Carta aberta aos Bispos do Brasil.

O Movimento Legislação e Vida apresenta esta CARTA ABERTA AOS BISPOS DO BRASIL, com o objetivo de que os bispos do Brasil se posicionem sobre a influência do Partido dos Trabalhadores na sociedade brasileira, e também no seio da Igreja (especialmente através da Teologia da Libertação), partido este de ideário revolucionário marxista e socialista, que vem buscando, desde que assumiu o governo federal, implantar uma agenda anticristã (agenda abortista e de gênero, entre outros), e que os católicos esperam da Igreja, uma voz profética na denúncia desta agenda antivida e antifamília, que contradiz a doutrina social da Igreja. Faz-se necessária uma posição da Igreja, nesse sentido, para melhor orientar o povo católico sobre os danos sociais que tal Partido tem ocasionado, e que os fatos da atualidade tem evidenciado.

A todos os Bispos do Brasil

Em meio à grave crise política, econômica, institucional e, acima de tudo profundamente moral, nós católicos recorremos a cada membro do episcopado brasileiro, para que em cada Diocese haja uma posição clara e firme em relação aos graves danos que o Partido dos Trabalhadores (PT) causou à Igreja Católica e à nação brasileira nestas últimas décadas, especialmente nos últimos treze anos à frente do governo. Um partido que chegou aonde chegou com a conivência, a cumplicidade, a omissão (e até o favorecimento) de muitos bispos, seduzidos pela retórica do populismo e pela demagogia.

Desde o início, era preciso ter havido coragem para denunciar o PT como um partido revolucionário, de ideário socialista, aliado de governos comunistas e ditatoriais (especialmente Cuba), que emergiu com a bandeira da ética para chegar ao poder e depois dilapidar o estado brasileiro, aparelhando as instituições e implementando a agenda anti-vida e anti-família das fundações internacionais, a agenda abortista, etc. E tudo isso com a complacência do clero progressista da CNBB, e através de ONGs e pastorais atuando no seio da igreja, dos teólogos da libertação, e de toda sorte de infiltrados.

Faltou coragem a muitos bispos do Brasil, firmeza, e fidelidade ao Magistério: ao não alertarem os fiéis do risco de excomunhão — e do risco à própria salvação — aos que apoiavam o PT (Catecismo, n. 2246: “Faz parte da missão da Igreja emitir o seu juízo moral também sobre as realidades que dizem respeito à ordem política, quando o exijam os direitos fundamentais da pessoa ou a salvação das almas”); ao não denunciarem o projeto de poder totalitário do Foro de São Paulo (que Lula fundou e implantou com Fidel Castro); e, ainda, ao não rejeitarem o projeto utópico da Pátria Grande socialista sendo construído pela UNASUL com a simpatia e apoio de vários bispos.

Hoje, os fatos expostos pela Operação Lava Jato estão escancarando ao mundo a verdadeira face do PT, seu modus operandi que em tudo contraria os princípios e valores cristãos e as diretrizes da Doutrina Social da Igreja. Por isso, urge que os bispos do Brasil, ainda em tempo, façam o mea culpa por terem permitido ao PT chegar aonde chegou, com as consequências calamitosas no campo político e econômico, mas sobretudo no campo moral e cultural.

Que sigam o exemplo de um Papa, S. João Paulo II, que teve a humildade de pedir perdão e rever posturas quando necessário. E que nesta Páscoa possamos à luz do Evangelho, “Caminho, Verdade e Vida”, ressuscitar como povo católico, verdadeiramente sal e luz para o Brasil, coração do Continente de Esperança.

Hermes Rodrigues Nery é coordenador do Movimento Legislação e Vida.

Email: hrneryprovida@uol.com.br

Assine esta carta em CitizenGo.

Anúncios
Tags:

7 Comentários to “Carta aberta aos Bispos do Brasil.”

  1. A humildade de pedir perdão e rever posturas quando necessário? Pois esperem sentados porque essa casta de clérigos só pede perdão aos inimigos declarados da Igreja!
    Nem mesmo no documento com o qual Bento XVI anulou as excomunhões dos Bispos da FSSPX, existe um pedido formal de perdão por todos anos de perseguição cerrada contra os Bispos, fiéis e sacerdotes da FSSPX, cujo único “crime” foi tentarem se manter fiéis ao Catolicismo de sempre. Nenhum pedido de perdão pela suspensão fraudulenta de uma instituição erigida canonicamente por Dom Lefebvre e nem pelas injustiças perpetradas contra Dom Antônio de Castro Mayer:

    “Com base nas faculdades que me foram expressamente concedidas pelo Santo Padre Bento XVI, em virtude do presente Decreto removo aos Bispos Bernard Fellay, Bernard Tissier de Mallerais, Richard Williamson e Alfonso de Galarreta a censura de excomunhão latae sententiae declarada por esta Congregação no dia 1 de Julho de 1988, enquanto declaro desprovido de efeitos jurídicos, a partir da data de hoje, o Decreto então emanado.
    Roma – Congregação para os Bispos, 21 de Janeiro de 2009.
    Card. Giovanni Battista Re
    Prefeito da Congregação para os Bispos”
    http://www.vatican.va/roman_curia/congregations/cbishops/documents/rc_con_cbishops_doc_20090121_remissione-scomunica_po.html

    Não obstante esse decreto, o que não falta ainda hoje são padres e bispos modernistas semeando a confusão entre os que buscam a Missa Tradicional e espalhando a calúnia de que esses Bispos continuam excomungados.
    Já quando se trata da seita herética dos Valdenses que rasgou a túnica inconsutil do Cristianismo bem no berço da Igreja que é a Itália, vejam como eles pedem perdão:

    “Da parte da Igreja Católica, peço-vos perdão pelas atitudes e comportamentos não cristãos, por vezes não humanos, que tivemos contra vós, na história. Em nome do Senhor Jesus Cristo, perdoai-nos”.
    http://pt.radiovaticana.va/news/2015/06/22/papa_na_igreja_valdense_de_turim_perdão_pelo_passado/1153283

    Quando se trata de alimentar todo o imenso aparato mundial do indigenismo marxista, o que não falta é pedido de perdão, como o que vimos e ouvimos naquela famigerada visita de Bergoglio ao ínidio cocaleiro da Bolívia no dia 9 de julho de 2015:

    “la Iglesia tiene que pedir humildemente perdón por los crímenes contra los pueblos originarios durante la llamada Conquista de América”.

