O epílogo do entreguismo.

Por José Carlos Sepúlveda – 14 de Julho: a data simbólica do início da Revolução Francesa, a tomada da Bastilha! Um evento cheio de mistificações revolucionárias, que deu origem ao processo que destruiria o Trono e o Altar, sob a lâmina implacável da guilhotina… tudo em nome da Liberdade e da Fraternidade.

nice

227 anos depois, a França das liberdades sofre mais um atentado devastador. Enquanto muitos comemoravam, com fogos de artifício, a tomada da Bastilha, o assassino, o terrorista islâmico veio covardemente espalhar o caos e a morte.

Mas, a França e o Ocidente, dirigido por líderes cúmplices, alimentado por uma mídia “multicultural” e embalado, infelizmente, por tantas vozes eclesiásticas mornas, acha que só o entreguismo festivo, por meio de “silêncios prudentes” e de “concessões oportunas”, vencerá este, como outros inimigos.

É preciso, isto sim, que, nas hostes dos homens que têm Fé, ressurja o espírito da cavalaria em seus melhores aspectos, o idealismo excelso, a coragem leonina, o menosprezo dos pequenos cálculos de oportunidade.

Tags:

18 Comentários to “O epílogo do entreguismo.”

  1. Mesmo a chamada “democracia ocidental”, deve reconhecer suas limitações!
    A França, que se orgulha de sua “democracia”, está experimentando o gosto amargo de permitir livre acesso a seu território, a todo tipo de gentes!
    Não se sabe de onde vêm, com que intenções.
    Esta muito clara, a expansão do islamismo, por toda a Europa. Em vários lugares a população naitva está sendo suplantada por eles.
    Quando estão em processo de admissão, são todos cooperativos, condescentes, dóceis.
    Depois que estão instalados, querem impor seus costumes, sua religião, seu modo de ser e de viver, em detrimento com os locais!
    Está na hora de se rever essa política de “portas escancaradas”, ou a Civilização Ocidental, seus costumes, religiões (principalmente a Cristã!), estão com os dias contados!
    Maomé vem aí!

  2. Somente um milagre torna a Europa Cristã de novo. A Europa acabou, infelizmente. Creio que somente Portugal continuará católico, devido as promessas de N. Sra de Fátima.

  3. Alguém mais acha estranho como esses ataques parecem ocorrer associados a ações culpáveis ultimamente? Em janeiro de 2015, tivemos o ataque à revista Charlie-Hebdo. Uma revista que apenas um mês antes tinha publicado uma revista cuja capa satirizava o nascimento de Nosso Senhor. Depois, já no final do ano, em novembro, houve um ataque a um show de uma banda chamada “Eagles of Death Metal”. Um ataque que, segundo relatos, aconteceu enquanto eles tocavam uma música sobre beijar o demônio e amá-lo. Finalmente, ontem, ocorreu um ataque que choca a muitos por, entre vários outros motivos, ter 10 crianças entre o número de vítimas fatais. Um ataque que ocorre exatamente no dia em que se celebra a Tomada da Bastilha. Esta tomada seria uma das bandeiras de um movimento vil e horrível, que marcou para sempre a história da humanidade. Um movimento que, por sua vez, mata todo ano pelo mundo inteiro 56 milhões de crianças apenas pelo aborto.

  4. O Islã não tem inimigo à altura a não ser a Virgem Maria, Mãe de Deus. O racionalidade, a diplomacia, os acordos de cessar-fogo, o diálogo, a amizade entre diferentes, tudo isso pode ser comparado a lixo porque eles só entendem a força. Bento XVI merecia um pedido formal de desculpas porque ele já havia denunciado que o Islã só trouxe de novo a espada e mais nada. Foi humildado por isso. Eles não têm adversários páreos no ocidente porque no ocidente para chegar ao governo, você precisa ser um banana pacifista. Eles estão chamando a Virgem Maria pra briga, eles estão chamando a Igreja para a briga, mas a Igreja também está na mesma situação dos demais governos. O mundo inteiro, o universo inteiro, todas as criaturas humanas e angélicas estão à espera de um Papa de saco roxo, fiel à Tradição, santo, disposto a dar a vida pela Igreja, verdadeiro servo obediente da Mãe do Senhor, que vai nos convocar para a guerra, acabar com essa palhaçada de religião da paz nos moldes humanos. Enquanto Deus não nos der esse Líder, vai ser essa lenga-lenga horrorosa e muita gente pagando o pato sem entender o por quê. Quer que eu diga mais: Ela (Regina Cælorum) está querendo essa briga faz tempo. O pé dela está coçando para esmagar a cabeça dessa serpente de uma vez por todas.

