O brado dos católicos alcança a CNBB: “Os senhores estão calados! Omissos!”.

Tags:

47 Comentários to “O brado dos católicos alcança a CNBB: “Os senhores estão calados! Omissos!”.”

  1. Fora os palavrões… tudo bem! É preciso ser firme, mas nunca perder a linha. Chamar o arcebispo de V. Excia, por exemplo, etc, ainda que depois seja para dizer que ele é comunista. Baixaria não é católica. Todo o restante, está perfeito. Parabéns.

    • Esse que me criticou eu pergunto: o que ele fez até agora contra a teologia da libertação? Palavrões foram dirigidos ao que me ameaçava ao meu lado. Fui grosseiro com o professor da unb comunista que estava na mesa e nem respeitava Dom Sérgio. A todos chamei de omissos. Minha preocupação não é com as aparências mas com a essência. Excomungado eu não tenho muita linha.

  2. Minha preocupação é de que a CNBB está defendendo os comunistas do PT, uma quadrilha que assaltou os cofres públicos do Brasil e afundou nossa economia. Isto denigre a imagem da Igreja, apesar de que o Papa sempre fala contra a corrupção. Acredito que alguém deveria fazer chegar ao Papa Francisco o lado escolhido pelos bispos brasileiros. Será que eles não sabem que se a Dilma conseguisse implantar o comunismo, os religiosos seriam os primeiros a serem expulsos do país? Já havia um Projeto neste sentido. Da mesma forma como Fidel Castro fez em Cuba, a Dilma e o Lula fariam no Brasil. A religião seria proibida, e eles estão do lado dos anti-Cristos?

    • O Papa Francisco já demonstrou de que lado que ele esta, através de quem o apoia e de quem ele apoia , por isso eu acho que ele não ira nos ajudar a combater a corrupção, o governo e os bispos comunistas.

  3. A Paz e a Graça de Jesus,

    Amigos,
    Em Eclesiastes (3. 1-8), a Palavra nos ensina que:

    “1. Para tudo há um tempo, para cada coisa há um momento debaixo dos céus:

    2. tempo para nascer, e tempo para morrer; tempo para plantar, e tempo para arrancar o que foi plantado;
    3. tempo para matar, e tempo para sarar; tempo para demolir, e tempo para construir;
    4. tempo para chorar, e tempo para rir; tempo para gemer, e tempo para dançar;
    5. tempo para atirar pedras, e tempo para ajuntá-las; tempo para dar abraços, e tempo para apartar-se.
    6. Tempo para procurar, e tempo para perder; tempo para guardar, e tempo para jogar fora;
    7. tempo para rasgar, e tempo para costurar; tempo para calar, e tempo para falar;
    8. tempo para amar, e tempo para odiar; tempo para a guerra, e tempo para a paz.

    Espero que a CNBB tenha sensibilidade suficiente para acordar do eterno “sonho vermelho” e que reflita sobre Ap 3. 15-16:

    “Conheço as tuas obras, que nem és frio nem quente. Quem dera fosses frio ou quente! Assim, porque és morno e nem és quente nem frio, estou a ponto de vomitar-te da minha boca”.

    Só nos resta a oração e a Misericórdia de Jesus,

  4. Fora os palavrões, tudo muito certo….

    Chega dessa água adocicada desses Bispos e Arcebispos que querem agradar a Deus e ao diabo…
    A CNBB é uma vergonha NACIONAL, com raríiiiiiissimas exceções!!!!!!!!!!!

    Se os Bispos CATÓLICOS que ainda restam se calam, por comodismo, por medo, por covardia, sei lá por que, os fiéis TEM O DIREITO E O DEVER de mostrar que a IGREJA CATÓLICA está viva e atuante apesar deles…

    Noventa por cento da CNBB é uma vergonhaaaaaaaaaa…..

