Bispo da CNBB dá bronca em deputados por sessão do impeachment.

Dom Leonardo também fez uma referência direta à manifestação do deputado Jair Bolsonaro (PSC-RJ), que homenageou o Coronel Brilhante Ustra, reconhecido pela Justiça como torturador no período de ditadura militar. “Ode a um torturador? Isso não é ser cristão”, disse o Bispo.

Julho de 2011: Steiner recebe comitiva cismática chinesa. Não se tem notícia de broncas na CNBB em bispos sorridentes que recebem torturadores carrascos de cristãos.

Julho de 2011: Steiner recebe comitiva cismática chinesa. Não se tem notícia de broncas por parte da CNBB em bispos sorridentes que recebem torturadores carrascos de cristãos.

Por Correio Braziliense – O Bispo Auxiliar da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), dom Leonardo Steiner, deu um puxão de orelha em alguns deputados após uma missa realizada nesta quinta-feira, 28, na sede da entidade em Brasília. O motivo foi a sessão da Câmara que autorizou o impeachment de Dilma Rousseff.

A chamada “missa dos parlamentares”, que é realizada mensalmente, foi prestigiada desta vez pelos deputados Esperidião Amin (PP-SC), Rôney Nemer (PP-DF), Flavinho (PSB-SP), Gorete Pereira (PR-CE), entre outros, além do senador catarinense Dário Berger (PMDB). Ao final, dom Leonardo deixou uma bronca aos parlamentares. Ele criticou a sessão que autorizou o processo de impeachment, em que os deputados defenderam seu voto por diferentes razões, inclusive em nome de Deus.

Ele pediu mais cuidado dos parlamentares com a palavra e os questionou sobre seus papéis. “Afinal, não são os senhores e senhoras que representam o povo brasileiro? Acho que esse cuidado temos que ter cada vez mais.”

Dom Leonardo também fez uma referência direta à manifestação do deputado Jair Bolsonaro (PSC-RJ), que homenageou o Coronel Brilhante Ustra, reconhecido pela Justiça como torturador no período de ditadura militar. “Ode a um torturador? Isso não é ser cristão. Não existe nenhum valor que possa ser colocado diante de uma afirmação como essa, feita em plenário”, disse dom Leonardo.

Em seguida, ele se desculpou com os parlamentares por tocar no assunto. “Os senhores me desculpem por colocar essa questão, mas isso realmente me inquieta, como bispo, como cristão, me inquieta como brasileiro.” O bispo também falou sobre a resistência que a população tem criado com a classe política e sobre um “movimento forte na sociedade brasileira não apenas contra o político, mas contra a política”.

Para finalizar o sermão, dom Leonardo pediu que todos se unissem “Temos que nos dar as mãos e trabalhar”, disse ao puxar uma “Ave Maria”, que foi acompanhada pelos deputados.

Anúncios

23 Comentários to “Bispo da CNBB dá bronca em deputados por sessão do impeachment.”

  1. Seiiiii… esse comuna, disfarçado de bispo preocupado com a ”política” como o ”povo” hummm!
    Assume logo dom Steiner todo o seu love com os Petistas!

  2. D. Leonardo Steiner esqueceu que mentir vai contra o 8 mandamento da Lei de Deus? Tem ele que provar que o Cel. Brilhante foi torturador. Há por acaso uma condenação transitada em julgado contra o Cel. Brilhante Ulstra? Quem faz calúnia deste exímio militar é a mídia do Kremlin-PT-KGB.

    Não vi até agora nenhuma repulsa da CNBB por parte do deputado Jean Wyllis ou dos terroristas que lutaram e continuam a lutar para que o Brasil se torne uma Rússia, Cuba ou Venezuela.

    ***

    Ler esta postagem me veio à memória o artigo da Revista Catolicismo que é de interessante leitura:

    http://www.pliniocorreadeoliveira.info/ACC_1967_201_Se_a_batina_perdeu.htm#.VyeQPvkrLcs

  3. “Ode a um torturador? Isso não é ser cristão”. Só é cristão se o torturador em questão for um Che Guevara né?
    Enquanto durante todo o período militar no Brasil, entre mortos e desaparecidos, segundo a própria Associação de mães das vítimas se chega a um total de 472 pessoas, no período em Che Guevara aterrorizou Cuba, de acordo com O Livro Negro do Comunismo, ocorreram 14.000 execuções por fuzilamento até o final de década de1960, sendo que entre estas execuções mais 1.000 foram praticadas pessoalmente por Che Guevara.
    No entanto, o que não falta é padre vermelho fazendo ode à Che Guevara vestindo camisetas com a cara do energúmeno.
    Outra coisa que não faz sentido é essa “missa dos parlamentares”. A maioria deles não tem idoneidade moral pra participar do Santo Sacrifício. Aqueles que se encontram com as devidas disposições poderiam assistir missa em qualquer lugar.