  5. Eis aí o resultado de apostasia ao cristianismo católico e adesão ao conteúdo fermentativo de odios do “Liberdade, Igualdade e Fraternidade” dos revolucionarios franco-maçons, o qual facilitou a gênese do comunismo, assim como das divisões entre pessoas e grupos e das anteriores a ele, o nazismo e o fascismo, entronizando o antropocentrismo, o novo deus-homem, com “soluções para tudo”!
    Como as propostas acima dos revolucionarios têm sólido fundamento se é explícita adesão ao diabolismo? Associar-se a Satã para pacificar e resolver os problemas do mundo?
    As lutas de classes têm no igualitarismo proposto atacar os ricos, apossar-se de seus bens e colocá-los a serviço de uma organização mafiosa, ideologia dos partidos comunistas!
    O Ocidente sem cristianismo vendo sendo feito refém de todas as ideologias que surgem, sem bases espirituais consistentes, que não passam de uma serie de artificialismos que dão margem a oportunistas de todas as especies do material-ateísmo; basta conferir onde esses relativistas se fundamentam e como os comunistas dentro da agremiação odeiam-se entre si, entre grupos rivais, e o mesmo sucedendo com a religião-Estado similar, o islamismo!
    Aceitar as teorias ocas desses relativistas é como combater uma força satânica exclusivamente com moralidade pública e humanismo; todos esses desajustes propiciadores dessa tragedia na França e mais que advirão em breve não provirão de falhas humanas e artificialmente reparaveis, mas principalmente espirituais que conspiram contra o gênero humano desde o Éden!
    O que se nota na sociedade atual cada vez mais alienada ao Senhor Deus verdadeiro, é estar se compondo de racionalistas-gnósticos e esoteristas, crendo eles que, por meio dos conhecimentos oriundos dessas fontes resolverão os problemas que afetam a humanidade, e para consecução disso, deverão extinguir o cristianismo católico, em particular!
    Ledo engano; o máximo que pode lhes acontecer é parecerem vitoriosos por certo tempo – se acaso suceder – e depois vindo todos a perecerem nesse e mais no outro mundo, o pior!

  6. Não quero espalhar pânico, mas julgo provável que o próximo alvo do terrorismo islâmico venha a ser o Brasil, e mais precisamente a cidade do Rio de Janeiro, por ocasião das Olimpíadas no mês que vem. Por isso, leitores cariocas do Fratres, fiquem espertos: durante as Olimpíadas (bem como nos dias logo antes e logo após elas) evitem aglomerações, fujam dos eventos públicos, evitem particularmente os locais das competições esportivas, o Maracanã, as “vilas olímpicas”, as festas, os aeroportos e a rodoviária, o Cristo Redentor…
    – “Sede simples como as pombas, e prudentes como as serpentes”, disse Nosso Senhor (Mt 10, 16). E, como diz um provérbio popular, “o desconfiado ainda vive”…

  7. Um carinha no comentário acima estava dizendo que a solução estava num Papa e coisas assim. Será se não tem um meu Deus, um só católico na França pra chegar e falar/anunciar Jesus pra esses refugiados e esses terroristas? Será possível que 10 milhões de leigos católicos na França serão subjugados por um punhado de 8.000 refugiados no máximo? Cadê os evangelizadores leigos, num tem um, não tem nem um 20, 100 leigos nesse país pra chegar anunciar Jesus e convidar um desses refugiados pra uma missa, pra um grupo de oração??? O povo espera tanto em papas, cardeais, padres, freiras, quando na verdade, nós que conhecemos a Deus e a Igreja, fomos evangelizados por leigos católicos? Gente, quando vcs vão parar de esperar em Papas, o que é missão de um leigo? Hoje, eu estava me lembrando muito disso, quando hoje, somente 3, repito, 3 jovens (um de 14, outra de 20 e outra de 24) da minha comunidade católica, conseguiram evangelizar 70 pessoas, em um espaço de somente 1h, num terminal de ônibus. Isso, porque os outros jovens da comunidade não quiseram e somente esses 3 guerreiros foram a luta pra evangelizar, divulgar um retiro católico de jovens. Conseguiram pegar o telefone de 30 jovens pra participar do retiro. Imagina se esses 10 milhões de leigos católicos da França tivessem essa mentalidade que esses 3 da minha comunidade? Há muito tempo já tinha parado esses ataques dos islâmicos e todo tipo de mundanidade já estaria estirpado do meio da França. Entendam: num é guerra, num é papa, não é polícia, não é armas, não é cruzada, não é cantar “imagine”, não é “discursinho” de porcaria de presidente, não é a ONU, não é os esquerdistas, nem os direitistas, não é “tolerância”, não é nada disso, mas somente a evangelização verdadeira, eficaz, real e persistente feita por meio de leigos católicos! Só quem dá a paz verdadeira é conhecer a Cristo e sua Igreja. Não tem outra forma.

