Drag queen distribui a Sagrada Comunhão em paróquia de Itaquera ao som de “Paula e Bebeto”.

E a barbárie de Itaquera continua, sob o olhar complacente do bispo diocesano Dom Manuel Parrado Carral.

Posts anteriores sobre a mesma paróquia:

DENÚNCIA: Paróquia de Itaquera a serviço da destruição da Igreja.

Folheto escandaloso atribuído a paróquia da diocese de São Miguel Paulista causa perplexidade em redes sociais.

A beata Chaui, da Diocese de São Miguel Paulista, SP.

Estadão repercute polêmico folheto de Paróquia da Diocese de São Miguel Paulista: ‹‹ Blog católico qualificou o texto como ‘escandaloso’ ››. Bispo permanece em completo silêncio.

Uma pergunta a Dom Odilo Scherer.

Isto é.

Hereges de Itaquera, seguros da impunidade. Será?

* * *

Por Ancoradouro – Albert Roggenbuck, criador da Drag Queen Dindry Buck, muito atuante em Itaquera, São Paulo, foi convidado pelos padres Paulo Sérgio Bezerra e Eduardo Brasileiro [Nota do Fratres: ao que nos consta, este último não é padre] para ministrar a homilia em uma das missas do novenário de Nossa Senhora do Carmo.

O presidente da Celebração Eucarística ainda concedeu ao drag queen o cálice com o sangue de Cristo para ser erguido durante a missa, função exclusiva do diácono ou concelebrante, e o chamou para distribuir a comunhão aos fieis, serviço designado também a um  sacerdote ou a ministros extraordinários que passam uma séries de formações para cumprir a função.

Ao blog Mural da Folha de São Paulo padre  Paulo Sérgio Bezerra explicou que falta ousadia no trato da homossexualidade na liturgia.  “há pouquíssimas iniciativas mais ousadas aqui e ali, no sentido da homossexualidade. É um tabu e tratar disso num contexto litúrgico, uma aberração e ‘heresia’ para certo tipo de catolicismo acostumado a sublimar isso como coisa impura, e abraçar o sacrifício como legítima vontade de Deus é a melhor forma de prestar-lhe louvor”.

Alberto destaca o momento mias emocionante da celebração: “Fui convidado para distribuir a comunhão e minha mãe recebeu o ‘Corpo de Cristo’ de minhas mãos, enquanto uma menina linda e talentosa cantava  ‘Paula e Bebeto’ de Milton Nascimento com o lindo refrão ‘Qualquer maneira de amor vale a pena’“, relembrou.

21 Comentários to “Drag queen distribui a Sagrada Comunhão em paróquia de Itaquera ao som de “Paula e Bebeto”.”

  1. Não resta mais qualquer dúvida, que a Igreja de Cristo está nas mãos do anti-cristo, e sua plêiade de hereges!

  2. Esse padre está há 30 anos nessa mesma paróquia. Há 30 anos ele faz exatamente as mesmas coisas e NUNCA recebeu nenhum tipo de punição, nem do bispo atual, e nem do anterior. Ele continua fazendo porque tem certeza da impunidade.

  3. É bom fazer back up desse vídeo. Já Já vão sumir com ele.

  4. Maranatá!!

  5. Nos padrões atuais, o moderníssimo sacerdote pode ser promovido a Bispo.

  6. alguém poderia de forma objetiva provar onde ele comete erros? (não estou querendo defendê-lo, ao contrário

    • Refaço tua pergunta: Podes explicitar onde ele acerta? Com as devidas provas bíblicas e do catecismo da Igreja Católica. Não esquecendo, NUNCA, que misericórdia e justiça caminham de mãos dadas.
      Alguma vez leste a Bíblia? Não digo palavras. Mas todo o ensinamento de Deus?

    • “Vá e não peques mais”… tá bom? Quando os judeus queriam apedrejar a mulher adúltera, Jesus interviu e perguntou quem dali não tivesse pecado, que atirasse a primeira pedra, porém tb falou para a mulher, VÁ E NÃO PEQUES hAIS… Acolher o pecador, odiar o pecado, não quero nem entrar na questão de que a homilia quem faz é o padre, o padre não pode mandar um leigo em seu lugar, ou mesmo um seminarista…

    • Outra coisa, temos várias passagens na Bíblia que condenam tal “abominação contra a natureza”, no caso padre dessa paróquia, e mesmo o catecismo diz que : §2357 “Os atos de homossexualidade são intrinsecamente desordenados. São contrários à lei natural. Fecham o ato sexual ao dom da vida. Não procedem de uma complementaridade afetiva e sexual verdadeira. Em caso algum podem ser aprovados.” No caso então, como pode um padre conhecedor da doutrina da Igreja, do catecismo, da bíblia, ensinar/permitir tamanha “confusão”? Acolher o pecador, não implica em fazer o mesmo com seu pecado…

