Foto da semana.

Oratório de Londres, 6 de julho de 2016 – Dando o exemplo: o Cardeal Robert Sarah, Prefeito da Congregação para o Culto Divino e a Disciplina do Sacramento, celebra a Missa de Paulo VI “versus Deum”, por ocasião da conferência Sacra Liturgia, na qual apelou aos bispos e sacerdotes para que retomassem esta posição em suas celebrações.

Anúncios

6 Comentários to “Foto da semana.”

  1. Parei na “Missa de Paulo VI”…

  2. Que maravilha. O rito romano tradicional expressa sem dúvida, com total clareza o sentido sacrifical da MISSA.

    E mais, a AFRICA mais uma vez dando aula de respeito á verdade. Na Africa não tem Missa Afro, tem que avisar para os hereges.

  3. Panis Angelicus

  4. É impressão minha ou há dois menorás próximos ao altar?

  5. Se é Missa de Paulo VI, por que o presbítero assistente?

  6. Confesso-vos que, como sacerdote, tenho me sentido mal ao ouvir as homilias de um colega. Com referencia à obrigação de se receber a Sagrada Comunhão em Estado de Graça falou que a única coisa que impede a comunhão eucarística sem a Confissão é o fato de recebê-la sem estar em “estado de reconciliação” com as pessoas. E que – pasmem – mesmo estando em pecado pode-se recebê-la já que o “Cordeiro de Deus vem a nós para tirar o pecado do mundo” sem necessidade de confissão. Ignorância completa – ou má fé – da doutrina constante da Igreja no Catecismo, bem como do magistério de S. João Paulo II em Ecclesia de Eucharistia e Bento VI em Sacramentum Caritatis onde ele acentua o nexo obrigatório que existe ente os dois Sacramentos. E a própria Sagrada Escritura em 1 Cor 11. Só nos resta orarmos.