    “Jovens, se fores aquilo que Deus quer colocareis fogo no mundo” (Santa Catarina de Sena)

    • Karol, vc está se deixando levar pelo seu entusiasmo juvenil. Quando vc for mais velha e souber mais coisas, vc vai ver que a solução não é tão simples assim. Esses refugiados muçulmanos que estão entrando na Europa, eles não estão simplesmente fugindo da guerra ou procurando melhores condições de vida. Eles estão indo lá para conquistar a Europa. Isso significa que eles não estão abertos para conhecer outras religiões ou mudar de religião. Para quem sabe do que se trata o Islã, isso é óbvio. Mas, como disse, há muitas coisas que vc não entende ainda, mas acredito que um dia vc vai compreender melhor essa situação de invasão islâmica pela qual está passando a Europa.

    • Mas Alex, só o fato de alguém ir lá e chamar os islamitas, já conta pra Deus, independentemente se eles estão abertos a religião ou não. Independente se eles vão acolher a mensagem, a nossa parte é ser como os semeadores e ir espalhando e convidando eles pra Igreja. E nem todos são terroristas entre os refugiados, mas somos chamados a anunciar tanto ao terrorista, quanto ao “moderado”, pois ambos estão numa falsa doutrina. Se houvesse um povo cristão na Europa, não seria motivo pra esse medo todo dos refugiados, visto que no passado os bárbaros invadiram a Europa e só foi por meio da evangelização que os bárbaros foram derrotados. Eu leio muito sobre a questão dos refugiados e do terrorismo e penso que só a evangelização seria a resposta, bombadeio ja tá tendo e não está adiantando nada. Mata um terrorista, surge mais outro. E ai?

    • Karol, sua resposta me fez pensar em São Francisco de Assis que pregou o Evangelho a um sutão (um muçulmano), conforme narra a vida do santo. Mas insisto que devemos tomar cuidado. A prudência também é uma virtude. Mas eu entendo o seu ardor de anunciar a palavra de Deus. Acredito que vc tenha recebido um chamado de Deus para evangelizar. Mas também houve santos que combateram os muçulmanos, como São Bernardo de Claraval que pregou a favor das cruzadas. O que quero dizer é que cada um de nós sentimos um chamado diferente de Deus, chamados que podem parecer contraditórios, mas que, no fundo, estão em harmonia com o desígnio maior de Deus. Uns pregam, outros combatem. Mas todos servem a Deus.
      Aproveito esta resposta para partilhar um bonito vídeo sobre a conversão dos inimigos.

  8. O islão, seja na sua versão light, seja na hard, é intrinsecamente mal, vez que se trata de uma pseudo-religião fundada no erro. Portanto, deve ser contido.

    Entretanto, não há mais uma “cristandade” – e quando menciono o termo estou me referindo civilização católica, estados católicos irmanados – para empreender um plano de contingência ao avanço da jihad nas suas duas versões. Pelo contrário, o ocidente, desgraçadamente a fomenta, apoia e estimula.

    Dito isto, só resta ao mundo “laico” a perplexidade.

    E mais uma coisa, sendo em essência “indiferente” a tudo que não seja ele mesmo, o homem ateu-laicista não está “nem aí” para esse número absurdo de almas que se perdem – isto sem falar do assassinato a que chamamos aborto que vitima milhões por ano – e que ainda vão se perder com o avanço do erro e da mentira travestidos de religião, ou melhor de falsas religiões.

    Isto é o mundo pensado e desejado pelo laicismo. Maldita revolução….

  9. O pior é que o politicamente correto diz que o certo é combater o terrorismo tocando “imagine” de John Lennon na torre Eiffel.

  10. A comemoração de um dia de matança com uma outra matança, irônico hein?

  11. O Papa tem uma grande culpa pelo o que esta acontecendo na Europa, pois a campanha que ele fez/faz para que os muçulmanos entrem no velho continente sem levar em consideração nenhuma triagem e os terroristas que lá estão entrando, é de uma tamanha falta de responsabilidade ( para não dizer que é um delito).

  12. A Revolução Francesa além de ter matado inúmeras pessoas, foi modelo para varias outras revoluções, como a revolução comunista na Rússia.

  13. Apenas uma observação. Não tinha visto que outra pessoa também de nome Alex tinha comentado antes de mim. Os comentários seguintes são do segundo Alex.