Desagravo à Virgem Santíssima em Valência, Espanha.

Entenda aqui.

Vídeo: Arquidiocese de Valência.

4 Comentários to “Desagravo à Virgem Santíssima em Valência, Espanha.”

  1. Emocionante! ” Eia pois advogada nossa, esses vossos olhos misericordiosos a nós volvei, e depois deste desterro, mostrai-nos Jesus, bendito fruto do vosso ventre, ó clemente, ó piedosa ó doce e sempre Virgem Maria.”

  2. Bendita seja a Santa, Imaculada e Puríssima Conceição da sempre Bem Aventurada Virgem Maria, Santíssima Mãe de Deus !

    Oh Maria concebida sem pecado, rogai por nós que recorremos a Vós !

    Que o Doce, Bendito e Sapiencial Imaculado Coração de Maria seja a nossa Salvação !

  3. O povo está sempre disposto a proclamar publicamente a fé.

    O clero conciliante, no entanto, costuma por panos quentes em tudo o que lhes parece “extremado” ou que possa causar divisão, mesmo que essa “divisão” represente a separação entre a luz e as trevas, Cristo e belial. Sem saber, estão iludidos pela mitologia do UNO: a “unidade” é o máximo, é o bem altíssimo e irrenunciável. Bobagem: no que tange a nós, a causa da unidade da Igreja são as três virtudes teologais. São as virtudes teologais que perfazem a unidade da Igreja e, sendo a causa da unidade, elas são anteriores e ontologicamente superiores a esta. Por isso a Igreja católica SEMPRE preferiu a integridade da fé à qualquer “unidade”, meramente extrínseca e material, que a ameaçasse.

    À semelhança do “estado mínimo” do liberalismo político, o falido liberalismo teológico inventou a “igreja mínima”, uma igreja que só aparece na vida pública para encampar bandeiras anti-cristãs, v.g., as pretensas canduras da sodomia sinodal. Não estranha, por isso, que Bergoglio tenha se escondido no family day, embora tenha ido, pressuroso e histriônico, oscular as imundas patas de Fidel Castro e tutti quanti.

    Quando a Igreja se retira, o diabo avança. O povo está sempre disposto a agir, dentro da lei, é claro, mas com firmeza e determinação.

    Dai-nos santos pastores, Virgem Mãe de Deus.

  4. Ave cheia de graça, porque pensada por Deus, desde antes da criação, para Mãe do seu Filho unigênito, foi concebida sem a mancha do pecado original;
    O Senhor é contigo, porque Filha de Deus Pai, Mãe de Deus Filho e Esposa do Espírito Santo, és toda unida a Deus;
    Bendita és tu entre as mulheres, porque a mais perfeita de todas as criaturas Deus a escolhestes como primeira morada, a fôrma do seu corpo santo para dar forma (humana) ao seu Filho;
    Bendito é o fruto do teu ventre, porque és Bendita, árvore que dá bom fruto, dá-nos seu Filho, o Filho de Deus.