Foto da semana.

eua

Washington, quinta-feira, 24 de setembro de 2015 – O presidente da Câmara de Representantes do Congresso americano, o católico republicano John Boehner, chora copiosamente durante discurso do Papa Francisco.

Boehner anunciou sua renúncia do posto, após ser alvo de críticas de seu próprio partido, acusado de ser subserviente ao governo democrata de Barack Obama.

Tags:

9 Comentários to “Foto da semana.”

  1. Por que ele sim e eu não? Só pode ter sido esse foi o motivo das lágrimas de Boehner: ser acusado de ser subserviente ao governo democrata de Barack Obama enquanto Bergoglio fez o mesmo e foi hosanado.
    BERGAMA é o apelido que muitos conservadores americanos estão dando a Bergoglio, pois já no discurso na Casa Branca implicitamente deu apoio à agenda gayzista ao dizer que a Igreja no USA está comprometida em promover uma sociedade mais inclusiva e sem discriminações, virou garoto-propaganda da mentira do Aquecimento Global, falou contra a pena de morte mas nunca contra o aborto e a favor da anistia para imigrantes ilegais. Todos sem excessão pontos-chaves da plataforma do Partido Democrata Esquerdista Americano.
    Por outro lado, se os Católicos estavam indignados pelo fato de Obama convidar todo o lobby gay para um encontro com Bergoglio na recepção da Casa Branca, o que não dizer então quando a própria organização dessa visita convida um sodomita declarado pra fazer a leitura na Missa Papal em Nova York? Isso sim merecia ser a foto da semana:

    • De maneira que os demonios nunca pecaram contra a castidade, sabe-se que o próprio lucifer tem nojo dos pecados contra a natureza. Porém vários dos seus sequazes, querendo experimentar das fraquezas humanas e, após instiga-las, aproveitam do sono – demonios súcubos e íncubos -, donde se começa a possessão dos pecados homossexuais. Infelizmente, hoje, parte do clero sofre da ação desse demonio por deixarem de rezar o breviário – as completas. Já a sociedade hodierna os glorificam. Tal o ardil desses demonios, que em grande parte estão nas mídias televisivas, para espalhar o abominável pecado.

      Tal que o sínodo pró-família-sodomita vem dando, a mídia, ao Papa Francisco I; grande manchete.

      Onde estão os pecados do clero que ocorriam tempos atrás?
      Acabaram?
      Por que a mídia não fala mais deles?

      Porque a mídia cúmplice nunca foi contra esse pecado, ao contrário, queria-os e odeia mesmo a Igreja de Cristo, única verdadeira. Vê agora a grande chance de tirar os últimos obstáculos: a santa moral católica. E depois? Promover o outro pecado: pedofilia.

      Aos que pesam que a Santa Igreja não é a de Jesus Cristo, enganam-se. Deus não está passivo, a assistir tudo isso. O combate fosse fácil, não teríamos méritos.

      Nada escapa aos olhos de Deus, visto que os astrônomos se glorificam quanto a explicação do figurado “lua-de-sangue”, acontecimento que não deixa de da vontade de Deus e da sua onipotência, não posso deixar de dizer que não é objeto de qualquer superstição. Mas sinal de Deus. Pois “lua-de-sangue” não podia dizer mais do que vemos hoje no mundo inteiro. Reflexo do presente e do vindouro. Aguardem.

      Podem explicar por que as folhas caem dos galhos, mas nunca caem sem que Deus o permita.

  2. Parece que John Boehner provém de uma família grande, um de doze filhos que seus pais católicos geraram. E ele também foi coroinha em sua infância de missas dominicais.

  3. Porque ele chorou exatamente?

    • Caro Heitor,

      Boehner é conhecido por emocionar-se e chorar copiosamente em diversas ocasiões.
      Uma delas foi na sua nomeação para o cargo, já que vindo de uma família humilde nunca pensou chegar tão alto e honrar seus antepassados.
      No caso, ele disse que ser responsável por levar pela primeira vez um Papa ao Congresso foi um sonho tornado realidade. Daí as lágrimas de felicidade. Um bom homem e um bom católico.

