Falece o Cônego Aldomiro Storniolo.

Por Manoel Gonzaga Castro* | FratresInUnum.com: No último 31 de agosto, aos 89 anos de idade, faleceu, no interior de São Paulo, o Cônego Aldomiro Storniolo, cujo estado de saúde precário havia sido noticiado por Fratres in Unum em 07 de julho.

Como dito na ocasião, o valente Côn. Aldomiro era o responsável pela Santa Missa Tridentina na diocese de Limeira, pastoreada por Dom Vilson Dias de Oliveira, trabalho que exerceu bravamente de 24 de julho de 2010 a 12 de abril de 2015.

Cônego Aldomiro recebe a bênção apostólica de Bento XVI por ocasião de seus 61 anos de sacerdócio, em 2011.

Cônego Aldomiro recebe a bênção apostólica de Bento XVI por ocasião de seus 61 anos de sacerdócio, em 2011.

No próprio dia 31 de agosto, Dom Vilson publicou comovida nota de condolências no site da Diocese:

É com profundo pesar e em comunhão de fé e esperança no Cristo Ressuscitado, que recebi o comunicado do falecimento, aos 89 anos, do Cônego AldomiroStorniolo, ocorrido nesta segunda-feira (31/08), às 13h, na cidade de Americana. Cônego Aldomiro completaria 90 anos no próximo dia 20 de setembro.

Em meu nome e em nome da Diocese de Limeira, nesse momento de dor, solidarizo-me com o pároco: Pe. Reginaldo Andrietta, com os membros da Paróquia São Judas Tadeu, de Americana, com os familiares, demais parentes e amigos, aos quais apresento minhas condolências pela perda deste caríssimo irmão.

Em meio a essa dor da Diocese de Limeira e de todos os católicos ligados à liturgia tradicional no Brasil, Fratres in Unum pede a seus leitores orações pela alma do Cônego Aldomiro e, especialmente, pelo conforto da alma de seus fiéis, ora órfãos.

Fratres in Unum também roga a Dom Vilson que reestabeleça logo a Missa Tridentina em sua diocese, em memória do Cônego Aldomiro e em respeito a seus filhos espirituais. Fiéis de Limeira relatam que seu bispo já teria, inclusive, apontado um sacerdote para a tarefa.

Mais informações sobre o cônego, seu trabalho pela forma extraordinária e seu falecimento podem ser obtidas no extenso e belo relato de Leandro Salvagnane Correia, publicado no site Montfort.

* Fale com o autor: manoelgonzagacastro@gmail.com

5 Comentários to “Falece o Cônego Aldomiro Storniolo.”

  1. Descanse em paz, servo bom e fiel!

  2. Que Deus o tenha!

    Fiquem com Deus.

  3. Nossa Senhora o receba.
    São José tenha lhe dado uma boa e santa morte.
    Descanse na Paz de Cristo.

  4. Salve Maria…faleceu o Cônego Aldomiro Storniolo,padre da Igreja Católica Apostólica Romana,homem letrado,falava o latim,francês e um pouco o grego,vida devotada a Missa e as confissões,no seminário onde estudou quando ainda jovem,foi um dos responsáveis pela confecção do objeto onde repousa o Tratado da Verdadeira Devoção à Santíssima Virgem por São Luis Maria Grignion de Montfort (o Original)…era também um dos defensores da Missa de Sempre,tem muita coisa sobre ele que gostaria de colocar aqui mas não posso,seria injusto da minha parte escrever uma confissão a qual ele me fez ainda quando estava a celebrar a missa em Americana.Este padre caminhou na Igreja levando a Cruz de Nosso Senhor Jesus Cristo, com a Cruz o desprezo de muitos e a indiferença,mas sou testemunha ocular deste servo de Deus,de que tudo o que foi possível e moralmente correto ele seguiu pela Igreja e para a Igreja,no Hospital (uti) dele se via uma lagrima no rosto e a minha inutilidade descrita em meus braços e mãos ao qual nada conseguia fazer nada para aliviar o seu sofrimento,depois de um tempo ele falece; combateu o bom combate,guardou a fé…no caixão um leve semblante convidativo a frase estou com DEUS.
    SENTIREMOS a sua falta nosso querido Pe. Cônego Aldomiro Storniolo meu confessor e pai*.

    *(pai espiritual como confessor e conselheiro)

    Salve Maria.

  5. Uma grande perda para o Brasil. Rezemos para que a obra do Con. continue!!