    É só esse tipo de pedido de perdão que eles conseguem fazer. Eu da minha parte não vou esperar sentada, vou esperar deitada (e certamente em um caixão) que esses impostores tenham a decência de pedir perdão aos Católicos que abandonaram tudo pra seguir a Cristo na fidelidade, que continuam fazendo sacrifícios enormes para educar seus filhos na fé Católica, que são obrigados a deslocar-se a grandes distâncias pra encontrar uma missa realmente Católica.
    Rezemos também “pro Pontifice nostro Francisco”, que ele tenha um dia a coragem de pedir perdão à toda Igreja por violar a Verdade pra agradar o mundo, por sua docencia errática, confusa, enganosa, sincretista e heretizante bem como pelas ofensas, calúnias e piadinhas que ele faz diariamente contra os fiéis batizados, Católicos. Apostólicos, Romanos.
    No tocante à CNBB, como todo macaco ela só peca por imitação, pois como dizia Padre Pio de Pietralcina: “o peixe começa a feder é da cabeça”.

  2. A CNB do B pedir perdão?

    É mais fácil ela emitir uma nota a ser lida em todas as paróquias do Brasil,dizendo que não vai ter “Golpe”.

  3. Nada melhor que iniciar a abordagem acerca do post cima com mais um adendo de peso à mesma, de quem tem autoridade para questionar procedimentos de seus pares que se esquivam de desempenhar corretamente a plenitude do sacerdocio e que livremente aceitaram tal múnus; esse prelado fiel à doutrina da Igreja não é ideologizado e argumenta bem fundamentado – e se acaso alguém se sentir ofendido, interpele-o em contrario!
    *”Em nossos dias, a voz da maioria dos bispos se assemelha ao silêncio dos cordeiros diante de lobos furiosos, os fiéis são abandonados como ovelhas sem defesa. Cristo foi reconhecido pelos homens como alguém que falava e agia em uníssono, que tinha poder e é este poder que Ele concedeu a Seus apóstolos. No mundo de hoje, os bispos precisam se libertar de todos os laços mundanos e – depois de terem feito penitência – converterem-se novamente a Cristo, para que fortalecidos pelo Espírito Santo possam anunciar Cristo como o único Salvador”.
    Infelizmente, a grande maioria de nosso episcopado que saiba, pelo menos na net, como via CNBB, não se insurge com intrepidez contra os que acossam a Igreja católica e sua doutrina nas redes televisivas, como nas novelas e programas televisivos direcionados às massas, em que achincalham as leis do Senhor Deus e da Igreja!
    Ainda: parecem estar tranquilos sob um governo de psicopatas e desequilibrados, de ideólogos marxistas que patentemente relativizam a sociedade sem lhes dar a menor satisfação, sendo bastante despóticos e ditatoriais; dessa forma, os bispos deveriam se conscientizar para se auto avaliarem e se julgarem como submissos ou coniventes com esses!
    Será que não lhes perceberiam a malicia com que os ideologistas agem, mantendo se aparentemente indiferentes a todas as mazelas sendo impingidas na sociedade indefesa, sem se importunarem, o que se pareceria; quem sabe lhes caberia o abaixo?
    Salomão na sua experiente maturidade disse: “”Vi ainda todas as opressões que se fazem debaixo do sol: vi as lágrimas dos que foram oprimidos, sem que ninguém os consolasse; vi a violência na mão dos opressores, sem que ninguém consolasse os oprimidos”.” Ecle 4,1.
    No contexto atual da crise por que passa o Brasil, que atuação tem tido o episcopado nacional em defesa da fé católica frente aos comunistas do PT, a não ser de um quase absoluto silencio – ou mesmo apoio – o qual caracterizaria anuencia e compartilhamento?
    * D Jan Pawel Lenga.

  4. Boa tarde!

    Venho pedir vossas oraçoēs pois o Santissimo foi profanado ontem a noite em uma capela na região onde moro… Haverá um ato de desagravo amamha a noite.

    Segue o lnk da reportagem:

    http://g1.globo.com/sp/mogi-das-cruzes-suzano/diario-tv-2edicao/videos/t/edicoes/v/comunidade-catolica-protesta-contra-invasao-da-capela-nossa-senhora-dos-remedios-em-mogi/4919526/

    Obrigado !

  5. Defensor de políticas pró-aborto e pró-homossexualismo – mas membro da Pontifícia Academia de Ciências – Dr. Miguel Nicolelis vai gravar um vídeo, junto do o ator Wagner Moura, a favor de Dilma Rousseff !!! (http://www.oantagonista.com/posts/exopetista)

  6. Que perda de tempo! Deixem os senhores da CNBB comer o pranto de lentilha que adquiriram em troca do verdadeiro episcopado!

  7. Como o PT está indo para o brejo, a CNBB provavelmente já está procurando um novo partidinho de esquerda para chamar de seu.

    Acredito que a CNBB vai substituir o PT pelo PSOL como o mais novo “partido da ética” no Brasil.