    • Olá Heitor, eu posso te ajudar. Aponto somente dois erros do dito sacerdote com base na Instrução Geral do Missal Romano (IGMR):
      66. Habitualmente a homilia deve ser feita pelo sacerdote celebrante ou por um sacerdote concelebrante, por ele encarregado, ou algumas vezes, se for oportuno, também por um diácono, MAS NUNCA POR UM LEIGO.
      162. Na distribuição da Comunhão, o sacerdote pode ser ajudado por outros presbíteros eventualmente presentes. Se estes não estiverem disponíveis e o número dos comungantes for demasiado grande, o sacerdote pode chamar em seu auxílio os MINISTROS EXTRAORDINÁRIOS, ISTO É, O ACÓLITO DEVIDAMENTE INSTITUÍDO OU TAMBÉM OUTROS FIÉIS, QUE TENHAM SIDO DEVIDAMENTE NOMEADOS PARA ISSO. Em caso de necessidade, o sacerdote pode designar, só para essa ocasião, alguns FIÉIS IDÔNEOS.
      (Grifos meus)
      Veja que nem precisei entrar na questão da opção sexual do dito senhor…

  7. O que nós sabemos é que os comunistas, subsidiarios da maçonaria estão infiltrados na Igreja, e/ou diretamente dela, inclusive na Alta Hierarquia, e os apoiadores autoridades religiosas que deveriam reprovar esses traidores da fé, no entanto, se omitem em censurar essas aberrações seriam fortes candidatos de serem um desses.
    Se no tempo do Vaticano II já já existiam hierárquicos maçonistas, estilo D Bugnini, imaginemos hoje, momento em que o ambiente eclesial já relativizou-se a ponto de a direção de uma conferencia episcopal ostensivamente apoiar comunistas com seu caudal de miserias, caso da CNBB, sem constrangimento algum!
    A que ponto chegamos! Protestemos nos endereços dessa diocese, assim se comportando como uma sucursal da Ditadura do Relativismo!

  8. Quem teve a paciência e o trabalho de examinar a CONSTITUIÇÃO CONCILIAR SACROSANCTUM CONCILIUM SOBRE A SAGRADA LITURGIA certamente concluiu que era uma questão de tempo o recrudescimento de tais profanações. Documento ambíguo, esquisito e eivado erros e imprudentes concessões ao livre alvedrio de mentes dissolutas.

    Perdoe-me a linguagem um tanto quanto inadequada, mas toda essa ousadia pós-conciliar apenas revela a esculhambação generalizada que se instalou na Igreja, exatamente quando esta decidiu dialogar com seus inimigos abrindo mão de sua autoridade divina.

    Depois vão dizer que é pura má vontade da parte dos que não aceitam este estado de desordem, de anarquia, de confusão, de bagunça, de avacalhação.

  9. Quem desconhece a realidade intraeclesial pode achar mesmo muito fácil remover padres heterodoxos ou cobrar dos ordinários locais atitudes enérgicas. Desconhecem também, contudo, as consequências de ações enérgicas, qual medicamento que precisa ser dosado, a fim de que os efeitos colaterais não matem o paciente.

    Já que usei o linguajar médico, sugiro mais prudência ao autor da postagem ao falar de D. Manuel, homem cuja saúde sofre abalos terríveis em razão do pastoreio em São Miguel.

    • Lembra de D Caetano Ferrari com o Pe Roberto Daniel, em S Paulo? Chamou atenção dele, não quis emendar e já que não aceitou modificar seu modo de vida, lançou nele a pena de excomunhão!
      Duvido que de cara D Ferrari não afastasse ele!

  10. Fica a pergunta que Nosso Senhor fez aos fariseus: “Pois o que é mais fácil dizer: ‘Os teus pecados estão perdoados’, ou: ‘Levanta-te e anda?’”. Sem dúvida alguma para um sacerdote o poder de perdoar pecados é conferido em sua ordenação, mas a condição essencial para ser perdoado é o arrependimento. Se a intenção era dar uma satisfação à sociedade, ele conseguiu. Agora resta saber se o Senhor aprovou essa encenação. Com a palavra o bispo dessa diocese.

  11. Alguém já notou que toda baixaria, toda palhaçada e toda pouca-vergonha precisa entrar e dessacralizar a Santa Missa? É a Missa o foco. É a destruição total da Missa o objetivo. Não basta aquilo que fizeram 60 anos atrás, eles querem a desmoralização. Eles sabem que Jesus está presente e promovem o deboche, a macaquice, a zombaria com as coisas de Deus e principalmente contra o próprio Deus. Vê-se que o plano é de autoria do demônio, que se utiliza de tudo e de todos que estão a seu serviço para conseguir o que quer. São Miguel Arcanjo, valei-nos!

  12. O dia que os “fiéis” dessa paróquia fizerem o que o povo de Campos fez com D. Navarro talvez esse padre entenda que ele está no caminho errado.
    Esperem ele chegar no altar, virem as costas e saiam da Igreja antes que ele abra a boca para vomitar prodridão. Afinal, enquanto tiver platéia o palhaço continua o show.

    • Isso foi noutro tempo, Manoel Ribeiro, quando o clero campesino … ainda combatia o bom combate. Hoje, estão aí, no coro da geração “mimimi-deixa-disso”. E o ÚNICO culpado disso tudo é o bem-alimentado epíscopo Fernando, sempre mais rifando a Igreja.

  13. Duvido que esse padreco seja punido… e daí, veremos quem compactua com satanás! ( pelo silêncio deliberado, calculado e doloso ).

    Que aquilo que vem do inferno, volte para ele e sem levar mais almas!

    C-A-N-A-L-H-A-S!!!!!

  14. Profanações horríveis na Santa Missa já não são nenhuma novidade, desgraçadamente. E ainda mais isto? Até quando, Senhor?

  15. Que marginais….tudo acabadoooooo o Cardeal diz o que????