  5. Percebi no comentário de André Ramos que ele está preocupado com as formalidade, aparências, mas denigre a essência, o conteúdo. O amor não se preocupa com a formalidade, o modo como se defende a justiça. Os palavrões são consequências da indignação, consequências do amor. O emocional é natural na pessoa pecadora, como em todos nós. Nossa Senhora, sem dúvida, não falaria palavões. Nós seres pecadores falamos palavrões sem dúvida, sem perceber. Mas a pessoa que assiste tranquila em seu sofá deve levar em consideração o emocional de quem ama. Indignação é consequência da pessoa que ama e ainda não tem santidade. É um erro julgar a aparência numa circunstância dessas, em que sacerdotes estão em cima do muro- covardia. O ungido do Senhor deve ser a imagem e semelhança de Nosso Senhor. Quando trai o povo, o seu rebanho, há uma indignação profunda na alma de quem é fiel à Igreja. Quem ama age e pode errar, mas quem não age, quem não ama, nunca erra. A omissão exclui o erro!!!

    • “O ungido do Senhor deve ser a imagem e semelhança de Nosso Senhor.”

      E o leigo, batizado no nome trino do Senhor, não deve buscar assemelhar-se a ele, mesmo nas pequenas coisas, como agressão verbal e falta de caridade?

    • A quem critica o cisco e não enxerga a trave “Raça de víboras ou sepulcros caiados” seriam exatamente o quê? Elogios???

  6. Eu sou o senhor que gritou com o professor na mesa, e não com os sacerdotes. Sem microfone, é impossivel ser escutado. Cortaram o diálogo que sempre houve. O povo ficou furioso. Tentei amenizar, mas foi impossível. Alertei o Bispo, mas ele fez vistas grossas. Deu no que deu. Lamento.

  7. Eu, Fernando, sou o que gritou lá atrás. Sem microfone, sem dúvida, eu teria de gritar. Tentei falar em nome de todos, mas o comunista, professor da mesa, bloqueou. O grupo que eu levei queria questionar. O Bispo, Dom Sérgio, ao chegar, eu avisei que o combinado com Dom Marconi, por mim, por telefone, era haver o diálogo, e eu ficaria com o grupo lá fora. Como foi fechada a comunicação, e como eu havia dito a Dom Sérgio, sem fazer nada, o grupo entrou. Tentei ainda resolver o caso pedindo para falar em nome do grupo, conforme o áudio. Mas o comunista professor da UNB fechou a comunicação. Não deu outra, o povo entrou com gritos. Aproveitei para avisar que eu queria proteger os sacerdotes alí presente, aos gritos, pois não tinha o microfone, que estava com o professor comunista. O professor foi desrespeitoso com o Bispo. Isso mostra quem comanda o Bispo. Detalhe importante. Não falei palavrão para o Bispo, mas para um segurança ao meu lado, que estava me ameaçando. Falei alto, parecendo que era para o Bispo. Não foi. Se prestarem atenção, eu falei que vou proteger o clero. Mas pergunto a todos: um excomungado merece ser respeitado?

    • “foi fechada a comunicação”
      1- Ninguém fechou comunicação nenhuma. Procure as vias certas (agendamento, audiência, atendimento na Cúria). E não badernar num evento público. Vergonhoso para quem se diz católico;

      “um excomungado merece ser respeitado?”
      2- Qualquer pessoa merece ser respeitada.

      Sua falta de postura fecha qualquer tentativa séria de diálogo.

  8. Quando fico nervoso, não sei ser educado. Pergunto ao andré ramos: André Ramos, você já lutou contra a teologia da libertação? Contra a CNBB? O que você já fez contra os comunistas infiltrados na Santa e Madre Igreja?

    • … Do site da cnbb.org.br – CNBB DIVULGA NOTA SOBRE O MOMENTO NACIONAL
      … “Ao se pronunciar sobre questões políticas, a CNBB não adota postura político-partidária. Não sugere, não apoia ou reprova nomes, mas exerce o seu serviço à sociedade, à luz dos valores e princípios fundamentais da Doutrina Social da Igreja. Desse modo, procura respeitar a opção política de cada cidadão e a justa autonomia das instituições democráticas, incentivando a participação responsável e pacífica dos cristãos leigos e leigas na política”.
      Será verdade? Vamos ver:
      1 – Gostei demais; v é a favor do partido comunista? Fique lá, v está certo, é ótimo, v quem decide, a CNBB “não apoia nem reprova nomes”.
      2 – Os principios da Doutrina Social da Igreja não apoiam os marxistas, CNBB, e fazem diversos papas pesadas condenações aos totalitaristas!
      3 – “NÃO APOIA OU REPROVA NOMES”, nesse caso, a CNBB não se comprometeu ao tomar a defesa dos comunistas, como eles querem, como sabemos, na destituição de Eduardo Cunha e defendendo Dilma do impeachment?
      Tenha dó, CNBB, que incoerencia, afirmou em cima e desmentiu em baixo na prática adotada pela direção!

