O Papa: “Jamais pensei em renunciar. Por natureza, sou um pouco inconsciente”.

IHU – Jamais lhe veio em mente renunciar ao pontificado. Disse-o Francisco na tarde de domingo do dia 29 de maio, durante o diálogo com um dos trinta jovens do Youtube, no âmbito do encontro de Scholas Occurrentes, fundação nascida sob o impulso do encontro pela paz e que está presente em 82 países através de sua rede composta por mais de 400.000 escolas e redes educacionais, com particular atenção aos mais débeis e frágeis.

“Jamais pensei em deixar por causa da responsabilidade. Mas faço uma confidência. Eu não pensava sequer que me escolhessem. Foi uma surpresa, mas desde aquele momento Deus me deu uma paz que dura até hoje. Esta é a graça que recebo. De outra parte, por natureza sou um pouco inconsciente e, portanto contínuo”. Com estas palavrasFrancisco põe de certo modo fim às especulações em torno do cumprimento dos oitenta anos no próximo mês de dezembro e à hipótese de renúncia.

A reportagem é de Andrea Tornielli, publicada por Vatican Insider, 30-05-2016. A tradução é de Benno Dischinger.

O Papa Bergoglio, falando da corajosa escolha do predecessor, sempre falou de uma “porta” que Bento XVI “abriu” e que, portanto facilita eventuais escolhas neste sentido pelos seus sucessores. Mas, o fato de considerar esta possibilidade, em caso de enfermidade ou de debilidade física e espiritual ante o pesado empenho do pontificado, não é o caso de uma decisão no momento.

Tags:

2 Comentários to “O Papa: “Jamais pensei em renunciar. Por natureza, sou um pouco inconsciente”.”

  1. … O Papa Bergoglio, falando da corajosa escolha do predecessor, sempre falou de uma “porta” que Bento XVI “abriu” e que, portanto facilita eventuais escolhas neste sentido pelos seus sucessores¨…
    Até hoje permanece como incógnita essa “porta” que o papa Bento XVI eventualmente tenha “aberto”, explícito como era em seus comportamentos gerais; por isso, não se sabe com certeza se teria sido renunciado ao exercicio do pontificado de livre e espontanea vontade ou se fora sob livre e espontanea pressão, sendo essa a mais cotada como provável como a verdadeira em grande diferença da outra alternativa concorrente!
    Interessante que o papa Francisco teria dito anteriormente que seu pontificado seria de curta duração – uns 2 ou 3 anos – quereria ele nos surpreender com alguma decisão inesperada?
    Parece apreciar as surpresas, ainda por ele mesmo se considerar como meio inconsciente, mudar de ideia de repente poderia ser sua tônica, sendo melhor esperar para ver.

  2. E alguém acredita em que Bergóglio fala???
    Ele gosta de ser a incógnita…
    Hoje diz uma coisa, amanhã, desdiz por atos que disse hoje…
    Para chamar atenção e ser diferente ele é capaz de tudo…

    Sagrado Coração de Jesus, tende piedade de nós!