Foto da semana.

hnaceciliacarmelosantafe

A agonia não apagou o sorriso desta carmelita, seu último desejo comove as redes

BUENOS AIRES, 25 Jun. 16 / 06:00 am (ACI).- A irmã Cecilia Maria partiu para a Casa do Pai depois de uma difícil luta contra o câncer. Milhares compartilharam nas redes sociais as imagens de sua agonia, período no qual nunca perdeu a paz nem a alegria.

Graduou-se em enfermagem e aos 26 anos de idade fez seus primeiros votos como carmelita descalça, em 2003 fez sua profissão perpétua. Há seis meses, foi diagnosticada com câncer de língua e a doença fez metástase pulmonar. Morreu na última quarta-feira, 22, durante a madrugada. Tinha 43 anos.

Vivia no Monastério de Santa Teresa e São José, em Santa Fé, Argentina. Dedicava-se à oração e à vida contemplativa, tocava violino e era conhecida pela sua doçura e permanente sorriso.

Nas últimas semanas, sua doença se agravou e foi hospitalizada. No seu leito, não deixou de rezar e oferecer seus sofrimentos com a certeza de que seu encontro com Deus estava próximo.

Em um pedaço de papel escreveu seu último desejo: “Estava pensando como queria que fosse meu funeral. Primeiro, com um momento forte de oração e, depois, uma grande festa para todos. Não se esqueçam de rezar e também de celebrar!”.

Seu testemunho e as fotos de seus últimos dias falam por si mesmos e dezenas de pessoas compartilham nas redes sociais como a agonia da irmã Cecilia está tocando os corações.

https://www.facebook.com/plugins/post.php?href=https%3A%2F%2Fwww.facebook.com%2Fpermalink.php%3Fstory_fbid%3D976581679106307%26id%3D658766940887784&width=500

Assim anunciaram sua morte as carmelitas descalças: “Jesus! Apenas duas linhas para avisar que nossa queridíssima irmãzinha dormiu brandamente no Senhor, depois de uma doença tão dolorosa levada sempre com alegria e entrega a seu Divino Esposo. Manifestamos todo nosso carinho agradecido pelo apoio e pela oração durante todo este tempo tão doloroso, mas ao mesmo tempo tão maravilhoso. Acreditamos que foi diretamente ao Céu, mas mesmo assim rogamos que não deixem de encomendá-la em suas orações, que ela os recompensará do Céu. Um abraço grande de suas irmãs de Santa Fé”.

 

Anúncios

4 Comentários to “Foto da semana.”

  1. Prezados, tomei a liberdade de escrever-vos, pois as fotos que estão sendo divulgadas por páginas no Brasil como sendo a monja no seu momento de morte (aquela na qual está sorrindo) na verdade foi tirada antes de seu falecimento.

  2. Se tem algo que deveríamos seguir à risca em suas recomendações finais é:
    “Não se esqueçam de rezar”.
    Com toda essa onda de “redes sociais e cultura digital ” sou obrigada a concordar com o que disse a atriz francesa Catherine Deneuve:

    “Estão matando o mistério. A super exposição da vida privada nas redes sociais é algo digno de pena. Antigamente para ser uma celebridade se requeria certo glamour e mistério. Mas hoje em dia ficou difícil se manter um certo mistério e privacidade“.

    E ao que parece nem na hora da morte! Pelo que eu entendi pelas fotos publicadas, não se tratava de uma carmelita de clausura, pois se querem mesmo saber como morre uma freira num Claustro Carmelita assistam o final da série “Tereza de Los Andes”. Há várias versões disponíveis no Youtube.
    Quanto à foto do sorriso, que estão divulgando como sendo o modo como ela morreu, os próprios comentários o desmentem:

    “Marian Delfino
    Esta foto fue tomada mientras dormía la siesta la semana pasada…igualmente siempre tuvo esa sonrisa incluso en los peores momentos de su dolorosa enfermedad! segun me cuentan del Carmelo en calle ezeiza que la cuidaron cuando venia a capital hacerle los rayos.