  9. Interpelarem publicamente a CNBB foi excelente, mas a maneira com que foi conduziram as ideias ficaram aquém!
    Deveriam ter eleito um ou dois representantes com as perguntas previamente formuladas para falarem em nome do grupo com suas reivindicações, esperarem as respostas e depois poderem as discutir ou não, mas as interpelações de forma desorganizada, pior ainda se em altos brados são proprias de turbas descontroladas e enfurecidas!
    O sr Arcebispo me pareceu acuado, temeroso – por certo saberia que a CNBB entre os católicos melhor esclarecidos está pessimamente cotada – apelando em nome do “respeito” – realmente faltaram com ele – só que essa palavra no presente está relativizada, sempre favorável aos multiculturalistas, aos esquerdistas!
    O bom foi ter sido um chamado de atenção, repreensão mesmo, que a CNBB necessita tomar para mostrar oficialmente se é CATÓLICA ROMANA ou se transformou em SINDICATO COMUNISTA, travestida de conferencia episcopal católica!
    Que tal dia 13, próximo domingo 3º do Advento colocarmos dentro do envelope de pedido de contribuição um bilhetinho educado do por que não mais contribuirmos com a CNBB até que se defina de que lado está, mais uma cruzada de propaganda de boicote ininterrupto geral financeiro, além de conversarmos com nossos bispos e vigarios sobre a CNBB, por causa de sua omissão pelo silencio ou de ostensivo apoio aos comunistas?

  10. A questão não é respeitar o excomungado. A questão é ter mais metodologia e menos paixão na hora de agir. Primeiramente a santidade, depois
    a frieza, cálculo, estratégia, planejamento, voz compassada, astúcia, argumentos que provem o conhecimento de causa, paciência para atacar, ataque orquestrado e silencioso e, por fim, o bote certeiro. Temos muito a aprender para poder desmascarar publicamente os artífices do mal e apresentar ao povo um caminho de vivência da Tradição. Gritar em uma ocasião como estas e diante deste tipo de gente é demonstração de amadorismo juvenil. Daqui a pouco vamos ocupar as Igrejas como os comunistas alunos lá de SP estão fazendo com as escolas. Será que porque estamos lutando por coisas certas e boas podemos descer à essa metodologia rasteira?

  11. Tirando os petistas, ninguém nasce manifestante profissional. O amadorismo é uma etapa necessária para chegar-se ao profissionalismo, não? Entre mortos e feridos, mais valeu ter ido lá e dado a cara a tapa que ficar em casa na internet.

    E sim, seria uma ótima ideia ocupar uma igreja para impedir uma celebração blasfema como tantas que ocorrem por aí.

  12. Parabéns senhores!!! E, respondendo ele, disse-lhes: Digo-vos que, se estes se calarem, as próprias pedras clamarão. S. Lucas 19;40

  13. Isso não é forma de se protestar.Pareciam cães raivosos.

    Embora louvável a intenção,não é dessa forma que um católico deve se portar.

    Se igualaram aos revolucionários esquerdistas na estratégia.

    Isso gera antipatia e o objetivo fica prejudicado.

    Essa imagem de turba enfurecida lembra mais os petistas do que devotos católicos lutando pelo bem da Igrreja.

