Dom Leonardo, da CNBB, diz a Lewandowski que vê “crescente intolerância” no País.

UOL – Em meio à instabilidade política e econômica e as manifestações de rua que marcam 2016, o secretário-geral da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), dom Leonardo Ulrich Steiner, disse ao presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Ricardo Lewandowski, que vê “um cenário de crescente intolerância se instalando no País”. O encontro ocorreu nesta terça-feira (29), no gabinete do ministro.

O bispo externou ao presidente da Corte a preocupação da Igreja “com o cenário político e social que o país enfrenta”.

Ao longo da audiência, o secretário-geral da CNBB alertou para “evidências de maior risco à liberdade de expressão e manifestação”.

Dom Leonardo Steiner vê “a necessidade do empenho das instituições e autoridades do país em medidas que levem à promoção da paz social e evitem a produção de conflitos”

Tags:

13 Comentários to “Dom Leonardo, da CNBB, diz a Lewandowski que vê “crescente intolerância” no País.”

  1. A intolerância de fato é crescente, e é da parte da corja do PT, cria da CNBB. Que desgraça.

  2. Preocupado com o crescimento da violencia pelas intolerancias a partir de grupos oponentes anti marxistas, saturados de tanto serem vilipendiados e viverem sob chantagens constantes dos governantes atuais, D Leonardo?
    Porque, como super instruído que é, juntamente com a idem cúpula da CNBB não previram que prelados colaborarem com os promotores da anarquia que redundaria no caos acabaria por resultar em até possível catástrofe, que não é descartável?
    Por onde andava a essas horas o espírito de temor ao Senhor Deus, no entanto, de forma irresponsável e assaz temeraria apoiava ou se silenciavam frente justamente aos que O odeiam – as legiões infernais sob formas humanas que são os comunistas, hoje no governo sob a sigla PT?
    Será que nunca leram ou tiveram algum conhecimento das admoestações de prelados altamente confiaveis, como Dom Manuel Pestana, que tanto lutou com varios chamados à atenção da CNBB, que se enveredava pelos caminhos tortuosos das ideologias, e que o Brasil poderia ser já naquele tempo uma antecãmara do comunismo e hoje, devido à incuria dos que deveriam os denunciar e combater, assim como nos alertar, o dominio deles se consumou em suas previsões?
    *”Saiba ainda que a Justiça Divina costuma descarregar castigos terríveis sobre nações inteiras, não tanto pelos pecados do povo quanto pelos dos Sacerdotes e religiosos, porque estes últimos são chamados, pela perfeição de seu estado, a ser o sal da Terra, os mestres da verdade e os para-raios da Ira Divina (II, 186).
    Se o caos tem se instalado no Brasil, pervertem há décadas o povo no relativismo, já está devidamente instalado – o povo perdido por falta de pastores – salvas as exceções nem tantas – esses têm se comortando como aliados ou silentes em os denunciar!
    O pior, ao que pareceria, é que a situação rumo à desordem seria irreversível… Graças à CNBB e a coniventes com o colegiado desses apoiadores de marxistas!
    * N Senhora do B Sucesso.

  3. Na cabeçola narcisista dos clérigos TL, pensam-se eles indispensáveis porta-vozes da sensatez e reserva moral da sociedade. É uma pena que esses tipos enfermiços – Steiner é primo da grande matriarca da TL., o cardeal Arns – consigam aceder ao sacerdócio para dele fazer o palco onde exibem grotescamente a sua vontade infantil de aparecer, sempre à cata de uma situação onde se julguem indispensáveis, sem se darem conta de que ninguém, a começar pelo povo simples, está aí pra eles: imaginem um juiz do Supremo!

    Mais parecem uma dona de casa relaxada cujo lar jaz na mais desbragada desordem e sujeira, mas que fazem discursos sobre normas de higiene ou uma adúltera bem safada que escreve livros sobre fidelidade conjugal.

    Vai se tratar, tio. Desce do pedestal, cala a boca e arruma um cilício franciscano bem old fashioned way.

  4. Não sei se rio, ou se choro!
    Esse Dom Leonardo é um brincalhão!
    Os petralhas tornam o país instável, criam confusão e convulsão social, todas as vezes que são contrariados, como crianças mimadas!
    E a CNBB, que os apóia, tem sua parcela de responsabilidade!

  5. É porque vocês ainda não leram o que o Marco Rossi Medeiros denunciou:

    Trechos exclusivos de carta de Dom Joaquim Mol, bispo da Arquidiocese de Belo Horizonte, Reitor da PUC Minas e Presidente da Comissão de Acompanhamento da Reforma Política da CNBB:

    “(…)Não posso deixar de expressar minha mais profunda decepção, constrangimento e também indignação(…) acerca da leitura do momento atual e consequente pedido de impeachment da Presidente do Brasil.(…) Lamento, profundamento, que a OAB-MG tenha endossado tal decisão.’
    “A justificativa do senhor Claudio Lamachia – agora ainda mais reconhecido pelo seu conservadorismo -(…)’
    “Meu lamento é porque sempre tive a OAB como parceira, como grande parceira, assim como inúmeros movimentos sociais e gente de bem a têm. Agora chegou o momento de rever, repensar e reposicionar-me(…)’
    “(…)gostaria de saber quantos votos o sr. Lamachia conseguiu em Porto Alegre para o Projeto de Reforma Política da Coalização encabeçada pela CNBB, OAB, MCCE, Plataforma dos Movimentos Sociais e mais de 100 entidades).’
    “Prof. Dom Joaquim Giovani Mol Guimarães”

  6. O problema não é a “intolerância” que D. Leonardo não soube definir com a devida precisão. Intolerância da parte de quem? Dos comunistas do PT? Quem é o intolerante?

