamente a seu Filho Jesus, querendo em seu lugar entronizar o caótico novo deus-homem o qual, quando deixado a si mesmo, sem o imprescindível auxilio da graças do Senhor Deus que o torna uma pessoa, animaliza-se, sendo as provas as barbaridades infindas que se cometem contra o próximo sem o menor ressentimento e ainda dissimulando estar o auxiliando.
    Então, no quesito modéstia – virtude caríssima à SS Virgem do Carmo sendo ela em si – de forma geral, está demasiada carente, exaltando o corpo como se fora divino e exibindo-o à vista de todos para provocar paixões – em breve será pasto de vermes – é de causar assombro, particularmente as mulheres de modo geral têm extrapolado nesse item, causando infindos escândalos, serem darem conta do mal que fazem a si e a outrem, afrontando idem a N Senhora!!
    Quem se deixa submeter a esses caprichos da carne estaria como que controlado por forças estranhas que o escraviza e o persuade a seguir seus impulsos passionais, tendo como parãmetros os crescentes números de operações plásticas para “rejuvenescer” a aparencia exterior, além dos exibicionismos de corpos “sarados” com fins exibitórios e provocadores de desejos sensuais!!

  4. “Et mulier (id est ecclesia) fugit in desertum”