  14. Como primeiro enfrentamento vocês estão de parabéns pela coragem. Com certeza eles estão muito preocupados pois o povo está acordando e fica mal para a imagem da CNBB. Para um segundo enfrentamento sugiro agir com mais calma, pois, o diálogo bem estruturado traz frutos muito bons. E o fato de falar gritando, com palavrões etc pode levar os que estão ouvindo rotular de fanático quem fala. A esquerda usa de falácia (vide Maria do Rosário, Jandira Fegali…), mas de uma maneira tão ardilosa que chega a convencer. Eles fazem do discurso mentiroso uma verdade, simplesmente pelo modo de falar. Não parem. Vocês estão com a verdade. Aperfeiçõe o discurso. O Brasil e a Igreja precisa de vocês.

  15. Parabéns Srs. Católicos que tiveram coragem de enfrentar estes perversos e hipócritas que lá estavam para enganar os católicos desavisados.

    É muito fácil criticar e apresentar alternativas lindas, mas na prática são pouquissimos que tem coragem de enfrentar uma situação como esta.

    Certamente quem critica gosta de ficar filosofando em casa ou em grupinhos, esperando que almas se salvem através de seus pensamentos.

    Parabéns Sr. Fernando, não ligue para estas criticas. O Sr. saiu de alma lavada em com muitos anjos ao seu redor. Que Deus possa lhe retribuir muito o bem que fez.

    Saiba que cavalheiros lhe chamariam em particular para se colocar à disposição para ajudar e realizar sugestões de melhoria. Jamais lhe criticando por algo que não tem coragem de realizar.

    Quem critica sua postura certamente nunca esteve em uma situação como esta, em que não é dado o direito de perguntar, muito menos o direito de resposta. Os microfones são desligados e lobos costumam aparecer ao seu redor para lhe fazer ataques pessoais enquanto se tenta discutir com dignidade com os lobos em pele de ovelha que estão proferindo a palestra.

    Quem critica certamente nunca passou por este tipo de situação, pois se soubesse o quanto é difícil tentar defender a Doutrina Católica com as mãos limpas enquanto os opositores não tem qualquer escrúpulo jamais faria este tipo de critica.

    Infelizmente é assim, são os chamados católicos de peitoril, gostam muito de dar palpite, mas não gostam muito de descer até a rua para ajudar.

  16. Aproveito para lançar um desafio para aqueles que estão criticando o ato de coragem dos srs. que enfrentaram a cnbb.

    Gostaria que aqueles que sugerem um diálogo estruturado, calmo, fundamentado e claro, fossem em um evento similar, filmassem sua interpelação e trouxessem ao blog.

    Se conseguirem empregar este diálogo que estão propondo em um evento comunista como este, me comprometo a rezar um terço pela alma de cada um dos participantes.

    Mas caso não consigam e a tentativa seja frustrada, cada um dos participantes rezará um terço pela conversão da CNBB.

    • Falou (escreveu) pouco e disse tudo.

    • Perfeitamente correto! Normalmente em eventos da CNBB, como o ocorrido na PUC de Goiás, eles estão sempre em bandos prontos pra mostrarem suas garras. Quem enfrenta uma situação como essa já está com a adrenalina alterada ciente de tudo o que pode ocorrer. Manter-se sereno nessa modalidade de combate não é tarefa tão simples até para os mais experientes.

  17. Atenção católicos do Rio de Janeiro !!!
    Quando houver evento da CNBB por estas bandas também devemos nos organizar !
    A preparação antecipada é fundamental para o sucesso das manifestações !

  18. Estão criticando o que se chama de estratégia e planejamento ou estão criticando a mim? Se estiverem criticando a minha pessoa estão certos, se estiverem criticando o que se entende por método, planejamento e estratégia de ataque contra os comunistas, então eu fico deveras preocupado.