    Marian Delfino Ludmilla G Lacerda Dornellas: mi prima esta en el convento donde ella venia y se quedaba en Buenos Aires (capital Federa) a quedarse mientras hacia el tratamiento con Rayos y Quimio terapia ´porque venia a un hospital en Bs AS. (ella tenia cancer de lengua) y ella vivía en el convento en SANTA FE… Mi prima que también es monja carmelita y demás monjas del convento …la cuidaron en su estadía en Bs AS. Por eso se que la foto fue tomada cuando estaba internada en el hospital varios días antes de morir… Igualmente se ve que estaba con una PAZ increíbles a pesar del dolor y sufrimiento y esa SONRISA son únicas!

    A foto foi feita enquanto ela dormia vários dias antes de sua morte e não depois de morta como querem dar a entender.
    A intenção pode ser boa: mostrar como morrem felizes aqueles que morrem com Cristo, mas é enganadora porque nem todos os santos morreram sorrindo. O Santo Cura D’Ars fala disso com muita propriedade: alguns morreram tragicamente, outros morreram pacificamente num leito, outros morreram em catástrofes, outros morreram muito jóvens, mas o que todos eles tinham em comum era a santidade da alma no momento em que morreram.
    Monge Moisés, o Athonita descreve a alegria prometida aos cristãos como “algo que vem de Deus e é, portanto, eterna. Prazeres fugazes são, por definição, temporários e não trazem a verdadeira felicidade. O sorriso é um reflexo da felicidade passageira, também porque é temporário. Há muitos exemplos de “bons” sorrisos – o sorriso puro de uma criança, o sorriso de uma mãe amorosa, o sorriso sincero de um amigo – mas o sorriso é algo no entanto que pertence à vida mundana. Não é pior, nem menos útil do que comer ou dormir. Sorrir é algo que fazemos enquanto estamos na carne, mas não algo exigido, uma vez que formos purificados e dignos dos Céus”.

    São Máximo o Confessor resume o estado daqueles que completaram esta purificação:

    As recompensas para as provações da virtude são o desapego e o conhecimento espiritual. Pois estes são os mediadores do Reino dos céus, assim como as paixões e a ignorância são os mediadores da punição eterna.

    E de acordo com o mesmo santo: “desapego é uma condição pacífica da alma.”

    E é esta “condição pacífica” que é comunicada no semblante dos Santos nos ícones. É algo que está muito acima da felicidade passageira do mundo e a cessação do sofrimento por causa dos pecados é que pode realmente ser chamada de alegria. É a transfigurada, revelada realidade dos bem aventurados. É um reflexo da paz que Cristo prometeu aos Seus discípulos; A paz que pertence ao próprio Cristo (João 14:27).
    Eis aí o motivo pelo qual o próprio Cristo, a Bem Aventurada Virgem Maria e os Santos dificilmente aparecem representados tanto nas obras primas de arte como nos ícones ortodoxos com um sorriso no rosto. Suas faces estóicas não significa que não estão felizes. Muito pelo contrário! A alegria dos bem aventurados não dá pra ser descrita em termos mundanos pois: “nem olhos viram, nem ouvidos ouviram, nem jamais penetrou em coração humano o que Deus tem preparado para aqueles que o amam” (1 Coríntios 2.9).

  3. Essas pessoas que afirmam ser a foto anterior à morte, como sabem disso? Comentários? Por acaso alguém teria alguma fonte segura e séria capaz de esclarecer a circunstância da foto? Porque se a instituição religiosa diz que a foto é posterior à morte, então por que eu deveria acreditar em “comentários”?

  4. Ainda que estas fotos sejam anteriores a sua morte demonstram serenidade e doçura, que são bastante desafiadores quando se enfrenta enfermidades como o câncer e seus tratamentos desgastantes. Esta postura é de quem vive em amizade íntima com Deus e plena confiança nEle.