  4. Coronel Brilhante Ustra foi torturador? Gostaria que esse Bispo apresentasse as provas. Não ser cristão é acusar aguém, que já não pode se defender, de algo que não há prova nenhuma. Testemunho de guerrilheiro não é prova.

  5. Em UMA palavra “Lamentável” a atitude do Sr. Bispo, me sinto envergonhada e constrangida, pelas palavras. Defender abertamente este governo, vindo de um leigo Católico, já e lamentável imagina vindo de um Bispo.

  6. Com certeza os parlamentares ali presentes ofereceram a “Ave-Maria” por sua Excelência Reverendíssima que, ao que parece, parece mais preocupado em proteger o governo excomungado do PT do que a inquietação autêntica de um cristão isento em busca da verdade. Sobre a sua posição à respeito da tortura, sua Excelência Reverendíssima mistura os fatos, e espero que não propositadamente: como cristãos é lógico que devemos ser contra a tortura num primeiro olhar, mas não há julgamento transitado em julgado contra o Cel. Ustra, e mais! Os acusadores do Cel. Ustra defendiam uma forma de governo cabalmente condenada pelo Magistério Ordinário da Igreja. Rezarei uma “Ave-Maria” pelo bispo também.

  7. Muito pertinente o seu comentário, Gercione. Podemos nos indagar por que ele não fez esse comentário para o membro da pastoral que se vestiu com camiseta de Che no encontra da regional da CNBB, fazendo assim uma “ode a torturador”.

    https://fratresinunum.com/2015/04/12/foto-da-semana-228/

  8. Por que o referido bispo não deu um puxão de orelha na presidanta Dilma, quando essa ainda candidata evocava o nome de Deus, profanava Nossa Senhora em programas de televisão, ia às Missas e fazia o sinal da Cruz completamente errado?

    Quer dizer que candidatos podem falar sobre Deus e hipocritamente frequentar Missas e receber a comunhão, mas depois disso não podem levar o nome de Deus para política?

    Não podem evocar Deus e suas famílias para da um pé na bunda dessa corrupta?

    “a resistência que a população tem criado com a classe política ”

    Com a classe política esquerdista, especialmente o PT… Já que em diversas pesquisas a maioria dos pesquisados se mostra como sendo de DIREITA, defendendo os valores conservadores como sendo contra o aborto, contra as uniões gays, contra o desarmamento, contra a eutanásia, contra a liberação das drogas, etc…

    Será que o povo seria contra a política se esses conhecessem ou tivessem um maior número de políticos honestos que defendessem essas posições?

    O povo é contra o esquerdismo, contra o PT (essência da corrupção e degradação moral) e contra a corrupção… não contra a política e os políticos…

  9. D Leonardo martelo e foice: impressionante de existem clérigos que deveriam parecer sensatos, no entanto, apologizam conspiradores anticristãos, insurgem-se contra os que rejeitam os asseclas de Satã, de ideologia genocida, de fato assumidos terroristas e instauradores de odios generalizados via “Lutas de Classes”!
    É de conhecimento do sr. e da revolucionaria direção da CNBB que a ideologia à qual o PT está vinculado, defendendo-a a ferro e fogo, é formalmente anti cristã, tem odio ao Senhor Deus e à sua Igreja, estando sempre ao lado da CNBB por ela ter se alinhado desde sua gênese ao partido?
    E essa ideologia extremamente intolerante, como o Islã, trucidou mais de 160 000 000 de inocentes apenas no século XX e é subsidiaria da maçonaria?
    Jà ouviu ao menos falar no holocausto levado a cabo em Holodomor pelos comunistas, dentre mais?
    E esse mesmo pérfido e satãnico regime continua a fazer suas milhares de vítimas, muitas delas nas desassistencias totais na saúde, infraestrutura, educação etc., além dos que falecem às portas dos hospitais ou dentro deles e noutras circunstancias, por incuria do governo, como nas diversas estradas assassinas?
    E que as digitais desses vampiros e aves-de-rapina marxistas são os responsaveis – inclusive dos apoiadores, como da esquerdista CNBB, sempre em sintonia com os golpistas comunonazifascistas do PT?
    E que o PT desviava bilhões das verbas para o partido e para outros similares caudilhos sanguinarios marxistas em detrimento do povo, como para o burguês, capitalista e escravagista Fidel Castro e a mais varios similares déspotas africanos?
    Acabe com a farsa: retire o logotipo da CNBB acima e coloque aquele correspondente à ideologia que apoia: a do MARTELO E FOICE!
    “Há seis coisas que o Senhor odeia, sete coisas que ele detesta:
    olhos altivos, língua mentirosa, mãos que derramam sangue inocente,
    coração que traça planos perversos, pés que se apressam para fazer o mal,
    a testemunha falsa que espalha mentiras e aquele que provoca discórdia entre irmãos. Prov 6 16-19.
    Confiram de como a CNBB-TL-PT e mais PCs e apoiadores se enquadram no acima ipsis litteris”!.