  19. Muito aqui reclamaram do “modus operandi” do grupo de catolicos mas talvez tirando o foco do principal, que era a essencia do protesto. Claro, palavrões são errados, inclusive, talvez até para estes mesmos do video que optaram pela utilização. O modo poderia ter sido diferente sim, mas não estamos lidando com Bispos “normais” da Igreja Catolica. Estamos lidando com gente que faz politicagem, que é o caso da CNBB. Numa discussão eminentemente catolica, aí sim, o modo não poderia ser este. Porém, num ambiente quase que secular ( que é a cnbb, politiqueira), eles precisam escutar no mesmo tom que os militantes vermelhos utilizam. Enviar uma carta linda, com preoposições e virgulas bem postas com palavras arcaicas seria maravilhoso, mas estes bispos da cnbb não ligam para isso…eles são politiqueiros e só escutam o povo na marra…nos gritos, infelizmente. Pois eles se comportam como politicos, eles tem seu modo de agir totalmente baseado na politica e não na religião. Claro que logo pensamos: “Poxa mas Bispo merece respeito!”. Sim, com certeza. Porem merece respeito como Bispo, a partir do momento que age como Bispo. Assim como um padre que deve ser respeitado por agir e quando agir como padre. Se um padre tirar sarro da Eucaristia, vamos respeita-lo? Quando na verdade ele desrespeita o Supremo Deus? E o Bispo, quando escarra na cara da Santa Madre IGreja defendendo seu ultimo grande inimigo, o comunismo, temos que respeita-lo: “Vossa Excelencia, estais a cometer atos desequilibrados contra a Madre IGreja. Não seria, por ventura, de interesse católico que sua Excelência pensasse nos fatos e reconsiderasse vossa posição pró-comunista?” ….Ah parem! Ele desrespeita a Igreja, e por respeito ao seu carater episcopal e à Santa Igreja é que ele pode ser humilhado por aqueles que defendem a Igreja.

    Como a “conversão” destes Bispos é quase impossível, rezo a Deus para que, pelo menos, este católicos que la estavam protestantando, percebeam que tudo isso é fruto do liberalismo que tomou conta da Igreja no Concilio Vaticano II e que a raiz do problema é este Concilio. Que eles se unam a nós tradicionalistas no combate às raizes deste mal, não diminuindo a importância deste combate local das consequências. Se não fosse o Pacto de Metz assinado POR AUTORIDADES DA IGREJA para não condenar o comunismo no Vaticano II, o Brasil não estaria nesta situação. Se não fosse o Vaticano II e seus erros, o mundo não estaria assim. Teriamos bispos bispos. E não bispos politiqueiros.

  20. Perfeita a sua explanação Ricardo. Exatamente isto que procurei expor.

    Alguns querem levar talheres para uma briga de foice.

    Quando Nosso Senhor expulsou os vendilhões do templo, não pediu “com licença” ou “por gentileza” parem de profanar o Santo Templo”.

    Ele fez um chicote com cordas e expulsou todos dali.

    Foi exatamente isto que os Srs. do video fizeram, com um chicote formado pela doutrina católica expuseram todas as heresias que ululavam naquele ambiente.

  21. Dentro do plenário o pessoal foi exemplar. Só ao final que vieram de uma pessoa palavrões tão baixos que nunca ouvi nem mesmo dos professores comunistas que tive.

    A batalha contra o comunismo só será vencida pela Virgem Puríssima quando começarem os castigos anunciados em Fátima, o resto do clero que sobrar fizer a Consagração da Rússia ao Imaculado Coração de Maria como fora pedido por Nossa Senhora pela irmã Lúcia.

    Por isso, devemos utilizar de palavras que cheguem até o Arcanjo São Miguel.

    Palavrão não! O Olavo não tem razão!

  22. Parabéns pela atitude. SEM RESSALVAS!

  23. Olha, eu não vi palavrão algum. Exceto a senhora que ficou mais nervosa no final.
    Mas, digo que, é difícil ficar calmo com esta conversa de que “espere uma nota” ou “estamos falando aqui de outra coisa”…o fato é que a conversa é mole, dificultosa e cheia de meandros para passar a mesma agenda: a que não é da restauração de nosso senhor e seu reinado.

    Vão amargar…em algum momento vamos nos organizar cada vez mais para restaurar o que é de direito de Cristo e sua única e santa igreja.

    Instaurare omnia in Christo!
    Fora Comunismo!