  4. Ow sr. Boehner , #tamojunto ! A gente também anda chorando pra caramba!!!

  5. Realmente, não faltam motivos pra chorar. Buááááá…

  6. Não acredito que John Boehmer esteja às lágrimas pelo discurso do “pequeno argentino”, porque conteúdo legitimamente católico, não há nenhum!
    Talvez por isso mesmo esteja chorando…

  7. Aqui está a explicação da foto e da renúncia de John Boehmer:

    Just yesterday we witnessed the awesome sight of Pope Francis addressing the greatest legislative body in the world. And I hope we will all heed his call to live by the golden rule. But last night, I started to think about this. And this morning, I woke up and I said my prayers, as I always do, and I decided, you know, today’s the day I’m going to do this.
    http://ringoffireradio.com/2015/09/boehner-says-pope-francis-inspired-him-to-quit-his-departure-will-hurt-progressives/

    Traduzindo o que disse Boehmer:

    “Ainda ontem nós testemunhamos a magnífica visão do Papa Francisco se dirigindo ao maior corpo legislativo do mundo. E eu espero que todos sigamos seu chamado de viver pela regra de ouro. Mas na última noite eu comecei a pensar sobre isso. Pela manhã eu fiz minhas orações, como sempre faço e decidi, vocês sabem, hoje é o dia que eu vou fazer isso ( renunciar)”.

    Mas afinal qual teria sido essa “regra de ouro” bergogliana que levou Boehmer a chorar e a renunciar? Ora, sabemos que ele é o líder da maioria republicana que é composta por muitos deputados e senadores conservadores que querem que as leis do país sejam respeitadas para que o país não se torne uma espécie de republiqueta das bananas.
    Mas do outro lado estão os Democratas esquerdistas promovendo a luta de classes e a invasão da fronteira pra se manter no poder.
    O que Bergoglio fez foi jogar uma bomba que só afetou mesmo Boehmer, pois “católicos” liberais como Nancy Pelosi e Joe Biden continuam firmes na defesa do aborto e do homossexualismo. Vejam bem o que Bergoglio disse especificamente aos legisladores americanos:

    “Lembremo-nos da regra de ouro: «O que quiserdes que vos façam os homens, fazei-o também a eles» (Mt 7, 12).
    Esta norma aponta-nos uma direcção clara. Tratemos os outros com a mesma paixão e compaixão com que desejamos ser tratados. Procuremos para os outros as mesmas possibilidades que buscamos para nós mesmos. Ajudemos os outros a crescer, como quereríamos ser ajudados nós mesmos. Em suma, se queremos segurança, demos segurança; se queremos vida, demos vida; se queremos oportunidades, providenciemos oportunidades. A medida que usarmos para os outros será a medida que o tempo usará para connosco. A regra de ouro põe-nos diante também da nossa responsabilidade de proteger e defender a vida humana em todas as fases do seu desenvolvimento.
    Esta convicção levou-me, desde o início do meu ministério, a sustentar a vários níveis a abolição global da pena de morte.

    Mas o que exatamente quis ele dizer aos homens responsáveis por fazer ou aprovar leis:

    1- Procuremos para os outros as mesmas possibilidades que buscamos para nós mesmos. Ajudemos os outros a crescer, como quereríamos ser ajudados nós mesmos: FIM DO EMBARGO A CUBA ( Algo que só o Congresso pode aprovar e os Republicanos se recusam porque não vêem da parte dos ditadores cubanos nenhuma abertura, nenhum sinal de respeito pelos direitos humanos.

    2- Em suma, se queremos segurança, demos segurança; se queremos vida, demos vida; se queremos oportunidades, providenciemos oportunidades: ANISTIA GERAL PRA IMIGRANTES ILEGAIS ( Algo que a maioria dos Americanos conservadores e seus representantes não concordam porque no fim são eles que terão que pagar a conta)

    3- A regra de ouro põe-nos diante também da nossa responsabilidade de proteger e defender a vida humana em todas as fases do seu desenvolvimento.
    Esta convicção levou-me, desde o início do meu ministério, a sustentar em vários níveis a abolição global da pena de morte. AO INVÉS DE ENFATIZAR O ABORTO, DEU ÊNFASE À PENA DE MORTE que é outra coisa que o Partido Democrata e a esquerdista Anistia Internacional querem eliminar do Código Penal Americano.

    Então aí está Boehmer com séria crise de consciência achando que a voz de Bergoglio é a voz de Deus, e com sentimento de culpa por ser líder de um Partido que vai contra a plataforma política Bergogliana. Aliás, essa crise de fé e de consciência está atingindo em cheio muitos Católicos que durante o Pontificado de João Paulo II ouviram aquele chamado:

    “Não tenhais medo de acolher Cristo e de aceitar o Seu poder! … Abri antes, ou melhor, escancarai as portas a Cristo! … abrir confiadamente os nossos corações à graça salvífica de Cristo, único Redentor do homem”.

    E agora com Bergoglio (que nunca menciona o nome de Cristo porque provoca divisões), estão sendo intimados a acolher sodomitas e aceitar o poder do lobby dos pervertidos. Abrir, ou melhor escancarar as portas das igrejas e institutos religiosos a adúlteros, sodomitas, comunistas e islamitas. Promover a “cultura do encontro” com a cultura de morte.