#EndireitaCNBB – É hoje, às 21 horas.

0deb5c96-33a7-4c2d-b9f3-e19468d98928

Enquanto a CNBB se cala sobre o padre que mais arrecada doações em Brasília e que recebeu valores escusos investigados pela Lava-Jato, nós continuaremos a apelar aos bons bispos lá presentes para que falem sobre o movimento crucial pelo qual passa nossa Pátria:

É importante que nós, católicos, manifestemos aos bons bispos nosso desejo de que eles ousem sair da zona de segurança – ¡Hagan lío! – e falem o que é necessário falar, sem nenhum respeito humano.

Assim, façamos ouvir a nossa voz nas redes sociais, usando a hashtag #EndireitaCNBB. Marque a página da CNBB e de seu bispo diocesano no Facebook ou no Twitter. Que a CNBB mantenha coerência com seu passado e não se faça de surda aos apelos dos brasileiros.

O primeiro tuitaço foi um sucesso.

Vamos repetir a dose hoje, às 21 horas!

Participe, compartilhe, divulgue!

Que a CNBB deixe de ser conivente com um governo corrupto e anti-cristão!

Que os bons bispos não se deixem silenciar!

Anúncios
Tags:

8 Comentários to “#EndireitaCNBB – É hoje, às 21 horas.”

  1. A aparelhada CNB do B nada irá fazer .

    Só mesmo a dissidência corajosa de bispos lúcidos e fiéis poderá salvar a Igreja no Brasil

    Sejam corajosos,senhores bispos!

    Digam Não a TL !!!

    A História fará justiça a quem pular fora dessa barca furada.

  2. Uma perguntinha de leigo em Twitter: como funciona o tuitaço?

  3. É mais fácil passar um camelo pelo fundo de uma agulha do que um bispo TL mudar de ideia.

  4. Nesta Assembléia ficou claro e patente que há um grande número de bispos não alinhados com certa tendência que sempre predominou na CNBB, nos últimos anos. Sem brigas, sem desgastes, fizeram-se ouvir e mais ainda, respeitar. É preciso paciência, já que mudanças imediatas são impossíveis. Mas a Conferência sai desta Assembléia mais plural e mais aberta a outras visões. Os atuais “dominadores” da Conferência devem ter entendido bem a mensagem enviada. E os agora antigos “ícones” episcopais, que sempre dominaram a vontade da maioria, impondo sus visão, deram-se conta de que acabou o silêncio omisso no qual fundamentavam suas imposições. Alguns destes, agora eméritos, mal andam… Tem eles seus sequazes ainda, mas já não são tantos. Digamos assim, o “outro lado” tem também bispos valentes e valorosos, dispostos a discutir à exaustão, enfrentando os riscos do desvio ideológico ao qual a Conferência quase sempre foi obrigada a submeter-se. Repito, há ainda um longo caminho a ser percorrido. Mas já vivemos tempos novos na CNBB.

  5. Prezado Ferretti, salve Maria sempre Virgem!
    Fica a dica de incluir também: #devolveodinheiroparoquiasaopedro

  6. Pessoal do Fratres, peço encarecidamente que tomem cuidado com o que divulgarem a respeito do Padre supostamente citado na Lava-Jato e da Paróquia São Pedro. Não se deixem enganar pela imprensa, bem sabemos nós que toda a grande mídia visual e a maioria esmagadora da mídia escrita são esquerdistas e pior ainda, controlados pela maçonaria, que tem como objetivo destruir a Igreja Católica. As doações recebidas pela Paróquia São Pedro tinham como único objetivo a realização da Festa de Pentecostes em Taguatinga-DF, festa tradicional da região que reúne anualmente cerca de 2 a 3 milhões de pessoas, ou seja, a população do DF e redondezas comparece em peso. Esta festa ocorre já há muitos anos e tradicionalmente o Pe. Moacir (pároco) conta com doações dos fiéis para que a mesma possa ser realizada. Ocorre que alguns políticos, mesmo de partidos comunistas, costumam participar de tal solenidade (não se sabe ao certo com que intenções) e por vezes contribuem financeiramente junto à Paróquia. Porém, como o dinheiro é fruto de doação, não há como afirmar que o sacerdote saiba sua procedência, aliás é bem provável que não saiba, como é de costume em qualquer doação. Talvez o grande erro do Padre e da Paróquia tenha sido aceitar ajuda desse tipo de gente, mas isso já é outra história.
    Deixo aqui um link da Paróquia São Pedro com mais informações: http://www.renascidosempentecostes.com.br/index.php/component/k2/item/946-nota-a-imprensa