  24. No site abaixo, estão algumas grandes destinações de suas contribuições e veja onde a CNBB está empregando seu dinheiro em “EVANGELIZAÇÃO”, de menos o meu!
    Não deixe de ver: v vai adorar…
    fidespress.com/brasil/nao-de-um-tostao-na-coleta-da-cnbb

    • Quer dizer então que parte desse dinheiro, ou quase todo ele, é empregado em atividades comunistas. E a CNBB aproveitando-se da boa fé das pessoas, dá voz a essa figura comunista que dirige a palestra, Prof. Daniel Seidel, e prover a ideias do:

      “Núcleo de Estudos para a Paz e os Direitos Humanos da UnB, o Prof. Daniel Seidel, da Universidade Católica de Brasília, membro da Comissão Justiça e Paz Nacional e da Arquidiocese de Brasília, e a Dra. Flávia Tavares Beleza, coordenadora do Projeto de Mediação de Conflitos no Contexto Escolar: Estudar para a Paz.”

      http://comissaojusticaepazdf.org.br/educacao-para-a-paz-e-direitos-humanos-05102015/

      Coleta nacional

      “O ponto alto da Campanha será a coleta realizada nas missas e celebrações do domingo, 13 de dezembro. A distribuição dos recursos é feita da seguinte forma: 45% permanecem na própria diocese; 20% são encaminhados para os regionais da CNBB; e os demais 35%, para a CNBB Nacional. As doações, em caráter individual, também podem ser feitas pelo site: http://www.evangelija.com.”

      http://campanhas.cnbb.org.br/sede-misericordiosos-e-lema-da-campanha-para-evangelizacao-2015.html

      Que vergonha, senhores bispos!

  25. Como católico, me senti representado pelos brados do Fernando Martins de Mello. Parabéns. Belas palavras: Dar a vida pela Igreja, porém, defendê-la dos lobos com pele de ovelha é uma OBRIGAÇÃO e isso alegra Nosso Senhor. Seu brado me encheu a alma pois quem defende a VERDADE, estará sempre do lado certo, mesmo que esteja só! Salve Maria!

  26. Perderam totalmente a razão com esse barraco que deram.

  27. As palavras do Arcebispo é de uma fraqueza vergonhosa. Esses Senhores tem medo de briga, do contraditório, do “que as pessoas vão pensar”. É uma posição omissa e em cima do muro.

    Vergonha até dizer basta!

    Não aprovo xingamento, mas no atual estado, o Católico preciso um pouco disso para o sangue nas veias correr! Ninguém é barata não

  28. não usem os mesmos meios da esquerda por favor. valia mais uma grande manifestação junta da cnbb em silencio e rezando o terço, contra a teologia da libertação. Façam isto uma e mais vezes, todos os fins-de-semana até dilma cair.um abraço.

  29. Minhas palavras de felicitações e incentivo a estes heroicos fieis que foram capazes de externalizar aquilo que tantos de nós na Igreja trazemos entalado na garganta. Diante da infame papel protagonizado por esta conferencia episcopal, urge sim reações não só como a ali observada, mas outras manifestações com ainda mais veemente arroubo. Seria muito oportuno que aqueles que criticam se dessem conta da gravidade da situação e percebessem que esta atitude de condescendência e de lidar com uma situação tão séria como se se estivesse “pisando em ovos” é justamente o que a alcateia comunista espera para sossegadamente prosseguir na implantação de sua satânica agenda.

  30. Está na hora de pararmos de enxergar esses membros da CNBB como bispos frouxos e começarmos a ve-los como agentes do comunismo, socialismo, em suma, do caneta, que usurparam as mitras brasileiras.

  31. A paciência do católicos está chegando ao fim. Há décadas nós, os católicos, somos achincalhados pelos outros porque ensinados pelo clero progressista que precisamos ser misericordiosos, que a Igreja Católica errou no passado, que tem pedido perdão, que até o Concílio Vaticano II somente pensava em riquezas, que não pensava nos pobres, que era preciso ser arejada defenestrando a Missa Tradicional, que há homossexuais no clero, que a culpa é do celibato, que é preciso incluir em seu rito elementos do protestantismo, que o ecumenismo é fundamental, que fraternidade é mais que espiritualidade, que o certo é o subsist, que é uma tolice a batina, que o rito católico deveria deixar de ser suntuoso para ser um encontro popular, que Jesus é operário, que Jesus é revolucionário, que Frei Boff é o bom na Igreja, que a Igreja precisa integrar-se na igreja cristã, e blá, blá, blá.