    O problema é o fato de o clero tolerar pecados imensos cometidos pelos comunistas no poder que dilapidou (=roubou) o patrimônio brasileiro trazendo a pobreza, a miséria e o CAOS ao Brasil. Neste caso o clero que tolera os que não observam os Mandamentos da Lei de Deus são os intolerantes.

  7. Simples, Dom Leonardo:

    Dilma cai fora (impeachment, renúncia etc.);
    prendem-se os ladrões de colarinho branco, a começar pelo PT;
    STF passa a ser ocupado por homens incontestáveis e não malabaristas jurídicos;
    os bispos vermelhos saem da CNBB, pedem aposentadoria e vão refletir que… “o tempo passou na janela” e “só Carolina não viu”.

    Excelência, data venia, deixai-nos, os católicos, em PAZ!

  8. E pensar q um Bispo desses vai nesses “encontros” representando a Igreja… que triste situação a nossa irmãos! Olha bem quem tá nos “representando”!!

  9. O tom dos comentários publicados até este momento para negar a intolerância apenas prova a existência de tolerância, inclusive da parte de católicos piedosos, que, acredito, seja a comunidade que acessa este blog. Termos e expressões como desgraça, dona de casa relaxada, adúltera bem safada, brincalhão, entre outros, apenas demonstram que muitos dos irmãos simplesmente não conseguem discutir o assunto em bases civilizadas. Porque os petralhas não são civilizados, eles podem também não sê-lo? Se igualar por baixo? No mais, já que todos pretendem discutir sobre política, que o façam com um pouco mais de reflexão, já que apenas se trata de resistência ao lulopetismo. Ignoram muitos dos comentaristas que a alternativa política atual definitivamente não é um primor de cristianismo. Farão oposição ao pmdb e a Temer? Acaso conhecem a biografia dos que se apresentam como alternativas? Acaso a profissão da fé cristã autoriza raciocínios tão rasos, que não incluem a busca de soluções para a pátria mas tão somente um partidarismo exaltado? Não deveriam os cristãos cuidar de um programa para a nação que, se não pode ser conduzido pelo pt, pelos escândalos de corrupção, tampouco o poderia ser por parte do pmdb ou do psdb, igualmente lambuzados por este pecado tão grave?

    • Aqui é tolerância zero com relativismo e relativistas fera, msm que venha da parte de um Bispo. Quanto à política, aqui ninguém tá levantando bandeira de partido nenhum, visto que todos os que temos no país são de esquerda, ou seja, anticristãos. O povo brasileiro tá colhendo os frutos da sua “democracia”, com destaque pro demo, que infelizmente tá no comando desse sistema sujo, imoral e satânico que destrói a sociedade brasileira. Hoje pode-se ver o grande dano que a República vem causando ao Brasil desde a sua proclamação, com mais intensidade nas últimas 5 décadas, tornando nosso país numa nação neopagã e comunista, destruindo todas as bases Cristãs que se enraizaram na Terra de Santa Cruz desde a chegada dos colonizadores. Tudo isso só foi possível graças à colaboração de parte da Igreja, e a postura de Bispos como esse prova isso!

    • Quanto V. Sa. recebe, para defender o indefensável?

  10. Acaso a profissão da fé cristã autoriza raciocínios tão rasos e um partidarismo exaltado como desse “frei carmelita”, ferrenho defensor da Teologia da Libertação e do PT?
    Vá fazer essa pergunta a impostores como esse “Frei Petrônio de Miranda, Padre Carmelita”, que não só perdeu a fé sobrenatural como a vergonha na cara!
    Essa é a consequência lógica da perda da fé: quando se perde a fé, perde-se em seguida a moral e por fim o decoro. O resultado é essa desgraça que vemos aí. Um degraçado é aquele que perde a graça de Deus por ter abusado dela ou tê-la menosprezado.
    E que desgraça é um homem que usa o hábito carmelita para desonrar a memória da fundadora do Carmelo!
    A única tolerância que um Católico fiel pode ter por um tipo como esse é a mesma que Jesus Cristo teve com os vendilhões do templo: chicote no lombo desses chibungos!
    E não adianta vir com essa conversinha fiada de “igualar por baixo” porque um Católico verdadeiro tem como parâmetro Cristo! “Portanto, se já ressuscitastes com Cristo, buscai as coisas que são do Alto, onde Cristo está assentado à destra de Deus. Pensai nas coisas que são de cima, e não nas que são da terra;
    (Colossenses 3:1,2)
    É esse “modelo” de clérigo que a CNBB desovou em tudo que é Diocese espalhada pelo Brasil afora! É esse primor de Cristianismo que encontramos em cada paróquia onde as ovelhas fogem em debandada para as seitas por causa desses lobos que nem mais se ocultam sobre a pele de cordeiro…andam nus mesmo!
    É com esse tipo de gente que temos que discutir em bases civilizadas? Não há o que discutir! É hora de gritar LOBO porque o que está em jogo é a salvação das almas e não a reputação pessoal.

  11. engraçado ele falar isso agora, que a esquerda está na berlinda. este bispo substituiu DOM PEDRO CASALDALIGA e em toda sua vida sempre apoiou institutos que promovem manifestações, e que colocam a paz social em risco, como a CUT, o MST, o PT. mas agora como esses grupos estão em risco, pela descoberta dos crimes cometidas, ele vem com essa. posição tendenciosa.