  10. Dom Flávio Luiz Cappio está construindo na sua diocese – Barra, Bahia – um memorial a Carlos Lamarca. Levou alguma bronca da CNBdoB?

  11. O dep fed Chico Alencar ligado a Teologia da LIbertação no RJ sempre homenageou os terroristas assassinos do passado, sequer foi observado, passou incólume em diversas ocasiões.

  12. D. Steiner vem da Prelazia de São Félix do Araguaia (do cismático e esquerdista D. Pedro Casaldáliga).
    Ele como tb D. Mol (conhecido como D. Moloc, o deus das moscas da PUC-Minas) são da CNBdoB (ligados à diabolica Teologia da LIbertação dos Boffs da vida, dos Bettos…).
    Nada me surpreende vindo desses discípulos de Judas (Iscariotes, é claro).
    São lobos em pele de cordeiro. Olho vivo neles!
    Vamos denunciar tudo isso ao povo de Deus e à Nunciatura apóstolica em Brasília.

  13. Ipupiara – Celebração dos 40 Anos da Morte de Carlos Lamarca.
    “O Bispo de Barra, Dom Luís Flavio Cáppio, agradeceu de público a Prefeitura Municipal de Ipupiara pelo apoio que tem dado na construção do citado memorial e aproveitou o momento para solicitar de entidades ali presentes apoio para esta construção que homenageará os mártires da Diocese de Barra”.
    https://gentioonline.wordpress.com/2011/09/23/ipupiara-celebracao-dos-40-anos-da-morte-de-carlos-lamarca

  14. Este bispo esqueceu de mencionar o documento da própria CNBB ( ano 2006 ) que nas suas últimas páginas comentava que os ” Bispos, sacerdotes, religiosos , NÃO DEVERIAM FAZER PROPAGANDA DE PARTIDOS POLÍTICOS E NEM DE CANDIDATOS A CARGOS PÚBLICOS ” e ele mesmo entra em contradição.A CORRUPÇÃO DESSE MALDITO PARTIDO QUEBROU A MAIOR ESTATAL DO PAÍS PETROBRÁS . Neste quesito o Bispo Dom Leonardo Steiner esqueceu da sua RESPONSABILIDADE DE BISPO e fez mais uma atitude de politiqueiro.Muito lamentável. Deveria levar para a casa dele o bispo Dom Luiz Demétrio Valentin, conhecido aqui em Jales / SP. como bispo do PT. Chegou a comparar a MISERICÓRDIA DE DEUS ( parábola do filho pródigo ) ao famigerado e corrpto programa assistencialista do governo federal “Bolsa corrupto da Família ” Programa da míngua.

  15. O dom(?) Leonardo, já optaram pela ideologia marxista. Não têm coragem de assumir a cisão, e assim continuam tentando contaminar a estrutura da Igreja com as suas idéias anti-cristãs. Eles não acreditam na promessa: O mal não prevalecerá contra Ela!

  16. Moro em Brasília, e deixei de comparecer na Catedral e em eventos que contam com a presença desses “bispos” . Jamais deixarei a Igreja Católica , mas precisamos começar a separar o joio…

  17. O que mais me impressiona na questão da CNBB é que nenhum bispo conhecido na net interpele essa instituição por não se desentender com o PT que é um partido comunista, todos sabem disso!
    Acho que essa dos bispos de manterem no que chamam de “colegialidade”, pelo menos aparente, passa a impressão que a CNBB fala pelos bispos!
    Sabemos que alguns discordam dela, mas não se apresentam de forma visível e clara como chamando sua atenção, que confronte dela estar agindo dessa maneira, dando impressão dela ser ramificação do PT, enquanto isso o povo vai caindo nas malhas das ideologias.
    Nunca vi a CNBB falar sobre as imoralidades nas novelas, nem nas imposições do PT deseducando a infancia nas escolas, e alguns chegam a pensar na atuação de gente estranha dentro dela passando por bispos e parece ter sentido.

    • Creio que os bispos hoje em dia, haja vista o ocorrido recentemente em Ciudad del Este (Paraguai), têm é medo dessa tal de colegialidade. Um pronunciamento mais contundente e veremos logo publicada a sua remoção do ofício. Motivo? “Falta de colegialidade com seus irmãos no episcopado…”

  18. O que não é cristã, católica há muito que já não era, é a postura da assim chamada CNBB.