    Com essa conversa toda, os católicos há décadas têm recuado. Para quê? Enquanto nos apresentamos frouxos os evangélicos aparecem firmes em suas convicções. Enquanto postulamos o ecumenismo pastores reuniem-se em programa de tv para malhar o catolicismo. Enquanto recuamos nosso rebanho diminui para favorecer os outros.

    A hora é diferente. Normalmente as atitudes dos bravos católicos não deveriam ser desta forma. Mas a hora é diferente. Chega de recuos pelo menos enquanto perdurar essa triste fase de frouxidão.

  32. Parabéns ao grupo que fez o que eu, aqui digitando este texto, não pude fazer. Ninguém é perfeito e, além disso, há imensa indignação de muitos católicos com a CNBB.
    Concordo que o ideal seria uma cobrança sem paixão, mas o que é pior? Palavrões de católicos indignados ou a hipocrisia e a covardia dos membros da CNBB no evento?

  33. Parabéns aos bravos católicos em defesa da Santa Igreja. Nem sempre é possível ser calmo e elegante. Como já se disse aqui, ” não se pode levar talheres para uma briga de foice.”

  34. “Havendo perigo próximo para a fé, os prelados devem ser argüidos, até mesmo publicamente, pelos súditos”. (Sum. Teol.II-II.ª,XXXIII,IV,a.d.2)

  35. Como que pode a CNBB apoiar um governo abortista? Como pode a CNBB apoiar um governo que quer inserir a ideologia nos livros escolares à força, ensinando que ser homossexual é ser melhor que ser hetero? Como pode a CNBB apoiar um governo que quer tirar o direito de o pai e a mãe educarem seus filhos com seus princípios religiosos? Como pode a CNBB apoiar um governo que quer retirar os termos ‘pai’ e ‘mãe’ da certidão de nascimento? Bispos, retirem da CNBB esses infiltrados comunistas, são parasitas que estão sufocando a doutrina cristã. Esses anti-Cristo usam questões sociais para pousarem de cordeiros, mas esses lobos não estão preocupados com a salvação das pessoas em Cristo, eles estão é empenhados em disseminar e colocar em prática ideias comunistas. Pelo amor de Deus, Bispos, ajam, retirem esses cristãos da CNBB!

  36. Nota da CNBB
    http://www.cnbb.org.br/index.php?option=com_content&view=article&id=17798%3Acnbb-divulga-nota-sobre-o-momento-nacional&catid=114%3Anoticias&Itemid=106
    Cabe lembrar à CNBB que nem sempre o diálogo é bem vindo, ainda mais com criminosos abortistas. Não deve haver tolerância com o intolerável. Covardia diante de roubos estratosféricos, mentiras nítidas, destruição da instituição família, descaso, conluio etc. O pior cego é aquele que não quer ver. Jesus poderia ter desviado o olhar, fingido não ver, procurar a paz e o diálogo. Mas diante do absurdo escancarado, com o qual muitos já tinham até se acostumado, o que ELE FEZ COM OS VENDILHÕES DO TEMPLO? Chicotada!!!!!!! Escorraçou aquelas víboras infiltradas na Igreja! E em 2015 no Brasil o que se tem é covardia, omissão, amigos da corte, desonra aos votos de ordenação, é esse cenário que tem acontecido na CNBB. Não há tolerância para com governo que quer destruir a Igreja e a Família, por um golpe bolivariano de poder. E os que deviam açoitá-los, como fez Jesus, são os primeiros a se conchavar e debandear para o lado deles. Ratos! Fora comunistas travestidos de cristãos! A CNBB tem o dever doutrinário de escorraçar os bispos comunistas! Para estes, chicote! CNBB reaja!

  37. Nós vivemos o pior momento da história do Brasil do qual somos governados a treze anos por esquerdistas (comunistas, socialistas), dos quais são apoiados pela CNBB, OAB, STF (estão fazendo de tudo para melar com o Impeachment da Dilma) e ainda tem gente reclamando da maneira como se interpela contra CNBB, ridículo. Parabéns a todos os católicos que se dispuseram a enfrentar essa instituição comunista.