Comunicado da FSSPX após reunião de seus superiores.

Comunicado oficial da Fraternidade Sacerdotal São Pio X.

Por FSSPX | Tradução: FratresInUnum.com: No final da reunião dos Superiores Maiores da Fraternidade São Pio X, que foi realizada na Suíça, entre os dias 25 a 28 de junho de 2016, o Superior Geral fez o seguinte comunicado:

O propósito da Fraternidade São Pio X é principalmente a formação de sacerdotes, condição essencial para a renovação da Igreja e para a restauração da sociedade.

Em meio à grande e dolorosa confusão que atualmente reina na Igreja, a proclamação da doutrina católica exige a denúncia de erros que penetraram em seu seio e, infelizmente, são encorajados por um grande número de pastores, incluindo o próprio Papa.

A Fraternidade São Pio X, no presente estado de grave necessidade, que lhe dá o direito e o dever de administrar o auxílio espiritual para as almas que se voltam para ela, não busca primariamente o reconhecimento canônico a que tem direito enquanto obra católica. Ela tem apenas um desejo: fielmente levar a luz da Tradição bimilenar que mostra a única rota a seguir nesta época de escuridão na qual o culto do homem substitui o culto a Deus, tanto na sociedade como na Igreja.

A “restauração de todas as coisas em Cristo” almejada por São Pio X, seguindo São Paulo (cf. Ep.h 1:10), não pode acontecer sem o apoio de um Papa que concretamente favoreça o retorno à Sagrada Tradição. Enquanto esperamos por esse dia abençoado, a Fraternidade São Pio X tem a intenção de redobrar os seus esforços para estabelecer e difundir, com os meios que a Providência Divina nos dá, o Reinado Social de Nosso Senhor Jesus Cristo.

A Fraternidade São Pio X reza e faz penitência pelo Papa, para que ele possa ter a força de proclamar a Fé Católica e a moral em sua totalidade. Desta forma, ele apressará o triunfo do Coração Imaculado de Maria, o que sinceramente desejamos que aconteça na medida em que vamos nos aproximando do centenário das aparições em Fátima.

Dom Bernard Fellay, Superior Geral da Sociedade de São Pio X

Ecône, 29 de junho de 2016

Festa de São Pedro e São Paulo

Tags:

15 Comentários to “Comunicado da FSSPX após reunião de seus superiores.”

  1. Um alívio. Agora está na hora da FSSPX voltar a atacar os erros modernos como fazia Mons. Lefebvre!

    • Por que alívio? Estas palavras não mudam coisa alguma, e o acordo prático com Roma segue no ar.

    • Milton, ultimamente parecia que a Fraternidade vivia em função do tal acordo. Parecia ter abandonado toda a luta em defesa da Tradição e se calado diante dos horrores de Francisco. Com esse comunicado, os pingos nos is finalmente forma colocados. É reconfortante ler isto: “A FSSPX tem apenas um desejo: fielmente levar a luz da Tradição bimilenar que mostra a única rota a seguir nesta época de escuridão na qual o culto do homem substitui o culto a Deus, tanto na sociedade como na Igreja.”

      É isso que faltava. Palavras claras assim. Para mim, é um alívio ver que a FSSPX não morreu, como parecia.

  2. Um alívio mesmo! UFA!

  3. “A Fraternidade São Pio X, no presente estado de grave necessidade, que lhe dá o direito e o dever de administrar o auxílio espiritual para as almas que se voltam para ela”

    Seria bom que, para o futuro, o Código de Direito Canônico fosse mais claro ao especificar quem tem o direito de proclamar este estado, para evitar que cada um, a seu arbítiro, invoque tal necessidade a partir de seus desejos arbitrários.

  4. Que alegria! Obrigada, meu Senhor!
    E deixa a cleanarada espernear!

  5. Vida longa a Fraternidade SPX

  6. Faço as minhas palavras a do N. Oliver, e do Darildo S F, “Vida longa a a Fraternidade SPX”.

  7. A verdadeira Fé antes de qualquer falso conceito de autoridade! Viva a Fsspx por isso!

  8. Com certeza São Pio X intercedeu por nós e o bom senso (correto) prevaleceu.

  9. Graças a Deus

  10. Excelentes vade retro e non possumus (proparoxítona)

  11. “Em meio à grande e dolorosa confusão que atualmente reina na Igreja, a proclamação da doutrina católica exige a denúncia de erros que penetraram em seu seio e, infelizmente, são encorajados por um grande número de pastores, incluindo o próprio Papa.”

    INCLUINDO O PRÓPRIO PAPA.

    Acho que mudou bastante coisa sim.